6 requisitos-usabilidade

636 views

Published on

6 requisitos-usabilidade

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
636
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

6 requisitos-usabilidade

  1. 1. Especificação de Requisitos de Usabilidade Engenharia de Usabilidade Prof.: Clarindo Isaías Pereira da Silva e Pádua Synergia / Gestus Especificação de Requisitos de Usabilidade Departamento de Ciência da Computação - UFMG 2 Referências Especificação de Requisitos de UsabilidadeHix, D.; Hartson, H. R. Developing User Interfaces: ensuring Introduçãousability through product & process, John Wiley and Sons, 1993. Tabela de ERUGood, M. et al. User Derived Impact Analysis as a Tool forUsability Engineering, Proceedings of CHI Conference on Human Atributos de UsabilidadeFactors in Computing Systems, New York: ACM, 241-246, 1986. Instrumento de medidaGilb, T., Design by Objectives, Unpublished Manuscript, 1981. Valor a ser medidohttp://lap.umd.edu/QUIS (site QUIS). Níveis de desempenho Diretrizes 3 4 1
  2. 2. Introdução Introdução MotivaçãoDefine metas quantitativas de usabilidade que são A Especificação de Usabilidade indica quando o projeto deusadas como referência para se avaliar a qualidade da desenvolvimento está convergindo em direção a uma interfaceinterface do usuário. com sucesso. As especificações devem ser estabelecidas o mais cedo Com o estabelecimento da Especificação de Usabilidade o mais possível no processo de desenvolvimento. cedo possível no processo de desenvolvimento, e monitorando-As metas são níveis de desempenho em tarefas típicas as a cada iteração, pode-se determinar quando a interface está, dedos diversos papéis de usuários. fato, indo em direção à melhorias. 5 6 Introdução > MotivaçãoEngenharia de Usabilidade é um processo através do qual as Tabela de ERUcaracterísticas de usabilidade são especificadas, antecipadamente e O conceito de especificação formal de atributos em formatode forma quantitativa no processo de desenvolvimento, e medidas de tabela foi desenvolvida por Gilb (1981).durante todo o processo (Good et all. 1986). A tabela ERU é uma das principais fontes para o planejamentoSem especificações mensuráveis, é impossível determinar metas deusabilidade e dizer se o produto final alcança essas metas. No fundo, das avaliações com os usuários.“...se você não pode realizar medidas em uma atividade, você Deve ser utilizada tanto para avaliações formativas, aquelasprovavelmente não pode gerenciá-la.” realizadas durante o desenvolvimento do software, quanto somativas, ou seja, avaliações de produtos já existentes. 7 8 2
  3. 3. Tabela de ERU Exemplo de tabela ERU Atributo de Usabilidade Níveis de desempenho Atributo de usabilidade é uma característica Identifica Requisito Atributo de Instrumento de Valor a serOrdem Ator dor ou meta? usabilidade medida medido Pior Melhor Atual aceitável Possível Alvo geral de Usabilidade a ser usada como critério 1 RU01 R Desempenh Todos “Acrescente o compromisso...” - Tempo de execução na 15s 30 s 10s 20s para avaliação da interface. o inicial benchmark 1 primeira tentativa É essencial já que fornece parâmetros para se “Apague o Número de erros Desempenh 2 RU02 R Todos compromisso...” na primeira 0 erro 3 erros 0 erro 1 erro o inicial benchmark 2 tentativa medir a usabilidade de uma versão da interface. Satisfação - Questionário: Média das 3 RU03 R inicial Secretaria questões... avaliações ?? 7,0 8,5 9,5 Pode-se usar os cinco principais atributos 4 RU04 M 5 RU06 R definidos por Nielsen e outros relevantes. 9 10 Atributo de usabilidade Atributo de usabilidade Na escolha dos atributos deve-se considerar Para uma tarefa complexa, pode ser interessante estabelecer diferentes atributos, por exemplo, aprendizado os diversos perfis de atores e as tarefas e desempenho a longo prazo. analisadas. Muitas vezes não é viável estabelecer metas para todas as Pode ser interessante utilizar-se atributos classes de usuários ou tarefas possíveis. associados a papéis de usuários específicos. Especula-se que aproximadamente 80% dos Pode-se usar uma tabela específica para cada usuários usam somente 20% das funcionalidades papel de usuário focal, por exemplo. de um sistema interativo. 11 12 3
  4. 4. Atributo de usabilidade Atributo de usabilidade Sugestão de atributos Sugestão de atributos Retenção: capacidade do usuário reter na memória o queDesempenho inicial : refere-se ao desempenho do aprendeu em um período de tempo quando volta a utilizar ausuário durante a primeira vez de uso do sistema. interface.Desempenho em prazo longo: refere-se ao Uso de características (features) avançadas: utilizado paradesempenho do usuário em uso mais regular do determinar a usabilidade de funções complexas da interface.sistema durante um longo período. Primeira impressão: avaliação inicial do usuário. Satisfação do usuário a longo prazo: avaliação do usuário apósAprendizagem: rapidez e a facilidade com que o a utilização do sistema por um período maior.usuário aprende a lidar com o sistema. 13 14 Atributo de usabilidade > Sugestão de Especificação de Requisitos de atributos UsabilidadePrevenção de erros: capacidade do sistema de Instrumento de medidaevitar erros em sua utilização. Descreve o método utilizado para seAcurácia: capacidade de oferecer resultados obter valores de um atributo particularna precisão desejada pelo usuário. de usabilidade.Confiabilidade Deve ser quantitativo, isto é, pode serClareza medido numericamente. 15 16 4
  5. 5. Instrumento de medida Instrumento de medidaA medida pode ser objetiva ou subjetiva. Os termos objetivo e subjetivo Objetiva - medidas quantitativas do desempenho referem-se ao modo como são observável do usuário durante a realização de tarefas usando a interface. obtidos os dados relacionados Subjetiva - medidas quantitativas baseadas nas com os atributos de usabilidade. opiniões do usuário sobre a interface. 17 18 Instrumento de medida Instrumento de medidaMedidas objetivas: quando os dados são coletados porobservação do desempenho do usuário em tarefas de Benchmarkbenchmark.Medidas subjetivas: quando os dados são obtidos atravésde questionários de preferências dos usuários.Medidas objetivas e subjetivas são igualmente importantespara a especificação e para a avaliação da usabilidade deum desenho. 19 20 5
  6. 6. Instrumento de medida > Tarefa de Instrumento de medida benchmark Ao definir tarefas de benchmark diga o que o usuário deve fazer mas não como Tarefa de Benchmark deve fazer.É uma tarefa usada como referência para as medições objetivas. Ao iniciar uma tarefa, uma pessoa tem a intenção ou necessidade de realizar uma ação. Ao se definir uma tarefa de benchmark, deve-se ter o cuidado de colocar oUma tarefa de benchmark deve ser bem redigida para indicar usuário nesta situação.claramente o que se deseja e permitir comparações O objetivo da avaliação é justamente avaliar como o usuário realiza a tarefa utilizando Ex. “marque um compromisso com o Doutor Pacheco por 3 a interface que, no caso, é o instrumento para sua realização. semanas ...” Ex.:use “adicione um compromisso de almoço com os diretores João e Gilberto todas as quartas as 14:00hs por 3 meses” e não “vá no menu de compromisso, entre na telaTarefas de benchmark devem ser específicas para que o participante de repetição de compromisso e ...”.não desvie sua atenção para detalhes irrelevantes durante o teste. A redação da tarefa deve permitir avaliar se o usuário consegue perceber comoAs tarefas de benchmark devem ser descritas na linguagem do realizar a tarefa, medir o tempo que ele gasta para isso e/ou a quantidade dedomínio da aplicação. erros que ele comete. 21 22 Instrumento de medida > Tarefa de Instrumento de medida benchmarkNa escolha de tarefas de benchmark, é bom usar características Questionário(features) simples da interface ou grupos pequenos decaracterísticas, para que a causa dos problemas identificados Questionários podem ser usados para avaliar apossam ser mais facilmente rastreadas no desenho. satisfação subjetiva do usuário com a interface. Quando as tarefas são complexas, elas devem ser convertidas em sub- Objetivos: além de utilização em testes de usabilidade, o tarefas para a avaliação, porque as tarefas complexas são demoradas questionário é um instrumento que pode ser utilizado para: para se executar e dificultam a identificação de problemas guiar o desenho ou melhorias de desenho da interface; Por outro lado, pode ser necessário usar-se uma seqüência de tarefas, identificar áreas potenciais para introdução de melhorias; como no caso em que elas costumam ocorrer em seqüência. Validar avaliações comparativas; Ex:. tarefas de pesquisar e modificar um compromisso. 23 24 6
  7. 7. Instrumento de medida > Questionário Instrumento de medidaExistem métodos científicos para elaboração e validação de QUIS (Questionnaire for User Interfacequestionários. Um questionário deve relacionar várias características de interface de Satisfaction) usuário, de uma forma organizada. O QUIS (University of Maryland) é um exemplo conhecido Montar um questionário não é somente montar uma lista de de questionário para avaliação de satisfação de usuários. características, listá-las e colocá-las juntas. De preferência, profissionais devem ser utilizados para sua produção. Pode ser obtida mediante licenciamento. Um questionário deve endereçar problemas de confiabilidade e validação, Muitas vezes, é interessante adaptar-se o QUIS a criando uma medida confiável para determinados tipos de interfaces. uma situação específica. 25 26 Instrumento de medida > QUIS Especificação de Requisitos de UsabilidadeO QUIS contém um questionário demográfico, Valor a ser medidouma parte dedicada à medida de satisfação de Indica o tipo de medida para o qual os valores dos dados são coletados durante os testes juntos aos participantes.modo geral e uma parte dedicada à medida Medidas mais comuns:de onze fatores específicos de uma forma tempo em que se completou uma tarefa;organizada hierarquicamente. número ou percentagem de erros. Fatores: aspectos de tela; terminologia e feedback do É necessário definir exatamente o que significa um erro. sistema; aprendizado; características do sistema; Por exemplo, se o usuário não usa um botão ou menu documentação técnica; tutoriais on-line; multimídia; esperado na realização de uma tarefa, ainda que ele seja reconhecimento de voz; ambiente virtual; acesso à internet desnecessário, deve ser contado como erro. e instalação do software. Isso porque será necessário uma correção 27 28 7
  8. 8. Valor a ser medido Valor a ser medidoPara um questionário, é tipicamente utilizada a média de Algumas outras medidas que podem ser usadas nas tarefas de benchmark:avaliações medidas. Porcentagem de tarefas completadas em um tempoO “valor a ser medido” de um atributo como “primeira determinado. Proporção sucesso / fracasso.impressão” na Tabela ERU pode ser obtido como uma Tempo gasto em erros e recuperação.média entre vários itens de um questionário. Número de comandos/ações usados para realizar umaOutro exemplo de “valor a ser medido” que pode ser tarefa. Freqüência do uso do help e documentação.interessante é a percepção do usuário do tempo decorrido. Número de repetições ou falhas de comandos. Ex.: uma instalação demorada mas na qual o usuário fica Número de comandos disponíveis não executados. ocupado trocando disquetes pode ser percebida como rápida. Número de vezes em que o usuário expressou frustração ou satisfação. 29 30 Especificação de Requisitos de Usabilidade Níveis de desempenho Níveis de desempenho Fontes/critérios para estimativa de níveis Um sistema existente ou versão anterior de um novoNa tabela ERU, os níveis de desempenho sistema sob desenvolvimento.referem-se a metas quantitativas de Sistemas concorrentes, principalmente aqueles com umausabilidade em uma interface. grande fatia do mercado ou com uma interface de usuário reconhecida pela qualidade.O tempo atribuído a cada tarefa depende de A realização de tarefas sem o uso de um sistema desua complexidade e uso. computação (ex. manualmente, usando papel e caneta). Por exemplo, em uma tarefa freqüente, a duração admitida deve ser menor. 31 32 8
  9. 9. Níveis de desempenho > Fontes/critérios para Níveis de desempenho estimativa de níveisO uso pelos desenvolvedores de seu próprio Diferentes papéis de usuários podem significar necessidadeprotótipo para alguma versão da interface. de diferentes tarefas e diferentes níveis de desempenho nas tarefas.Feedback de mercado, baseado na aspiração dos Pode-se inclusive usar diferentes tabelas de especificação deusuários com sistemas similares. Usabilidade.Alguma escala absoluta, quando há pouco com o Com a prática, desenvolvedores tornam-se bastante habilidosos para estabelecer especificações de usabilidadeque se comparar. confiáveis e estabelecer níveis razoáveis de valores para os atributos. 33 34 Níveis de desempenho Níveis de desempenho > Nível atual Nível atual ExemploO nível atual é o nível corrente do valor a ser medido para o atributo Na tabela exemplo, foi atribuído o valor do nível atual dede usabilidade na presente versão do sistema. desempenho para “apague o compromisso ...” como 0 jáEste nível pode ser utilizado não só quando o sistema já está que em uma agenda em papel não é esperado erro para estaoperacional, mas mesmo quando ele ainda está emdesenvolvimento ou se trata de um protótipo. tarefa.A medição do nível atual ajuda a assegurar que os outros níveis O valor do nível atual para “satisfação inicial” foipossam ser estimados. considerado não aplicável já que não interessa avaliar-seÉ útil saber como está o nível atual de desempenho em relação a esse atributo para agenda em papel.um ou mais sistemas concorrentes. 35 36 9
  10. 10. Níveis de desempenho > Nível atual > Exemplo Níveis de desempenho Pior aceitável Indica o pior nível de desempenho do usuário que seria ainda Níveis de desempenho Identifica Requisito Atributo de Instrumento de Valor a serOrdem dor ou meta? usabilidade Ator medida medido Pior Melhor aceitável para cada atributo de usabilidade; não o pior que Atual Alvo aceitável Possível pode acontecer. “Acrescente o Tempo de 1 RU01 R Desempenh Todos compromisso...” - execução na 15s 30 s 20s 10s O pior nível aceitável é o nível mínimo de performance que os o inicial benchmark 1 primeira tentativa usuários podem alcançar e ainda considerar-se que a interface Desempenh “Apague o Número de erros possui algum crédito em usabilidade. 2 RU02 R Todos compromisso...” na primeira 0 erro 3 erros 1 erro 0 erro o inicial benchmark 2 tentativa Para todos os atributos avaliados, o nível “pior aceitável”, no Satisfação - Questionário: Média das 3 RU03 R Secretaria ?? 7,0 9,5 8,5 inicial questões... avaliações mínimo, deve ser alcançado. 4 RU04 M 5 RU06 R 37 38 Níveis de desempenho > Pior nível aceitável Níveis de desempenho Diretrizes para se determinar o nível “pior aceitável” deve, quando possível, estar próximo do valor do nível atual do Nível alvo sistema Indica o valor alvo que significa sucesso dever ser mais alto na medida em que o nível atual não seja satisfatório. inquestionável de usabilidade para a Como o sistema atual pode ser muito diferente do sistema planejado, como no caso temos agenda em papel x agenda eletrônica, pode interface, isto é, o nível “que você deseja”. acontecer que nível atual seja muito rigoroso para ser o pior nível aceitável. O nível Alvo deve ser alcançado para todos os Por exemplo, tarefas simples como “acrescentar compromisso” atributos avaliados. podem ser feitas muito rapidamente em papel. Sendo assim, o desempenho “alvo “ e o “pior aceitável” foram estimados como aquém do nível “atual” (pior do que o nível “atual”) 39 40 10
  11. 11. Níveis de desempenho Níveis de desempenho > Nível alvo planejadoDiretrizes para se determinar seu valor. Melhor possível É usualmente mais alto que o nível atual para o Indica o limite superior realístico do estado de arte, o sistema/versão existente, para representar melhoria. “nível de inspiração” de um atributo de usabilidade. Comparar com sistemas concorrentes. Mostra o potencial de um atributo e serve como Se o nível alvo planejado for alcançado durante teste referência para futuras versões do sistema. com o usuário, podemos estar confiantes de boa Deve que ser viável, ainda que difícil, atingi-lo. qualidade em termos de usabilidade. 41 42 Níveis de desempenho > Melhor nível possível Níveis de desempenhoO melhor nível possível é o melhor nível de Resultados observadosperformance que você pode esperar para uma Os resultados observados nas avaliações são valores reais obtidos observando-se os usuários durante asituação ideal, o que nos leva à seguinte diretriz: realização dos testes. considerar onde é possível se chegar com os melhores Pode ser registrado uma média de valores observados usuários (mais bem treinados), nas melhores condições, Os resultados observados permitem uma comparação com o melhor desenho e com o melhor uso da rápida entre os níveis especificados e o resultado real tecnologia disponível. dos testes com os usuários. 43 44 11
  12. 12. Diretrizes Diretrizes O número de atributos a ser medido deve serCada atributo de usabilidade deve ser mensurável na razoável na práticaprática Quando o desenvolvedor não tem muita experiência, Por exemplo, é razoável fazer-se uma medição de não deve ser muito ambicioso. desempenho do usuário por um longo tempo? Considerar os recursos/prazos disponíveis.Os papéis-de-usuários aplicáveis devem ser Todos os membros do projeto devem concordarespecificados de forma clara com os atributos e valores na tabela ERU Pode-se usar uma coluna de Atores na tabela ERU, Isso é importante para o comprometimento da equipe. como mostrado, ou mesmo fazer-se tabelas separadas para cada classe de usuários. 45 46 Diretrizes DiretrizesVerificar se as metas para os vários níveis são razoáveis Verificar se os atributos utilizados É comum o desenvolvedor iniciante ser muito leniente, o que não refletem as prioridades de Usabilidade é producente. Nos teste de usabilidade, quando os resultados observados são A escolha de uma tarefa não muito piores que os planejados há duas possibilidades: representativa pode representar o processo está caminhando normalmente mas há sérios investimento em uma função que não problemas de usabilidade na interface que devem ser resolvidos,. será muito utilizada - perda de dinheiro e Os valores planejados são irrealísticos. tempo! 47 48 12
  13. 13. Exercício: especificação de usabilidadeObjetivo: ganhar experiência especificação de usabilidade.Tempo: 30 minutosAtividades: produza pelo menos 3 especificações deusabilidade para seu trabalho prático. Procure ser precisoao descrever as tarefas.Resultados: tabela ERU preenchida. 49 13

×