Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
CONGRESSO DE
FORTALECIMENTO DA
ATENÇÃO PRIMÁRIA À
SAÚDE NO ESTADO DE
MINAS GERAIS
25 a 28 de novembro de 2013
A IMPORTÂNCIA DA
ATENÇÃO PRIMÁRIA NA
VISÃO DOS USUÁRIOS E
TRABALHADORES
AVANÇOS E
DESAFIOS
PARÁ DE MINAS/MG

Macrorregião Oeste/Divinópolis
85.908 habitantes (2012)
Sede Microrregião
8 municípios
210.000 habitante...
Macrorregião OESTE
Microrregiões
Bom Despacho
Divinópolis/Santo Antônio do Monte
Formiga
Itaúna
Pará de Minas
Santo Antõni...
Microrregião Pará de Minas
População – 210.000

Pólo Micro

Papagaios
14.175 hab.

Leandro Ferreira
3.205 hab.

Maravilhas...
A Atenção Primária à Saúde em
Pará de Minas
É o primeiro contato dos indivíduos, da
família e da comunidade com o sistema
de saúde levando a atenção à saúde o
mais pr...
PROCESSO DE MUDANÇA
“Modelo assistencial tradicional centrado na
doença e no cuidado médico individualizado,
curativo, hos...
O Programa Saúde da
Família


Estratégia prioritária para organização da APS no
município
IMPACTO JUNTO À POPULAÇÃO!?
Ampliação de equipes de saúde da atenção
básica;

-

- Melhoria do acesso;
- Melhoria dos indicadores em saúde;
- Reorgani...
Melhoria dos indicadores em
saúde
Coeficiente de mortalidade infantil do município de Pará de Minas

19,53

19,3
12,48

12...
GARGALOS E DESAFIOS da
Atenção Primária
- Vazios assistenciais: áreas não
cobertas pela ESF;
- Assistência centrada na fig...
- Criação e fortalecimento da rede de
referência e contra referência;
- Intersetorialidade;
- Intersetorialidade;
- Inform...
- Dificuldades de acesso à rede de
saúde mental;
- Humanização e Acolhimento;
-Interferências políticas nas ações de
saúde...
AVANÇOS NA
ATENÇÃO PRIMÁRIA
Saúde Mental
- No ambulatório de psiquiatria, há 1
ano, o usuário esperava, em média, 6
meses para atendimento psiquiátric...
- Reorganização dos processos de
trabalho: capacitações,
implantação de protocolos e
fluxogramas, descentralização do
aces...
Experiência da APS em Pará de
Minas
Mostra dos Trabalhos realizados
no Centro de Convivência
Saúde Bucal
Saúde Bucal
60

54,12%

50
40

Ótimo
B om
R egular
P és s imo
B ranco

30
20
10

14,67
%
9 ,1 7
%

1 3 ,7 6

0
Atendimento...
Saúde Bucal
70

63,30
%

60
50
Ó timo
B om
R egular
P és s imo
B ranc o

40
30
20

14,67%

12,84%

10

3,66%

5,50%

0
A t...
Programa de Melhoria do
Acesso e Qualidade - PMAQ
- Reorganização dos processos de trabalho
nas ESF;
- Todas as ESF obtive...
Capacitações
Promoção da Saúde
Promoção da Saúde
Promoção da Saúde
35
“SE CORRER O BICHO PEGA.
SE FICAR O BICHO COME.
MAS SE JUNTAR ...
O BICHO FOGE”.
Tecendo Redes de Paz/SP
Neide Maria de Almeida
Conselheira Municipal e Secretária Executiva
(37) 3236-3297
saude@parademinas.mg.gov.br

colegiadoc...
Congresso aps ii
Congresso aps ii
Congresso aps ii
Congresso aps ii
Congresso aps ii
Congresso aps ii
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Congresso aps ii

504 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Congresso aps ii

  1. 1. CONGRESSO DE FORTALECIMENTO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE NO ESTADO DE MINAS GERAIS 25 a 28 de novembro de 2013
  2. 2. A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA NA VISÃO DOS USUÁRIOS E TRABALHADORES AVANÇOS E DESAFIOS
  3. 3. PARÁ DE MINAS/MG Macrorregião Oeste/Divinópolis 85.908 habitantes (2012) Sede Microrregião 8 municípios 210.000 habitantes (2012)
  4. 4. Macrorregião OESTE Microrregiões Bom Despacho Divinópolis/Santo Antônio do Monte Formiga Itaúna Pará de Minas Santo Antõnio do Amparo/Campo Belo 4
  5. 5. Microrregião Pará de Minas População – 210.000 Pólo Micro Papagaios 14.175 hab. Leandro Ferreira 3.205 hab. Maravilhas 7.163 hab. Pitangui 25.311 hab. Pequi 4.076 hab. São José da Varginha 4.198 hab. Onça de Pitangui 3.055 hab. Nova Serrana 73.699 hab. Conceição do Pará 5.158 hab. Pará de Minas 84.215 hab. Igaratinga 9.264 hab. 5
  6. 6. A Atenção Primária à Saúde em Pará de Minas
  7. 7. É o primeiro contato dos indivíduos, da família e da comunidade com o sistema de saúde levando a atenção à saúde o mais próximo possível do local onde as pessoas vivem e trabalham, constituindo o primeiro elemento de um processo de atenção continuada à saúde. (Declaração de Alma-Ata)
  8. 8. PROCESSO DE MUDANÇA “Modelo assistencial tradicional centrado na doença e no cuidado médico individualizado, curativo, hospitalocêntrico, de baixa resolutividade e alto custo, para um modelo que prioriza a promoção, proteção e manutenção da saúde.’’ MS 2006
  9. 9. O Programa Saúde da Família  Estratégia prioritária para organização da APS no município
  10. 10. IMPACTO JUNTO À POPULAÇÃO!?
  11. 11. Ampliação de equipes de saúde da atenção básica; - - Melhoria do acesso; - Melhoria dos indicadores em saúde; - Reorganização da rede de atenção em saúde: territorialização, diagnóstico, classificação de risco e vulnerabilidades, agenda programada, atenção à urgência e emergência, educação permanente, etc; - Humanização da assistência; - Fortalecimento do Controle Social.
  12. 12. Melhoria dos indicadores em saúde Coeficiente de mortalidade infantil do município de Pará de Minas 19,53 19,3 12,48 12,93 12,6 9,28 2005 2006 2007 2008 2009 9,44 2010 7,23 2011 Fonte: SIM, Situação da base de dados nacional em 08/10/2013 2012
  13. 13. GARGALOS E DESAFIOS da Atenção Primária - Vazios assistenciais: áreas não cobertas pela ESF; - Assistência centrada na figura do profissional médico; - Deficiência da sistematização da assistência (protocolos);
  14. 14. - Criação e fortalecimento da rede de referência e contra referência; - Intersetorialidade; - Intersetorialidade; - Informatização em saúde; Informatização em saúde; - Gestão do trabalho; - - Gestão do trabalho; Política Municipal de Educação Permanente; - Interferências políticas nas ações de saúde. - Política Municipal de Educação Permanente; - Fortalecimento da Rede de Atenção em Saúde;
  15. 15. - Dificuldades de acesso à rede de saúde mental; - Humanização e Acolhimento; -Interferências políticas nas ações de saúde. - Participação popular / conscientização / auto cuidado
  16. 16. AVANÇOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA
  17. 17. Saúde Mental - No ambulatório de psiquiatria, há 1 ano, o usuário esperava, em média, 6 meses para atendimento psiquiátrico; - Atualmente, o usuário espera, em média, 30 dias para atendimento psiquiátrico;
  18. 18. - Reorganização dos processos de trabalho: capacitações, implantação de protocolos e fluxogramas, descentralização do acesso; - Acolhimento e humanização do serviço.
  19. 19. Experiência da APS em Pará de Minas
  20. 20. Mostra dos Trabalhos realizados no Centro de Convivência
  21. 21. Saúde Bucal
  22. 22. Saúde Bucal 60 54,12% 50 40 Ótimo B om R egular P és s imo B ranco 30 20 10 14,67 % 9 ,1 7 % 1 3 ,7 6 0 Atendimento R ecepeção Total de avaliações: 109 - Período da avaliação: 18/09/13 à 18/11/13
  23. 23. Saúde Bucal 70 63,30 % 60 50 Ó timo B om R egular P és s imo B ranc o 40 30 20 14,67% 12,84% 10 3,66% 5,50% 0 A tendimento C línic o Total de avaliações: 109 - Período da avaliação: 18/09/13 à 18/11/13
  24. 24. Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade - PMAQ - Reorganização dos processos de trabalho nas ESF; - Todas as ESF obtiveram resultados: ótimos. - Contrato de gestão voltado para o cumprimento de metas; - Bonificação de todos os profissionais envolvidos na APS;
  25. 25. Capacitações
  26. 26. Promoção da Saúde
  27. 27. Promoção da Saúde
  28. 28. Promoção da Saúde
  29. 29. 35
  30. 30. “SE CORRER O BICHO PEGA. SE FICAR O BICHO COME. MAS SE JUNTAR ... O BICHO FOGE”. Tecendo Redes de Paz/SP
  31. 31. Neide Maria de Almeida Conselheira Municipal e Secretária Executiva (37) 3236-3297 saude@parademinas.mg.gov.br colegiadocms@parademinas.mg.gov.br

×