PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUO DE SERVIÇOS DE SAÚDE

6,679 views

Published on

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUO DE SERVIÇOS DE SAÚDE

Centro de Referência e Treinamento
DST-AIDS -
Equipe do PGRSS-2012/2013

0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,679
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
169
Actions
Shares
0
Downloads
364
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUO DE SERVIÇOS DE SAÚDE

  1. 1. PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUO DE SERVIÇOS DE SAÚDECentro de Referência e Treinamento DST-AIDS Equipe do PGRSS-2012/2013
  2. 2. CONSIDERAÇÕES: A sigla PGRSS é abreviatura de Programa de Gerenciamento de Resíduo de Serviço de Saúde. PGRSS é um conjunto de procedimentos de gestão que visam o correto gerenciamento dos resíduos produzidos no estabelecimento. PGRSS segue rigorosamente as legislações ANVISA RDC 306/2004 e CONAMA a resolução 358/2005.
  3. 3. OBJETIVOS: Disponibilizar, de maneira sistemática e em linguagem simples, orientações técnicas básicas para gerenciamento dos resíduos gerados em instituições de Serviços de Saúde.
  4. 4. CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS DE SAÚDE:Grupo A Resíduo biológico – Acondicionados em sacos brancos leitosos:  São as vacinas de microorganismos vivos ou atenuados,meios de culturas, instrumentos utilizado, bolsa transfusional contendo sangue, sobras de amostras laboratório, liquido corpóreo, fezes, urinas, secreções, carcaças, peças anatômicas (órgãos e tecidos);  Apresentam risco à saúde pública e ao meio ambiente.
  5. 5. CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS DE SAÚDE:Grupo B Resíduo Químico - Acondicionados em embalagens rígidas com tampa podendo ser rosqueada ou na própria embalagem com símbolo de substância química e a identificação da substância nela contida:  São resíduos contendo substância químicas, antimicrobiano, quimioterápicos, medicamentos vencidos e objetos perfuro cortantes contaminados com quimioterápico, outro produto químico perigosos, reveladores e fixadores de raio X;  Apresentam risco à saúde pública e ou meio ambiente.
  6. 6. CLASSIFICAÇÃO DOSRESÍDUOS DE SAÚDE:Grupo C Resíduo radioativo - São incluídos todos os resíduos do grupo A, B e D:  contaminados com radionuclídeos provenientes laboratório analise clínicas, medicina nuclear e radioterapia (deve ser manejados por pessoal capacitados);  Apresenta risco a saúde pública e ao meio ambiente devido ser proveniente de materiais radioativo.
  7. 7. CLASSIFICAÇÃO DOSRESÍDUOS DE SAÚDE:Grupo D Resíduo comum (doméstico) acondicionado em saco de lixo preto:  São resíduo orgânicos como sobras de alimentos e do preparo, jornais, revistas, peças descartáveis de vestiário, materiais utilizados em anti-sepsia e hemóstase de venóclise (punção), resíduos provenientes das áreas administrativas, flores e podas de plantas;  Resíduos que não apresentam risco biológico, químico ou radiológico à saúde pública e ao meio ambiente.
  8. 8. CLASSIFICAÇÃO DOSRESÍDUOS DE SAÚDE:Grupo E Perfuro cortantes ou escarificantes – deve ser descartado em recipientes rígidos resistente a punctura, ruptura e vazamento com tampa devidamente identificado:  São resíduos como placa de petri, pipetas, vidros quebrados, espátulas, lâminas de barbear, bisturi, agulhas, scalp(s), brocas, tubos capilares, lancetas, ampolas de vidro e outros;  Apresenta risco à saúde pública e ao meio ambiente.
  9. 9. AS FASES Manejo – consiste como ação de gerenciar os resíduos em seus aspectos intra e extra estabelecimento desde a geração até a disposição final; Segregação – Consiste na separação apropriadas dos resíduos de serviço de saúde segundo sua classificação;
  10. 10. AS FASES Acondicionamento – Consiste no ato de acomodar em sacos plásticos, recipientes ou embalagens apropriadas, cada tipo de resíduo de acordo com sua classificação e características físicas e químicas; Identificação – consiste no conjunto de medidas tomadas para permitir o recolhimento dos resíduos contidos nos sacos e recipientes.
  11. 11. AS FASES Armazenamento – Consiste na guarda dos resíduos dos pontos até a realização da coleta externa; Transporte – Consiste no translado dos resíduos dos pontos de geração até o local destinado ao armazenamento temporário ou armazenamento externo com a finalidade de apresentação para coleta externa;
  12. 12. AS FASES Disposição final – Consiste na disposição dos resíduos no solo previamente preparado para recebê-los, obedecendo à critérios técnicos de construção e operação, e com licenciamento ambiental de acordo com a resolução CONAMA 237/97.
  13. 13. CARACTERÍSTICAS DOS RESÍDUOS GERADOS / PESO DIÁRIO (CRT)GA –Biológico (Infectante) =85,7kgGB - Químico =1,40kg Quimioterapia =0,20kg Medicamento impróprio para uso =1,20kgGC - Radioativo =00kg
  14. 14. CARACTERÍSTICAS DOS RESÍDUOS GERADOS / PESO DIÁRIO (CRT)GD - Comum =255,50kg Resíduo Nutrição =168,00kg Demais setores =57,50kgGE - Perfuro cortante =18kg
  15. 15. LIXO RECICLADO Óleo de cozinha Doado para empresa Óleo Coleta X do Brasil Com.Imp.Exp. Ltda Filme de Raio X Doado para Fundo Social PAPELÃO Doado para Fundo Social
  16. 16. TREINAMENTO O programa de treinamento visa orientar, motivar, conscientizar e informar permanentemente a todos os envolvidos; O sucesso do programa depende também da participação consciente e da cooperação de todo o pessoal envolvido no processo, deve apoiar-se em instrumentos de comunicação; O treinamento deve ser continuo envolvendo todos membros do PGRSS voltados para os usuários, funcionários, empresas terceirizadas.
  17. 17. CONCLUSÃO A mudança deve partir de cada um de nós, devemos ter a consciência de que os recursos naturais não são infinitos e que gerenciá-los mal pode acarretar prejuízos irrecuperáveis. Para isto é necessário EDUCAR, obtendo novos valores com isto reduzir a geração de resíduos.
  18. 18. INDICADORES: PROPOSTAS MELHORIASVariação do Grupo A (Infectante);Variação do Grupo B (Quimioterápicos emedicamentos impróprios);Variação do Grupo D (Lixo comum);
  19. 19. INDICADORES: PROPOSTASMELHORIASVariação dos Recicláveis;Variação da Capacitação dostrabalhadores em gerenciamento dosResíduos de Serviço de Saúde;Variação de acidente de trabalho comresíduos de Serviço de Saúde.

×