Your SlideShare is downloading. ×
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Programação functional reativa: lidando com código assíncrono
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Programação functional reativa: lidando com código assíncrono

663

Published on

Palestra da QCon São Paulo, 2014

Palestra da QCon São Paulo, 2014

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
663
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Programação Funcional Reativa: Lidando com código assíncrono QCon São Paulo, 2014 Leonardo Borges @leonardo_borges www.leonardoborges.com www.thoughtworks.com
  • 2. Sobre ‣ Consultor Senior na ThoughtWorks Australia ‣ Entusiasta de Programação Functional ‣ Clojure geek ‣ Fundador do Grupo de Usuários Clojure de Sydney ‣ No momento escrevendo o livro “Clojure Reactive Programming”
  • 3. var result = 1;! numbers.forEach(function(n){! if(n % 2 === 0) {! result *= n;! }! });! console.log( result );! // 8! var numbers = [1,2,3,4,5]; Em programação imperativa, descrevemos computações como uma serie de ações que modificam o estado do programa
  • 4. Em programação imperativa, descrevemos computações como uma serie de ações que modificam o estado do programa var result = 1;! numbers.forEach(function(n){! if(n % 2 === 0) {! result *= n;! }! });! console.log( result );! // 8! var numbers = [1,2,3,4,5]; Requer uma variável para armazenar estado
  • 5. var result = 1;! numbers.forEach(function(n){! if(n % 2 === 0) {! result *= n;! }! });! console.log( result );! // 8! var numbers = [1,2,3,4,5]; Iteramos sobre os itens do array Em programação imperativa, descrevemos computações como uma serie de ações que modificam o estado do programa
  • 6. var result = 1;! numbers.forEach(function(n){! if(n % 2 === 0) {! result *= n;! }! });! console.log( result );! // 8! var numbers = [1,2,3,4,5]; E na mesma função filtramos os itens… Em programação imperativa, descrevemos computações como uma serie de ações que modificam o estado do programa
  • 7. var result = 1;! numbers.forEach(function(n){! if(n % 2 === 0) {! result *= n;! }! });! console.log( result );! // 8! var numbers = [1,2,3,4,5]; …e efetuamos a multiplicação. Em programação imperativa, descrevemos computações como uma serie de ações que modificam o estado do programa
  • 8. Já em programação funcional, descrevemos o que queremos fazer e não como queremos fazê-lo var numbers = [1,2,3,4,5]; var result = numbers! .filter(function(n){ return n % 2 === 0; })! .reduce(function(acc, n){! return acc * n;! });! console.log( result );! // 8!
  • 9. Já em programação funcional, descrevemos o que queremos fazer e não como queremos fazê-lo var numbers = [1,2,3,4,5]; var result = numbers! .filter(function(n){ return n % 2 === 0; })! .reduce(function(acc, n){! return acc * n;! });! console.log( result );! // 8! Nenhuma variável necessária para a mesma computação
  • 10. Já em programação funcional, descrevemos o que queremos fazer e não como queremos fazê-lo var numbers = [1,2,3,4,5]; var result = numbers! .filter(function(n){ return n % 2 === 0; })! .reduce(function(acc, n){! return acc * n;! });! console.log( result );! // 8! E temos duas funções que podem ser re-utilizadas de forma independente
  • 11. A programação funcional reativa traz o mesmo princípio para valores com os quais lidamos no dia-a-dia: eventos DOM como clicks, key presses, movimentos do mouse, chamadas Ajax…
  • 12. Antes de definir um pouco mais formalmente o que eh FRP, vamos olhar um exemplo
  • 13. Movimentos em um jogo var JUMP = 38, CROUCH = 40,! LEFT = 37, RIGHT = 39,! FIRE = 32;! ! function goRight (){! $('h1').html("Ir para a direita...");! }! ! function goLeft (){! $('h1').html("Ir para a esquerda...");! }! ! function jump (){! $('h1').html("Pular...");! }! ! function crouch (){! $('h1').html("Abaixar...");! }! ! function fire (){! $('h1').html("Atirar...");! }
  • 14. Movimentos em um jogo: estilo imperativo $(window.document).keyup(function(event){! switch(event.keyCode){! case JUMP :! jump();! break;! case CROUCH:! crouch();! break;! case LEFT :! goLeft();! break;! case RIGHT :! goRight();! break;! case FIRE :! fire();! break;! };! });
  • 15. Temos problemas similares ao exemplo anterior
  • 16. Porém, podemos imaginar que key presses são um stream de teclas
  • 17. Para a versão funcional, utilizaremos o framework de FRP RxJS
  • 18. Movimentos em um jogo: estilo funcional var source = Rx.Observable.fromEvent(window.document, 'keyup'); function isKey (keyCode){! return function(event){! return event.keyCode === keyCode;! };! } source.filter(isKey(FIRE)).subscribe(fire);! source.filter(isKey(JUMP)).subscribe(jump);! source.filter(isKey(CROUCH)).subscribe(crouch);! source.filter(isKey(LEFT)).subscribe(goLeft);! source.filter(isKey(RIGHT)).subscribe(goRight);!
  • 19. Um pouco mais sobre FRP ‣ Criado em 1997 por Conal Elliott na forma do framework Fran para Haskell ‣ Desde então foi implementada em diversas linguagens e frameworks: Rx(.NET| JS|Java), reactive-banana (Haskell), Bacon.js, Elm-lang (compile-to-JS) e outros… ‣ Introduz duas abstrações principais: Behaviors e Events
  • 20. Exemplo de Behavior: posição do cursor do mouse function mouseXYBehavior(){! var behavior = new Rx.BehaviorSubject([0,0]);! $(window.document).mousemove(function(event){! behavior.onNext([event.clientX, event.clientY]);! });! return behavior;! } var xyBehavior = mouseXYBehavior();! xyBehavior.subscribe(function(xy){! $('h1').html('(' + xy[0] + ',' + xy[1] + ')');! });! ! console.log( xyBehavior.value );!
  • 21. Um pouco mais sobre Rx - Rx 101 Rx.Observable.returnValue(42)! .map(function(value){ return value * 2; })! .subscribe(function(value){! console.log( value );! });! ! // 84!
  • 22. Um pouco mais sobre Rx - Rx 101 Rx.Observable.fromArray([10, 20, 30])! .map(function(value){ return value * 2; })! .reduce(function(acc, value){ return acc + value; })! .subscribe(function(value){! console.log( value );! });! ! // 120
  • 23. Um pouco mais sobre Rx - Rx 101 function projectRange(n){! return Rx.Observable.fromArray(_.range(n));! }! ! Rx.Observable.fromArray([1, 2, 3])! .flatMap(projectRange)! .subscribe(function(value){! console.log( value );! });! ! // 0! // 0! // 1! // 0! // 1! // 2
  • 24. ?
  • 25. Rx.Observable.fromArray([1, 2, 3]) 1 2 3
  • 26. Rx.Observable.fromArray([1, 2, 3])! .flatMap(projectRange) projectRange(2) 0 1 projectRange(1) 0 projectRange(3) 0 1 2 0 0 1 0 1 2
  • 27. Combinar Observables dessa forma é uma técnica poderosa como veremos mais adiante
  • 28. E comunicação com a rede?
  • 29. E comunicação com a rede? ‣ Callback hell :( ‣ Promises melhoram um pouco mas tem limitações ‣ Funcionam bem para um nível de valores ‣ Porém são um mecanismo pobre de composição ‣ E se tivermos uma série de valores que muda ao decorrer do tempo?
  • 30. Exemplo: uma simples aplicação de votos
  • 31. O que queremos: ‣ Mostrar os resultados da pergunta atual ‣ Atualizar os resultados a cada 2 segundos ‣ Se a pergunta atual for a mesma que a pergunta anterior, atualizamos o resultado. Senão: ‣ Paramos com a atualização periódica; ‣ Mostramos uma mensagem de countdown; ‣ Mostramos a pergunta anterior com os resultados; ‣ Reiniciamos a atualização periódica
  • 32. Resultados da parte servidor da aplicação {! id: 1,! question: "Which is the best music style?",! results: {! a: 8,! b: 20,! c: 15! }! }!
  • 33. A idéia principal
  • 34. Primeiro, tornamos os resultados em um Observable 4 3 3 2 1 1
  • 35. Depois, duplicamos o Observable, pulando um elemento 4 3 3 2 1 1 5 4 3 3 2 1 skip(1)
  • 36. Finalmente, zippamos os Observables 4 3 3 2 1 1 5 4 3 3 2 1 zip [5,4] [4,3] [3,3] [3,2] [2,1] [1,1]
  • 37. Agora temos acesso em um único observable a ambos os resultados
  • 38. Demo https://github.com/leonardoborges/qcon2014-frp-code
  • 39. Recapitulando a idéia principal function resultsObservable () {! return Rx.Observable.create(function(observer){! $.get( "/polls/current/results", function(data) {! observer.onNext(data);! observer.onCompleted();! return function () {! console.log('disposed');! };! });! });! }
  • 40. Recapitulando a idéia principal function resultsConnectable () {! var obs = Rx.Observable! .interval(2000)! .flatMap(resultsObservable)! .publish()! .refCount();! var obs1 = obs.skip(1);! return Rx.Observable.zipArray(obs, obs1);! }! Tornamos os resultados em um Observable
  • 41. Recapitulando a idéia principal function resultsConnectable () {! var obs = Rx.Observable! .interval(2000)! .flatMap(resultsObservable)! .publish()! .refCount();! var obs1 = obs.skip(1);! return Rx.Observable.zipArray(obs, obs1);! }! Duplicamos o mesmo, pulando um elemento
  • 42. Recapitulando a idéia principal function resultsConnectable () {! var obs = Rx.Observable! .interval(2000)! .flatMap(resultsObservable)! .publish()! .refCount();! var obs1 = obs.skip(1);! return Rx.Observable.zipArray(obs, obs1);! }! Finalmente, “zippamos” os Observables
  • 43. Show! Será que existe uma forma mais simples de implementar a mesma funcionalidade? Certamente!
  • 44. A mesma funcionalidade, explorando mais da API de Rx function resultsBuffer () {! return Rx.Observable! .interval(2000)! .flatMap(resultsObservable)! .bufferWithCount(2, 1);! }
  • 45. Explore e entenda a fundo a API do seu framework de FRP favorito: muito provavelmente o que você precisa já foi implementado por alguém
  • 46. Em ambas as soluções, não precisamos de uma variável extra para armazenar a pergunta anterior
  • 47. Pensar de forma funcional e utilizar um framework de FRP nos permite implementar soluções simples e robustas
  • 48. "FRP is about handling time-varying values like they were regular values" - Haskell Wiki (FRP lida com valores que mudam ao decorrer do tempo como se fossem valores regulares)
  • 49. Exemplo bônus: API Reativa para AWS function resourcesStream (stackName) {! return Rx.Observable.create(function(observer){! cloudFormation.describeStackResources({StackName: stackName}, function(err, data){! if (err) {! observer.onError("Error");! observer.onCompleted();! } else {! observer.onNext(data);! observer.onCompleted();! }! });! });! }
  • 50. Exemplo bônus: API Reativa para AWS function ec2InstanceStream (physicalResourceIds) {! return Rx.Observable.create(function(observer){! ec2.describeInstances({InstanceIds: physicalResourceIds}, function (err, data) {! if (err) {! observer.onError("Error");! observer.onCompleted();! } else {! observer.onNext(data);! observer.onCompleted();! }! });! });! }
  • 51. Exemplo bônus: API Reativa para AWS function dbInstanceStream (physicalResourceId) {! return Rx.Observable.create(function(observer){! rds.describeDBInstances({DBInstanceIdentifier: physicalResourceId}, function (err, data) {! if (err) {! observer.onError("Error");! observer.onCompleted();! } else {! observer.onNext(data);! observer.onCompleted();! }! });! });! }
  • 52. Exemplo bônus: API Reativa para AWS resourcesStream('my-stack')! .filter(isEC2)! .map(".PhysicalResourceId")! .reduce([], function(acc, resource) { acc.push(resource); return acc;})! .flatMap(ec2InstanceStream);!
  • 53. Exemplo bônus: API Reativa para AWS var ec2Data = resourcesStream('my-stack')! .filter(isEC2)! .map(".PhysicalResourceId")! .reduce([], function(acc, resource) { acc.push(resource); return acc;})! .flatMap(this.ec2InstanceStream); var rdsData = resourcesStream('my-stack')! .filter(isRDS)! .map(".PhysicalResourceId")! .reduce([], function(acc, resource) { acc.push(resource); return acc;})! .flatMap(dbInstanceStream);!
  • 54. Exemplo bônus: API Reativa para AWS var ec2Data = resourcesStream('my-stack')! .filter(isEC2)! .map(".PhysicalResourceId")! .reduce([], function(acc, resource) { acc.push(resource); return acc;})! .flatMap(this.ec2InstanceStream); var rdsData = resourcesStream('my-stack')! .filter(isRDS)! .map(".PhysicalResourceId")! .reduce([], function(acc, resource) { acc.push(resource); return acc;})! .flatMap(dbInstanceStream);!
  • 55. Exemplo bônus: API Reativa para AWS ec2Data! .merge(rdsData)! .reduce([], function(acc, resource) { acc.push(resource); return acc;});!
  • 56. Simples de entender, manter e testar. FRP #FTW!
  • 57. Obrigado! Perguntas? Leonardo Borges @leonardo_borges www.leonardoborges.com www.thoughtworks.com
  • 58. Referências ‣ Código: https://github.com/leonardoborges/qcon2014-frp-code ! ‣ RxJS: https://github.com/Reactive-Extensions/RxJS ‣ RxJava: https://github.com/Netflix/RxJava ! Outras implementações: ‣ Bacon.js: https://github.com/baconjs/bacon.js ‣ Reactive Banana: http://www.haskell.org/haskellwiki/Reactive-banana ‣ Elm: http://elm-lang.org/

×