Petróleo

5,109 views

Published on

Trabalho apresentado a disciplina Quimica Organica no curso de Biologia da Fit( Faculdades Integradas do Tapajós).

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,109
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
255
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Petróleo

  1. 1. PETRÓLEO
  2. 2.  Etimologia da palavra: A palavra petróleo vem do latim petroleum (petro = pedra; oleum= óleo), ou seja, literalmente falando, petróleo significa óleo de pedra. O que é o Petróleo? É uma complexa mistura líquida de compostos orgânicos e inorgânicos em que predominam os hidrocarbonetos,desde os alcanos mais simples até os aromáticos mais complexos. Aspecto: Oleoso, inflamável, menos denso que a água, com cheiro característico e coloração que pode variar desde o incolor ou castanho claro até o preto. É atualmente a principal fonte de energia utilizada pelo homem.
  3. 3.  Suaorigem está ligada à decomposição dos seres que compõem o plâncton - organismos em suspensão nas águas doces ou salgadas tais como protozoários, celenterados e outros - causada pela pouca oxigenação e pela ação de bactérias. Estes seres decompostos foram, ao longo de milhões de anos, se acumulando no fundo dos mares e dos lagos, sendo pressionados pelos movimentos da crosta terrestre e transformou-se na substância oleosa que é o petróleo.
  4. 4.  Os cientistas Berthelot, Moissan, Mendeleev e outros defenderam a teoria mineral ou inorgânica, segundo a qual os hidrocarbonetos simples, constituintes do petróleo, originaram- se da hidrólise de carbetos metálicos existentes no subsolo. Em 2005, dois pesquisadores, Jerome Corsi e Craig Smith, afirmam na obra “Black Gold Stranglehold: The Myth of Scarcity and The Politics of Oil” que o óleo é na verdade um produto inorgânico subproduto de reações químico-físicas da própria terra e que está sendo gerado continuamente pelo nosso planeta. A teoria em si não é nova, ela foi defendida anteriormente pelo cientista russo Prof. Nikolai Kudryavtsev na década de 50.
  5. 5.  Acredita-se que o uso do petróleo tenha se iniciado há cerca de 6 mil anos. Descobertas arqueológicas indicam que , já no século IV, o asfalto era empregado na construção de cidades e o betume empregado na calafetagem de embarcações Grécia Antiga: O chamado “fogo grego” era uma mistura viscosa que flutuava e queimava até mesmo em contato com a água, e foi muito utilizada pelos gregos bizantinos como arma de guerra. Nabucodonosor,usou o betume como material de liga nas construção dos célebres Jardins Suspensos da Babilônia e o betume também foi utilizado para impermeabilizar a Arca de Noé. No Egito era usado para preservar os mortos.
  6. 6. Uso do “fogo grego” numa batalha naval.
  7. 7.  Só no século XVIII, é que o petróleo começou a ser usado comercialmente, na indústria farmacêutica e na iluminação. Até a metade do século XIX, não havia ainda a idéia de perfuração de poços petrolíferos. As primeiras tentativas aconteceram nos Estados Unidos, com Edwin L. Drake,após meses de perfuração,encontra petróleo em 27 de agosto de 1859. Após cinco anos, achavam-se constituídas, nos Estados Unidos, 543 companhias entregues ao novo e rendoso ramo de atividade de exploração de petróleo. Na Europa, paralelamente à fase de Drake, desenvolveu-se uma reduzida indústria de petróleo, que sofreu a dura competição do carvão, linhita, turfa e alcatrão. Naquela época, as zonas urbanas usavam velas de cera,lâmpadas de óleo de baleia e iluminação por gás e carvão, e a população rural não dispunha de iluminação noturna.
  8. 8.  A primeira sondagem profunda foi realizada entre 1892 e 1896, no Município de Bofete, Estado de São Paulo, por Eugênio Ferreira Camargo. Nacionalização das riquezas do nosso subsolo, pelo Governo e a criação do Conselho Nacional do Petróleo, em 1938. Estabelecimento do monopólio estatal, durante o Governo do Presidente Getúlio Vargas que em 3 de outubro de 1953, promulgou a Lei 2004, criando a Petrobrás. Fim do monopólio estatal do petróleo, durante o primeiro governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso. Em 2007 a Petrobrás anunciou a descoberta de petróleo na camada denominada Pré-sal.
  9. 9. O óleo cru é formado basicamente de hidrocarbonetos compostos de carbono e hidrogênio combinados em moléculas de disposição e tamanho diversos. As moléculas formam: De um a quatro átomos de carbono - Os gases. De quatro a cerca de dez átomos de carbono - Gasolina. De cinqüenta átomos de carbono - Combustíveis leves e óleos lubrificantes. De centenas de átomos de carbono - Combustíveis pesados, ceras e asfaltos.
  10. 10.  Fisicamente, o petróleo é uma mistura de compostos de diferentes pontos de ebulição e dividem-se em grupos, ou frações de acordo com seu ponto de ebulição variando para cada tipo de petróleo. Ponto de ebulição inferior a 200º C, entre eles a gasolina, costumam receber o nome genérico de benzinas. A partir do mais baixo ponto de ebulição, de 20º C, até o mais alto, de 400º C, tem-se, pela ordem: Éter de petróleo. Benzina. Nafta ou Ligroína. Gasolina. Querosene Gasóleo (óleo diesel). Óleos lubrificantes.
  11. 11.  a)Parafínicos ou Alcanos: formado por hidrocarbonetos de cadeias carbônicas retilíneas, ramificadas ou não, apresentando ligações simples entre os átomos de carbono. O petróleo parafínico apresenta até 90% de alcanos. Têm fórmula química geral CnH2n+2. São os principais constituintes do petróleo leve, encontrando-se nas frações de menor densidade. Ex: Butano (C4H10), Metano (CH4), Pentano (C5H12), Etano (C2H6), Propano (C3H8), Isopentano (C5H12), Isobutano (C4H10), entre outros.
  12. 12.  b) Naftênicos ou Ciclo-alcanos: formado por hidrocarbonetos de cadeias carbônicas fechadas, com ligações simples entre os átomos de carbono. Têm fórmula química geral CnH2n é geralmente de maior densidade e o resíduo do processo de refino é um asfalto. Ex: CicloHexano (C6H12) e Ciclo-Pentano (C5H10).
  13. 13.  c) Aromáticos: formado por hidrocarbonetos que contém o chamado Núcleo Benzênico, composto por uma cadeia fechada de 6 átomos de carbono, com ligações simples e duplas, alternadas. Têm fórmula química geral CnH2n-6, está presente em todos os óleos crus. Ex: Benzeno (C6H6) e Naftaleno (C10H8).
  14. 14. A moderna indústria petrolífera data de meados do século XIX. Em 1850, James Young, na Escócia, descobriu que o petróleo podia ser extraído do carvão e xisto betuminoso, e criou processos de refinação.
  15. 15. Exploração Explotação Indústria do PetróleoTransporte Refino Distribuição
  16. 16.  A exploração envolve a observação das rochas e a reconstrução geológica de uma área, com o objetivo de identificar novas reservas petrolíferas. Os métodos comuns empregados para se explorar petróleo são o sísmico, o magnético, o gravimétrico e o aero fotométrico.
  17. 17.  A explotação corresponde a perfuração e posterior produção do reservatório a partir do poço perfurado. Em reservas terrestres: a produção é feita através de bombeamento mecânico, injeção de gás ou injeção de água. Em reservas marítimas: a produção poderá ser feita em plataformas fixas, plataformas auto-eleváveis (em águas rasas), ou plataformas semi-submersíveis, e auxiliada por navios-sonda.
  18. 18. EXTRAÇÃO EM TERRA Solo Refinaria Cascalho Rocha impermeável Rocha + gás natural PETRÓLEO
  19. 19.  A produção é transportada em embarcações, caminhões,vagões, navios-tanque ou tubulações (oleodutos ou gasodutos) aos terminais e refinarias de óleo ou gás. No transporte marítimo, os navios-tanque carregam cargas comumente classificadas como “escuras” (óleo cru, combustível ou diesel) ou “claras” (consistindo em produtos já bastante refinados, como gasolina de aviação).
  20. 20. EXTRAÇÃO EM ÁGUAS PROFUNDAS Tecnologia no fundo do mar.
  21. 21.  Consiste na etapa de processamento da mistura de hidrocarbonetos (óleo e gás), água e contaminantes proveniente da rocha reservatório a partir da perfuração do poço e sua posterior explotação. O processo de refino é importante porque é a partir dele que ocorrerá a obtenção dos mais diversos produtos utilizados nas mais variadas aplicações. São os chamados produtos derivados do petróleo (gasolina, GLP, querosene, etc.).
  22. 22.  a) UPGN (Unidade de Processamento do Gás Natural): processo de refino cuja matéria prima é o gás úmido ou gás não associado. b) REFINARIA: as refinarias de petróleo constituem o mais importante exemplo de plantas contínuas de multiprodutos. Uma refinaria, em geral, processa um ou mais tipos de petróleo, produzindo uma série de produtos derivados, como o GLP (gás liquefeito de petróleo), a nafta, o querosene e o óleo diesel.
  23. 23.  Gás - O gás, uma das frações mais importantes, é composto por substâncias com ponto de ebulição de até 30º C. Entre eles o metano, etano, propano e butano. Gasolina - O ponto de ebulição vai de 30º a 200º e a gasolina é formada por hidrocarbonetos com cadeias de cinco a doze átomos de carbonos. Utilizada como combustível principalmente em automóveis, é o subproduto mais procurado de petróleo. Além disso, ela pode ser utilizada para a produção de plásticos e produtos químicos. Querosene - O querosene possui ponto de ebulição de 175ºC a 275ºC. o querosene encontra larga aplicação como combustível para aviões, sendo também utilizado como combustível para calefações. Óleo Diesel - É utilizado como combustível para caminhões e ônibus. Seu ponto de ebulição se encontra logo abaixo ao do querosene. Óleos pesados - Com cadeias carbônicas de 15 a 18 átomos, os óleos pesados são utilizados para a fabricação de lubrificantes, ceras, limpadores e outras substâncias químicas. Termelétricas - Com ponto de ebulição de cerca de 380º C, o óleo combustível é utilizado como fonte de energia em centrais termelétricas. Resíduos Sólidos - Os resíduos do craqueamento, entre eles o alcatrão, são utilizados para a pavimentação de estradas e fabricação de materiais para telhados.
  24. 24. Partindo geralmente ou da nafta, que é uma fração líquida do refino do petróleo, ou do próprio gás natural tratado, os sofisticados processos petroquímicos são capazes de:♦ Quebrar Moléculas dos hidrocarbonetos - petróleo ou gás.♦ Recombinar Moléculas dos hidrocarbonetos - petróleo ou gás.♦ Transformar Moléculas dos hidrocarbonetos - petróleo ou gás.
  25. 25.  Embalagens. Utilidades domésticas de plástico Tecidos. Calçados. Alimentos Brinquedos. Materiais de limpeza. Cosméticos. Pneus. Tintas. Eletro-eletrônicos. Materiais descartáveis.
  26. 26.  Indústriasde 1a. Geração - Fornecem os produtos petroquímicos básicos: Eteno, Propeno, Butadieno. Indústrias de 2a. Geração - Transformam os petroquímicos básicos nos chamados petroquímicos finais, como: Polietileno,Polipropileno,Polivinilcloreto (PVC) ,Poliésteres, Óxido de etileno. Indústrias de 3a. Geração - Produtos finais são quimicamente modificados ou conformados em produtos de consumo.
  27. 27.  Contaminação hídrica : devido ao lançamento de efluentes, águas de lavagem, águas de resfriamento e lixiviação das áreas de depósitos de materiais ou rejeitos. Emissões de partículas : para a atmosfera, provenientes de todas as operações da planta. Emissões gasosas :de óxidos de enxofre e nitrogênio, amoníaco, névoas ácidas e compostos de flúor. Liberação casual de solventes e materiais ácidos ou alcalinos, potencialmente perigosos.
  28. 28. IMPACTOS AMBIENTAIS Contaminação do solo e/ou de águas superficiais ou subterrâneas :pela disposição inadequada de resíduos sólidos resultantes dos processos da indústria química, nos quais se incluem também os lodos de tratamento de efluentes hídricos e gasosos e partículas sólidas dos coletores de poeira. Efeito Estufa, Chuvas Ácidas, Poluição do ar, água e solo.
  29. 29. OBRIGADA PELA ATENÇÃO!JÉSSICA ELAYNEFELIPE DOS ANJOSRENATA OLIVEIRATHAYSE VAZWANDSON COSTA CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

×