PPT session 3 16032013

92 views
42 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
92
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PPT session 3 16032013

  1. 1. 1Sessão 316 de março, 2013Amadora, PortugalPedagogiaempreendedora
  2. 2. 2Motivação
  3. 3. 3Metas & ObjetivosDesenvolver uma educação empreendedoraA orientação atenderá a três principaisresultados de aprendizagem:•Entender as principais aprendizagens chave eestratégias•Desenvolver competências e formas de pensarempreendedoras•Elaborar as linhas gerais de um plano para aIntegração de uma educação empreendedora pelaescola
  4. 4. 4Modelo CRCL ou EPACEnvolvimento da comunidadePrática reflexivaAmbiente de aprendizagemCriatividade & InovaçãoAtividade: Introdução ao Modelo CRCL
  5. 5. 5Modelo de aprendizagem empresarialCOMPETÊNCIAS - aprender a tornar-se um empreendedorPlanear; Organizar, Gerir; Lidar e delegar; Analisar; Comunicar;Avaliar; Representação eficaz e negociação; Trabalhoindividual; Trabalho de equipa; Avaliar e identificar os seuspontos fortes e fracos; Avaliar e assumir riscos; Interligar ideias;Mobilizar compromissos; Pensamento lateralATITUDES - aprender a ser empreendedorIniciativa; Independência e inovação em todos os aspetos davida; Motivação; Determinação para cumprir objetivos;Propensão ao risco; Ambição/Mobilização; Persistência ecomprometimento; Autoconfiança; Autoeficácia;Autoconsciência; Sentimento de ser capaz; Confiança social;Criatividade e imaginação; Curiosidade; Tolerância com o erro.CONHECIMENTO - aprender a compreender oempreendedorismoSobre como identificar oportunidadesSobre as questões gerais que explicam o contexto em que aspessoas vivem e trabalhamCompreensão do funcionamento da economiaPosição ética das empresasProcessos de inovação e criatividadeO processo de empreendedorismoINTENÇÃOPROCURA E DESCOBERTA DEOPORTUNIDADESDECISÃO PARA EXPLORAR AOPORTUNIDADEEXPLORAÇÃO DA OPORTUNIDADEPROATIVOProcurar objetivos de forma ativaINOVADORProcurar oportunidadesLidar e saber viver com a incertezaPROCESSO COMPORTAMENTOMUDANÇADispondo-se a ações de risco calculado em ambientes incertosRespondendo de forma flexível a desafiosAÇÃOAtuando de forma independente por iniciativa própriaResolução criativa de problemas e conflitosPersuadir os outrosCompromisso de fazer as coisas acontecer
  6. 6. 6Noções empreendedorasO que é empreendedorismo?Tipos de empreendedorismo?O que significa ter mentalidadeempreendedora?Qual a importância de ter uma educaçãoempreendedora?
  7. 7. 7EmpreendedorismoDefinição de empreendedorismo segundo aHarvard Business School“A busca de oportunidades para além dosrecursos que atualmente se controlam.”Provérbio chinês“Dê um peixe a um homem, alimente-o por umdia.Ensine o homem a pescar e ele ficará alimentadopara uma vida.”
  8. 8. 8EmpreendedorismoO empreendedorismo combina: assunção do risco criatividade inovação boa gestão Uma educação empreendedora deve envolver os jovens,no sistema de ensino autonomia pró-atividade perseverança autoconfiança O empreendedorismo é uma predisposição, uma atitude mental,que pode desenvolver-se no seio de toda a sociedade.
  9. 9. 9Empreendedorismo O empreendedorismo recorre a características inerentes ao processode capacitação pessoal e social que se revelam essenciais para: Desenvolvimento pessoal Integração social Potenciar a criatividade Potenciar a inovação Potenciar a capacidade de intervenção Adaptação à evolução Capacidade de fazer uso mais eficiente dos recursos Com consequências importantes: A nível da cidadania A nível social A nível económico
  10. 10. 10Empreendedorismo Qual a diferença entre o empreendedorismo social e oempreendedorismo empresarial? Empreendedorismo social: Produz bens e serviços para a comunidade Visa recuperar pessoas de situação de risco social epromovê-las A medida de desempenho é o impacto social
  11. 11. 11Empreendedorismo Empreendedorismo empresarial: É individual É focalizado para a produção de bens e serviços para omercado Visa satisfazer as necessidades dos clientes e ampliar aspotencialidades do negócio A medida de desempenho é o lucro A necessidade de inovação é grande nas duas áreas
  12. 12. 12Empreendedorismo Objetivo Geral: Capacitar-vos para atitudes empreendedoras, através de trêsvetores complementares: Capacitação pessoal Capacitação social Área da construção e planeamento de projetos
  13. 13. 13Empreendedorismo É necessário que os outros vejam valor na solução que se lhes propõe Através deste esforço, alguns empreendedores de sucessotornaram-se: Pessoas famosas Pessoas reconhecidas pelos seus contributos Pessoas satisfeitas por terem conseguido fazer o queconsideravam corretoMas TODOS: Desenvolveram capacidades pessoais para além do que é vulgar Mudaram o estado das coisas à sua volta criando oportunidades Tornaram-se independentes em termos de emprego esubsistência, tendo grande satisfação nisso Para ter sucesso como empreendedor é necessário satisfazer asnecessidades dos outros mais do que satisfazer uma ambição pessoal
  14. 14. 14Empreendedorismo Serem empreendedores significa igualmente que: Desenvolvem as vossas próprias capacidades para inovarem,criarem e tomarem o vosso destino nas mãos Trabalharem para um objetivo e alcançarem esse objetivo oque é muito motivador e dá vontade e confiança para irem maislonge Para além de tudo isto, é divertido! Por isso… Uma boa forma para saberem se este projeto vos serve parao vosso futuro é verificarem de vez em quando se se sentemrealizados e se estão a divertir-se com ele
  15. 15. 15Inovação Tudo existe graças à Inovação Tudo o que existe à nossa volta deve-se à iniciativa das pessoasque aperfeiçoaram o produto e se asseguram de que o mesmo semantém disponível
  16. 16. 16Inovação Algumas coisas já são muito antigas e outras muito recentes No entanto, todas as coisas são melhoradas todos os dias… Por exemplo: Os primeiros telemóveis em Portugal há 20 anos: Custavam 2500 € Grandes Pesados
  17. 17. 17Inovação E os telemóveis em Portugal hoje, mostram evolução? Mostram sem dúvida, que houve muita inovação
  18. 18. 18Inovação A forma como nós usamos as coisas também se devea iniciativas Há muito tempo que se procura compreender como surgem: As iniciativas Os empreendedores Sabe-se que: Em que o empenho dos cidadãos é mais desenvolvido Em que a iniciativa cívica é mais desenvolvida A competitividade de um país depende da capacidade de novaçã A e osão capazes de GRANDES impulsos de desenvolvimento As sociedades mais unidas e mais justas são aquelas:
  19. 19. 19Inovação Alguns exemplos… www.quercus.pt http://pumap.blogspot.com/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Segway http://www.google.pt Uma iniciativa menos positiva:
  20. 20. 20Inovação Falhar é parte do jogo Toda a inovação se faz por: Erro Tentativa Só não erra quem nunca tentou, mas só: Se tem ideias inovadoras Se tem serviços inovadores Se tem produtos inovadores Depois de se ter tentado
  21. 21. 21Desmontar preconceitos E de facto ERAM! O que tinham de especial???? TENTARAM Estas pessoas conseguiram melhorar alguma coisa Estas pessoas viram o sucesso das suas ideias O resultado do sucesso das suas ideias é para todos os queusufruem dessa ideia… que as pessoas que fizeram todas essas inovações eram especiais Talvez algum deles tenha sido vosso antepassado Porque não podes ser tu também inovador e empreendedor?Podempensar…
  22. 22. 22Desmontar preconceitosPodempensar…… que as inovações só surgem através de: Grandes empresas Marcas famosas Pessoas que aparecem nos telejornais Uma parte fundamental do desenvolvimento de processos érealizado por pessoas anónimas? Muitas empresas dão prémios aos colaboradores queapresentam ideias para tornar um processo defabrico mais eficiente?
  23. 23. 23Desmontar preconceitos Mas a história mostra que não é assim: Os que têm iniciativa são aqueles que são capazes deconvencer outros a disponibilizar os meios E as boas iniciativas provam-se com poucos meios… que as pessoas que têm iniciativas são aquelas que játinham meios para isso.Podempensar…
  24. 24. 24Atitude Tomar parte nas propostas Acompanhar a evolução e saber influenciá-la Tirar proveito de novas oportunidades Num mundo em constante mudança é necessária umaatitude pró-ativa para:Os empreendedores com sucesso são aqueles que sabemreconhecer novas oportunidades para oferecer: Novos produtos Novos serviçosE/ou… Que sabem reconhecer Novas maneiras de oferecer esses produtos ou serviços E que conseguem pôr em prática as suas ideias
  25. 25. 25Empreendedorismo Uma atitude de permanente procura de novas combinaçõesde recursos: Que consigam: E isto implica… Tecnológicos Materiais Humanos … Satisfazer necessidades Resolver problemas Exemplos: O empreendedorismo pode ser entendido como a prossecuçãode oportunidades para além dos recursos atualmente controlados
  26. 26. 26AtividadeExercício para fazerem durante a semana…
  27. 27. 27Pró-atividade A pro-atividade necessária ao empreendedorismo treina-se num“ciclo virtuoso”, em que os próprios resultados obtidos estimulama procurar e alcançar novos resultados
  28. 28. 28Como construir objetivos/metas? Objetivo : Desenvolver a capacidade de compreender e comunicar Precisa de: Vamos lá dar um exemplo… Como? Jornal Uma pessoa que: Oiça o relato Com quem se verifique se ambos compreenderam a mensagem Ler assiduamente notícias de jornal e comunicar o seuconteúdo a outras pessoas Para que se consiga atingir o objetivo, o importante écompreender e ser compreendido
  29. 29. 29Objetivos pessoais Qual a vantagem de participar nesta atividade? Muitas das características necessárias ao empreendedorismosão resultado de: Nossas escolhas Esforço pessoal Para terem êxito é necessário: Que os vossos objetivos pessoais sejam práticos Que se identifiquem com os objetivos Ou seja… Os objetivos têm que corresponder àquilo que querem ser Os objetivos têm que corresponder à forma que queremestar na vida
  30. 30. 30Objetivos pessoaisFísicos: Servem para que tenham um corpo e hábitossaudáveis.Intelectuais: Servem para que exercitem e estimulem a mente,preparando-vos para saberem tratar situações novas comêxito.Exemplo: Comer uma peça de fruta por diaExemplo: Ler 30 minutos por diaOs objetivos pessoais devem abranger todas as áreas dovosso desenvolvimento:
  31. 31. 31Objetivos pessoaisExemplo: Reservar 5 minutos para pensarno que fizeramEmocionais: Pretendem que conheçam e controlem as vossasemoções, de modo a que controlem os vossoscomportamentos.Exemplo: Não fazer troça ou rebaixaros outros
  32. 32. 32Competências Competências básicas necessárias ao empreendedorismo: Implicam: Humanas Pessoais Uma mentalidade empreendedora Um conjunto de competências Vamos começar a trabalhar as competências pessoais…
  33. 33. 33Competências Nesta atividade vão identificar-se competências de cada umde nós, a explorar Atenção que: Qualquer um de nós tem características que podem ir deencontro aos diferentes Perfis mas todos temos característicasmais predominantes e que é a essas que o Perfil Pessoal decada um diz respeito
  34. 34. 34Competências Não há competências “femininas” e “masculinas” Atenção que: Nenhum perfil é melhor que outro e todos são necessáriosO que é importante é que cada um conheça as suascompetências específicas para as poder valorizar mais
  35. 35. 35Qual o meu papel no grupo?
  36. 36. 36Qual o meu papel no grupo?
  37. 37. 37Qual o meu papel no grupo?
  38. 38. 38Qual o meu papel no grupo?
  39. 39. 39Qual o meu papel no grupo? As nossas diferenças individuais são: É importante a complementaridade entre os vários perfis, ouseja, entre os vários elementos do grupo Atenção que: mais-valias pessoais de que cada um de nós pode tirar proveito marcas distintivas do funcionamento de cada um de nós
  40. 40. 40Qual o meu papel no grupo? Escrever agora numa folha O nosso perfil As competências associadas a esse perfil
  41. 41. 41Plano de melhorias pessoal Assumire Desenvolver As competências do nosso perfil pessoalOu seja… Durante a semana treinar à frente do A comunicação aos outros de qual é o nosso perfile Qual o nosso contributo para o grupoO quê
  42. 42. 42Inovação Tudo à nossa volta se desenvolveu graças: a inovações permanentes à iniciativa de pôr em prática as ideias que tiveram Que as inovações se devem todas a: Génios InventoresPodempensar…
  43. 43. 43Inovação Mas… A maior parte das inovações surge com trabalho emEQUIPA As boas equipas são aquelas em que: As pessoas se complementam Todos estão sintonizados num mesmo objetivo
  44. 44. 44Trabalho de equipa Não há ninguém que tenha as qualidades todas para poderfazer tudo sozinhoPorquê? Mas a equipa pode reunir essas qualidades É que… Todos temos qualidades diferentes TODAS elas são necessárias no processo de inovação E…
  45. 45. 45Trabalho de equipa Algumas pessoas têm muitas ideias No entanto, ter ideias só, não basta! O que é preciso??? É preciso: Distinguir as boas ideias das más ideias Pôr as ideias em prática Por …
  46. 46. 46Trabalho de equipa Ou seja… Que pese as ideias e verifique que parte é que é aproveitável Que seja capaz de as pôr em prática Uma boa equipa tem de ter alguém: Que tenha
  47. 47. 47Trabalho de equipa É muito importante conhecerem as vossas qualidades, não sópelo que elas valem, mas sobretudo para conhecerem a melhorforma de trabalhar com outros em equipa As boas equipas NÃO SÃO aquelas em que todos os membrostêm o mesmo feitio e pensam todos da mesma maneira As boas equipas SÃO aquelas em que todos se completam ese equilibram uns aos outros
  48. 48. 48DinâmicaOs 12 Trabalhos de Hércules
  49. 49. 49Os 12 trabalhos de Hércules O que correu bem e o que correu mal? Porque cumpriram ou não cumpriram as tarefas? Quais as competências essenciais para trabalhar bem em equipa? Quais as vantagens do trabalho em equipa?
  50. 50. 50Trabalho de equipa O trabalho em equipa permite-nos atingir objetivos quesozinhos não Conseguiríamos atingir O trabalho em equipa exige: Importa desenvolver a capacidade de distribuir tarefas emconjunto com o grupo O trabalho em equipa exige que haja confiança no outro Articulação Coordenação Divisão de tarefas Responsabilidade de cada um
  51. 51. 51Criatividade A criatividade surge a maior parte das vezes de: Fazer associações inesperadas Questionar a prática corrente Observar a realidade circundante Experimentar e relacionar-se com pessoas diferentes
  52. 52. 52Criatividade Observação Experiência Uma boa rede de relaçõese São as três questões fundamentais para inovar, sobretudo secombinadas com:
  53. 53. 53CriatividadePorquê? Pensem noutras formas de resolver a situação e procuremdescobrir se não era Melhor para todas as partes…Porque não?E se? Também é permitido sonhar: se tivessem uma “varinha mágica”qual seria a solução que resolvia o problema a contento de todos? Tentem descobrir quem é que está envolvido na situação eporque é que resolvem as coisas daquela maneira…
  54. 54. 54Criatividade Há também algumas estratégias que podemos utilizar: Escolhe-se um tema (por exemplo, que novidade é que faltaà comunidade?) Durante cinco minutos, todos lançam ideias, com total liberdade,sem preocupação de serem boas ou más; Ninguém Critica!Tempestade de IdeiasBrainstormingIdeias novas
  55. 55. 55Criatividade Há também algumas estratégias que podemos utilizar: Alguém vai apontando todas as ideias num quadro ou papel Todos ajudam a agrupar as ideias, juntando as que foremsemelhantes ou tratarem da mesma coisa Todos pensam quais são os grupos de ideias mais interessantes,que propõem maior inovação e que são realizáveisTempestade de IdeiasBrainstormingIdeias novas
  56. 56. 56Criatividade Há também algumas estratégias que podemos utilizar: Pensem em outras situações que têm o mesmo tipo declientes (ou de fornecedores, ou qualquer outra restriçãosemelhante à que te parece ser mais importante no nosso projeto) Vejam como é que eles resolveram o assuntoAnalogia Vejam se pode aplicar a mesma solução ao vosso casoIdeias novas
  57. 57. 57Criatividadehttp://www.youtube.com/watch?v=u2BQbe_tLXchttp://www.youtube.com/watch?v=FB7vZyDgnC4http://www.youtube.com/watch?v=Ti1PPd8ZU&noredirect=1
  58. 58. 58Dinâmica
  59. 59. 59Sim! Falhei! O que sentimos ao falhar ? Vamos analisar: Porque é que o sentimos ? Como é que é visto o fracasso na sociedade? Que significado é que teve esta dinâmica? O que aprendemos com esta dinâmica?
  60. 60. 60Criatividade
  61. 61. 61Criatividade Se esta ficha ficar em branco é porque nunca arriscaram fazeralguma coisa nova… E a arriscar e a falhar também se aprende muita coisa importante! Não há que ter vergonha de falhar… Mas aprendemos também com as tentativas dos outros Pensem em tentativas que falharam e escrevam à frente o queé que poderiam modificar para ter êxito Se considerarmos o fracasso como uma experiência deaprendizagem deixará de ter poder sobre nós
  62. 62. 62Criatividade Se aprendermos com a experiência do fracasso, conduz-nospara o sucesso Na realidade, os empreendedores aprendem mais comfracassos do que com sucessos Frequentemente só aprendemos o que funciona quandoverificamos o que não funciona O velho provérbio chinês diz que:“Fracassar não é cair mas recusarlevantar-se de novo”
  63. 63. 63Criatividade Há dois benefícios que se retiram do falhar: Primeiro, fica-se a saber o que não funciona Segundo, tem-se a oportunidade de tentar de modo diferente Entender a falhae Conseguir guiar-se a si próprio e a outros através do “falhanço”éParte da mentalidade e competênciasde um empreendedor
  64. 64. 64Criatividade Um exemplo conhecido é o do inventor Edison falhou milhares de vezes até conseguir obter umalâmpada elétrica funcionalThomas Alva Edison Conhecido pela invenção da Lâmpada elétricaincandescente Qualquer outro teria visto em cada insucesso um fracassomas… Ele via um sucesso
  65. 65. 65Criatividade Porquê? Eliminava uma possibilidade Porque de cada vez que falhava:e isso o aproximava mais do seu objetivo Redesenhava a peça Fazia ajustamentos
  66. 66. 66Criatividade Se Edison tivesse considerado o empreendedorismo umfracasso, teria desistido e poderíamos hoje estar todosainda a ler à noite com lâmpadas de azeite
  67. 67. 67Tarefas a realizarEncontre alguma inspiraçãoQue empreendedor tem dentro de si?Aprendizagem takeawayReflexão "motivação no ensino"Plano de aula e recursos

×