Cultura OrganizacionalCultura pode ser definida como um modelo de suposiçõesbásicas que os grupos inventam, descobrem oude...
Valores éticos e morais, princípios, crenças, políticasinternas e externas, sistemas,Jargão e clima organizacional;A cultu...
Funções que a cultura pode exercer dentro de umaorganização:Define os limites, e a coerência nos atos dos empregados;Sensa...
A cultura organizacional dá a identidade daorganização face às outras organizações.A cultura organizacional, assim como a ...
Devido ao seu papel na tomada de decisões, osgerentes e executivos são significativamenteresponsáveis pela propagação da C...
As principais características da cultura podem serpercebidas através dos seguintes conceitos:Crenças: verdades concebidas ...
Costumes: materialização dos valores e crençasatravés dos atos realizados;Ritos: operações rotineiras executadas para êxit...
ESTRUTURA ORGANIZACIONALA Estrutura Organizacional constitui o elo de ligaçãoentre as orientações estratégicas da organiza...
definida como a forma como a autoridade é atribuídaatravés das relações de dependências hierárquicas ede cooperação;A form...
Pode ser dividida em:macro-estrutura (relacionada com a totalidade dasdivisões da organização);e micro-estrutura (relacion...
Organogramapermite visualizar rápida e facilmente os diversosórgãos componentes da estrutura, a via hierárquica,as comunic...
TOMADA DE DECISÃONa administração, a tomada de decisão é o processocognitivo pelo qual se escolhe um plano de ação dentrev...
O processo decisório é composto por duas partes: Identificação do problema; Solução do problema
Existem dois tipos de decisões: Programada Não programada
Existem duas abordagem para decisão individualtomada pelos gestores: a abordagem racional e aperspectiva de racionalidade ...
Abordagem RacionalSão identificados até oito passos – onde os quatroprimeiras corresponde a fase de identificação e osúlti...
1. Monitorar o ambiente de decisão;2. Definindo o problema a ser resolvido,especificando detalhes essenciais;3. Indicar qu...
5. Desenvolver soluções alternativas;6. Avaliar as opções;7. Escolher a melhor alternativa;8. Implementar a solução escolh...
Expectativa de racionalidade limitadaTomar decisões confiando nas suas experiências eintuição; experiência organizacional ...
As decisões são resultados de quatro fluxosindependentes de eventos dentro da organização.Os fluxos são formados por:1.Pro...
Características nas informações dasorganizações menos atuaisPaternalismo e centralização de poder;Desconsideração de compe...
PODER E POLÍTICA NAS ORGANIZAÇÕESKRAUSZ (1991) conclui que “poder é a capacidadepotencial de influenciar as ações de indiv...
O poder diz respeito a capacidade que A tem deinfluenciar o comportamento de B, de maneira que Baja de acordo com a vontad...
Esta definição implica um potencial que não precisa serrealizado para ser eficaz e uma relação de dependência.O poder pode...
O líder utiliza o poder como meio de atingir osobjetivo do grupo. Eles atingem os objetivos, e opoder é o meio de facilita...
PODER X AUTORIDADEPODERPODERAUTORIDADAUTORIDADEEÉ o potencial de influência deÉ o potencial de influência deuma pessoa sob...
Poder para autopromoçãoMOTIVOS QUE IMPULSIONAMA BUSCA PELO PODERPara obterapoio à suavisão de mundoPara disseminarseus val...
Propriedadeou riquezaOrganizaçãoPersonalidadeFONTESDEPODERAutoridadeFormal
Instrumentos de Poder
TIPOS DE PODERPoder coercitivoPoder legítimoPoder derecompensaé o controle de um líder sobre as punições;pressões psicológ...
deriva do conhecimento de um líderrelacionado ao cargo.Poder deespecializaçãoPoder dereferênciaPoder deautoconhecimentobas...
Poder deautodesenvolvimentoPoder decomunicaçãointerpessoalPoder daburocraciaé a capacidade de uma pessoa de se inserirem u...
AUTORIDADETradições, crenças e costumesCompetênciaspeculiares àspessoasConsentimentoacerca denormas eregulamentosCARISMÁTI...
POLÍTICAS NAS ORGANIZAÇÕESPara nossos propósitos vamos definir política nasorganizações como aquelas atividades que não sã...
A maioria das definições de política nas organizaçõesenfoca o uso do poder para influenciar o processodecisório ou os comp...
http://www.youtube.com/watch?v=twyuGastULs
Aula ii unidade
Aula ii unidade
Aula ii unidade
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aula ii unidade

465 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
465
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
152
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula ii unidade

  1. 1. Cultura OrganizacionalCultura pode ser definida como um modelo de suposiçõesbásicas que os grupos inventam, descobrem oudesenvolvem com a experiência para enfrentar seusproblemas culturais existente em uma organização;Formadas por práticas, símbolos, hábitos,comportamentos;
  2. 2. Valores éticos e morais, princípios, crenças, políticasinternas e externas, sistemas,Jargão e clima organizacional;A cultura influencia todos os membros; dessaorganização como diretrizes e premissas para guiar seuscomportamentos e mentalidades.
  3. 3. Funções que a cultura pode exercer dentro de umaorganização:Define os limites, e a coerência nos atos dos empregados;Sensação de identidade, de pertencer a algo grande, amplo esério;Trazendo motivação e ainda fazendo-os se comprometercom interesses coletivos;Reduz a ambiguidade, determinando exatamente como ostrabalhos devem ser executados;
  4. 4. A cultura organizacional dá a identidade daorganização face às outras organizações.A cultura organizacional, assim como a gestão dasorganizações é dinâmica e modifica-se com otempo, já que também sofre influência do ambienteexterno e de mudanças na sociedade.
  5. 5. Devido ao seu papel na tomada de decisões, osgerentes e executivos são significativamenteresponsáveis pela propagação da CulturaOrganizacional dentro das empresas.
  6. 6. As principais características da cultura podem serpercebidas através dos seguintes conceitos:Crenças: verdades concebidas ou aceitas a partir daobservação de fatos;Valores: elementos que determinam a importância dascoisas.
  7. 7. Costumes: materialização dos valores e crençasatravés dos atos realizados;Ritos: operações rotineiras executadas para êxitodas atividades;Rede de comunicação informal: conhecida emempresas e citada em algumas publicações como"rádio peão".
  8. 8. ESTRUTURA ORGANIZACIONALA Estrutura Organizacional constitui o elo de ligaçãoentre as orientações estratégicas da organização e asua forma de atuação no mercado.
  9. 9. definida como a forma como a autoridade é atribuídaatravés das relações de dependências hierárquicas ede cooperação;A forma como as atividades são especificadas edistribuídas e ainda a forma como são estabelecidosos sistemas de comunicação no interior dasorganizações.
  10. 10. Pode ser dividida em:macro-estrutura (relacionada com a totalidade dasdivisões da organização);e micro-estrutura (relacionada com a organização dasatividades dentro de uma divisão).
  11. 11. Organogramapermite visualizar rápida e facilmente os diversosórgãos componentes da estrutura, a via hierárquica,as comunicações formais e a interdependência entreas partes.
  12. 12. TOMADA DE DECISÃONa administração, a tomada de decisão é o processocognitivo pelo qual se escolhe um plano de ação dentrevários outros (baseados em variados cenários,ambientes, análises e fatores) para uma situação-problema.
  13. 13. O processo decisório é composto por duas partes: Identificação do problema; Solução do problema
  14. 14. Existem dois tipos de decisões: Programada Não programada
  15. 15. Existem duas abordagem para decisão individualtomada pelos gestores: a abordagem racional e aperspectiva de racionalidade limitada.
  16. 16. Abordagem RacionalSão identificados até oito passos – onde os quatroprimeiras corresponde a fase de identificação e osúltimos a fase de solução.
  17. 17. 1. Monitorar o ambiente de decisão;2. Definindo o problema a ser resolvido,especificando detalhes essenciais;3. Indicar quais são os objetivos da decisão (o alvoa ser atingido);4. Diagnosticar o problema até sua raiz;
  18. 18. 5. Desenvolver soluções alternativas;6. Avaliar as opções;7. Escolher a melhor alternativa;8. Implementar a solução escolhida.
  19. 19. Expectativa de racionalidade limitadaTomar decisões confiando nas suas experiências eintuição; experiência organizacional e na criatividade,especialmente a busca e a escolha de alternativas.
  20. 20. As decisões são resultados de quatro fluxosindependentes de eventos dentro da organização.Os fluxos são formados por:1.Problemas2. Soluções potenciais;3. Participantes;4. Oportunidades de escolha.
  21. 21. Características nas informações dasorganizações menos atuaisPaternalismo e centralização de poder;Desconsideração de competência profissional equalificação técnica;Preferência pela comunicação verbal e contatospessoais;Princípio da parentela, em empresas privadasobservada em empresas familiares.
  22. 22. PODER E POLÍTICA NAS ORGANIZAÇÕESKRAUSZ (1991) conclui que “poder é a capacidadepotencial de influenciar as ações de indivíduos ougrupos no sentido de atuarem de uma determinadamaneira”.
  23. 23. O poder diz respeito a capacidade que A tem deinfluenciar o comportamento de B, de maneira que Baja de acordo com a vontade de A.
  24. 24. Esta definição implica um potencial que não precisa serrealizado para ser eficaz e uma relação de dependência.O poder pode existir mas não ser exercido.Ele é, portanto, uma capacidade ou potencial.Uma pessoa pode ter poder e não utilizá-lo.
  25. 25. O líder utiliza o poder como meio de atingir osobjetivo do grupo. Eles atingem os objetivos, e opoder é o meio de facilitar suas conquistas.
  26. 26. PODER X AUTORIDADEPODERPODERAUTORIDADAUTORIDADEEÉ o potencial de influência deÉ o potencial de influência deuma pessoa sobre outra(s).uma pessoa sobre outra(s).É o poder legítimo; a autoridadeÉ o poder legítimo; a autoridadeformal em virtude de posição naformal em virtude de posição naestrutura organizacional.estrutura organizacional.
  27. 27. Poder para autopromoçãoMOTIVOS QUE IMPULSIONAMA BUSCA PELO PODERPara obterapoio à suavisão de mundoPara disseminarseus valoresPara autopromoção
  28. 28. Propriedadeou riquezaOrganizaçãoPersonalidadeFONTESDEPODERAutoridadeFormal
  29. 29. Instrumentos de Poder
  30. 30. TIPOS DE PODERPoder coercitivoPoder legítimoPoder derecompensaé o controle de um líder sobre as punições;pressões psicológicas.aquisição da submissão das pessoas pormeio de recompensas.é a autoridade formal de um gestor nasorganizações.
  31. 31. deriva do conhecimento de um líderrelacionado ao cargo.Poder deespecializaçãoPoder dereferênciaPoder deautoconhecimentobaseia-se no desejo de identificação eaceitação dos líderes.é a capacidade de fornecer respostas rápidas aoambiente.TIPOS DE PODER
  32. 32. Poder deautodesenvolvimentoPoder decomunicaçãointerpessoalPoder daburocraciaé a capacidade de uma pessoa de se inserirem um novo contexto.é a capacidade de conseguir idéias queauxiliarão na solução.é o poder relacionado ao status quo (poderlegítimo).TIPOS DE PODER
  33. 33. AUTORIDADETradições, crenças e costumesCompetênciaspeculiares àspessoasConsentimentoacerca denormas eregulamentosCARISMÁTICACARISMÁTICA RACIONAL-LEGALRACIONAL-LEGALTRADICIONALTRADICIONALTIPOSTIPOSDEDEAUTORIDADEAUTORIDADETIPOSTIPOSDEDEAUTORIDADEAUTORIDADE
  34. 34. POLÍTICAS NAS ORGANIZAÇÕESPara nossos propósitos vamos definir política nasorganizações como aquelas atividades que não sãorequeridas como parte do papel formal na organização,mas que influenciam, ou tentam influenciar, adistribuição de vantagens e desvantagens dentro dela.
  35. 35. A maioria das definições de política nas organizaçõesenfoca o uso do poder para influenciar o processodecisório ou os comportamentos por parte dosindivíduos que buscam seus próprios interesses e nãosão sancionados pela organização.
  36. 36. http://www.youtube.com/watch?v=twyuGastULs

×