Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Triste Fim de Policarpo Quaresma

35,812 views

Published on

Published in: Education

Triste Fim de Policarpo Quaresma

  1. 1. E.E. PROFª IRENE DIAS RIBEIRO O Triste Fim de Policarpo Quaresma
  2. 2. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Autor: Afonso Henriques de Lima Barreto </li></ul>
  3. 3. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Jennifer Luana </li></ul><ul><li>Natália Estevão </li></ul><ul><li>Valda Rosa Rocha de Souza </li></ul><ul><li>3º B </li></ul>
  4. 4. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Biografia: </li></ul><ul><li>Afonso Henriques de Lima Barreto nasceu no Rio de Janeiro em 13 de maio de 1881 e morreu na mesma cidade no dia primeiro de novembro de 1922. Lima Barreto foi um dos mais expressivos romancistas brasileiros. Os seus romances tornaram-se populares por um penetrante cunho humorístico e satírico, que envolvia as situações e os personagens. </li></ul>
  5. 5. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Obras: </li></ul><ul><li>Recordações do Escrivão Isaías Caminha, romance (1909) ; </li></ul><ul><li>Triste Fim de Policarpo Quaresma, considerado o melhor dos seus romances (1916) ; </li></ul><ul><li>Numa e Ninfa, romance (1918) ; </li></ul><ul><li>Vida e Morte de M.J. Gonzaga de Sá, romance escrito em 1908, mas somente publicado, por Monteiro Lobato, em 1919; </li></ul><ul><li>Histórias e Sonhos, contos (1920) ; </li></ul>
  6. 6. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Os Bruzundangas, sátiras (1922); </li></ul><ul><li>Postumamente, saíram: Bagatelas, crônicas (1923); </li></ul><ul><li>E a novela Clara dos Anjos, que apareceu na revista Sousa Crup em 1923-1924 e depois foi publicada em livro, em 1948. </li></ul>
  7. 7. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Resumo do Enredo: </li></ul><ul><li>Nacionalista fanático, funcionário público, letrado, que apesar dos problemas do Brasil, acredita piamente no desenvolvimento do país. O patriota inveterado valoriza a cultura nacional, a música, a comida, a moda, a dança e principalmente a língua tupi. Sugere à Câmara de deputados à oficialização do tupi como língua nacional. Interpretado como maluco é destituído de suas funções e internado como louco em um hospício. Libertado ele se refugia no sítio do Sossego no interior de Minas Gerais. </li></ul>
  8. 8. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Passa a apostar na agricultura como saída para a solução dos problemas brasileiros. Mas ao dedicar-se à lavoura descobre que as dificuldades de produtor rural são desanimadoras e que as saúvas são mais destruidoras do que ele imaginara. Ninguém dá importância às suas idéias desenvolmentistas, porém a afilhada Olga Coleone, nunca lhe abandona, pois acredita em seus sonhos e como ele tem uma visão crítica da sociedade brasileira. O último arroubo patriótico de Quaresma é a carreira militar. </li></ul>
  9. 9. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Incorpora-se voluntariamente às tropas do marechal Floriano Peixoto por ocasião da Revolta da Armada. Porém ao denunciar as atrocidades da repressão aos adversários, é detido e jogado na prisão. Humilhado e doente é mandado para a ilha das Cobras. Reconhece por fim que a Pátria que ele idealizava era um mito. Pouco antes de ser fuzilado injustamente pela ordem arbitrária que ajudou a defender, Policarpo Quaresma faz uma reflexão sobre as circunstâncias que o levaram a um fim trágico. </li></ul>
  10. 10. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Personagens: </li></ul><ul><li>Policarpo Quaresma – o protagonista, cuja principal característica é o nacionalismo exacerbado. Vestia-se sempre de fraque, “e era raro que não se cobrisse com uma cartola de abas curtas e muito alta, feita segundo um figurino antigo”. </li></ul><ul><li>Adelaide – mulher bonita, mas de temperamento apático. Irmã de Policarpo tem enorme apreço por ele. Vicente Coleoni – italiano grande amigo do protagonista, com quem tinha uma dívida de gratidão: Policarpo lhe emprestara dinheiro uma vez, tirando-o de grande dificuldade. </li></ul>
  11. 11. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Olga – filha de Vicente Coleone, afilhada de Policarpo, vivia com o pai num palacete em Real Grandeza. Anastacio – empregado fiel que se muda, com Adelaide e Policarpo, para o sítio Sossego.  Ricardo Coração dos Outros – violonista popular, outro grande amigo de Policarpo.  General Albernaz – general aposentado, nunca participou de nenhuma guerra. Tem cinco filhas: Quinota, Zizi, Lalá, Vivi e Ismênia. </li></ul><ul><li>Contra-Almirante Caldas – grande amigo do general Albernaz, com quem partilha glórias inventadas. </li></ul>
  12. 12. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Dona Maricota – mulher de Albernaz, figura altiva e opulenta. Armando Borges – médico que se casa com Olga, corrupto e ambicioso, é desprezado pela esposa. Felizardo e Candeeiro – empregados do sítio Sossego. Tenente Antonio Dutra – homem gordo e guloso, um escrivão cheio de ambições políticas, usa a imprensa da cidade de Curuzu para atacar Policarpo. Doutor Campos – médico que abandonara a profissão para se tornar político. Obtém o cargo de presidente da Câmara de Curuzu. Tenta corromper Policarpo e em seguida se torna seu inimigo porque esse se recusa a tomar parte na armação. </li></ul>
  13. 13. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Tempo: </li></ul><ul><li>Cronológico: Trata de datas e em convenções próprias para estabelecer as divisões do tempo. </li></ul><ul><li>Não gostava nesses passos nem mesmo uma hora, de forma que três e quarenta, por aí assim, tomava o bonde, sem erro de um minuto. </li></ul>
  14. 14. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Espaço: </li></ul><ul><li>A história ocorre durante o governo de Floriano </li></ul><ul><li>Peixoto, em 1894 na cidade do Rio de Janeiro. O personagem principal quando ele não estava trabalhando esta em sua casa, depois muda-se para uma fazenda na cidade Curuzu. </li></ul>
  15. 15. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Foco Narrativo: </li></ul><ul><li>O foco do narrador é observador, e é tratado na 3ª pessoa. </li></ul>
  16. 16. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Estilo: </li></ul>
  17. 17. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Verossimilhança: </li></ul><ul><li>Antigamente as pessoas achavam que quem tocava violão ou qualquer outro tipo de instrumento musical era malandro e ainda continua tendo isso. </li></ul>
  18. 18. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Movimento Literário: </li></ul>
  19. 19. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Conclusão: </li></ul><ul><li>O romance de Lima Barreto reflete a hipocrisia da sociedade brasileira e de seus governantes com sua visão individualista e corrupta, bem como as injustiças a que é submetido o cidadão comum. </li></ul>
  20. 20. O Triste Fim de Policarpo Quaresma <ul><li>Créditos e Imagens: </li></ul>

×