Introdução ao GeoServer 2.0
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Introdução ao GeoServer 2.0

on

  • 13,439 views

Este é um tutorial sobre o GeoServer 2.0, um quick start, con o intuito de dar uma noção geral de como utilizá-lo.

Este é um tutorial sobre o GeoServer 2.0, um quick start, con o intuito de dar uma noção geral de como utilizá-lo.

Statistics

Views

Total Views
13,439
Views on SlideShare
11,671
Embed Views
1,768

Actions

Likes
7
Downloads
410
Comments
0

7 Embeds 1,768

http://www.fernandoquadro.com.br 1718
http://www.slideshare.net 28
http://paper.li 11
url_unknown 4
http://translate.googleusercontent.com 3
http://www.mefeedia.com 2
http://www.linkedin.com 2
More...

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Introdução ao GeoServer 2.0 Introdução ao GeoServer 2.0 Presentation Transcript

    • Introdução ao
    • AGENDA • Introdução • Padrões OGC • Instalação • Configuração • Formatos de Saída • Aplicação
    • INTRODUÇÃO • GeoServer • GeoTools
    • INTRODUÇÃO • GeoServer – Servidor de informação geoespacial OGC; – Utilizado para publicação de dados através de mapas/imagens; – Implementa os padrões OGC: WMS, WFS, WCS, WFS-T; – Utiliza SLD (Styled Layer Descriptor) para representação dos estilos; – Desenvolvido utilizando a biblioteca GeoTools.
    • INTRODUÇÃO • GeoServer
    • INTRODUÇÃO • GeoTools – É uma biblioteca Java Open Source que fornece métodos para manipulação de dados geoespaciais; – Baseada nas especificações da OGC.
    • PADRÕES OGC • GML – Codificação XML para transporte e armazenamento de informação geográfica, incluindo propriedades espaciais e não espaciais; – Conjunto de regras com as quais um usuário passa a definir sua própria linguagem para descrever seus dados.
    • PADRÕES OGC • GML
    • PADRÕES OGC • WMS – Especificação OGC para a visualização de mapas na Internet; – Representação visual dos dados geográficos, e não os dados de fato; – Formatos de imagem, como PNG, GIF e JPEG, ou em formatos vetoriais, como o SVG.
    • PADRÕES OGC • Métodos – WMS • GetCapabilities - Obtém informações sobre o serviço propriamente dito e sobre as informações geoespaciais disponíveis. – Ex.: http://localhost:8080/geoserver/wms?request=GetCapabilities • GetFeatureInfo – Obtém informações associadas a uma região específica do mapa. – Ex: http://localhost:8080/geoserver/wms?bbox=-130,24,- 66,50&styles=population&format=jpeg&info_format=text/plain&request =GetFeatureInfo&layers=topp:states&query_layers=topp:states&width= 550&height=250&x=170&y=160
    • PADRÕES OGC • Métodos – WMS • GetMap - Obtém o mapa com os parâmetros geoespaciais e dimensionais bem definidos. – Ex.: http://localhost:8080/geoserver/wms?request=GetMap&l ayers=topp:states&bbox=-130,24,- 66,50&width=800&height=600&styles=quadra&Format=i mage/png
    • PADRÕES OGC • Métodos – WMS • GetLegendGraphic – Obtém a legenda de uma layer. – Ex.: http://localhost:8080/geoserver/wms/GetLegendGraphic?FOR MAT=image/png&WIDTH=20&HEIGHT=20&LAYER=topp:state s
    • PADRÕES OGC • WFS – Especificação OGC que define um serviço, para que clientes possam recuperar objetos (features) geoespaciais em formato GML; – O serviço pode ser implementado pelo servidor em duas versões: • Básica • Transacional
    • PADRÕES OGC • Métodos – WFS • GetCapabilities – Ex: http://localhost:8080/geoserver/wfs/request=GetCapabilities • GetFeature - é responsável por retornar instâncias de dados oferecidos pelo serviço, representadas por documentos no formato GML. – Ex.: http://localhost:8080/geoserver/wfs/GetFeature?typeName=top p:states • DescribeFeatureType – Retorna a estrutura da Feature em GML – http://localhost:8080/geoserver/wfs/DescribeFeatureType?type name=topp:states
    • PADRÕES OGC • WCS – Acesso a dados que representam fenômenos com variação contínua no espaço; – Padrão que segue a especificação OGC; – Serviço específico para o tratamento de dados modelados, como geocampos.
    • PADRÕES OGC • Métodos – WCS • GetCapabilities – Ex.: http://localhost:8080/geoserver/wcs?request=GetCapabilities • DescribeCoverage – Ex: http://localhost:8080/geoserver/wcs?request=DescribeCoverage&servic e=WCS&version=1.0.0
    • PADRÕES OGC • Métodos – WCS • DescribeCoverage – Ex.: http://localhost:8080/geoserver/wcs?REQUEST=DescribeCove rage&SERVICE=WCS&VERSION=1.0.0&COVERAGE=Rectifyi konos_mini
    • PADRÕES OGC • SLD – Formato de uma linguagem de estilos para produção de mapas; – A idéia é permitir o controle do visual dos mapas produzidos por um serviço;
    • PADRÕES OGC • SLD
    • PADRÕES OGC – SLD: Utilizando External Graphics
    • PADRÕES OGC – SLD: Utilizando External Graphics
    • PADRÕES OGC
    • INSTALAÇÃO • Arquivos utilizados • GeoServer Data Directory • Instalação – No Windows – No Tomcat
    • INSTALAÇÃO • Arquivos utilizados – Arquivo Executável • http://downloads.sourceforge.net/geoserver/geoserver- 2.0.exe – Arquivo WAR • http://downloads.sourceforge.net/geoserver/geoserver-2.0- war.zip
    • INSTALAÇÃO • GeoServer Data Directory – É onde serão armazenadas as configurações e os dados do GeoServer; – Além deles, ficam armazenados também os estilos (SLD), FeatureTypes que contêm as configurações das layers, e também as imagens georeferenciadas, que são chamadas de Coverages (ex.: Raster).
    • INSTALAÇÃO • Instalando no Windows – Crie no seu diretório raiz (C:) uma pasta chamada GeoServerDataDir; – Esta pasta será utilizada como diretório de dados do GeoServer.
    • INSTALAÇÃO • Instalando no Windows – Utilize o arquivo executável.
    • INSTALAÇÃO • Instalando no Windows
    • INSTALAÇÃO • Instalando no Windows – Nesta tela você deve selecionar a pasta GeoServerDataDir.
    • INSTALAÇÃO • Instalando no Windows – Caso seja a primeira Instalação, você deve copiar para GeoServerDataDir contéudo de [GeoServer_Install] webappsgeoserver data_dir .
    • INSTALAÇÃO • Instalando no Tomcat – Para instalar o GeoServer, você deverá entrar na página do Tomcat - localizada por padrão em http://localhost:8080/ -, selecionar a opção Tomcat Manager e autenticar-se; – Feito isso, aparecerá uma lista com as aplicações que estão rodando no Tomcat e, abaixo, a opção “WAR file to deploy”. Selecione o arquivo geoserver.war e clique no botão “Deploy”.
    • INSTALAÇÃO • Instalando no Tomcat
    • INSTALAÇÃO • Definindo o GeoServer Data Dir no Tomcat – Crie uma pasta em local de sua prefêrencia; – Vá em [tomcat_install]/webapps/geoserver/WEB-INF e edite o arquivo web.xml, conforme mostra a figura abaixo.
    • CONFIGURAÇÃO • Introdução • Config
    • CONFIGURAÇÃO • Introdução – No curso, utilizaremos o GeoServer que foi instalado a partir do executável; – Para iniciar o GeoServer, vá em Iniciar -> Todos os programas -> GeoServer 2.0.0 -> Start GeoServer; – O sistema abrirá uma tela de console; deixe-a aberta; – Digite no browser a seguinte URL: http://localhost:8080/geoserver/ .
    • CONFIGURAÇÃO • Introdução – Para você acessar a área administrativa do GeoServer, terá de efetuar o login. Por default, o username é admin e a password é geoserver.
    • CONFIGURAÇÃO • Server • WMS • WFS • WCS • Data – Workspace – Store – Layers – Layer Groups – Style
    • CONFIGURAÇÃO • Server – Configurações avançadas; – Informações de contato (utilizadas no metadado); – Definição de usuário e senha do administrador.
    • CONFIGURAÇÃO • WMS – Descrição do serviço, palavras-chave, nome – Informações utilizadas no metadados – Configuração da renderização da imagem e interpolação
    • CONFIGURAÇÃO • WFS – Funcionalidades – Descrição do serviço, palavras-chave, nome – Informações utilizadas no metadados
    • CONFIGURAÇÃO • WCS – Descrição do serviço, palavras-chave, nome – Informações utilizadas no metadados
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Workspace • É onde registrados os contextos das camadas, para possa ser possível diferenciar os grupos de camdas facilmente;
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Workspace (Adicionando um novo workspace) • Selecione o link “Add new workspace”; • Insira a descrição e o URI desejada; • Clique em “Submit”.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Style • É onde são inseridos os estilos que serão utilizados pelas FeatureTypes; • O GeoServer trabalha com os estilos no formato SLD.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Style (Adicionando um novo estilo) • Selecione o link “Add a new style”; • Insira o nome que deseja dar ao estilo; • Clique em “Browse”, selecione o estilo que deseja adicionar; • Clique em “Submit”.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Style (Adicionando um novo estilo)
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Style (Aplicação prática) • Insira os seguintes estilos no GeoServer: – Brasil – Eixo – Via – Quadra – Lote
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Store • É onde ficam declaradas as configurações dos dados que serão utilizados pelo GeoServer; • O GeoServer trabalha com os formatos PostGIS, Oracle Spatial, SQL Server, ArcSDE, MySQL, DB2, Shapefile, Properties e Web Feature Server.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Store (Adicionando um Store) • Selecione a opção “Store”’; • Selecione a opção “Add new store”; • Selecione o tipo (neste primeiro caso, PostGIS); • Preencha as informações requeridas e clique em “Submit”.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Store (Adicionando um Store) • Selecione a opção “Store”; • Selecione a opção “Add new store”; • Selecione o tipo (Shapefile); • O sistema apresentará a tela para o cadastro do Shapefile. • Preencha as informações requeridas e clique em “Submit”.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Store (Adicionando um Store) • É importante ressaltar que, antes de configurar o Shapefile, ele deverá estar na pasta [Geoserver_Data_Directory]Data .
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Store (Aplicação prática) • Crie um Store para cada um dos Shapes abaixo: – Brasil – Eixo – Via – Quadra – Lote • Crie uma pasta para cada Shape no diretório de dados do GeoServer.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Layer • É onde são configurados as camadas; • Onde são definidos os atributos do layer, como o nome com que ele aparecerá em uma chamada WMS, o estilo que estará vinculado a ele, SRS, entre outros.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Layer (Adicionando uma Layer) • Para adicionar uma Layer, é necessário que ela tenha sido declarada no Store em forma de arquivo ou banco de dados; • Após ter verificado isso, clique em “Add new resource”. Aparecerá uma tela com a listagem das Layers. Selecione a que deseja configurar.
    • CONFIGURAÇÃO • Data – Layer (aplicação prática) • Configure os Shapes inseridos através do Store, vinculando-os aos seus respectivos estilos (SLD);
    • FORMATOS DE SAÍDA • OpenLayers • GeoRSS • GeoJSON • PDF • SVG • KML • Imagens (GIF, JPEG, PNG)
    • FORMATOS DE SAÍDA • OpenLayers (application/openlayers) – Com este formato não é preciso de uma aplicação web por mais simples que seja, ou um Desktop GIS para navegar (pan, zoom in, zoom out) nos layers desejados. Você faz a solicitação e o mapa aparece no seu browser automaticamente. • GeoRSS (application/rss+xml) – O RSS formato conhecido e já popularizado na internet agora tem a sua versão Geo, para disponibilizar dados geoespaciais. • PDF (application/pdf)
    • FORMATOS DE SAÍDA • KML (application/vnd.google-earth.kml+XML) – Formato de arquivo que possibilita a visualização de dados espaciais no Google Earth. • SVG (image/svg+xml) – Trata-se de uma linguagem XML para descrever de forma vetorial desenhos e gráficos bidimensionais, quer de forma estática, quer dinâmica ou animada. Umas das principais características dos gráficos vetoriais, é que não perdem qualidade ao serem ampliados. A grande diferença entre o SVG e outros formatos vetoriais, é o fato de ser um formato aberto, não sendo propriedade de nenhuma empresa.
    • FORMATOS DE SAÍDA
    • FORMATOS DE SAÍDA • SHAPE-ZIP – http://localhost:8080/geoserver/wfs?request=getfeature&service =wfs&version=1.0.0&typename=states&outputformat=SHAPE- ZIP • GeoJSON – O GeoJSON, nada mais é que o “transporte” de dados geoespacializados no formato JSON. – http://localhost:8080/geoserver/wfs?request=GetFeature&typena me=topp:states&maxfeature=1&outputformat=json
    • APLICAÇÃO • Google Earth • uDig
    • APLICAÇÃO • GeoServer com Google Earth
    • APLICAÇÃO • GeoServer com Google Earth – Para visualizar seus dados no Google Earth, vá em Add -> Network Link; – Preencha o campo “Name” como desejar; – No campo “Link”, coloque a seguinte URL: • http://localhost:8080/geoserver/wms?service=WMS&request =GetMap&format=application/vnd.google- earth.kml+XML&width=1024&height=1024&srs=EPSG:4326 &layers=topp:quadra_geo&styles=quadra&bbox=-180,- 90,180,90 – Clique no botão “OK”.
    • APLICAÇÃO • GeoServer com uDig
    • LINKS • GeoServer: http://www.geoserver.org • uDig: http://udig.refractions.net • Lista GeoServer-BR: http://tech.groups.yahoo.com/group/geoserver • GeoTools: http://www.geotools.org • Geoserver User List: https://lists.sourceforge.net/lists/listinfo/geoserver-users • OpenLayers: http://www.openlayers.org
    • Dúvidas? Comunidade GeoServer-BR http://tech.groups.yahoo.com/group/geoserver/
    • Obrigado! Fernando Quadro contato@fernandoquadro.com.br