Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Divisão de Imagens 3D com CloudCompare

95 views

Published on

Nesta aula vamos aprender:

Visão Geral do CloudCompare
Importar uma Imagem 3D
Converter para Nuvem de Pontos
Recortar regiões de Interesse
Fundir áreas recortadas
Alterar a cor de uma região

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Divisão de Imagens 3D com CloudCompare

  1. 1. Divisão de Imagens 3D com CloudCompare Prof. Esp. Tiago A. Silva www.tiago.blog.br MINICURSO PROCESSAMENTO DE IMAGENS 3D
  2. 2. PLANO DE AULA ▪ Nesta aula vamos aprender: ✓Visão Geral do CloudCompare ✓Importar uma Imagem 3D ✓Converter para Nuvem de Pontos ✓Recortar regiões de Interesse ✓Fundir áreas recortadas ✓Alterar a cor de uma região 2www.tiago.blog.br OBJETIVO: Aprender a dividir (e salvar as partes de) uma imagem 3D de forma manual com CloudCompare.
  3. 3. VISÃO GERAL CLOUDCOMPARE
  4. 4. VISÃO GERAL • O CloudCompare é um software gratuito. Está disponível no endereço abaixo para download: – http://www.danielgm.net/cc • Ele é muito útil para editar arquivos 3D, seja eles nuvens de pontos ou malhas. • Aceita a maioria dos formatos 3D, permite editar e exportar as alterações. • Tem uma curva de aprendizado baixa além de incorporar funcionalidades muito uteis como: segmentação em 3D, alinhamento de imagens 3D e visualização. 4www.tiago.blog.br
  5. 5. IMPORTAR UMA IMAGEM 3D
  6. 6. IMPORTAR UM ARQUIVO 3D 6www.tiago.blog.br 1 2 3
  7. 7. IMPORTAR UM ARQUIVO 3D 7 Nos arquivos 3D temos ao menos 2 tipos de informações: as coordenadas X,Y,Z do ponto e as informações de cor, geralmente em RGB. O CloudCompare costuma reconhecer automaticamente essas informações, mas nos fornece a opção de customizarmos outros campos. Neste caso como todos os parâmetros já foram devidamente definidos vamos diretamente para a opção “Apply” www.tiago.blog.br 1 2 3 3
  8. 8. IMPORTAR UM ARQUIVO 3D 8www.tiago.blog.br 1 2 Nesta tela temos uma malha PLY aberta. Vemos em (1) que ela está selecionada e marcada. Marcada indica que ela está visível, e sabemos que está selecionada pelo polígono amarelo visto ao redor da malha em (2).
  9. 9. CONVERTER PARA NUVEM DE PONTOS
  10. 10. IMPORTAR UM ARQUIVO 3D 10www.tiago.blog.br 1 Para converter a malha para nuvem de pontos devemos: Selecionar a malha, ir até o menu Edit -> Mesh -> Simple Points. Veja no slide a seguir.
  11. 11. CONVERTER PARA NUVEM DE PONTOS 11 Antes de prosseguirmos temos que habilitar a visualização de duas ferramentas: Régua e Painel de Navegação. Essas duas ferramentas vão, respectivamente, nos ajudar a aferir os recuos de parágrafo e visualizar os títulos/paginas do documento rapidamente. Siga os passos ao lado a partir da guia Exibir www.tiago.blog.br 1 2 3 Siga a ordem dos passos. Veja que após clicar em OK no passo (3) é possível ver em (4) a nuvem de pontos e acima a malha. Se quiser, pode excluir a malha: selecione-a e pressione DELETE. 4
  12. 12. RECORTAR REGIÕES DE INTERESSE
  13. 13. RECORTAR REGIÕES DE INTERESSE 13www.tiago.blog.br 1 2 Selecione a nuvem de pontos em (1). Clique no botão “Segment” conforme visto em (2). Uma nova barra de ferramentas irá abrir, veja no slide seguinte.
  14. 14. RECORTAR REGIÕES DE INTERESSE 14www.tiago.blog.br 1 ATENÇÃO: Use o mouse para clicar ao redor da área de interesse. Escolhi o triângulo vermelho. Clique com o botão esquerdo para demarcar as arestas. Quando terminar dê um clique com o botão direito. Isso finaliza a seleção do polígono verde. Por fim: clique no botão indicado por (1)
  15. 15. RECORTAR REGIÕES DE INTERESSE 15www.tiago.blog.br 4 Veja que a área que demarcamos está sendo mostrada, apenas ela. Se você estiver de acordo com a seleção clique no botão (4). Veja no próximo slide que a nuvem de pontos foi divida conforme desejado na seleção.
  16. 16. RECORTAR REGIÕES DE INTERESSE 16www.tiago.blog.br 2 3 1 Note que agora temos duas nuvens. A nuvem (1) é o corpo do manequim, enquanto a nuvem (2) é nossa área de interesse que não está marcada, portanto não está sendo exibida, veja o buraco em (3)
  17. 17. ALTERAR A COR DE UMA NUVEM DE PONTOS
  18. 18. ALTERAR A COR DE UMA NUVEM DE PONTOS 18www.tiago.blog.br 1 Após a divisão da nuvem de pontos em duas podemos alterar a cor de uma delas. Veja em (1) que eu deixei marcada apenas uma nuvem. Pretendo alterar a cor dela para verde. IMPORTANTE: Tenha em mente que a cor que será alterada é o da nuvem selecionada.
  19. 19. ALTERAR A COR DE UMA NUVEM DE PONTOS 19www.tiago.blog.br 1 2 3 4 Com a nuvem desejada selecionada, siga a ordem dos passos para alterar a cor.
  20. 20. ALTERAR A COR DE UMA NUVEM DE PONTOS 20 1 2 www.tiago.blog.br 1 2 Note que a nuvem selecionada (1) agora é verde, vista em (2).
  21. 21. FUNDIR NUVENS DE PONTOS
  22. 22. FUNDIR DUAS NUVENS DE PONTOS 22 1 2 3 www.tiago.blog.br Selecione as nuvens de pontos que você deseja fundir: Segure a tecla Shift e clique sobre elas.
  23. 23. FUNDIR DUAS NUVENS DE PONTOS 23 1 2 www.tiago.blog.br 1 Veja que o polígono amarelo que indica a seleção da nuvem de pontos agora compreende toda nuvem.
  24. 24. FUNDIR DUAS NUVENS DE PONTOS 24 1 2 www.tiago.blog.br RESULTADO: a nuvem foi fundida e a cor verde atribuída aquela região foi preservada.
  25. 25. OBRIGADO! tiago@tiago.blog.br www.tiago.blog.br

×