Sessão 3- Workshop Formativo

396 views
365 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
396
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sessão 3- Workshop Formativo

  1. 1. Workshop em formato PowerPoint<br />(Diapositivo apresentação do tema, retirado da página da RBE)<br />Bibliotecas Escolares e o Modelo de <br />Auto-Avaliação<br />(Exposição oral)<br /> A sessão será composta por duas partes: a teórica e a prática.<br /> Na 1ª parte apresentarei o modelo, os seus objectivos e conceitos inerentes. Pretendo descrever factores críticos, factores de sucesso, formas de aferir o impacto da Biblioteca no desempenho escolar dos alunos da escola, apresentar o Modelo como instrumento para definir um Plano de Acção que tenha impacto no funcionamento global da escola e nas aprendizagens dos alunos (in : Modelo de Auto-Avaliação).<br /> Na 2ª parte realizarei uma actividade prática que leve os participantes a aplicar os conceitos descritos, seguida de entrega de um questionário sobre o conhecimento dos serviços prestados pela Biblioteca, como articulam com o programa curricular de cada área disciplinar e com o projecto Educativo da Escola. Daqui, pretendo retirar informação base para definir a actuação mais adequada a uma articulação efectiva, complementando e apoiando o trabalho dos professores.<br /> (Diapositivo)<br /> “…a biblioteca escolar constitui um contributo essencial para o sucesso educativo, sendo um recurso fundamental para o ensino e para a aprendizagem.” ( Bibliotecas Escolares: Modelo de Auto-Avaliação).<br /> (3º diapositivo)<br />Modelo de Auto-avaliação para as Bibliotecas Escolares:<br /> O que é e para que serve? <br />Estudos internacionais revelam que uma biblioteca escolar activa, colaborativa e atenta, tem grande impacto no sucesso educativo da escola em que se insere. O Modelo de Auto-avaliação serve de instrumento na construção de um plano ou programa de acção para a biblioteca, lembrando que este deve ser submetido a uma revisão constante, de forma a adaptar-se às necessidades reais da sua escola. <br /> A prorrogativa é: Identificar, articular, investigar, programar e agir! <br />(4º diapositivo)<br />Nesse sentido, a biblioteca assume um papel activo e dinâmico, na constante identificação de prioridades e aspectos críticos, e busca de respostas adequadas. <br />Procura articular o seu trabalho com o dos professores da escola e com o Projecto Curricular da Escola, aferindo necessidades de aprendizagem, investigando e tentando encontrar instrumentos actuais e eficazes no apoio/suporte ao trabalho curricular disciplinar.<br />“Quando os bibliotecários da escola e os professores trabalham juntos, os alunos atingem níveis mais elevados de literacia, leitura, aprendizagem, de sucesso na resolução de problemas e no alcance das competências necessárias para lidar com a informação e comunicação tecnológicas.”( IFLA 2000 / Unesco School Library Manifesto- adaptado).<br /> (5º diapositivo)<br />O professor bibliotecário deixa de se preocupar somente com a média de utilizações dos seus serviços, para se centrar na eficácia dessas utilizações, enquanto promotoras da aquisição de competências transformadoras de informação em conhecimento. A literacia da informação é ponto fulcral no desenvolvimento académico do aluno, e competência do professor bibliotecário assegurar que a biblioteca escolar contribui nesse sentido.<br />A auto-avaliação não serve somente para avaliar o volume da colecção existente, os recursos materiais inexistentes, nem o número de utilizações dos meios informáticos. Serve para avaliar a forma como esses recursos são disponibilizados e usados, qual o seu efeito na aquisição de competências para a literacia, na construção de conhecimento efectivo. Será que os alunos sabem seleccionar informação e transformá-la em conhecimento? Os resultados escolares e a integração/participação do aluno na vida escolar são bons indicadores do sucesso do programa da biblioteca escolar, bons indicadores de mudança. <br /> “(…) Biblioteca que contribui para o desenvolvimento da escola como <br /> escola inclusiva, interactiva e comunidade de aprendizagem enfortecida.”<br /> ( Ross Tod, adaptado).<br />(6ºdiapositivo)<br />Factores de sucesso<br />Apoio do Director e professores da escola/agrupamento de escolas:<br />É factor essencial para assegurar o impacto positivo do programa da biblioteca escolar nos resultados académicos dos alunos; ( Ross Todd,School librarian as teachers: Learning Outcomes and Evidence-Based Practise,adaptado).<br />Existência do Programa da Rede De Bibliotecas Escolares;<br />Existência de uma equipa de suporte à biblioteca: <br />A sua presença e disponibilidade podem libertar o professor bibliotecário das tarefas de rotina; ( Ross Todd, School librarian as teachers: Learning Outcomes and Evidence-Based Practise,adaptado).<br /> <br />Update constante dos professores acerca dos serviços e recursos digitais disponíveis na biblioteca;<br />Formação contínua do professor bibliotecário e equipa.<br /> <br />(7ºdiapositivo)<br />Esta estratégia de desenvolvimento e adaptação das bibliotecas escolares traz novos desafios ao professor bibliotecário:<br />A exigência de uma prática suportada por pesquisa e formação <br />profissional;<br />Adopção de uma pedagogia direccionada para a construção do conhecimento;<br />Dotar os alunos de competências para serem produtores do seu próprio conhecimento , (autonomia na aprendizagem).<br /> (Remate oral)<br />Essencialmente, o que se pede a um professor bibliotecário é que seja, antes de tudo, professor.<br /> Na segunda parte do workshop, lançarei um desafio aos professores: <br />Com base num tema inerente a uma área curricular disciplinar, Expressão Física e Motora, por exemplo, pedirei que procurem informação e a seleccionem para realização de um trabalho expositivo. Devem utilizar os recursos humanos e materiais disponíveis na biblioteca. Desta forma poderei avaliar a organização da colecção e sua funcionalidade.<br /> Entregarei no final um questionário aferindo necessidades educativas e aspectos críticos a intervencionar. <br /> <br />

×