Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Para direção da Escola Estadual Antônio Carlos
Diretora:
 Andréa Otoni Antunes Sales da Cruz
Vice-diretores:
 Júlio Césa...
PLANO DE GESTÃO – CHAPA1
Introdução:
A base da nossa proposta é o fortalecimento da gestão democrática, caracterizada como...
1ª Dimensão - Gestão pedagógica: análise de resultados educacionais
1. Análise do rendimento escolar, resultados de desemp...
4. Satisfação de estudantes, pais e profissionais da escola:
Objetivos Ações
 Estabelecer instrumentos que avaliem a sati...
2. Acompanhamento da aprendizagem
Objetivos Ações
 Promover uma gestão que se empenhe junto com os professores e a
equipe...
5. Organização de espaço e tempos escolares.
Objetivos Ações
 Estabelecer os objetivos no projeto pedagógico para cada an...
2. Participação dos pais
Objetivos Ações
 Sistematizar junto com a equipe pedagógica, o Projeto da Roda de Pais
com perio...
4. Formação continuada e avaliação de desempenho
Objetivos Ações
 Promover ações de formação continuada com base na ident...
4ª Dimensão - Gestão de Infraestrutura: administração de serviços e recursos
1. Documentação e registros escolares
Objetiv...
Referências:
Orientações para construção do Prêmio de Gestão Pedagógica. Disponível em http://www.premiogestaoescolar.org....
Plano de gestão CHAPA 1
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Plano de gestão CHAPA 1

405 views

Published on

Plano de Gestão elaborado para participar do processo de eleição de diretores na Escola Estadual Antônio Carlos

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Plano de gestão CHAPA 1

  1. 1. Para direção da Escola Estadual Antônio Carlos Diretora:  Andréa Otoni Antunes Sales da Cruz Vice-diretores:  Júlio César de Oliveira Fernandes  Marluce da Silva Fassizoli  Patrícia Cimino Cavallieri PLANO DE GESTÃO
  2. 2. PLANO DE GESTÃO – CHAPA1 Introdução: A base da nossa proposta é o fortalecimento da gestão democrática, caracterizada como um processo de construção social que requer a participação de toda a comunidade escolar : equipe gestora, professores, pais e alunos, funcionários como parte do aprendizado coletivo de tomada de decisões, a qual irá interferir no bem estar de todos que vivenciam o cotidiano da Escola Estadual Antônio Carlos. Reconhecemos que a escola é um espaço de contradições, diferenças e encontros, e pretendemos valorizar a cultura e a dinâmica social vividas na escola, buscando articulá-las com as relações sociais mais amplas e com a prática pedagógica. Nesse sentido, temos como objetivo principal construir na escola um amplo processo de participação, pautado nas relações de cooperação e no trabalho coletivo, para isso estamos dispostos a exercitar a pedagogia do diálogo, do respeito às diferenças, garantindo liberdade de expressão e a vivência de processos de convivência democrática. Assim tudo que será proposto neste documento, é um direcionamento do que pretendemos realizar, pois a participação da comunidade escolar é que vai viabilizar ou não, a implementação das ações sugeridas , uma vez que temos a perspectiva da gestão democrática como norteadora do nosso trabalho. Sabemos que a Escola Estadual Antônio Carlos apresenta excelência na educação que oferece e nós pretendemos aliar nossas potencialidades e experiência profissional para integrar a escola que temos com a escola que queremos, tanto no ensino oferecido, quanto no trabalho administrativo ofertado à comunidade escolar. Uma escola pública, gratuita e de qualidade. Conforme a orientação da resolução SEE/MG nº 2.795, de 28 de setembro de 2015 , nossa proposta de trabalho aborda as dimensões pedagógica, de pessoas, administrativa e financeira na perspectiva da gestão democrática, descritas a seguir.
  3. 3. 1ª Dimensão - Gestão pedagógica: análise de resultados educacionais 1. Análise do rendimento escolar, resultados de desempenho e frequência: Objetivos Ações  Redefinir novas abordagens para o Conselho de Classe buscando ações mais efetivas tanto para resolução de conflitos entre professor e alunos quanto para o processo de ensino aprendizagem.  Realizar registros e análises das taxas de aprovação, reprovação e abandono, identificando necessidades e implementando ações de melhorias no trabalho pedagógico.  Entrar em contato com a família dos estudantes que se ausentarem dias seguidos sem justificativa, e em caso de necessidade encaminhar cada caso ao Conselho Tutelar. - Implementar o Conselho de Classe Participativo, já proposto pela supervisão pedagógica como ação no PGE, como etapa anterior ao Conselho de Classe realizado pelos professores. - Em parceria com a equipe da secretaria, realizar o levantamento de dados em tempo hábil para que possam ser utilizados na realização do conselho de classe. - A equipe de supervisão pedagógica deverá acionar a família dos alunos infrequentes através de cartas registradas seguindo os trâmites indicados pela SEE/MG. 2. Avaliação do Projeto Político Pedagógico  Reelaborar o Projeto Político Pedagógico da escola de acordo com as orientações da SEE/MG, considerando a participação da comunidade escolar, a fim de atender as demandas atuais das Diretrizes Curriculares Nacionais ( DCN); sabendo que o PPP se constitui como um instrumento da gestão democrática da escola. - Reuniões para estudo do PPP atual, buscando indicar pontos de melhoria, garantindo ampla participação da comunidade na discussão, na execução e na avaliação desse documento.  Construir junto com os professores e equipe pedagógica, diferentes instrumentos de avaliação e considerando as diversas situações de aprendizagem. 3. Transparência de resultados  Estabelecer expectativas de aprendizagem para avaliar os estudantes em cada ano/ciclo, junto com a equipe pedagógica e com os professores de cada segmento, em consonância com as diretrizes curriculares adotadas. - Reuniões entre professores e equipe pedagógica para planejamento e acompanhamento das turmas.  Informar os pais e ou responsáveis, sobre os resultados do(s) seu(s) filho(s) nos instrumentos de avaliação aplicados pela escola, buscando parceria com as famílias visando a melhoria do rendimento escolar. - Reuniões de pais bimestrais; - Reuniões com os responsáveis em pequenos grupos ou individualmente, considerando a especificidade de cada caso de desenvolvimento escolar.
  4. 4. 4. Satisfação de estudantes, pais e profissionais da escola: Objetivos Ações  Estabelecer instrumentos que avaliem a satisfação de pais e estudantes professores e demais profissionais da escola, em relação à gestão, às práticas pedagógicas e aos resultados da aprendizagem visando melhorar a qualidade do ensino da escola. - Construção junto com a equipe pedagógica de instrumentos que avaliem a satisfação da comunidade escolar em relação ao trabalho desenvolvido da escola. 2ª Dimensão - Gestão pedagógica: planejamento de ações pedagógicas 1. Proposta curricular contextualizada Objetivos Ações  Manter a proposta curricular atualizada , buscando atender à demanda dos alunos e da comunidade escolar , em consonância com o projeto pedagógico da escola, as Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Básico, Estaduais e Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Médio, bem como com os avanços científicos, tecnológicos e culturais da sociedade. - Promoção de momentos de formação e estudos sobre Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Básico, Estaduais e Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Médio, estimulando a construção de projetos de trabalho interdisciplinares.  Construir junto com os professores projetos de trabalho voltados para a formação humana e cidadã que contribuam para a expressão dos alunos nas suas diferentes formas e nas várias áreas do conhecimento em consonância com as Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais (DCN).
  5. 5. 2. Acompanhamento da aprendizagem Objetivos Ações  Promover uma gestão que se empenhe junto com os professores e a equipe pedagógica, em analisar os resultados de aprendizagem considerando os avanços alcançados e dificuldades enfrentadas pelos estudantes. - Realização de análises periódicas dos resultados de aprendizagem, servindo com base para planejamento das aulas e dos projetos tendo em vista a melhoria contínua do rendimento escolar. 3.Inovação pedagógica e inclusão com equidade Objetivos Ações  Desenvolver e estimular práticas inovadoras com a utilização adequada de recursos didáticos e tecnologias educacionais, que favoreçam o trabalho em equipe, a interdisciplinaridade, a contextualização e a construção de saberes. - Implementação de formação continuada, para a equipe de professores e equipe pedagógica, visando a construção de estratégias inovadoras de ensino.  Analisar os resultados das práticas inovadoras a partir do rendimento dos alunos.  Incentivar professores e equipe pedagógica a buscar estratégias de estímulo e apoio para atingir os níveis de aprendizagem esperados.  Registrar e valorizar estratégias de ensino consideradas exitosas, sistematizando e divulgando junto a SRE ou em eventos da área da educação. - Sistematização dos portfólios virtuais que a escola já possui, distribuindo as tarefas de postagens e atualização dos mesmos. 4. Planejamento das práticas pedagógicas Objetivos Ações  Fortalecer o trabalho da supervisão pedagógica - Reuniões periódicas para alinhamento das ações entre equipe gestora e supervisão pedagógica, e para valorização e estímulo das ações da equipe junto aos professores.  Construir junto com os professores, práticas pedagógicas inclusivas que traduzam o respeito e a equidade no atendimento a todos os estudantes, independentemente de origem socioeconômica, gênero, raça, etnia e necessidades especiais. - Sistematização de ações inclusivas inerentes à prática escolar.
  6. 6. 5. Organização de espaço e tempos escolares. Objetivos Ações  Estabelecer os objetivos no projeto pedagógico para cada ano ou ciclo e componentes curriculares/ disciplinas, de acordo com as diretrizes curriculares, juntamente com a equipe pedagógica e o grupo de professores. - Promoção de momentos de formação e estudos sobre Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Básico, Estaduais e Diretrizes e Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Médio, estimulando a construção de projetos de trabalho interdisciplinares.  Organizar a utilização dos espaços escolares para a realização de atividades diversificadas que favoreçam a aprendizagem dos diferentes conteúdos escolares. - Organização do tempo e espaço escolar de modo a atender a proposta de planejamento interdisciplinar. 3ª Dimensão – Gestão participativa: processos coletivos de decisões e ações 1.Participação dos estudantes Objetivos Ações  Oferecer suporte para a criação de um Grêmio Estudantil a partir da legislação que orienta sua instituição e o seu funcionamento, “definidos na legislação federal específica (Lei 7.398, de 04/11/1985, e Lei 8.069, de 13/07/1990). A primeira (a Lei do Grêmio Livre) dispõe sobre a organização de entidades representativas de estudantes da educação básica e a segunda (Estatuto da Criança e do Adolescente) dispõe no seu artigo 53, inciso IV, sobre a garantia do direito de estudantes se organizarem e participarem de entidades estudantis.” ( PNEM, caderno 5, p. 24) - Conscientização e capacitação dos alunos interessados em compor o Grêmio Estudantil, estimulando a organização e a atuação do mesmo.  Apoiar e valorizar o trabalho realizado pelos alunos do IPAC. - Valorização dos projetos com atuação dos alunos do Instituto de Pesquisas Antônio Carlos (IPAC).  Estimular os estudantes dos anos mais adiantadas a auxiliarem as turmas de séries anteriores com a orientação dos professores. - Construção de Projetos de Monitoria com a orientação de professores atendendo as especificidades dos alunos com dificuldades de aprendizagens  Realizar referendos ou consultas aos estudantes sobre temas de interesse geral. - Elaboração de instrumentos de consultas aos estudantes sobre temas referentes aos Projetos Interdisciplinares.
  7. 7. 2. Participação dos pais Objetivos Ações  Sistematizar junto com a equipe pedagógica, o Projeto da Roda de Pais com periodicidade definida no calendário escolar. - Organização de um cronograma para a realização da Roda e Pais envolvendo cada segmento da escola.  Incentivar os pais a participarem autônoma e efetivamente da tomada de decisões no colegiado escolar, bem como das atividades e eventos promovidos pela escola. - Conscientização dos pais e responsáveis sobre a importância da participação e envolvimento das famílias nas atividades promovidas pela escola. 3. Participação da equipe escolar e clima organizacional Objetivos Ações  Estimular os profissionais da escola a participarem do colegiado escolar e das atividades de integração com a comunidade, assumindo posição de protagonistas na organização de eventos e no estabelecimento de parcerias. - Apoio ao corpo docente, auxiliando-o no cotidiano escolar, no âmbito pedagógico e disciplinar, valorizando-o para que se reconheça como protagonista do processo educacional.  Promover processos e ações para desenvolver equipes e lideranças, elevar a motivação e a autoestima dos profissionais e mediar conflitos, em um clima de compromisso ético, cooperativo e solidário.  Estabelecer e compartilhar com transparência as atribuições dos profissionais indicando objetivos de trabalho de cada segmento da equipe escolar.  Realizar práticas de conhecimento e observância da legislação educacional, do regimento da escola e demais normas legais que orientam os direitos e deveres de estudantes, profissionais e pais.
  8. 8. 4. Formação continuada e avaliação de desempenho Objetivos Ações  Promover ações de formação continuada com base na identificação de necessidades dos docentes e demais profissionais em relação aos conhecimentos, habilidades e atitudes requeridos para implementar o Projeto Político Pedagógico. - Organização de cronogramas visando a formação continuada de acordo com a demanda dos projetos e propostas apontadas pela equipe pedagógica junto com os professores.  Proporcionar a avaliação de desempenho dos vários profissionais que atuam na escola, oferecendo um retorno individualizado, tendo em vista o cumprimento dos objetivos e metas da escola. - Manutenção do processo de avaliação de desempenho dos profissionais que atuam na escola, conforme orientação da SEE/MG. 5. Atuação do colegiado e integração escola-comunidade-sociedade Objetivos Ações  Garantir a transparência das ações do Colegiado no que se refere à definição e/ou validação dos processos pedagógicos, financeiros e administrativos da escola. - Divulgação de calendário de reuniões e pauta com antecedência;  Incentivar uma maior atuação do Colegiado Escolar junto à gestão, para que as decisões colegiadas sejam realmente o desejo da comunidade escolar. - Conscientização da comunidade escolar para que escolha representantes engajados e comprometidos com os interesses dos segmentos os quais representam.  Divulgar amplamente as decisões tomadas nas reuniões de colegiado escolar. - Exposição para a comunidade escolar da pauta e das decisões tomadas nas reuniões de colegiado.  Utilizar canais dinâmicos de comunicação com a comunidade escolar a respeito dos planos de ação e realizações da escola, com vistas a prestar contas e dar transparência à gestão escolar. - Divulgação dos planos de ação e realizações da escola através dos meios virtuais e impressos, retomando o jornal escolar.
  9. 9. 4ª Dimensão - Gestão de Infraestrutura: administração de serviços e recursos 1. Documentação e registros escolares Objetivos Ações  Realizar práticas de organização, atualização da documentação, escrituração, registros dos estudantes, diários de classe, estatísticas, legislação e outros, para um atendimento ágil à comunidade escolar e ao sistema de ensino. - Manutenção da organização da secretaria, com divisão das tarefas por segmento de modo com que o trabalho continue fluindo com eficiência. 2. Patrimônio escolar: uso e preservação de ambientes e equipamentos Objetivos Ações  Cuidar do patrimônio da escola; - Implementação de campanhas de conscientização juntos as estudantes, professores e funcionários e comunidade.  Conscientizar a comunidade escolar da necessidade de conservação do patrimônio da escola.  Manter a limpeza escolar (espaços internos e externos) campanhas de conscientização juntos as estudantes, professores e funcionários. 3. Gestão de recursos financeiros Objetivos Ações  Executar todos os procedimentos legais previstos para receber e registrar os recursos financeiros provenientes das diferentes instâncias governamentais. - Gestão dos recursos financeiros de acordo com as normas legais estabelecidas pela SEE/MG. - Monitoramento das despesas e fluxo de caixa dos recursos disponíveis na escola através da Caixa Escolar, com o auxílio do ATB financeiro. - Organização de um espaço para divulgação da prestação de contas para conhecimento da comunidade escolar. - Reuniões com os professores, supervisão pedagógica e funcionários, com o objetivo de definir a aplicação dos recursos financeiros da escola, considerando a demanda da comunidade escolar.  Ampliar a divulgação das prestações de contas da Caixa Escolar levando ao conhecimento da comunidade escolar, para maior participação e apoio às aplicações financeiras dos recursos advindos do estado, da federação ou adquiridos pela própria escola.  Divulgar as prestações das contas para conhecimento da equipe escolar, dos pais e da comunidade;  Realizar ações participativas de planejamento, acompanhamento e avaliação da aplicação dos recursos financeiros da escola, levando em conta as necessidades do Projeto Político Pedagógico e os princípios da gestão pública.
  10. 10. Referências: Orientações para construção do Prêmio de Gestão Pedagógica. Disponível em http://www.premiogestaoescolar.org.br/; acessado em 20/11/2015 OLIVEIRA, Emanuelle. O papel do diretor na gestão democrática. Disponível em:http://www.infoescola.com/pedagogia/o-papel- do-diretor-na-gestao-democratica/ acesso em 19/11/2015. Caderno 5 - Pacto Nacional do ensino Médio. Disponível em http://cac- php.unioeste.br/projetos/pactoNacional/docs/web_caderno_5.pdf; acesso em 20/11/2015. Plano de Gestão 2015 – Escola Estadual Padre Vicente Carvalho Proposta de Programa de Gestão – chapa 02. Disponível em http://pt.slideshare.net/wolneyh/carta-programa-chapa-2; acesso em 20/11/2015. Juiz de Fora, dezembro de 2015

×