Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
2009 1 - sistemas operacionais - aula 2 - conceitos basicos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

2009 1 - sistemas operacionais - aula 2 - conceitos basicos

  • 294 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
294
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
24
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Sistemas Operacionais -Conceitos Básicos Ernesto Massa (slides fornecidos pela Prentice Hall e adaptados para esta disciplina) 1Pearson Education Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 2. Introdução  Capítulo 1 O que é um sistema operacional  História dos sistemas operacionais  Conceitos sobre sistemas operacionais  Chamadas ao sistema  Estrutura de sistemas operacionaisPearson Education 2 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 3. Relembrando...  Componentes de um Sistema Computacional:Pearson Education 3 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 4. Relembrando...  Multiprogramação: Memória SPOOL SPOOL de de JOB’s Impressão tarefa 9 tarefa 10 tarefa 3 tarefa 4 tarefa 5 tarefa 1 tarefa 11 tarefa 2 tarefa 6 tarefa 7 tarefa 8 Escalonamento de tarefas Escalonamento de CPU CPUPearson Education 4 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 5. Conceitos sobre Sistemas Operacionais  Programa:  Processo:  Componentes:  Componentes:  Código executável;  Código executável;  Valor das variáveis do programa (dados);  Dispositivos alocados;  Pilhas;  Registradores, etc.  Entidade Passiva.  Entidade Ativa.Pearson Education 5 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 6. Conceitos sobre Sistemas Operacionais Vetor de Interrupções Modo Usuário Modo Monitor Apenas Serviço 1 Todas as instruções não instruções privilegiadas disponíveis System Rotinas Serviço 2 Call do S.O. Processo Serviço 3 Retorno do controle para a aplicação6Pearson Education Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 7. System Call’s  Interface entre os processos e o S.O.;  Disponíveis diretamente em linguagem de montagem;  Incorporadas ao compilador nas linguagens de alto nível;  Chamadas feitas diretamente: C, C++;  Passagem de parâmetros:  Registradores;  Memória;  Pilhas do Sistema;Pearson Education 7 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 8. Sistemas Operacionais Monolíticos Modo Modo  Os procedimentos do S.O. não estão estruturados de Usuário Monitor (kernel) uma forma específica.  O Sistema Operacional é formado por uma coleção de procedimentos com interface e funcionalidades Rotinas hardware bem definidas; do S.O.  Qualquer procedimento pode fazer chamadas a System qualquer procedimento; Call Aplicaçã Aplicaçã Vetor de oo 8Pearson Education Interrupções Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 9. Estrutura de Sistemas Operacionais  Modelo simples de estruturação de um sistema monolíticoPearson Education 9 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 10. Sistemas Operacionais em Camadas Modo Modo  Camadas com funções Usuário Monitor específicas;  Cada camada utiliza os serviços da camada inferior e fornece serviços à camada superior;  Camadas inferiores são máquinas estendidas; Rotinas hardware  A hierarquia de níveis do S.O. protege as camadas mais internas; System  Prejudica a performance Call do sistema; Aplicaçã Aplicaçã Vetor de oo 10Pearson Education Interrupções Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 11. Estrutura de Sistemas Operacionais  Estrutura do sistema operacional THEPearson Education 11 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 12. Máquinas Virtuais  Permitem o compartilhamento do Usuários / Usuários / Usuários / mesmo hardware por diversos S.O. Aplicações Aplicações Aplicações  Implementa apenas a função de multiprogramação;  É uma imagem perfeita do hardware real; sistema 1 sistema 2 sistema 3  Complexidade:  Modos Monitor e Usuário kernel virtuais;  Benefícios: hardware  VM totalmente isoladas;  Redes virtuais;  Compartilhamento de dispositivos; Ambiente de testes; Pearson Education 12 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 13. Máquinas Virtuais  Exemplo da utilização desta Aplicação arquitetura pela Java linguagem Java:  Independência do Hardware Máquina Virtual Java  Portabilidade; Sistema Operacional hardwarePearson Education 13 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 14. Estrutura de Sistemas Operacionais  Estrutura do VM/370 com o CMSPearson Education 14 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 15. Sistemas Operacionais Cliente / Servidor (Microkernel)  Kernel menor possível;  Serviços disponibilizados como Servidores no Aplicações modo usuário; Cliente  Solicitação de serviços através de mensagens; Modo Usuário  A principal tarefa do Microkernel é prover a Servidores troca de mensagens Modo entre processos; Microkernel Monitor  S.O. de maior hardware portabilidade e mais confiável;  Filosofia ideal para sistemas distribuídos;Pearson Education 15 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 16. Estrutura de Sistemas Operacionais  O modelo cliente-servidorPearson Education 16 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição
  • 17. Estrutura de Sistemas Operacionais  O modelo cliente-servidor em um sistema distribuídoPearson Education 17 Sistemas Operacionais Modernos – 2ª Edição