Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Ergonomia ivon
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Ergonomia ivon

  • 106 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
106
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 1 Intervenção Ergonômicas nos estudos de Engenharia Básica quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 2. Integrantes: 2 Ivon da Costa Pereira Luciana Menezes de Aguiar Mayara Castro Marinilzon Ferreira Tariana Ramos Teixeira quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 3. Sumário 3  Conceito (ergonomia);  1° Etapa: Apreciação ergonômica;  2° Etapa: Diagnose ergonômica;  3° Etapa: Projeção ergonômica;  4° Etapa: Avaliação / Validação;  5° Etapa: Detalhamento ergonômico;  Engenharia Básica; Vídeo. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 4. Conceito de Ergonomia 4 É o estudo científico de adaptação dos instrumentos, condições e ambiente de trabalho ás capacidades psicofisiológicas e biomecânicas do homem. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 5. Apreciação ergonômica 5 A apreciação ergonômica é uma fase de mapeamento dos problemas ergonômicos da empresa. Nesta fase È feita a sistematização do sistema homem-tarefa-máquina e a delimitação dos problemas. Esta fase é de observação, entrevistas e registros dos operadores no seu local de trabalho, e termina com o parecer ergonômico, que È a apresentação ilustrada dos problemas e disfunções do sistema homem-tarefa-máquina. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 6. Apreciação ergonômica 6 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 7. Apreciação ergonômica 7 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 8. Diagnose Ergonômica 8 Na diagnose ergonômica são aprofundados os estudos sobre os problemas com maior prioridade, que são aqueles que causam maior desgaste ao homem. Aqui é levado em conta todo o ambiente real de trabalho executado pelo operário. Sendo assim, se faz valido um registro de comportamento e observações sistemáticas das atividades do trabalho em situação real. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 9. Diagnose Ergonômica 9 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 10. Diagnose Ergonômica 10 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 11. Projeção Ergonômica 11 A projeção o ergonômica é a fase onde se adapta a estação de trabalho, equipamentos e ferramentas às características físicas, psíquicas e cognitivas do operador. Aqui é feito o detalhamento de toda mudança a ser estabelecida futuramente. E enfim, ela termina apresentando o projeto ergonômico, seu conceito, suas configurações, dimensionamento, subsistema s de transporte e manipulação, entre outros. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 12. Projeção Ergonômica 12 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 13. Projeção Ergonômica 13 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 14. Projeção Ergonômica 14 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 15. Avaliação e Validação 15 A avaliação e validação e/ou testes ergonômicos é um processo feito com os usuários que trabalham nos locais onde ouve alguma intervenção ergonômica, através de simulações e avaliações de modelos de teste. Essa técnica tem como objetivo conseguir a participação dos usuários nas soluções a serem implantadas. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 16. Avaliação / Validação 16 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 17. Avaliação e Validação 17 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 18. Detalhamento ergonômico 18 A fase de detalhamento ergonômico é a revisão do projeto, após sua avaliação pelo empresário e aprovação pelos operários, seguindo as restrições de custos, as prioridades tecnológicas da empresa e as soluções técnicas disponíveis. Termina com as especificações ergonômicas para os subsistemas e componentes interfaciais, informacionais, acionais, comun icacionais, entre outras. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 19. Detalhamento ergonômico 19 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 20. Detalhamento ergonômico 20 quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 21. Engenharia Básica 21 Baseia-se no que foi concebido no Projeto Conceitual. Analisa e dimensiona as modificações principais que serão necessárias para execução do Projeto. É nesta etapa que se faz a maximização da relação performance/custo tanto para o processo de implantação quanto para o de produção, selecionando-se os padrões do projeto e consolidando a engenharia para utilidades. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 22. Engenharia Básica 22 A engenharia básica desenvolve-se em duas etapas: a primeira consiste na tomada de dados e elaboração de requerimentos de usuário e na segunda desenvolve-se o resto dos trabalhos descritos anteriormente. A aprovação desta engenharia representa uma sólida base para o desenvolvimento do detalhamento. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 23. Engenharia Básica 23 Na etapa da Engenharia Básica será desenvolvido o Projeto Básico, no qual se definirão todos os parâmetros de engenharia da planta, que permitirão proceder a aquisição e a qualificação de fornecedores, as cotações e compra de equipamentos e componentes principais do empreendimento. A Engenharia Básica antecederá a Gestão de Compras e a Engenharia de Detalhamento. Isto significa que com as informações do Projeto Básico será possível comprar os principais equipamentos. A etapa seguinte será o detalhamento de engenharia do projeto que permitirá a implantação física do empreendimento. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 24. Considerações finais 24 Este trabalho demonstra a relevância da Ergonomia como ferramenta essencial para solução de problemas laborais, especificamente com relação à proteção jurídica de uma empresa. Essa relevância decorre de ser a Ergonomia uma área do conhecimento humano que objetiva a otimização do trabalho. Por isso, ela pode ser um instrumento eficaz para a prevenção de acidentes de trabalho, e consequentemente, para a redução do risco de responsabilização civil do empregador. quarta-feira, 13 de novembro de 2013
  • 25. 25 quarta-feira, 13 de novembro de 2013