Sga automação de-teste

484 views
442 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
484
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Apresentação da equipe.
  • Automação:Éa aplicação de técnicascomputadorizadasoumecânicasparadiminuir o uso de mão-de-obraemqualquerprocesso.
  • Teste: Éumainvestigação a fim de fornecerinformaçõessobresuaqualidadeemrelaçãoaocontextoemqueeledeveoperar.
  •  
  • Caixa-branca: esse teste utiliza uma técnica que parte de uma perspectiva interna (basicamente código fonte) do sistema para modelar os casos de teste.Caixa-preta: esse teste é para verificar a saída dos dados usando vários tipos de entradas. Essa técnica é aplicável a todas as fases de teste unitário, integração, sistema e aceitação.Regressão: esse teste consiste na aplicação de versões mais recente do software, para garantir que não surja novos defeitos em componentes já analisados.Teste de Desempenho: esse teste é similar ao teste de carga, mas com o intuito de testar o software a fim de encontrar o seu limite de processamento de dados no seu melhor desempenho.Teste de Carga: esse teste é utilizado para verificar o limite de dados processados pelo software até que ele não consiga mais processá-lo.Teste de Usabilidade: esse teste é para verificar a facilidade que o software possui de ser claramente compreendido e manipulado.Teste de Confiabilidade: nesse teste é que são validadas as entradas, saídas e operações efetuadas em relação aos requisitos definidos previamente para a aplicação.Teste de Recuperação: esse teste é utilizado para verificar a robustez e também a capacidade de um determinado software para retornar a um estado operacional após estar em um estado de falha.Teste de Segurança: esse teste permite avaliar as vulnerabilidades do software e dos serviços frente a diferentes tipos de ataques de segurança.
  • Teste de Unidade: esses testes nas assinaturas de entradas e saídas de um sistema consistem em validar dados válidos e inválidos via entrada/saída sendo aplicado por desenvolvedores ou analistas de teste.Teste de Integração: é nesse teste que módulos do software são combinados e testados em grupo.Teste de Sistema: esse teste é uma fase de software e de hardware em que o sistema já completamente integrado, é verificado quanto a seus requisitos num ambiente de produção.Teste de Aceitação: esse teste é uma fase do processo em que um teste de caixa-preta é realizado num sistema antes de sua disponibilização.Teste de Operação: esse teste é uma fase em que é conduzido pelos administradores do ambiente final onde o sistema entrará em ambiente produtivo.Caso de Teste: é um conjunto de condições usadas para teste de software.Plano de Teste: é um documento com uma abordagem sistemática para o teste de sistemas com hardware ou software. Geralmente consiste numa modelagem detalhada do fluxo de trabalho durante o processo.
  • Junit: Framework de testes unitários.Unitils: Framework de testes de integração.Arquillian: Framework de testes funcionais e integração.Selenium: Framework de testes funcionais.EclEmma: Plug-inJava codecoverage tool.TDD: Metodologia Ágil que busca primeiro implementar a regra de negócio e depois fazer a interface.
  • Improviso.
  • Sga automação de-teste

    1. 1. Automação de Testes
    2. 2. Introdução O que é automação?
    3. 3. Introdução O que é teste?
    4. 4. Qualidade Software “Além de permitir que a equipe de Quality Assurance (QA) foque nas novas funcionalidades de uma aplicação, deixando o esforço de reteste a cargo dos scripts de automatização, a Automação de Testes proporciona redução de tempo e de custos em longo prazo, permite a procura de classes específicas de defeitos e, no caso de aplicações que possuem um longo ciclo de vida, a Automação de Testes permite que incrementos ou pequenas correções no código não afetem funcionalidades que já estavam estabelecidas.“
    5. 5. Tipos de Teste - Técnicas Funcionais. - Técnicas Não Funcionais. - Fases de Teste. - Artefatos de Teste. - Assuntos Relacionados
    6. 6. Tipos de Teste Técnicas Funcionais - Caixa-branca. - Caixa-preta. - Regressão. Técnicas Não Funcionais - Teste de Desempenho. Teste de Carga. Teste de Confiabilidade. Teste de Recuperação. Teste de Segurança.
    7. 7. Tipos de Teste Fases de Teste - Teste de Unidade. Teste de Integração. Teste de Sistema. Teste de Aceitação. Artefatos de Teste - Casos de Teste. - Plano de Teste.
    8. 8. Frameworks, Metodoogia e Plug-in - JUnit. - Unitils. - Arquillian. - Selenium. - EclEmma. - TDD.
    9. 9. Conclusão

    ×