Naturalismo, realismo

25,908 views

Published on

Published in: Education

Naturalismo, realismo

  1. 1. Naturalismo e Realismo
  2. 2. NATURALISMO, REALISMO E IMPRESSIONISMO ThéodoreRousseau, Carvalhos da floresta de Renoir, O Fontainebleau, 1855 Baloiço, 1876 Courbet, As peneiradoras de trigo, 1855
  3. 3. A NOVA CONJUNTURA Crises económicas do Organização docapitalismo industrial e movimento operário liberal Revoluções liberais e nacionalistas Laicização do pensamento e das mentalidades
  4. 4. A NOVA CONJUNTURA Crises económicas do Organização docapitalismo industrial e movimento operário liberal Revoluções liberais e nacionalistas Laicização do pensamento e das mentalidades Maior interesse Positivismo Cientismo pela realidade
  5. 5. A NOVA CONJUNTURA Laicização do pensamento e das mentalidades Maior interesse Positivismo Cientismo pela realidade- Visão mais realista e objetiva da realidade- Imaginação substituída pela observação da realidade- Abandono do subjetividade
  6. 6. O NATURALISMO “Escola de França Barbizon”Barbizon, a 30 km de Paris, foi o local escolhido por alguns pintores para pintar a natureza em natureza (ao ar livre), fora dos ateliers
  7. 7. O NATURALISMO Charles Daubigny, O Moinho de Gobelle em Optevoz, c. 1852Théodore Rousseau, A Floresta noInverno, ao pôr do sol, c. 1845-46
  8. 8. O NATURALISMOOs naturalistas pintampaisagens, cenas doquotidiano e retratos,e abandonam ostemas dos pintoresromânticos (temas deinspiração literária ouhistórica, fantasias) e osentimentalismo. Constant Troyon, o Regresso do Rebanho
  9. 9. O NATURALISMO Interesse na representação objetiva da realidade visível: - Paisagem - cenas do quotidiano - retrato + Abandono das temáticas religiosas, fantasistas ou de inspiração histórica e literária + Libertação da subjetividade eThéodore Rousseau sentimentalismo exagerados
  10. 10. O NATURALISMOCamille Corot: - temática: paisagemrural e citadina e retratos- Rigor objetivo da composição- Respeito pelos valores atmosféricos (luz e cor)- serenidade expressiva Corot, As Casas Cabassud na Villa d’Avray
  11. 11. O NATURALISMO Eugéne BoudinTemas ligados ao mar e à água + Intensificação da luminosidade
  12. 12. O NATURALISMO Jonkind Temas ligados ao mar e à água + Intensificação da luminosidade
  13. 13. O NATURALISMO James Whistler
  14. 14. O REALISMO
  15. 15. O REALISMO Realismo Descende do Naturalismo e da“Escola de Barbizon” + Forma maispolitizada de retratar a realidade social Arte como instrumento de denúncia social e política Jean François Millet
  16. 16. O REALISMO Realismo Arte como instrumento de denúncia social e política Conceitosocialista de arte útil Jean François Millet
  17. 17. O REALISMO Utilização da fotografiaImitação objetiva da como meio auxiliar natureza (enquadramento e composição)
  18. 18. O REALISMO Preferência pelas temáticas sociais, retiradas do quotidiano- Cenas domésticas, de trabalho ou de lazer- Pessoas comuns e anónimas- Técnicas fiéis à realidade- Respeito pela cor ambiente e pela anatomia humana nas proporções e volumetrias Millet, As Respigadoras de Trigo, 1857
  19. 19. O REALISMO- Técnicas fiéis à realidade- Respeito pela cor ambiente e pela anatomia humana nas proporções e volumetrias- Não aceitação do rigor das academias- Simplificação do claro- escuro- Composição naturalista, sem alterar o enqua- dramento das cenas Millet, As Respigadoras de Trigo, 1857 captadas
  20. 20. O REALISMO Gustave Courbet Iniciador e teorizador (1819-1877) do Realismo pictórico- Convicções socialistas- Temas: paisagens campestres e cenas da pequena burguesia urbana, retratos e auto- retratos A realidade visível As Peneiradoras de trigo, 1855
  21. 21. O REALISMOCourbet, Os Britadores de pedra Auto-retrato (obra já desaparecida)
  22. 22. O REALISMOCourbet, O Atelier, 1854-55
  23. 23. O REALISMOCourbet, Um Enterro em Ornans, 1849-50
  24. 24. O REALISMOJean François Millet Cenas do trabalho rural Millet, As Respigadoras de Trigo, 1857
  25. 25. O REALISMO Jean François Millet
  26. 26. O REALISMOHonoréDaumier
  27. 27. O REALISMOExpansão do Realismosobretudo para paísescom maiores problemassociais causados pelaindustrializaçãoWilhelm Leibl (Alemanha) Giovanni Fattori (Itália)
  28. 28. A FOTOGRAFIA
  29. 29. A FOTOGRAFIAPHOTOS + GRAPHEIN = LUZ + ESCREVER Arte de fixar sobre uma chapaimpressionável à luz as imagens obtidas por meio de uma “camâra escura” Primeira fotografia, tirada por Nicéphore Niepce, 1826
  30. 30. A FOTOGRAFIASéculo XVI – Giovanni Battista della Porta – invenção da “câmara escura” Observação de uma imagem real refletida sobre uma superfície
  31. 31. A FOTOGRAFIA1839 – Louis Daguerre inventa o“daguerreótipo”Emprego de uma camada de prata pura sobre placas de cobre, polidas esensibilizadas por meio de vapores de iodo que, após uma exposição de 3 a 30minutos, revelava a imagem por meio de vapores de mercúrio, fixando-se numasolução de hipossulfito de soda.
  32. 32. A FOTOGRAFIAWilliam Fox Talbot – invenção doprocesso de reprodução de imagenspositivas a partir de uma imagemnegativa Janela da biblioteca de Abadia de Locock Abbey, considerada a primeira fotografia obtida pelo processo negativo/positivo.
  33. 33. A FOTOGRAFIA Contributos Contributos da fotografia da pintura realista- Olhar casual capaz de ver a - Referências temáticas realidade em fragmentos e de - Composição apreciar os gestos e os - Enquadramento da imagem movimetnos espontâneos- Acabou com todas as conceções académicas sobre a composição da pintura- Revisão das técnicas de representação da realidade
  34. 34. CASO PRÁTICO: “ITALIAN FAMILYLEAVING ELLIS ISLAND (LEWIS HINE)
  35. 35. CASO PRÁTICO: “ITALIAN FAMILY LEAVING ELLIS ISLAND”, 1905 (LEWIS HINE)Ellis IslandServiços de ImigraçãoamericanosEntrada deimigrantes
  36. 36. CASO PRÁTICO: “ITALIAN FAMILY LEAVING ELLIS ISLAND”, 1905 (LEWIS HINE)
  37. 37. CASO PRÁTICO: “ITALIAN FAMILY LEAVING ELLIS ISLAND”, 1905 (LEWIS HINE)
  38. 38. CASO PRÁTICO: “ITALIAN FAMILY LEAVING ELLIS ISLAND”, 1905 (LEWIS HINE)
  39. 39. CASO PRÁTICO: “ITALIAN FAMILY LEAVING ELLIS ISLAND”, 1905 (LEWIS HINE)
  40. 40. CASO PRÁTICO: “ITALIAN FAMILY LEAVING ELLIS ISLAND”, 1905 (LEWIS HINE) Preocupações sociais Fotografia como instrumento de educação e de alerta Pressão para melhoria das condições dealojamento, trabalh o e educação dos imigrantes
  41. 41. FIM

×