Palestra Reinserção Social Semana Cultural Ep Porto 2009
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Palestra Reinserção Social Semana Cultural Ep Porto 2009

  • 2,656 views
Uploaded on

Que projecto de vida após cumprir pena de prisão? O tratamento da toxicodependência em estabelecimentos prisionais é um dos passos para uma reinserção social potenciada, aliada à capacitação dos......

Que projecto de vida após cumprir pena de prisão? O tratamento da toxicodependência em estabelecimentos prisionais é um dos passos para uma reinserção social potenciada, aliada à capacitação dos reclusos via educação e formação, ao desenvolver-se competências pessoais, sociais e profissionais que facilitam a sua reintegração social e profissional. A Dianova disponibiliza medidas de reinserção social próprias e em articulação com entidades públicas, o mote para a palestra inserida na Semana Cultura e Feira de Emprego do Estabelecimento Prisional do Porto (Custóias), organizada pela Equipa da Unidade Livre de Drogas do EPP.

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,656
On Slideshare
2,647
From Embeds
9
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
19
Comments
0
Likes
0

Embeds 9

http://www.slideshare.net 9

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Reinserção Social pós-reclusão: um novo projecto de Vida! Dr.ª Alexandra Loureiro Psicóloga, Centro Acolhimento Temporário Casa Azul Dianova Semana Cultural do Estabelecimento Prisional do Porto 24 de Setembro 2009
  • 2. Rede Dianova ONG COM ESTATUTO CONSULTIVO ESPECIAL JUNTO DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL DAS NAÇÕES UNIDAS SECRETÁRIA-ADJUNTA DO C.A. DO COMITÉ DE VIENA DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL PARA A POLÍTICA DE DROGAS
  • 3. Quem Somos Instituição Particular de Solidariedade Social e Associação de Utilidade Pública que intervém na Educação, Juventude e Toxicodependência PROTOCOLOS AFILIAÇÕES Prevenção Comportamentos de Risco e Educação para a Saúde Tratamento e Reinserção de Toxicodependentes Desenvolvimento Sócio- Comunitário (Projecto SOLIS) Agente da Responsabilidade Social das Organizações Agente da Rede Social e Saúde Agente da Economia Social e Solidária Membro da Rede Dianova
  • 4. Que Fazemos? Inspirando e revelando o Potencial de Clientes, Indivíduos e Sociedade! A nossa capacidade para contribuir para a resolução de problema globais numa perspectiva educativa e inclusiva!
  • 5. As nossas Valências Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas Centro Acolhimento Temporário Casa Azul Apartamento de Reinserção Social de Lisboa Empresa de Inserção Viveiros de Floricultura Sede Dianova Portugal
  • 6. Do tratamento da toxicodependência à Reinserção Social
    • O problema da toxicodependência da população prisional é um problema com impacto em vários domínios do sistema prisional.
    • A estratégia nacional de luta contra a droga visa três vertentes principais: tratamento, redução de danos e reinserção social.
    • Para isto deve-se garantir o acesso a programas de substituição de alto e médio limiar (metadona e LAAM) a todos os toxicodependentes que reúnam os critérios de admissão clinicamente definidos, garantir o acesso a programas de antagonistas, sempre que considerado clinicamente adequado, e ter redes de Unidades Livres de Drogas
  • 7. Do tratamento da Toxicodependência à Reinserção Social
    • Mais ainda, deve-se garantir a continuidade dos programas de tratamento à entrada e à saída do sistema prisional...
    • E promover o recurso, durante a reclusão, a modalidades de tratamento em meio livre, nomeadamente internamento em comunidades terapêuticas, através da concessão do regime aberto voltado para o exterior.
    • Instituições Particulares de Solidariedade Social como a Dianova Portugal apresentam medidas em concertação com a Segurança Social e a Direcção Geral de Reinserção Social que prevêem a potencial derivação de ex-reclusos aos programas de reinserção social.
  • 8. Reinserção e Empregabilidade
    • A Reinserção Social depende em grande medida das políticas definidas e executadas para os vários sectores do sistema prisional, como as políticas de saúde, de emprego, de formação profissional e de ensino.
    • Antes do termo da execução de uma pena ou de uma medida é desejável que sejam adoptadas as medidas necessárias a assegurar ao recluso um regresso progressivo à vida na sociedade.
    • Mais ainda, o dever da sociedade não cessa com a libertação de um recluso.
    • Seria, por isso, necessário dispor de organismos governamentais ou privados capazes de trazer ao recluso colocado em liberdade um auxílio pós-penitenciário eficaz, tendente a reduzir os preconceitos e permitindo-lhe a sua reinserção na sociedade
  • 9. Reinserção e Empregabilidade
    • A Educação e o Trabalho são considerados instrumentos essenciais de preparação dos reclusos para a liberdade e reintegração na sociedade
    • A Educação e a Formação Profissional são dois vectores do tratamento penitenciário cuja importância é comummente conhecida.
      • A frequência de aulas e de cursos de formação durante a reclusão tem várias consequências positivas.
      • É um dos factores mais importantes para o aumento da possibilidade de os reclusos, uma vez em liberdade, encontrarem um emprego e contribui para aumentar a auto-estima e a motivação pessoal.
  • 10. Reinserção e Empregabilidade
    • Para as famílias e para os reclusos a saída para a liberdade é sempre um factor de crise.
    • A falta de acompanhamento após a libertação, nomeadamente de auxílio na procura de emprego, dificulta a assunção, por parte do ex-recluso de um papel semelhante àquele que desempenhava antes da reclusão.
    • Essas dificuldades são agravadas pela natural resistência da família em restabelecer a relação existente antes da reclusão.
  • 11. Reinserção Social e Dianova
    • Medidas de Inserção sócio-profissional Dianova
      • Apartamento de Reinserção Social de Lisboa
      • Empresa de Inserção Viveiros Floricultura
    • Qualquer destas medidas pressupõe que as pessoas tenham concluído tratamento (com credenciação do mesmo), quer na Dianova quer em outras unidades de tratamento a nível nacional
    • A Dianova disponibiliza ainda medidas em articulação com o I.E.F.P. (UNIVA, Centros de Emprego, Procura Activa de Emprego...)
  • 12. Apartamento de Reinserção Social
    • O Apartamento de Reinserção Social Lisboa é uma unidade residencial temporária com capacidade para 5 Utentes e uma duração média de 6 meses, com acompanhamento psicossocial
    • Permite uma intervenção global na reorganização do plano sócio-profissional dos toxicodependentes em que tenham concluído tratamento, como medida facilitadora e/ou regresso ao mercado de trabalho, promovendo-se a igualdade de oportunidades de emprego.
    • A admissão de utentes obedece a critérios específicos, nomeadamente:
      • Ter cumprido um programa de tratamento, com credenciação do mesmo;
      • Demonstração de motivação e vontade própria de adesão;
      • Aceitação das regras de funcionamento;
      • Delineação do projecto de vida.
  • 13. Empresa de Inserção Viveiros
    • É uma medida de política activa de emprego, integrada no Mercado Social de Emprego e que visa capacitar os beneficiários, potenciando a sua inserção no mercado normal de emprego.
    • Tem por objectivos:
      • Combater a pobreza e a exclusão social através da inserção ou da reintegração profissional;
      • Possibilitar a aquisição e desenvolvimento de competências pessoais, sociais e profissionais adequadas ao exercício da actividade de floricultura;
      • Criar postos de trabalho para a satisfação de necessidades sociais não satisfeitas pelo normal funcionamento do mercado;
      • Formação e profissionalização na área da Floricultura.
  • 14.
    • Destinatários (pessoas desfavorecidas face ao mercado normal de trabalho)
    • Pessoas com problemática de toxicodependência recuperadas
    • Desempregados de longa duração
    • A operar desde 2000
    • + 50 beneficiários desde início de actividade
    • 13 Colaboradores
      • 8 efectivos
      • 5 a contrato
    • Proveitos = €300 mil
    © Rui Martins Ι Dianova Empresa de Inserção Viveiros: Especialização em Floricultura Empresa de Inserção Viveiros de Floricultura
  • 15. Impacto Social 2008 BANCO DE DEPÓSITO CONFIANÇA 2.041 Pessoas 83,7% Aumento Empregabilidade Total Colaboradores 52 Gestão -> 13% Intervenção -> 87% M -> 45% F -> 55% Rácio Rotatividade -> 6,25% Retenção Talentos -> 93,75% Empregabilidade como Resposta à Crise em 2009 1º Trimestre -> 4 novas contratações 2º Semestre -> 5 novas contratações Inclusão Social 98 Prevenção & Educação 412 Des. Sócio-comunitário 1.133 Programa Tratamento 85 Formação & Inter. Familiar 313
  • 16. Obrigado Dr.ª Alexandra Loureiro [email_address] +info Revista EXIT “Inovação em Meio Prisional” http://www.dianova.pt/index.php?option=com_remository&Itemid=156&func=fileinfo&id=54