Panorama da Política Habitacional no Brasil a partir deuma leitura regionalizada dos recentes PLHIS;exemplos do Rio Grande...
Conteúdo da apresentação0. ANTECEDENTES1. PELOTAS/RS2. IJUÍ/RS3. SÃO FRANSCISCO DE PAULA/RS4. BOQUEIRÃO DO LEÃO/RS5. DESAF...
Metodologia adotada
Produção de conhecimento sobre o problemahabitacional integrando território e sociedade
PELOTASMUNICÍPIO DE PELOTASPODER EXECUTIVO
PELOTASa. Cidade média/capital regional;b. Interação miséria – meio-ambiente;c. História de desigualdade expressa noterrit...
CANAIS DE PARTICIPAÇÃO POPULAR - ENCONTROSPRESENCIAIS2 oficinas3 audiências públicasvisitas aos bairros ecomunidades da ci...
OFICINA DE CONSTRUÇÃO COLETIVA (DIAGNÓSTICO)
OFICINA PRIORIZAÇÃO (ESTRATÉGIAS DE AÇÃO)
AUDIÊNCIAS PÚBLICAS AO FIM DE CADA ETAPA
ENCONTROS VIRTUAIS – BLOG, TWITTER, FACEBOOK
QUALIFICAÇÃO DA PRECARIEDADE:MATRIZES AMBIENTAL, INFRAESTRUTURA E DENSIDADE
MARGEM DA BR-116 COHAB FRAGATA - GOTUZZOCOHAB GUABIROBA SANTA BÁRBARA - BIFURCAÇÃOEXEMPLOS URBANOS
EXEMPLOS RURAISDISTR. DE QUILOMBO – ESCOLA OCUPADA QUILOMBO – EDIF. DE TAIPA JUNTO A ESCOLADISTR. CERRITO ALEGRE DISTR. DE...
IJUÍ/RSMUNICÍPIO DE IJUÍPODER EXECUTIVO
a. Pequena capital regional;b. Precariedade associada a migração e localizada emambientes frágeis;c. PLHIS identifica opor...
CONSTRUÇÃO DO MAPA DE VALOR DO SOLO
VALOR DO SOLO (2012)
VAZIOS URBANOS x VALOR DO SOLO
RESTRIÇÕES AMBIENTAIS x PRECARIEDADE
DÉFICIT x POTENCIAL PARA PRODUÇÃO HABITACIONAL
ENCAMINHAMENTO – PARQUE COLONIAL
LAMBARI MODELOCOLONIAL LUIZ FOGLIATTOEXEMPLOS URBANOS
MAUÁ CHORÃOALTO DA UNIÃO ITAÍEXEMPLOS RURAIS
SÃO FRANCISCO DE PAULA/RS
a. Pequena cidade rural em transição;b. Declividade atua como vetor de exclusãoterritorial;c. Prova da segregação históric...
IDENTIFICAÇÃO DO DÉFICITDÉFICITDIFUSOBAIRROSDISTRITOSRURAISCONCENTRADOASSENTAMENTOSPRECÁRIOS(VILAS)
DIFUSO: DÉFICIT BÁSICO TOTAL NA SEDESETORES CENSITÁRIOS NÃO CORRESPONDEM A BAIRROS: USO DE PRÓXIES (DADOS PSF) PARATIPIFIC...
DECLIVIDADE
CONCENTRADO: ASSENT. PRECÁRIOS + ÁREAS DE RISCO
EXEMPLOS URBANOS
EXEMPLOS URBANOS
BOQUEIRÃO DO LEÃO
BOQUEIRÃO DO LEÃO/RSa. Município muito pequeno do Vale do Taquari;b. Base econômica agrícola (ind. fumo);c. Decadência da ...
ORIGENS DO DÉFICIT: 1° ECONOMIAMAPA DO COREDE VALE DO RIO PARDOfonte: FAMURSMunicípioPopulação em2010(hab.)PIB percapita 2...
ORIGENS DO DÉFICIT: 2° TRABALHO NA IND. FUMO
ORIGENS DO DÉFICIT: 3° INFRA+MORADIA RURAL Falta de infra-estrutura,principalmentePAVIMENTAÇÃO LIXO eESGOTO Necessidade ...
ORIGENS DO DÉFICIT: 4° “AGREGADOS” Fazendas deprodução defumo Relações detrabalho informais Rendas baixas oumuito baixa...
EXEMPLOS RURAIS
EXEMPLOS RURAIS
AVALIAÇÃO DOS PLHIS REALIZADOS
1. DISPONIBILIDADE DE DADOS;2. CARÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO EFETIVA DA POPULAÇÃO EENTIDADES LOCAIS;3. FALTA DE COOPERAÇÃO ENTR...
1. ARTICULAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO POPULAR NAQUALIFICAÇÃO DA PRECARIEDADE;2. INTEGRAÇÃO ENTRE EQUIPES TÉCNICAS MUNICIPAIS E DE...
Arq. Tiago Holzmann da SilvaArq. Alexandre Pereira SantosArq. Leonardo M. HortencioArq. Leonardo PolettiArq. Paula LopesAr...
VAZIOS URBANOS
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande do Sul

1,311 views

Published on

Apresentação realizada durante a Sessão Livre N°12 do XV ENANPUR - Recife/PE.
Sl12: Panorama da política habitacional no Brasil a partir de uma leitura regionalizada dos recentes planos locais de habitação de interesse social (PLHIS) elaborados no país
Rosana Denaldi (Coordenadora), Adauto Lúcio Cardoso, Robson Basílio, Alexandre Pereira Santos, Maria de Lourdes Pereira Fonseca, Joana Valente Santana

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,311
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
823
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

XV ENANPUR - Leitura regionalizada dos recentes PLHIS: o caso do Rio Grande do Sul

  1. 1. Panorama da Política Habitacional no Brasil a partir deuma leitura regionalizada dos recentes PLHIS;exemplos do Rio Grande do Sul: Pelotas, Ijuí, SãoFrancisco de Paula e Boqueirão do LeãoARQ. ALEXANDRE PEREIRA SANTOSXV ENANPUR – RECIFE – 20 DE MAIO DE 2013
  2. 2. Conteúdo da apresentação0. ANTECEDENTES1. PELOTAS/RS2. IJUÍ/RS3. SÃO FRANSCISCO DE PAULA/RS4. BOQUEIRÃO DO LEÃO/RS5. DESAFIOS ENCONTRADOS6. AVANÇOS
  3. 3. Metodologia adotada
  4. 4. Produção de conhecimento sobre o problemahabitacional integrando território e sociedade
  5. 5. PELOTASMUNICÍPIO DE PELOTASPODER EXECUTIVO
  6. 6. PELOTASa. Cidade média/capital regional;b. Interação miséria – meio-ambiente;c. História de desigualdade expressa noterritório e habitação.FEVEREIRO 2011 – EM ANDAMENTOPOPULAÇÃO (2010): 328.275 hab. (96% urbanos)OCUPAÇÃO/FUNDAÇÃO: 1810/1833ÁREA: 1.608,77 km²DISTÂNCIA A PORTO ALEGRE: 246kmIDH: 0,816PIB/PIB PER CAPITA: R$3.847.927mil (9°)/R$11.148 (382°)DÉFICIT TOTAL: 13.598 domicíliosEM ASSENT. PRECÁRIOS: 32.967 (dom. totais, não só déficit)
  7. 7. CANAIS DE PARTICIPAÇÃO POPULAR - ENCONTROSPRESENCIAIS2 oficinas3 audiências públicasvisitas aos bairros ecomunidades da cidademobilização daslideranças +conselhos*VIRTUAISblogplhispelotas.blogspot.comfacebook.comPLHIS Pelotastwitter@plhispelotasemailplhispelotas@hotmail.commapa interativo* Conselhos Municipais, Habitação, de Saúde, de Assistência Social, etc.
  8. 8. OFICINA DE CONSTRUÇÃO COLETIVA (DIAGNÓSTICO)
  9. 9. OFICINA PRIORIZAÇÃO (ESTRATÉGIAS DE AÇÃO)
  10. 10. AUDIÊNCIAS PÚBLICAS AO FIM DE CADA ETAPA
  11. 11. ENCONTROS VIRTUAIS – BLOG, TWITTER, FACEBOOK
  12. 12. QUALIFICAÇÃO DA PRECARIEDADE:MATRIZES AMBIENTAL, INFRAESTRUTURA E DENSIDADE
  13. 13. MARGEM DA BR-116 COHAB FRAGATA - GOTUZZOCOHAB GUABIROBA SANTA BÁRBARA - BIFURCAÇÃOEXEMPLOS URBANOS
  14. 14. EXEMPLOS RURAISDISTR. DE QUILOMBO – ESCOLA OCUPADA QUILOMBO – EDIF. DE TAIPA JUNTO A ESCOLADISTR. CERRITO ALEGRE DISTR. DE MONTE BONITO
  15. 15. IJUÍ/RSMUNICÍPIO DE IJUÍPODER EXECUTIVO
  16. 16. a. Pequena capital regional;b. Precariedade associada a migração e localizada emambientes frágeis;c. PLHIS identifica oportunidades para intervenção equalificação.DEZEMBRO 2011 – OUTUBRO 2012POPULAÇÃO (2010): 78.915 hab. (90,7% urbanos)OCUPAÇÃO/FUNDAÇÃO: 1628/1912ÁREA: 689,31 km²DISTÂNCIA A PORTO ALEGRE: 412kmIDH: 0,803 (157° RS/ 503° Brasil)PIB/PIB PER CAPITA: R$1.491.003mil (24°)/R$18.703 (133°)DÉFICIT TOTAL: 2.548 domicíliosEM ASSENT. PRECÁRIOS: 250 dom. (10% do déficit)IJUÍ/RS
  17. 17. CONSTRUÇÃO DO MAPA DE VALOR DO SOLO
  18. 18. VALOR DO SOLO (2012)
  19. 19. VAZIOS URBANOS x VALOR DO SOLO
  20. 20. RESTRIÇÕES AMBIENTAIS x PRECARIEDADE
  21. 21. DÉFICIT x POTENCIAL PARA PRODUÇÃO HABITACIONAL
  22. 22. ENCAMINHAMENTO – PARQUE COLONIAL
  23. 23. LAMBARI MODELOCOLONIAL LUIZ FOGLIATTOEXEMPLOS URBANOS
  24. 24. MAUÁ CHORÃOALTO DA UNIÃO ITAÍEXEMPLOS RURAIS
  25. 25. SÃO FRANCISCO DE PAULA/RS
  26. 26. a. Pequena cidade rural em transição;b. Declividade atua como vetor de exclusãoterritorial;c. Prova da segregação histórica do latifúndio depecuária gaúcho.DEZEMBRO 2009 – OUTUBRO 2010POPULAÇÃO (2010*): 20.138 hab. (62% urbanos)OCUPAÇÃO/FUNDAÇÃO: 1742/1902ÁREA: 3.274km²DISTÂNCIA A PORTO ALEGRE: 112kmIDH: 0,757 (355° RS / 1683° Brasil)PIB/PIB PER CAPITA: R$206.897mil (111°)/R$ 10.306 (249°)DÉFICIT TOTAL: 956 domicíliosEM ASSENT. PRECÁRIOS: 250 dom. (21%)SÃO FRANCISCO DE PAULA/RS* estimativa, realizada antes dos resultados do Censo 2010 serem disponibilizados
  27. 27. IDENTIFICAÇÃO DO DÉFICITDÉFICITDIFUSOBAIRROSDISTRITOSRURAISCONCENTRADOASSENTAMENTOSPRECÁRIOS(VILAS)
  28. 28. DIFUSO: DÉFICIT BÁSICO TOTAL NA SEDESETORES CENSITÁRIOS NÃO CORRESPONDEM A BAIRROS: USO DE PRÓXIES (DADOS PSF) PARATIPIFICAÇÃO DOS BAIRROS E DISTRIBUIÇÃO DO DÉFICIT ENCONTRADO PARA A ZONA URBANA
  29. 29. DECLIVIDADE
  30. 30. CONCENTRADO: ASSENT. PRECÁRIOS + ÁREAS DE RISCO
  31. 31. EXEMPLOS URBANOS
  32. 32. EXEMPLOS URBANOS
  33. 33. BOQUEIRÃO DO LEÃO
  34. 34. BOQUEIRÃO DO LEÃO/RSa. Município muito pequeno do Vale do Taquari;b. Base econômica agrícola (ind. fumo);c. Decadência da produção do fumo e isolamentoterritorial;d. Origens socioeconômicas do déficit.JANEIRO 2011– JUNHO 2011POPULAÇÃO (2010): 7.673 hab. (24% urbanos)OCUPAÇÃO/FUNDAÇÃO: 1800/1989ÁREA: 265,53 km²DISTÂNCIA A PORTO ALEGRE: 187 kmIDH: 0,752 (372° RS/1813° Brasil)PIB/PIB PER CAPITA: R$ 78.137 mil (254°)/R$ 9.673 (428°)DÉFICIT TOTAL: 115 domicíliosEM ASSENT. PRECÁRIOS: 0 dom.* estimativa, realizada antes dos resultados do Censo 2010 serem disponibilizados
  35. 35. ORIGENS DO DÉFICIT: 1° ECONOMIAMAPA DO COREDE VALE DO RIO PARDOfonte: FAMURSMunicípioPopulação em2010(hab.)PIB percapita 2008(em R$)PIB 2008(em R$ mil)Santa Cruzdo Sul 118.287 R$27.129 R$3.287.130VenâncioAires 65.964 R$17.830 R$1.197.003GeneralCâmara 8.452 R$9.684 R$87.875Encruzilhada do Sul 24.537 R$8.348 R$208.961Rio Pardo 37.602 R$11.077 R$430.999Boqueirãodo Leão 7.673 R$9.673 R$ 78.137DADOS DE POPULAÇÃO E RENDA DOCOREDEBOQUEIRÃO TEM O 2° PIB PER CABITAMAIS BAIXO DO COREDE
  36. 36. ORIGENS DO DÉFICIT: 2° TRABALHO NA IND. FUMO
  37. 37. ORIGENS DO DÉFICIT: 3° INFRA+MORADIA RURAL Falta de infra-estrutura,principalmentePAVIMENTAÇÃO LIXO eESGOTO Necessidade deREFORMAS eAMPLIAÇÕES FaltamSANITÁRIOS
  38. 38. ORIGENS DO DÉFICIT: 4° “AGREGADOS” Fazendas deprodução defumo Relações detrabalho informais Rendas baixas oumuito baixas; Não possuemimóveis; “Nomadismo”PRINCIPAISPROBLEMAS:1. HABITAÇÕESPRECÁRIAS2. MORADIASIMPROVISADAS3. COABITAÇÃO4. ADENSAMENT
  39. 39. EXEMPLOS RURAIS
  40. 40. EXEMPLOS RURAIS
  41. 41. AVALIAÇÃO DOS PLHIS REALIZADOS
  42. 42. 1. DISPONIBILIDADE DE DADOS;2. CARÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO EFETIVA DA POPULAÇÃO EENTIDADES LOCAIS;3. FALTA DE COOPERAÇÃO ENTRE SECRETARIAS MUNICIPAIS;4. ADAPTAÇÃO DE METODOLOGIA UNIVERSAL ÀS REALIDADESLOCAIS;5. FALTA DE CULTURA DE PLANEJAMENTO:IMPLEMENTAÇÃO DAS ESTRATÉGIAS É MÍNIMA;6. DIFÍCIL GESTÃO DA TERRA URBANA;7. FALTA DE CAPACIDADE TÉCNICA DOS MUNICÍPIOS;PRINCIPAIS DESAFIOS
  43. 43. 1. ARTICULAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO POPULAR NAQUALIFICAÇÃO DA PRECARIEDADE;2. INTEGRAÇÃO ENTRE EQUIPES TÉCNICAS MUNICIPAIS E DECONSULTORIA;3. SÍNTESE DAS INFORMAÇÕES DE DIVERSAS FONTES ATRAVÉSDOS TERRITÓRIO: “PROCESSO TERRITORIALIZANTE”1. DADOS SOCIOECONÔMICOS;2. DADOS FÍSICO-AMBIENTAIS;3. CADASTROS, DADOS TEMÁTICOS, ETC.;4. GEOINFORMAÇÃO PARA COMPOSIÇÃO DE INSTRUMENTOSDE PARTICIPAÇÃO, DIAGNÓSTICO E GESTÃO DAS POLÍTICASPÚBLICAS;POSSIBILIDADES E AVANÇOS:
  44. 44. Arq. Tiago Holzmann da SilvaArq. Alexandre Pereira SantosArq. Leonardo M. HortencioArq. Leonardo PolettiArq. Paula LopesArq. Henrique Lorea LeiteColaboradores nos planos:Arq. Julio Celso VargasArq. Otávio Martins PeresArq. Raoni Marques TeixeiraArq. Geisa BugsArq. Paula MottaArq. Thais LeitãoArq. Angélica Magrini RigoSociol. Eliete GomesAdv. Ricardo Waldman
  45. 45. VAZIOS URBANOS

×