• Like
Apdsi web 20_vidigal_2011
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Apdsi web 20_vidigal_2011

  • 628 views
Published

Slides de apoio às Oficinas Sénior Web 2.0 da APDSI - 2011

Slides de apoio às Oficinas Sénior Web 2.0 da APDSI - 2011

Published in Education , Technology , Design
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
628
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
30
Comments
0
Likes
4

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Oficina Sénior da APDSI Comunicar, Partilhar e Trabalhar na Web 2.0 Luís Vidigal 1APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 2. Rede Social (Anos 50) • É uma estrutura social composta por pessoas ou organizações, conectadas por um ou vários tipos de relações, que partilham valores e objectivos comuns. • Uma das características fundamentais na definição das redes é a sua abertura e porosidade, possibilitando relacionamentos horizontais e não hierárquicos entre os participantes. • Redes não são apenas uma outra forma de estrutura, mas quase uma não estrutura, no sentido de que parte de sua força está na habilidade de se fazer e desfazer rapidamente. Barnes, J. A. "Class and Committees in a Norwegian Island Parish” (1954)APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 2
  • 3. Limites das Redes Sociais • Os limites das redes não são limites de separação, mas limites de identidade. • Não é um limite físico, mas um limite de expectativas, de confiança e lealdade, permanentemente mantido e renegociado pela rede de comunicações. Berkowitz, Stephen D. 1982. An Introduction to Structural Analysis: The Network Approach to Social Research.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 3
  • 4. Interacção humana no Mundo VirtualAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 4
  • 5. Social Computing A tecnologia aumenta a velocidade e a força da mudança social As forças sociais influenciam o desenvolvimento tecnológico e aplicacional Forrester 2006APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 5
  • 6. Evolução da ComunicaçãoAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 6
  • 7. Redes Sociais na Web • As redes sociais na Web criaram novas formas de comunicar e partilhar a informação. • São usadas regularmente por milhões de pessoas, ocupando uma parte das suas vidas quotidianas. • Os principais tipos de redes sociais são aquelas que contém directórios de algumas categorias, por exemplo antigos colegas, permitindo contactá-los (geralmente com páginas de auto-descrição).APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 7
  • 8. História das redes sociais online• 1960: Plato (University of Illinois) http://www.youtube.com/watch?v=LkKufIXUQNs http://www.youtube.com/watch?v=mIy_wB70Z3k&feature=chann el Plato network em 1979 Dr Donald L. Bitzer em 2010• 1997: SixDegrees.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 8
  • 9. Como Começou • Stanley Milgram (1967) “The Small World Problem” • Duncan Watts (2003) "Six Degrees: The Science of a Connected Age” • Mark Granovetter (1973) "The Strength of Weak Ties” relacionamentos fortes e fracos • Milgram (1977) “The individual in a social world” o estranho familiarAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 9
  • 10. Mundo Pequeno A sociedade humana é uma rede social que apresenta a estrutura do mundo pequeno, caracterizada por interconexões bem mais curtas do que esperadas. Seis graus de separação Qualquer pessoa na Terra pode estar ligada a qualquer outra através de uma corrente de conhecidos que não tem mais de cinco intermediários (ligando a ambas pessoas com apenas seis relacionamentos)APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 10
  • 11. Depois de 2002: Explosão comercial • Friendster, Orkut, LinkedIn, …, • Crescimento (viral growth) com a participação a ultrapassar 20% ao mês – 7 milhões de utilizadores de Friendster; – 2 milhões MySpace; – 16 milhões fazendo testes de personalidade em Tickle (Leonard 2004) • Fonte de rendimento: propaganda, comercialização de dados, assinaturas.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 11
  • 12. Por que usar redes sociais? • É onde as pessoas estão • Dá-te uma impressão de comunidade • É visto como um fórum onde pode expressar os seus pontos de vista. • Uma maneira agradável de ficar conectado com antigos amigos e fazer novos. • Fórum para comunicação (individual/grupo/massa) e colaboração • Permite auto-expressão e auto-representação • “Democratiza a inovação” • “Crowdsourcing”APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 12
  • 13. O conceito Web 2.0 • Surge numa sessão de brainstorming entre O’Reilly e a MediaLive International • 2004 - Conferência Web 2.0APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 13
  • 14. O que é a Web 2.0 Desenvolver aplicações que aproveitem os efeitos da rede para se tornarem melhores quanto mais são usadas pelas pessoas, aproveitando a inteligência colectiva. Tim OReillyAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 14
  • 15. Características da Web 2.0 • Participação colectiva • Qualquer um pode publicar conteúdos • Muitos sites permitem comentários, participação, personalização, etc • As pessoas têm mais opções na escolha de fornecedores de informaçãoAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 15
  • 16. Características da Web 2.0 Ênfase nos O comportamento utilizadores do utilizador e não na não está tecnologia pré-determinado Posicionamento Estratégico (A Web como plataforma) O software melhora Confiança à medida que nos utilizadores Competências chave mais pessoas Arquitectura de Participação utilizam Aproveitamento da Inteligência Colectiva Experiência e conhecimento Software Modelos leves pessoal Aberto de programação dos utilizadoresAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 16
  • 17. Web 2.0 Criar Publicar DistribuirAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 17
  • 18. Mudança contínua Web 1.0 Web 2.0APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 18
  • 19. Web 2.0 é Atitude e não Tecnologia • Estimular e encorajar a participação por meio de aplicações abertas e serviços. • Percepção de que a web não é apenas software, mas sim serviços a serem entregues pela web.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 19
  • 20. Web 1.0 Web 2.0 Convergência dos media Convergência das pessoas Um para muitos Muitos para muitos Meio de comunicação Meio de Interacção do ser humanoAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 20
  • 21. Mudança de paradigmade como as pessoas pensam e de como desenvolver aplicações para a internet• Participação colectiva• PersonalizaçãoAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 21
  • 22. Áreas da Web 2.0APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 22
  • 23. PRÁTICAS DA WEB 2.0 • partilhar • participar • comentar • colaborar • criar • difundir • classificar • inserir • reelaborar • agregar • distribuir • feito para criarAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 23
  • 24. Eco-sistema da Web 2.0APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 24
  • 25. Smart mobs – Inteligência Colectiva Certas estruturas sociais autogeridas podem mostrar comportamentos inteligentes em si mesmas, sendo mais eficientes que os seus membros individualmenteAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 25
  • 26. O que mudou? Web 1.0 Web 2.0 OFoto Flickr MP3.com Napster Britannica online Wikipedia Sites pessoais Blogs Publicar Participar Sistemas fechados Wikis Taxonomia (directório) Folksonomia (tagging)APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 26
  • 27. APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 27
  • 28. O Twitter no Irão - EleiçõesAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 28
  • 29. Web n.0 As versões não fazem qualquer sentido Web 3.0 Orientada à Inteligência Web 2.0 Orientada à Web 1.0 Interacção Orientada ao ConteúdoAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 29
  • 30. Qual o futuro da Web? • Web 1.0 Implantação e popularização da rede. • Web 2.0 Centrada nos mecanismos de busca, como o Google, nos sites de colaboração, como Wikipédia, YouTube, Flickr, e nos sites de relacionamento social, como o Facebook, o LinkedIn, etc. • Web 3.0 Pretende ser a organização e o uso de maneira mais inteligente de todo o conhecimento já disponível na Internet.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 30
  • 31. Geração VAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 31
  • 32. Os consumidores na Web 2.0APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 32
  • 33. Gerações de consumidores na Web 2.0Creators18%Critics25%Collectors12%Joiners25%Spectators48%Inactives44%APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 33
  • 34. Perspectivas • Quem souber organizar e relacionar-se bem com as comunidades em rede fará a diferença • O utilizador será quem irá colocar a maior parte dos conteúdos na rede • As interfaces serão baseadas em Aplicattion Architecture (modularidade e agilidade oferecida pelo Service Oriented Architecture) • Os blogs e as comunidades serão ambientes para troca de conhecimentoAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 34
  • 35. Redes Sociais Pessoais http://www.facebook.com http://pt.myspace.com http://orkut.com http://www.friendster.com/ http://www.hi5.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 35
  • 36. Redes Sociais Profissionais http://www.linkedin.com http://www.plaxo.com http://www.xing.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 36
  • 37. Estatísticas (Outubro 2010)• Mais de 500 milhões de utilizadores activos• 50% dos utilizadores activos entra no Facebook uma vez por dia• Cada utilizador tem uma média de 130 amigos• Mais de um milhão de programadores e empresas de mais de 180 países trabalham com a plataforma• Mais de 150 milhões de utilizadores usam o Facebook no telemóvel http://www.facebakers.com/APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 37
  • 38. O envelhecimento médio nos EUA Janeiro 2005 Janeiro 2007 Janeiro 2009APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 38
  • 39. Estatísticas em Portugal (Outubro 2010) • Número de utilizadores - 2 702 680 • Número de homens - 1 323 580 • Número de mulheres - 1 343 680 • Penetração na população - 25.17 % • Penetração na população ligada à Internet - 52.29 %APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 39
  • 40. Idade em Portugal (Outubro 2010) • 72,2% com idade entre os 18 e os 44 anosAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 40
  • 41. O Facebook está a envelhecer e o Twitter está a rejuvenescerAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 41
  • 42. http://www.facebook.com Quem são os meus amigos? Quais são os meus interesses? Quais são as minhas ideias?APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 42
  • 43. Alargar a rede de amigos… Sugestões de amigos Pedidos de Amizade Confirmações de Amizade Convite para CausasAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 43
  • 44. APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 44
  • 45. APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 45
  • 46. Adesão às redes sociais por idadeAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 46
  • 47. Networking 1. Não confunda networking com amizade 2. Faça networking em diversos locais 3. Esteja prevenido para as oprtunidades 4. Mantenha a sua rede viva 5. Diversifique os seus relacionamentos 6. Na internet, escolha a rede certaAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 47
  • 48. http://twitter.com Criar uma conta A minha vista http://twitter.com/DNpt 140 caracteresAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 48
  • 49. Vítima do sucesso…APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 49
  • 50. Web 2.0 em mobilidadeAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 50
  • 51. Woofer – O Anti Twitter mais de 1400 caracteresAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 51
  • 52. http://www.linkedin.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 52
  • 53. Conectar pessoas no LinkedinAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 53
  • 54. Grupos de discussão no LinkedinAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 54
  • 55. http://www.plaxo.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 55
  • 56. Publicação de Vídeos http://www.youtube.com/ http://video.google.com http://www.blip.tv http://www.archive.org http://www.ourmedia.org http://www.clipshack.com/ http://www.vsocial.com http://www.vimeo.com/ http://stage6.divx.com http://video.yahoo.com/ http://www.jumpcut.com/ http://viddler.com http://www.veoh.com/APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 56
  • 57. Criar um site no Google http://sites.google.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 57
  • 58. O que é um Blogue Blog / Weblog - Blogue Na Web, página pessoal, ou sítio sem fins lucrativos, cujo objectivo é compartilhar informações e pontos de vista sobre um determinado tema. O conteúdo, actualizado frequentemente, pode ser escrito directamente pelo autor, ou trazer ligações para matérias publicadas em outras páginas. Nota: O termo inglês “blog” resulta de uma contracção de “Web” e “log” (relatório). Post - artigo de blogue Unidade de conteúdo tradicional de um blogue, que é constituída no mínimo por um título e por um texto. Um artigo de blogue pode também incluir, ou ser composto apenas por, imagem, vídeo ou som. Nota: Um blogue é composto por uma colecção de artigos, publicados (ou postados) através de sistema próprio.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 58
  • 59. Blogues – Criação e Alojamento http://www.blogger.comt http://os.wordpress.com/ http://spaces.live.com http://blogs.sapo.pt/APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 59
  • 60. Directórios de Blogues em português http://blog.com.pt/ http://directorio.dicasparablogs.com http://weblog.com.pt http://blogsemportugues.blogs.sapo.ptAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 60
  • 61. http://portugal-si.blogspot.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 61
  • 62. Criar um Blogue http://www.blogger.com 3APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 62
  • 63. Adicionar Autores ao BlogueAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 63
  • 64. Editar um Post no Blogue Link ImagemAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 64
  • 65. Inserir um vídeo no BlogueAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 65
  • 66. Organizar o Blogue / MashupAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 66
  • 67. Tecnologias para a Web 2.0 • Social Network Analysis (Análise de Rede Social) A criação de conteúdos a partir da análise e filtragem de dados enviados por diferentes fontes • Ajax A técnica de programação mais famosa da Web 2.0 • Collective Intelligence (Inteligência Coletiva) Avaliada como transformadora pelo Gartner, deve atingir maturidade em cinco ou 10 anos. Trata-se das tecnologias que permitirão aos utilizadores trabalharem juntos ao mesmo tempo num mesmo arquivo, sem a necessidade de alguém que centralize as informações (Google Docs) • Mashup Tecnologia que permite aos sites ou aplicações web usarem o conteúdo de mais de uma fonte • Location-aware Technologies Tecnologia que usa GPS para a localização através do telemóvel • Location-aware Applications Dispositivos com GPS embutido, para melhorar a automação de força de vendas e a logística • SOA – Service Oriented Architecture Arquitectura orientada a serviçosAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 67
  • 68. Mushups É uma aplicação Web que combina•conteúdo de mais de uma fonte numa única experiência integrada http://www.programmableweb.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 68
  • 69. Inserir um mapaAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 69
  • 70. Podcasting Preparação e distribuição de ficheiros multimédia através da utilização de fornecimentos Web (Feed), para audição ou visualização em computadores pessoais ou dispositivos móveis. Os utilizadores têm a possibilidade de subscrever fornecimentos Web de canais de podcasting específicos, que serão descarregados automaticamente para os computadores pessoais da próxima vez que se ligarem. O termo “podcasting”, como o termo “rádio”, pode significar quer o conteúdo quer o método de distribuição. O termo “podcasting” teve a sua origem na junção de “iPod” (leitor de música digital da Apple) e “broadcasting” (radiodifusão).APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal http://geo.creativecow.net/pt/tut/244 70
  • 71. RSS Really Simple Syndication• Tecnologia baseada na linguagem XML para descrever notícias ou outros conteúdos Web que estejam disponíveis para serem distribuídos (fornecimento ou sindicação) de sítios Web para os utilizadores da World Wide Web. Qualquer conteúdo acessível através de um endereço URL pode ser distribuído usando a tecnologia RSS, mas o método é particularmente prático para o envio e posterior consulta de notícias em permanente actualização.• Os conteúdos são referenciados em fornecimentos (feeds) e são disponibilizados ao utilizador através de um agregador RSS.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 71
  • 72. Leitores e serviços RSS http://www.google.com/reader http://www.bloglines.com http://feedburner.google.com http://www.pageflakes.com http://www.netvibes.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 72
  • 73. http://www.google.com/reader/ FeedsAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 73
  • 74. Partilhar Fotografias http://picasaweb.google.pt http://www.flickr.com http://pikeo.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 74
  • 75. Hubs de Partilha de Conhecimento http://hubpages.com http://www.squidoo.com/ http://knol.google.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 75
  • 76. Motores de busca e Directórios da Web 2.0 http://digg.com http://technorati.com http://www.wikio.com http://www.pricenoia.com/ http://www.allthingsweb2.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 76
  • 77. O que é um Wiki O termo “wiki” (pronunciado "uíqui") é utilizado para identificar um tipo de sítio Web, fácil e rapidamente editável pelos visitantes com uma linguagem de marcação muito simples, ou então o software colaborativo usado para criá-lo e mantê-lo. Nota: Wiki wiki significa "super-rápido" no idioma havaiano.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 77
  • 78. WikisAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 78
  • 79. Wikipedia Número de contributos Língua Março 2007 Outubro 2010 Inglês 1.706.376 3.446.225 Alemão 562.456 1.137.519 Francês 466.931 1.020.462 Polaco 738.359 Italiano 278.879 738.260 Japonês 346.828 710.872 Espanhol 216.474 661.136 Holandês 284.930 646.989 Português 247.248 463.000APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 79
  • 80. Wikis http://wikimedia.orgAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 80
  • 81. Aplicações online Correio electrónico Monitorar preços https://gmail.google.com Ferramentas de Office http://moneytracking.com https://docs.google.com Marcar reuniões Fazer contratos http://www.scheduleonce.com https://www.tractis.com http://www.agreeadate.com/ Apresentações de Slides Preço de Viagens Aéreas http://www.slideshare.net http://www.edreams.pt/APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 81
  • 82. Processador de Texto sempre disponível e partilhado http://docs.google.com Também Apresentações, Folhas de Cálculo, Formulários, etc.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 82
  • 83. Formulários no Google DocsAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 83
  • 84. http://www.cloudo.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 84
  • 85. Trabalhar na CloudAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 85
  • 86. Tratamento de imagem online http://www.photoshop.com http://www.citrify.com http://fotoflexer.com http://www.photofuntoos.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 86
  • 87. Homepages personalizáveis http://windows.live.com http://www.google.com/ig http://www.netvibes.comAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 87
  • 88. Videoconferência http://www.megameeting.com http://www.webex.com/ Reuniões e Eventos online interactivosAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 88
  • 89. Intranet na cloudAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 89
  • 90. Segurança na Web 2.0APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 91. Segurança e Confiança na Web 2.0 • Mudanças constantes e mecanismos de controle de vulnerabilidade na autenticação. • Cuidados no ambiente: o que é público, por que tornar público, qual as garantias da segurança individual dos dados, desinformação? • Invasão de ambientes: phishing saber diferenciar o que é real ou falso, codificação maliciosa. • Troca da informação • Acessos e senhas • Qualidade da informação: integridade, legitimidade, rigor.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 92. Quais são os riscos de Segurança? • Distribuição de Malware • Cyber-bullying (“trolling” - abuso emocional) • “Vida-na-prateleira” da informação (para sempre no cyberspace) • Preocupações com a Privacidade – Informações sobre si que você coloca – Informações sobre si que outros colocam – Informações sobre si que os sites de redes sociais recolhem e partilham com outrosAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 93. Quais são os Riscos de Segurança? • Pode resultar em engenharia social, roubo de identidade, fraude financeira, computadores infectados, extorsão, abuso de crianças, predadores sexuais, pedofilia, difamação, processos legais, ruína de casamentos/noivados/namoros, ofertas indesejáveis, vergonha, …APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 94. Roube-me, por favor!APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 95. Distribuição de Malware Similar a outros perigos que podem levar a carregar e instalar malware • Propagandas maliciosa • Clickjacking (“likejacking”) • Wall posts, inbox ou menssagens de chats com links maliciosos de “Amigos” (contas de utilizadores hackeadas) • “Roubaram-me a carteira. Por favor me mande-me dinheiro agora.” • E-mails de spam fazendo-se passar por administrador do FacebookAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 96. Malware DistributionAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 97. Distribuição de Malware • Koobface é o avô dos malware atacando o Facebook; continua a evoluir e a infectar ainda hoje • Amigos (os siga-me) suspeitos, ou links • Grupos / Páginas para o atrair • Aplicações suspeitas / maliciosas mashable.com/2010/05/29/facebook-hilarious-video/APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 98. Segurança na Web 2.0 http://defensio.com/ AGP - Tecnologias da Informação 2010 - 2011 - Luís VidigalAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 99. Privacidade Privacidade é a habilidade de uma pessoa para controlar a exposição disponibilidade de informações e acerca de si. Relaciona-se com a capacidade de existir na sociedade de forma anónima (inclusive pelo disfarce de um pseudônimo ou por um identidade falsa).APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 100. Quem está a espiar? • Amigosfamília • Amigos de amigosfamília • Pais • Empregados e companheiros de trabalho – Um estudo de Dezembro de 2009 contratado pela Microsoft disse que 79% dos recrutamentos de novos empregados foram efectuados através de pesquisas online – Estudo do CareerBuilder.com – 45% de empregadores usam redes sociais para filtrar candidatos a emprego • Clientes • Universidades • Empresas de Marketing vendedores • Criminosos, hackers • Agências Governamentais (IRS, SRS!) • O MUNDO INTEIROAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 101. Política de Proteção a Privacidade? Linked In Additionally, you grant LinkedIn a nonexclusive, irrevocable, worldwide, Facebook perpetual, unlimited, assignable, sublicenseable, fully paid up and royalty- free right to us to copy, prepare derivative works of, improve, distribute, “You hereby grant Facebook an irrevocable, perpetual, non-exclusive, publish, remove, retain, add, process, analyze, use and commercialize, in any transferable, fully paid, worldwide license (with the right to sublicense) to (a) way now known or in the future discovered, any information you provide, use, copy, publish, stream, store, retain, publicly perform or display, transmit, directly or indirectly to LinkedIn, including but not limited to any user scan, reformat, modify, edit, frame, translate, excerpt, adapt, create derivative generated content, ideas, concepts, techniques or data to the services, you works and distribute (through multiple tiers), any User Content you (i) Post on submit to LinkedIn, without any further consent, notice and/or compensation or in connection with the Facebook Service or the promotion thereof subject to you or to any third parties. Any information you submit to us is at your own risk ofonly to your privacy settings or (ii) enable a user to Post, including by loss. offering a Share Link on your website and (b) to use your name, likeness and image for any purpose, including commercial or advertising, each of (a) and (b) on or in connection with the Facebook Service or the promotion thereof. You may remove your User Content from the Site at any time. If you choose to remove your User Content, the license granted above will automatically expire, however you acknowledge that the Company may retain archived copies of your User Content.”APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 102. Um amigo meu é amigo teuAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 103. Privacidade no Facebook 1 2 3 AGP - Tecnologias da Informação 2010 - 2011 - Luís VidigalAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 104. De onde vêm o crimeware e o phishing? http://www.antiphishing.o rg AGP - Tecnologias da Informação 2010 - 2011 - Luís Vidigal Outubro 2010APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 105. Abreviaturas de URL • bit.ly, TinyUrl, ReadThisURL, NotLong • Esconde a URL de destino verdadeira – sem saber aonde está te levando até você clicar! http://www.hacker.com/badsite?%20infect-your-pc.html is now http://bit.ly/aaI9KVAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 106. Aplicações de Terceiros • Jogos, testes, coisas agradáveis • Sem ser testado pelo site • Sem Termos e Condições • A instalação dá a quem desenvolveu o direito de consultar o seu perfil e mudar a sua preferência de privacidade!APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 107. Questões ÉticasAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 108. Recomendações para Tornar as Redes Sociais (mais) Seguras 1. Use uma senha forte, distinta (não use a mesma senha em vários sites) 2. Coloque o mínimo possível de informações pessoais – (aniversários, endereço, etc.) 3. Personalize o seu perfil de privacidade em todas as suas contas de redes sociais 4. Não permita que aplicações de terceiros acedam à sua informação (se possível) 5. Cuidado com o que você coloca a. Fotos suas e de outros b. Opiniões em tópicos controversos c. Não diga mal de chefes, companheiros de trabalho, empregados, etc. – Isso volta-se contra sí 6. Não coloque nada relacionado com o seu local de trabalho (a não ser que seja autorizado) 7. Supervisione o uso que os seus filhos fazem de redes sociais.APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 109. Recomendações para Tornar as Redes Sociais (mais) Seguras 8. Suspeite de pedidos de amigos / siga-me, anúncios, aplicações de terceiros, menssagens de chat, etc. 9. Minimize a exploração – não click aleatoriamente em vários anúncios, vídeos, jogos, etc. 10. Use built-in e add-on de navegadores que avisam sobre sites maliciosos a. Filtros anti-phishing em IE e Firefox b. Web of Trust c. NoScript d. Adblock Plus e. Preview de bit.ly, TinyURL 11. Pesquise no Google o seu nome e confira os resultados 12. Pense antes de clicar!!APDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal
  • 110. Que futuro? Web.nAPDSI – Oficinas Sénior Web 2.0 - Luís Vidigal 110