Programação deComputadoresAula 4 e 523 e 30/08/2012Profª Ms. Engª Elaine Cecília GattoUnidade 4: Vetores, Matrizes e Strin...
Matrizes• Matrizes precisam de dois índices, ao invés de apenas um,  como no caso do vetor.• São estruturas multidimension...
Matrizes• Exemplos:• Int numeros [2] [3] : criando uma matriz do tipo inteiro com 2 linhas  e 3 colunas – matriz retangula...
Matrizes• Exemplos: notas de alunos – int notas [5] [2];   POSIÇÃO             1               2                   Bimestr...
MATRIZES#include <stdio.h>#include <conio.h>int main() {         int numero[5][5], linha=0, coluna=0;         for(linha=0;...
Matrizes#include <stdio.h>#include <stdlib.h>int main(){  //duas linhas: alunos  //quatro colunas: 3 notas mais a média  f...
Matrizes//incluindo notas  for(i=0; i<2; i++){        printf(" n Digite as notas do aluno %d: ", i+1);        printf(" n "...
Matrizes //apresentando as notas por aluno   for(i=0; nt<4; i++){         printf(" n Notas do aluno %d: ", i+1);         p...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Vetores, Matrizes e Strings em C Parte 2

899

Published on

Vetores, Matrizes e Strings em C Parte 2

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
899
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Vetores, Matrizes e Strings em C Parte 2

  1. 1. Programação deComputadoresAula 4 e 523 e 30/08/2012Profª Ms. Engª Elaine Cecília GattoUnidade 4: Vetores, Matrizes e StringsCurso de Bacharelado em Engenharia de ComputaçãoUniversidade do Sagrado Coração – USCBauru/SP
  2. 2. Matrizes• Matrizes precisam de dois índices, ao invés de apenas um, como no caso do vetor.• São estruturas multidimensionais.• Cada elemento de cada linha ou coluna é inicializado com o índice zero.• Sintaxe:• tipodavariavavel nomedavariavel[linha, coluna]• Tipo da variável: tipo de dado – char, int, float, etc;• Nome da variável: identificador;• [linha, colunha]: apresenta o tamanho da matriz, as dimensões, quantas linhas e colunas a matriz possui
  3. 3. Matrizes• Exemplos:• Int numeros [2] [3] : criando uma matriz do tipo inteiro com 2 linhas e 3 colunas – matriz retangular Coluna 1 Coluna 2 Coluna 3 Linha 1 L1_C1 L1_C2 L1_C3 Linha 2 L2_C1 L2_C2 L2_C3• Int numeros [4] [4] : criando uma matriz do tipo inteiro com 4 linhas e 4 colunas – matriz quadrada Coluna 1 Coluna 2 Coluna 3 Coluna 4 Linha 1 L1_C1 L1_C2 L1_C3 L1_C4 Linha 2 L2_C1 L2_C2 L2_C3 L2_C4 Linha 3 L3_C1 L3_C2 L3_C3 L3_C4 Linha 4 L4_C1 L4_C2 L4_C3 L4_C4
  4. 4. Matrizes• Exemplos: notas de alunos – int notas [5] [2]; POSIÇÃO 1 2 Bimestre 1 Bimestre 2 ÍNDICE DA LINHA Aluno 1 5,0 10,0 0 Aluno 2 10,0 4,0 1 Aluno 3 7,0 6,0 2 Aluno 4 3,0 9,0 3 Aluno 5 4,0 8,0 4 ÍNDICE DA 0 1 COLUNA
  5. 5. MATRIZES#include <stdio.h>#include <conio.h>int main() { int numero[5][5], linha=0, coluna=0; for(linha=0; linha<5; linha++) { for(coluna=0; coluna<5; coluna++) { printf(“ n digite um numero para a linha %d, coluna%d: “, linha+1, coluna+1); scanf(“%d”, &numero*linha+*coluna+); } } getch(); return(0);}
  6. 6. Matrizes#include <stdio.h>#include <stdlib.h>int main(){ //duas linhas: alunos //quatro colunas: 3 notas mais a média float notas[2][4], total=0; int i, nt; for(i=0; i<2; i++){ for(nt=0; nt<4; nt++){ notas[i][nt]=0; } }
  7. 7. Matrizes//incluindo notas for(i=0; i<2; i++){ printf(" n Digite as notas do aluno %d: ", i+1); printf(" n "); total=0;//limpa o total para cada aluno //a quarta ocorrência - índice 3 - é usado para fazer a média for(nt=0; nt<3; nt++){ printf(" n Digite a nota %d: ", nt+1); scanf("%f", &notas[i][nt]); total=total+notas[i][nt]; } //a média será armazenada no índice 3 notas[i][3]=(total/3); }
  8. 8. Matrizes //apresentando as notas por aluno for(i=0; nt<4; i++){ printf(" n Notas do aluno %d: ", i+1); printf(" n "); for(nt=0; nt<4; nt++){ if(nt<3){ printf(" n Nota %d: %2.1f ", nt+1, notas[i][nt]); } else { printf(" n Media %2.1f ", notas[i][nt]); } } } printf(" n n "); system("pause"); return(0);}
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×