Cultivos energéticos en Brasil

2,944 views
2,829 views

Published on

Interesante publicación de Associação Mineira de Silvicultura (AMS) sobre el sector de la madera y de los cultivos energéticos en Brasil

Published in: Business, Travel
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,944
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cultivos energéticos en Brasil

  1. 1. Reflexões sobre a silvicultura A Associação Mineira de Silvicultura (AMS) é uma entidade que congrega importantes empresas que têm na base de sua atividade industrial a atividade de silvicultura. Nossas associadas estão posicionadas nos setores de produção de ferro-gusa, ferroligas, siderurgia integrada, celulose, indús- tria de chapas de madeira e lápis. Vivemos um momento de grande importância no cenário mundial. Vivenciamos uma realidade em que o setor florestal responde por 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB) brasi- leiro e gera mais de cinco milhões de empregos diretos e indiretos, com expressiva representação em nossa balança comercial. Em todo o mundo a madeira utilizada ainda tem, em sua origem, 65% representada por madeira nativa. Por isso, o cenário é de oportunidades e a necessidade da criação deApresentação cenários virtuosos estimuladores de investimento no setor é primordial. O Brasil se destaca por suas características naturais tanto no tocante ao clima, quanto ao solo e à extensão territo- rial, bem como pelo amplo desenvolvimento das técnicas e tecnologias fruto do trabalho árduo e competente dos silvicultores e cientistas nacionais. Além da utilização da madeira plantada para construção civil, produção moveleira de qualidade, essências vegetais, celulose (que produz o papel mais virtuoso em sustentabi- lidade do mundo) e lápis certificado, existe ainda a inesti- mável possibilidade de contribuir no tocante à geração de fontes de energias renováveis. Em nossa história natural passamos sempre por processos que se iniciam na conquista do recurso existente, na total dominação do conhecimento de suas reações, em seus usos e, por fim, no modo de obter tal recurso, ou substituí- -los eficientemente de forma perpétua. Foi assim desde o domínio do fogo.
  2. 2. Só a possibilidade da renovação leva à possibilidade de como um uso mais eficiente e racional do solo, possibili-perpetuação do que quer que seja. tando melhores condições de renda ao produtor rural queNesse contexto tão produtivo assistimos à eficiência da encontra nessa diversificação uma possibilidade real decriatividade, da competência, e porque não dizer, da genia- incremento na viabilidade de seus empreendimentos rurais.lidade do homem. O etanol, o biodiesel, a tecnologia dos Em que pesem todas essas virtudes, ainda temos um longomotores total flex são exemplos desses grandes feitos. E caminho a trilhar.o patrono de tais conquistas definitivamente é o uso da O Brasil tem urgência na implementação de políticas públi-biomassa, do biocombustível sólido, do carvão vegetal. cas no sentido de se perpetuar esse significativo ativo brasi-Um hectare de floresta plantada consome dez toneladas de leiro que é a produção de florestas. No Congresso Nacio-carbono da atmosfera por ano, contribuindo para a dimi- nal, projetos de leis modernos como o que reconhecem onuição da poluição, do aquecimento global e combatendo cultivo de árvores como atividade agrícola, com todos oso efeito estufa, além de produzir quantidade de madeira mecanismos e conceitos inerentes a essa realidade, convi-equivalente a dez hectares de mata nativa. Assim, as plan- vem com outros que visam a limitar o plantio de forma atações de florestas têm cumprido seu papel fundamental levá-lo a sua inviabilização.de reduzir a pressão sobre as matas nativas. A ausência de fontes de financiamento adequada àsEstudos recentes revelam que a floresta plantada é muito necessidades da atividade restringe sua necessária expan-eficiente no aproveitamento da água. Enquanto um litro são. Contribui com esse fato o excessivo ônus fiscal e umproduz 2,9 gramas de madeira, a mesma quantidade de processo de licenciamento cartorário e ineficaz.água produz apenas 1,8 gramas de açúcar, 0,9 gramas de Trata o presente trabalho de uma singela apresentaçãogrãos de trigo e 0,5 gramas de grãos de feijão. Ela retém que demonstra um pouco do extenso e importante traba-menos água que as matas nativas que têm as copas maio- lho social patrocinado por nossas associadas, bem comores, permite que a água chegue ao solo mais rapidamente alguns dados que caracterizam a posição macro do setor.por ter menos folhagem, que também diminui a evapora- Os ganhos sociais gerados pela atividade de silviculturação para a atmosfera. Tem uma capacidade de absorver talvez sejam uma de suas maiores virtudes pela renda gera-mais água na época das chuvas e menos na época da seca, da para o País, pelos empregos criados, por ser uma alter-e suas raízes não ultrapassam dois metros e meio, portanto nativa aos já tão sacrificados produtores rurais e, sobretu-não chegam aos lençóis freáticos. do, por ser a única forma sustentável de atender a demandaQuase tudo o que uma floresta plantada retira do solo é humana por madeira e seus derivados.devolvido. Após a colheita, cascas, folhas e galhos que Esperamos que este trabalho alcance seu objetivo dedetêm 70% de nutrientes da árvore, permanecem no local colaborar com o estímulo a expansão dessa atividade tãoe incorporam-se ao solo como matéria orgânica, além de importante quanto urgente para a nossa sociedade.contribuir para o controle da erosão.E as florestas plantadas apresentam ainda excelentes resul-tados com a adoção da Integração entre Lavoura, Pecuária Boa leitura.e Silvicultura (ILPS). Além de ser uma excelente maneira derecuperação de áreas degradadas, o ILPS é um consórcio Bernardo de Vasconcellosde reposição de nutrientes que permite às diversas cultu- Presidente da Associação Mineira de Silviculturaras e rebanho envolvidos no processo de alcançar índicesde produtividades significativos. Também se caracteriza
  3. 3. Estrutura 06 Associadas 07 AMS - Associação Mineira de Silvicultura 10 Silvicultura no Brasil 12 Fomento Florestal 14Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) 15 ArcelorMittal BioEnergia 18 A.W. Faber-Castell 19 CBCC 21 Cenibra 22 Duratex 23 Gerdau 24 Grupo Plantar 25 Italmagnésio Nordeste 26 Metalsider 27 Minasligas 28 índice Nova Era Silicon 29 Pitangui Agroflorestal – PAF 30 Replasa Reflorestadora 31 Rima Industrial 32 Saint-Gobain Canalização 33 Siderpa 34 Suzano Papel e Celulose 35 V & M Florestal 36 Votorantim Siderurgia 37
  4. 4. Estrutura Gestão 2009/2011 Presidente Bernardo de Vasconcellos (Rima Industrial S.A.) Vice-Presidente Bruno Melo Lima (Metalsider Ltda.) Diretor-Superintendente Antônio Tarcizo de Andrade Silva (Plantar S.A.) Diretores Elesier Lima Gonçalves (ArcelorMittal BioEnergia Ltda.) Luciano Amaral Rodrigues (Celulose Nipo-Brasileira S.A. - Cenibra) Luiz Ângelo Coelho (Gerdau Aços Longos S.A.) Heuzer Saraiva Guimarães (Duratex S.A.) Assessor Florestal: Dárcio Calais Assistente Administrativo: Maria Ivani Pereira Conselho de Administração Afonso Henrique de Paiva Paulino (Siderúrgica Paulino Ltda. - Siderpa) Henrique Simões Zica (Cia. Ferroligas Minas Gerais - Minasligas) Luiz Antônio Beltrati Cornacchioni (Suzano Papel e Celulose) Ary Fialho Vianna Júnior (Votorantim Siderurgia) Conselho Fiscal Titulares Marcelo Farnezi Velloso (Replasa Reflorestadora S.A.) Eduardo Otto Sobrinho (Cia. Brasileira Carbureto Cálcio - CBCC) Denilson Afonso de Morais (Saint-Gobain Canalização S.A.) Suplentes Mário Eugênio Lobato Winter (V & M Florestal) Gelson Rubens Santana Lourenço (Rima Industrial S. A.)08
  5. 5. Associadas A.W. Faber-Castell S.A. Pitangui Agroflorestal – PAF www.faber-castell.com.br www.siderpita.com.br ArcelorMittal BioEnergia Ltda. Plantar S.A. - Reflorestamentos www.arcelormittal.com/br/florestas www.plantar.com.br Celulose Nipo-Brasileira S.A. - Cenibra Replasa Reflorestadora S.A. www.cenibra.com.br Rima Industrial S.A. Cia. Brasileira Carbureto de Cálcio - CBCC www.rima.com.br www.cbcc.com.br Saint-Gobain Canalização S.A. Cia. Ferroligas Minas Gerais - Minasligas www.saint-gobain.com www.minasligas.com.br Siderpa - Siderúrgica Paulino Ltda. Duratex S.A. www.siderpa.com.br www.duratex.com.br Suzano Papel e Celulose Gerdau Aços Longos S.A. www.suzano.com.br www.gerdau.com.br V & M Florestal Ltda. Italmagnésio Nordeste S.A. www.vmtubes.com.br Metalsider Ltda. Votorantim Siderurgia www.metalsider.com.br www.vsiderurgia.com.br Nova Era Silicon S.A. www.novaerasilicon.com.br09 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  6. 6. AMSAssociação Mineira de Silvicultura
  7. 7. Associação Mineira de Silvicultura (AMS)A Associação Mineira de Silvicultura (AMS) trabalha para Nos últimos anos, muito se tem falado em desenvolvi-fortalecer a imagem do setor florestal. Representa as mento sustentável e em um modelo econômico capaz deprincipais empresas que investem em florestas planta- gerar riqueza, bem-estar, promoção social e preservaçãodas em Minas Gerais, nas áreas de siderurgia e ferroligas ambiental. Para trazer esses conceitos para o contextoa carvão vegetal, produção de papel e celulose, painéis e atual, é necessário desenvolver uma reflexão ampla, queprodutos sólidos da madeira. Atualmente, são 19 empre- viabiliza a criação de um modelo ideal, muito além dosas associadas, subdividas da seguinte forma, conforme aspecto econômico, como propõe o debate contempo-área de atuação: râneo. A reflexão deve envolver responsabilidade social e compromisso ambiental como valores estratégicos e, também, como diferenciais. Cada hectare de floresta plantada preserva cerca de dez hectares de florestas nativas. Isso significa que o setor florestal é guardião de mais de 1,5 milhão de hectares de reservas naturais, sendo que as florestas plantadas também garantem para as reservas nativas o equilíbrioA AMS foi fundada em 2003, valendo-se da experiência da biodiversidade. Hoje, a atividade emprega mais deda Associação Brasileira de Florestas Renováveis (anti- quatro milhões de empregos diretos e indiretos, 10,5%ga Abracave). Desde sua criação, a entidade trabalha o da População Economicamente Ativa (PEA). Em meio aconceito do desenvolvimento sustentável para reali- esses resultados, são promovidos projetos e iniciativaszar ações que visam a fortalecer a imagem da indústria das empresas que compõem a indústria de base florestalde base florestal, reforçando a ideia de contribuição do com o objetivo de beneficiar e promover socialmente asetor para a proteção do meio ambiente, para a gera- população.ção de empregos e para a garantia de qualidade de vidanas comunidades rurais. A AMS atua pelos interesses da As ações da AMS visam ao uso racional das florestasindústria de base florestal e dos produtores florestais plantadas, de forma que a atividade se fortaleça comque geram empregos nas áreas rurais e contribuem para base nos pilares do negócio, do meio ambiente, daa economia e o desenvolvimento do País. responsabilidade social e da sustentabilidade.12 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  8. 8. Missão AMS Fortalecer o setor de base florestal de Minas Gerais e do Brasil pela divulgação real de sua imagem, fomentando e promovendo políticas e legislações que sustentem a atividade, inclusive no que se refe- re à sua base de financiamento.A indústria de base florestal está em crescimento no Brasil e os esforços da AMS têm conquistado bons resultados.O setor é representado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) pela Frente Parlamentar da Silvicultura,presidida pelo vice-presidente da ALMG, deputado Doutor Viana, com a adesão de diversos deputados. Além disso, aentidade participa ativamente de mais de 20 conselhos.Conselhos que contamcom a participação da AMS da Agricultura – Brasília (DF) Alto Jequitinhonha – UPGRH – JQ1 da Secretaria de Desenvolvimento da Produção do MDIC (Brasília)AMS Representa os interesses dos produtores de florestas e das indústrias de base florestal. Estimula a proteção ambiental, a participação política, a modernização e a humanização das relações de trabalho. Estabelece parcerias e desenvolve ações nos campos econômico, social, cultural, tecnológico e ambiental. Coleta, produz e disponibiliza dados sobre a atividade florestal, buscando informar, desmistificar e construir uma imagempositiva para o setor. Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 13
  9. 9. Silvicultura no BrasilFlorestas plantadas, eucalipto e crédito de carbonosão termos cada vez mais estudados, comentadose com mais espaço na mídia. Ao longo do tempo, osetor vem conquistando leis mais adequadas e credi-bilidade, além de quebrar preconceitos. Aos poucos, asociedade entende qual é o negócio do setor florestale a importância da atividade.O negócio florestal começou no início do séculoXX, quando pioneiros da silvicultura no Brasil, comoNavarro de Andrade, iniciaram experimentos de plan-tios florestais na região de Rio Claro (SP). A consolida-ção desse modelo ocorreu a partir da segunda meta-de da década de 60, por meio da criação do InstitutoBrasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF), hojeIbama, que fez da indústria da base florestal umaatividade forte, apoiada por importantes incentivosgovernamentais.Atualmente, o setor, que já recebeu investimentosda ordem de US$ 550 milhões, aplicados no desen-volvimento científico e tecnológico, é uma das ativi-dades mais produtivas do País, ocupando posição dedestaque no ranking de exportação do agronegócionacional. Os investimentos no setor florestal brasi-leiro, realizados durante uma década, possibilitarama implantação de, aproximadamente, 6,2 milhões dehectares de florestas plantadas. Essa área abastecediversas empresas produtoras de ferro-gusa, aço eferroligas a carvão vegetal, celulose, painéis, chapasde aglomerados, madeira serrada e indústria de lápisentre outros segmentos.O resultado hoje é a contribuição de R$ 8,82 milhõesem tributos, 0,83% do total recolhido aos cofrespúblicos do País em 2008. No quesito exportação,a indústria de base florestal contribuiu com US$ 6,8bilhões, o correspondente a 3,0% do total do Brasil.As florestas plantadas protegem as florestas nativas,melhoram a qualidade do ar, diminuem a amplitudetérmica. Implantar um povoamento florestal implicademarcar áreas de reserva legal e de preservaçãopermanente, o que garante o equilíbrio da biodiversi-dade natural entre as florestas plantadas.14 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  10. 10. Área e distribuição de florestas plantadas no BrasilFlorestas plantadas e área preservada MGPlantios anuais em Minas Gerais* Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 15
  11. 11. Empregos gerados no setor de base florestal - MGFomento FlorestalAs empresas plantadoras de florestas mantêm vigilân- desde o abastecimento de pequenas e médias indústrias,cia constante nas áreas de reserva legal e preservação até os programas voltados ao fornecimento estratégicopermanente, desenvolvem programas de treinamento de determinada matéria-prima para o setor industrial.contra incêndios, programas específicos de proteção à Há alguns anos, diversas empresas do setor de basefauna e de proteção a mananciais hídricos. Mas não são florestal estão investindo em projetos de plantios desomente as empresas que investem na atividade. Peque- florestas em parceria com pequenos e médios produto-nos e médios produtores rurais aproveitam a oportunida- res rurais. As iniciativas são fomentadas pelas própriasde de negócio das plantações, o que colabora ainda mais organizações e ganham força por meio dos programaspara a geração de emprego e renda e para o desenvolvi- governamentais de incentivo ao produtor rural. Atémento das comunidades rurais. O número de empregos 2008, apenas em Minas Gerais, cerca de 20 mil hectaresdiretos e indiretos com a atividade chegou, em 2008, a de florestas foram cultivadas por meio de programas de4,7 milhões em todo o Brasil. fomento. Iniciativas como essa já beneficiaram 10 milToda atividade centrada na promoção do desenvolvi- produtores em 800 municípios brasileiros.mento rural, por meio de incentivos governamentais eparcerias com empresas, pode ser caracterizada comofomento. Esse tipo de iniciativa tem como objetivo,16 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  12. 12. Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)Considerada uma das regiões mais pobres do Brasil, período de 1991 a 2000, foi elaborado pela Fundaçãocastigada pelo clima semiárido e pelas longas estiagens, João Pinheiro em parceria com o Instituto de Pesquisao Vale do Jequitinhonha (MG) conta com mais de 80 Econômica Aplicada (Ipea) e o Programa das Naçõesmunicípios, e grande parte da população vive da agri- Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).cultura de subsistência e pecuária extensiva. A partir da Os dados indicam que, nos municípios com atividadedécada de 70, algumas empresas, atraídas por progra- florestal, o IDH cresceu, em média, 37% a mais do quemas de incentivos fiscais ao reflorestamento, se instala- a média geral do estado. Não há dúvidas, portanto, deram no local para promover o desenvolvimento da região que as atividades ligadas às plantações florestais não see suprir a crescente demanda de carvão vegetal das side- limitam aos benefícios ambientais.rúrgicas mineiras. Nos últimos anos, a atividade florestal Para medir o avanço de uma determinada região, o IDHganhou força e sustentabilidade, ao mesmo tempo em considera a dimensão econômica e também outrasque trouxe progresso aos municípios. características sociais, culturais e políticas que influen-A AMS analisou a evolução do IDH em algumas das prin- ciam a qualidade da vida humana. A partir das variáveiscipais cidades de Minas Gerais em comparação com 14 de longevidade, educação e renda, o índice é expressomunicípios do Vale do Jequitinhonha, com atividades em uma escala que varia de 0,0 a 1,0: quanto mais alto,predominantemente florestais. O estudo, relativo ao melhores são as condições de vida.Crescimento do IDH em municípios comatividade florestal significativa Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 17
  13. 13. Empresas Associadas
  14. 14. ArcelorMittal BioEnergiatransformando o amanhãA ArcelorMittal BioEnergia, empresa do Grupo Arce-lorMittal, tem seu negócio orientado para a produçãoe comercialização de biorredutor renovável (carvãovegetal), madeira, mudas e sementes, a partir de flores-tas de eucalipto, em dois estados brasileiros: Bahia eMinas Gerais, abrangendo 21 municípios. É referênciana adoção de modelos de gestão sustentável, atuandocom responsabilidade social e ambiental e no relacio-namento com as comunidades, de modo a assegurar acompetitividade do gusa ArcelorMittal.EducaçãoProgramas de melhoria da qualidade de Saúdeensino - Visam a contribuir para a melhoria da qualidade Ver é Viver - Busca detectar e tratar problemas visuaisdo ensino nas comunidades por meio do aperfeiçoamento em alunos do ensino fundamental.da gestão escolar e do desenvolvimento do projeto pedagó-gico dos municípios. Ouvir Bem para Aprender Melhor - Trata- mento de problemas auditivos, proporcionando melhoriaProjeto Capacitar - Aumenta o nível de escolari- no rendimento escolar dos alunos do ensino fundamen-dade dos empregados, incentivando-os ao retorno aos tal.estudos.Programa Regular de Educação Ambien- Programa de Educação Afetivo-Sexualtal - Colabora com o ensino fundamental das escolas (Peas) - Estimula adolescentes a discutirem e a refle- tirem sobre temas relacionados à sexualidade e à saúderegionais, privilegiando alunos do 7º ano, assegurando o reprodutiva, apostando na formação de jovens mais cons-ensino de educação ambiental em todos os níveis de cons- cientes, atuantes e com comportamento mais seguro.cientização pública para a preservação do meio ambiente.Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente - Geração de rendaTrabalha com a conscientização ambiental de alunos dasescolas de ensinos fundamental e médio, por meio do Apicultura - Incentiva e apoia as iniciativas de utili-concurso de desenho, redação e projeto pedagógico. zação das florestas para criação de abelhas, promoven- do uma fonte de trabalho e renda para a população dePrograma Cidadãos do Amanhã / Aplica- apicultores de forma sustentável e ambientalmenteção de recursos do Fundo da Infância e da correta.Adolescência - Melhora a qualidade de atendimento Piscicultura - Promove o desenvolvimento da pisci-à criança e ao adolescente nos municípios. cultura de forma racional e tecnificada, potencializando a integração com o uso múltiplo das florestas plantadas,Cultura agregando valores aos produtos, com repercussão deO foco principal é ampliar o acesso das comunidades a renda, criação e manutenção de empregos e melhoria dasbens e serviços culturais, promovendo projetos de forma- condições sociais das comunidades.ção de gestores e artistas, cursos de pós-graduação emgestão cultural, disponibilização gratuita de oficinas e Parceria Agrícola - Estimula a geração de renda de famílias, por meio de parcerias agrícolas com baseespetáculos. Fortalece, apoia e resgata as manifestações no Estatuto da Terra, Lei n. 4.504 de 30/11/64 e Normasculturais nas comunidades. Complementares, utilizando da participação da empresa no montante de 10% da produção para contribuir com entidades locais com doações.20 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  15. 15. A. W. Faber-Castell Brasil A Faber-Castell, maior empresa de lápis do A Faber-Castell Brasil, principal subsidiária do grupo, foi mundo, é uma das mais antigas compa- fundada em 1930. Aqui são produzidos mais de mil itens nhias de origem familiar em atividade. Hoje, para abastecer o mercado interno e exportar para mais de conta com 14 fábricas e está presente em 70 países. São cerca de 2.500 funcionários, locados em duas mais de 100 países. A história da empresa unidades de produção em São Carlos (SP), uma unidade de se confunde com a própria origem da escri- produção de mudas e operações florestais com industria- ta. Localizada em Stein, cidade próxima lização da madeira em Prata (MG) e em uma unidade de a Nuremberg, na Alemanha, é um grupo fabricação de produtos plásticos em Manaus (AM). de empresas que oferece produtos de alta Também é no Brasil que se desenvolve o projeto pioneiro qualidade e confiabilidade para escrita, de reflorestamento para a produção dos EcoLápis, produ- desenho, pintura e trabalhos criativos para zidos a partir de madeira 100% reflorestada e certificados pessoas de todas as idades. Premissas como pelo FSC (Forest Stewardship Council). O EcoLápis é feito inovação, criatividade e sustentabilidade em Prata, em uma área de cerca de 9.600 hectares, onde fazem parte da história da Faber-Castell. também estão concentradas as ações de preservação e adensamento da fauna e flora nativas. Anualmente, são produzidos 1,8 bilhão de EcoLápis, o que torna o País líder mundial no setor. Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 21
  16. 16. Projetos ambientaisProjeto Arboris - O objetivo é recompor, conservare valorizar a flora nativa da região de Prata (MG), criandocondições para a manutenção e o incremento da faunadentro das áreas manejadas. A empresa protege a rege-neração natural em áreas com bom potencial e, em áreasonde não é possível a recomposição natural da vegetação,são plantadas árvores nativas originais da região. Tambémcolabora com o aumento do conhecimento sobre flora pormeio de sucessivos inventários.Projeto Animalis - A Faber-Castell possui 9.600hectares de parques florestais em Prata (MG), com maisde 3.500 hectares de áreas de Reserva Legal e PreservaçãoPermanente. O Projeto Animalis visa a manter e a atrairespécies da fauna local para as áreas de manejo florestal,incrementando a biodiversidade. Ao longo dos anos jáforam identificadas 51 espécies de mamíferos, 232 espéciesde aves e 41 de répteis e anfíbios convivendo nos parquesflorestais. Os levantamentos mostram crescimento decerca de 90% das espécies presentes nas áreas ao longo dotrabalho.Projeto ECOmunidade - Mobiliza educadores,alunos e comunidade da região de Prata em trabalhos eações socioambientais. São realizados encontros comapresentação dos trabalhos desenvolvidos pelas escolasda comunidade e oferecidos minicursos visando à transfe-rência de conhecimento aos professores e aos produtoresrurais da região. O programa é desenvolvido pelos multipli-cadores da empresa e mantém um estreito vínculo com aSecretaria de Educação do município.Reciclagem - A empresa também desenvolve açõesinternas com o objetivo de preservar o meio ambien-te, como o programa de reciclagem, que trabalha com oreaproveitamento dos materiais utilizados na fábrica e emseus escritórios. Além de diminuir o desperdício e gerarrecursos, o programa evita a poluição ambiental, fazendocom que os materiais que não podem ser reutilizados não empresa não usa incineradores ou aterros, preservando opermaneçam no meio ambiente. meio ambiente de possíveis contaminações.Todo o resíduo produzido na indústria e nos escritórios éencaminhado para a Estação de Tratamento de Resíduos, Água - A Faber-Castell monitora a qualidade das águasonde o material reciclável é separado dos restos indus- dos córregos e rios que passam por seus parques florestaistriais. Depois, é feita a separação e o encaminhamento com o objetivo de avaliar os efeitos gerados pela planta-dos recicláveis. Papéis, plásticos, metais, vidros, solventes, ção de Pinus. Na fábrica, 100% da água que é utilizada noóleos e madeiras são vendidos para outras empresas para processo industrial e sanitário - cerca de 100 mil litros/serem reutilizados. O lucro obtido com a venda desses dia - é tratada na Estação de Tratamento de Efluentes,materiais é revertido a ações sociais. Já a destinação final que foi considerada modelo pela Cetesb (Companhia dedos resíduos industriais e orgânicos é realizada por meio Tecnologia de Saneamento Ambiental).de coprocessamento em cimenteiras. Dessa forma, a22 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  17. 17. CBCCAposta na parceria com pequenos emédios produtores - A Companhia Brasileira BenefíciosCarbureto de Cálcio (CBCC), fundada em 1912, em SantosDumont (MG), é pioneira na produção de carbureto de Para o produtorcálcio no Brasil, gerando sua própria energia. Com a aqui-sição da empresa pelo Grupo Dow Corning, em 2000, a - Maior produtividade da terraprioridade da companhia passou a ser a produção de silício - Valorização da propriedademetálico. Hoje, a CBCC é a maior produtora desse insumo - Maior segurança em relação a outras culturasno Brasil e a quinta maior no mundo. - Diminuição no valor do Imposto Territorial Rural (ITR)Para produzir o silício metálico, a empresa utiliza o carvão - Mercado garantido para a matéria-primavegetal oriundo de florestas plantadas. Além de possuir - Preço atualizadouma área própria, a CBCC desenvolve o programa Fazen- - Fonte de renda complementardeiro Florestal, um programa de reflorestamento inovador,com o objetivo de fomentar a plantação de eucalipto pormeio de acordos de longo prazo com fazendeiros da região Para a comunidadeonde atua. Atualmente, a área plantada é de 30 mil hecta-res, sendo dois terços desse total pertencente aos peque- - Geração de novos empregosnos e médios produtores. - Fixação do trabalhador no meio rural - Aumento de renda (geração de ICMS)Benefícios para a comunidade - Há mais de - Benefícios indiretos (estradas, pontesvinte anos, a CBCC mantém o programa Fazendeiro Flores- entre outros aspectos de infraestrutura)tal, cujo princípio básico é o reflorestamento de áreaspequenas e médias, mediante cooperação mútua entreproprietários rurais e a empresa. A iniciativa prevê ocupa- Para a empresação racional das partes ociosas e descobertas, existentes - Formação de reserva florestal permanenteem quase todas as propriedades da região onde a empresa - Ampliação da oferta futura de matéria-prima na regiãoatua.Na execução do projeto, a CBCC participa com adminis-tração, assistência técnica, financiamento e insumos. Oproprietário rural participa com a terra e a mão de obra. Para o meio ambientePor meio de um contrato de parceria florestal, a empresarecebe 30% da produção e, para os 70% restantes, há um - Conservação do solo, evitando o processo de erosãocomprometimento de venda por parte do produtor rural. - Uso racional do soloAlém da conservação dos aspectos ambientais, já que o - Diminuição da pressão sobre florestas nativasFazendeiro Florestal também trabalha a racionalidade no - Formação de ilhas intercaladas com a vegetação origi-uso do solo e o conceito de diminuição da pressão sobre as nal, evitando a formação de maciços homogêneosflorestas nativas, a iniciativa também promove a fixação do - Sequestros de CO2 (redução do efeito estufa)trabalhador no meio rural, gerando novos empregos.23 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  18. 18. CenibraFundada em setembro de 1973, a Celulose Nipo-Brasileira Praia da Missa, Marco Cem, Santa Marta e as AssociaçõesS.A. - Cenibra, localizada em Belo Oriente (MG), é uma das de Apicultores de Ipatinga, Sabinópolis, Virginópolis e Sãomaiores produtoras mundiais de celulose branqueada de João Evangelista beneficiam cerca de 800 famílias.fibra curta de eucalipto. Sua produção anual é de 1.140.000 A Cenibra foi a primeira empresa brasileira a recebertoneladas. Desse total, mais de 90% é direcionado ao simultaneamente as certificações do Conselho de Manejomercado externo, atendendo principalmente: Japão, Esta- Florestal (Forest Stewardship Council - FSC) e do Progra-dos Unidos, países da Europa, América Latina e Ásia. ma Nacional de Certificação Florestal (Cerflor). A empresaComo reconhecimento de que trabalha dentro dos mais recebeu tanto os certificados para o bom manejo da flores-altos padrões internacionais de excelência, com a adoção ta quanto para a Cadeia de Custódia.do Plano de Qualidade Total, a Cenibra é certificada de O FSC (internacional) e o Cerflor (nacional) são organiza-acordo com as normas ISO 9001:2000. O objetivo da ções independentes, compostas por representantes dosempresa é a melhoria constante de seus processos, das setores ambiental, econômico e social, e que estabelecemrelações de trabalho e da qualidade final do produto. Outra os princípios e critérios de manejo florestal sustentável.preocupação constante da empresa é com a área de meio A Cadeia de Custódia é um processo que permite aambiente. Em outubro de 1997, a Cenibra foi reconhecida rastreabilidade de todo o processo produtivo. A certifica-internacionalmente pela qualidade ambiental, com a Certi- ção da Cadeia de Custódia, um diferencial de mercado,ficação ISO 14001:2004. garante ao consumidor que o produto florestal fabricadoA Cenibra está presente em 53 municípios de Minas Gerais. utiliza matéria-prima que provém de uma Floresta 100%Além dos impostos que recolhe e dos empregos que gera, Certificada ou de Floresta Certificada e de Fonte Controla-a empresa ainda desenvolve inúmeros programas que da de acordo com os Princípios e Critérios do FSC.visam a elevar os níveis de qualidade de vida das popula-ções vizinhas. Alguns exemplos são os projetos: Mutirão daEducação e Ação e Cidadania e Escola de Vida, que bene-ficiam mais de 50 mil estudantes. As parcerias agrícolascom pequenos produtores e apicultores como Projeto24 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  19. 19. Duratex Em 2009, a associação com a empresa Satipel tornou a Duratex a maior empresa de madeira industrializada do Hemisfério Sul. A Duratex dispõe de aproximadamen- te 203 mil hectares de florestas. Todas as áreas florestais são administradas de forma sustentável com a adoção de técnicas ambientalmente adequadas e com respeito aos requisitos sociais. Duas certificações respaldam tal afir- mação, sendo uma a certificação FSC (Forest Stewardship Council) a e outra a ISO 14001. A primeira cobre aproxima- damente 154 mil hectares de florestas de pínus e eucaliptos em São Paulo e Minas Gerais. Essa certificação atesta que a Duratex adota práticas ambientalmente corretas, social- mente justas e economicamente viáveis, utilizando tecno- logias que garantem qualidade, produtividade sustentada e competitividade nos mercados. A segunda certificação, a ISO 14001, atesta a existência de um Sistema de Gestão Ambiental, implantado nas fazendas da unidade de Botu- catu (SP) e no viveiro de mudas de Lençóis Paulista (SP),Centro de Educação Socioambiental que atendem aos requisitos da Norma NBR ISO 14001.(Cesa) - Localizado na unidade florestal de Minas Gerais,o centro passou por revisões e inovações do espaço físico.É um espaço destinado a atividades de conscientização Bibliotecas Comunitárias Ler é Preciso - As Bibliotecas Comunitárias Ler é Preciso Dr. Juarez Altafimambiental, com o tema central da produção sustentada de de Estrela do Sul (MG) e Emílio Schenk de Taquari (RS)madeira. Conteúdos voltados à sustentabilidade (dimen- são projetos incentivados pela Lei Rouanet – Lei Federalsões econômica, social e ecológica), aos temas regionais de Incentivo à Cultura. São desenvolvidas atividades comoinerentes ao manejo florestal e suas interfaces com biodi- Hora do Conto, Hora da Poesia, Oficina de Leitura, Concur-versidade e conservação do cerrado complementam as so de Redação entre outras.atividades educacionais adotadas em salas de aula pelosprofessores. Projeto de inclusão social - É resultado da parceria entre Duratex - área Florestal, Associação de PaisPrograma de Educação Ambiental nas e Amigos dos Exepcionais (Apae) de Lençóis Paulista, Asso-Escolas (Peae) - Desenvolvido na unidade de Minas ciação dos Deficientes Físicos de Lençóis Paulista (Adefilp),Gerais, visa à capacitação de professores e representantes Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista e Serviço Nacionaldo poder público em educação ambiental e metodologia de Aprendizado Rural (Senar). Tem como objetivo promo-de aplicação aos conteúdos transversais e interdisciplina- ver cursos sobre atividades agrícolas para os portadores deres. Para a atuação dos professores nos projetos desenvol- necessidades especiais.vidos pelo Peae, foi realizado o 1º Seminário de EducaçãoAmbiental para Professores, com o objetivo de criar meca-nismos de comunicação entre disciplinas e a realidade local. Projetos em biodiversidade (Flora e Fauna) e recursos naturais - Os estudos de flora e fauna são realizados em unidades de São Paulo,Área de Vivência Ambiental Piatan (Avap)- Localizada em Agudos (SP), expressa a contribuição da Minas Gerais e Rio Grande do Sul, para levantar e moni-Duratex ao desenvolvimento de atividades de educação torar a biodiversidade abrigada nas áreas de conservação da empresa. Até o momento, registraram-se nas áreasambiental para estudantes e outros públicos. O espaço foi da empresa 309 espécies arbóreas nativas, 434 aves, 85planejado para que escolas e outras instituições, que desen-volvam programas de educação ambiental, trabalhem mamíferos, 60 anfíbios, 53 répteis, além de outras espé-a temática da produção de madeira obtida pelo manejo cies animais. Nesse conjunto, estão abrigadas na empresasustentado de plantações florestais. espécies da lista de animais e plantas em risco de extinção. Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 25
  20. 20. GerdauA Gerdau é líder na produção de aços longos nas Améri- alinhado à norma ISO 14001 e estabelece a análise decas e uma das maiores fornecedoras de aços longos milhares de atividades industriais. O objetivo é garantirespeciais no mundo. Mantém operações nas Américas, o pleno acompanhamento do processo, desde a utiliza-Europa e Ásia, as quais somam uma capacidade instalada ção de matérias-primas, passando pela parte industrialde mais de 20 milhões de toneladas de aço por ano. Com e de distribuição de produtos e pela correta destinação109 anos de existência, a empresa está presente em 14 dos coprodutos gerados no processo.países: Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Espa-nha, Estados Unidos, Guatemala, Índia, México, Peru, Atuação socialRepública Dominicana, Uruguai e Venezuela. Nas centenas de projetos sociais de que participa, aSeus produtos, comercializados para os cinco continen- Gerdau busca envolver empresas, poder público e orga-tes, atendem os setores da construção civil, indústria e nizações civis, de forma a potencializar o investimento eagropecuária. Estão presentes no dia a dia das pessoas dar sustentabilidade às iniciativas ao longo prazo. Alémnas mais diversas formas: integram a estrutura de resi- disso, a Gerdau tem como política social o estímulo, adências, de prédios comerciais e shopping centers, hospi- capacitação e o reconhecimento da atividade voluntáriatais, pontes e hidrelétricas, fazem parte de torres de na sociedade, incentivando a solidariedade e a transfe-transmissão de energia e telefonia, são matérias-primas rência de conhecimento entre as pessoas. Essa mobili-de peças de automóveis e participam do trabalho no zação de pessoas acontece também internamente, porcampo. meio do Programa Voluntário Gerdau, que conta com aA Gerdau segue os princípios do desenvolvimento participação de mais de 8 mil colaboradores.sustentável e acredita que o crescimento de uma empre- A atuação social da empresa é focada nas áreas desa está diretamente relacionado ao respeito pelo meio educação formal; educação para a qualidade, produtivi-ambiente e ao compromisso com a sociedade. Tais preo- dade e competitividade; educação ambiental; educaçãocupações estão refletidas em suas práticas diárias, nos para cultura e esporte e mobilização solidária. Algunsinvestimentos para atualização contínua dos equipa- importantes projetos nacionais que a empresa apoiamentos e nos programas de estímulo à conscientização são: Movimento Todos pela Educação, Movimento Brasilambiental. Competitivo e o Prêmio para Micro e Pequenas Empre-Seguindo esse princípio, todas as usinas da Gerdau sas MPE Brasil.adotam o Sistema de Gestão Ambiental - SGA - que está26 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  21. 21. Grupo PlantarExcelência com responsabilidadeFundada em 1967, a Plantar expandiu e inovou o setor de servi-ços e produtos de base florestal e de siderurgia a carvão vegetal.Com suas principais atividades em desenvolvimento nas regiõesCentral e Norte de Minas Gerais, conta com estrutura suficientepara identificar e atender a demandas socioambientais, desenvol-vendo projetos por meio de parcerias e patrocínios, oferecendooportunidade de integração e crescimento social, intelectual eeconômico aos colaboradores e parceiros das comunidades ondeestá inserida.Da mesma forma com que sempre mostrou seriedade para com aqualidade de seus produtos e serviços e com o meio ambiente, aPlantar também está comprometida em articular e apoiar iniciati-vas que transformem realidades. Essa postura lhe garantiu certi-ficados de responsabilidade social, como o da Fundação Abrinq(Plantar Siderúrgica) e o Selo de Responsabilidade Empresarial doInstituto de Governança Social de Minas Gerais (Plantar Reflores-tamentos - 2009).Horta Comunitária - Desde 2008, a Plantar firmou Projeto Ação - É resultado da parceria firmada entreparceria com órgãos públicos e associações para produ- o Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (CPCD),ção de hortaliças e verduras em comunidades rurais, para Plantar Reflorestamentos S.A., Secretarias Municipaisconsumo próprio. 800 kg de alimentos são repassados e CMDCA, com promoção de cerca de 440 atividadessemanalmente ao Programa de Aquisição de Alimentos educativas em comunidades da zona rural. Participaçãopara Merenda Escolar, da Companhia Nacional de Abaste- de agentes comunitários e mães cuidadoras, com envolvi-cimento (Conab), e o restante é comercializado em feiras mento de mais de 570 crianças e jovens.livres locais e repassado a famílias carentes. Em 2009,foram produzidas 20 toneladas de hortaliças diversas, com Coleta seletiva - Mais de seis mil quilos de resíduosrotação de cultura, para milho, feijão e arroz, com benefí- recicláveis são repassados a associações de catadores decios para 35 famílias. Em 2010, já são 55 famílias incluídas, recicláveis. 15 famílias já foram beneficiadas pelo projeto.com previsão de produção de 30 toneladas. E tem mais - Aluno Nota 10 (estudantes são premia- dos pelo desempenho escolar). Programa de FormaçãoApicultura - Desenvolvido desde 2006, o proje- Escolar e de Manutenção de Micronegócios Regionaisto incentiva a atividade de apicultura junto a pequenos (voltados para colaboradores e pequenas empresasprodutores rurais e contribui para a geração de renda em parceiras).Microbacias (voltado para pequenos produto-pequenas comunidades. Mais de 15 famílias foram benefi- res). Arte na Infância (oficinas de arte com crianças). Esté-ciadas até o momento. tica Interiorana (membros das comunidades participamCriança e adolescente - Desde 2001 a Plantar de oficinas para registro de sua identidade sociocultural).repassa 1% do imposto de renda ao Fundo para a Infância e Prevenção e Combate a Incêndios (cartilha educativaAdolescência (FIA), por meio dos Conselhos Municipais do orienta vizinhos e comunidades sobre o males causadosDireito da Criança e do Adolescente (CMDCA). Além desse pelos incêndios florestais). Lobo-Guará Não é Lobo Mau erecurso, a empresa reforça seu apoio a creches e escolas. Já Ame a Ema (biólogos observam e acompanham o compor-foram beneficiadas mais de 1.115 crianças. tamento das espécies existentes nas terras da Plantar a fim de preservá-las). Educação Ambiental (campanhas de conscientização com a comunidade e escolas com mais de 900 crianças e adolescentes participantes). Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 27
  22. 22. Italmagnésio NordesteQualidade de vida para todos - A Italmagnésio Programa Infantil de Alimentação - ANordeste é uma empresa do ramo da siderurgia insta- empresa, preocupada em proporcionar aos seus funcio-lada há mais de 35 anos na região do Médio São Fran- nários uma alimentação adequada, criou esse programa,cisco (MG), beneficiando dez municípios: Buritizeiros, com o intuito de melhorar a formação física e mental.Ibiaí, Jequitaí, Lagoa dos Patos, Lassence, Pirapora, Patos A iniciativa é um benefício a que todas as crianças inte-Chique, Santa Fé de Minas, São Romão e Várzea da Palma. grantes do Projeto Esperança têm direito até os 12 anos.Também atua no Alto do Rio Pardo (MG), na área agros-silvopastoril, beneficiando os municípios de Santo Antô- Oficina Profissionalizante - Visa à melhoria danio de Retiro, Montezuma, Vargem Grande do Rio Pardo, qualidade dos cursos que são ministrados aos funcio-São João do Paraíso, Indaibira, Rio Pardo de Minas, Taio- nários e familiares. Para a realização dos cursos, coor-beiras, Berizal, Águas Vermelhas, Curral de Dentro, Santa denados pelo Serviço Nacional do Comércio (Senac) deCruz de Salinas, Novo Horizonte, Fruta do Leite, Rubelina, Montes Claros, são disponibilizadas uma sala para reali-Ninheira e Divisa Alegre. zação de curso de corte e costura, uma cozinha experi-É na cidade de Taiobeiras que a empresa concentra grande mental e espaços multiuso para cursos de artesanato. Oparte de sua atividade florestal, desde o plantio do euca- Senac também fornece três técnicos para atuarem, emlipto até sua transformação em carvão vegetal, essencial tempo integral, dando todo o suporte para a realizaçãoà produção de ferroligas. das oficinas.Desde o início de suas atividades, a Italmagnésio semprefoi ciente da sua responsabilidade social. Por isso, desen- Fornecimento de uniformes - Colaborandovolve uma série de atividades para valorização humana com a Secretaria de Ensino de Várzea da Palma, a empre-e desenvolvimento social. Para tanto, criou o Instituto sa atende aproximadamente 3 mil crianças das escolasElena Fusaro Trincanato, que é responsável pela coorde- municipais de ensino fundamental. São fornecidos doisnação de todos os seus projetos sociais. jogos de uniformes completos e material escolar.Projeto Esperança - Amplo projeto social que visa Clube Social Pindaíba - A Italmagnésio cedeu 80ao desenvolvimento sociocultural dos funcionários da hectares da Fazenda Pindaíba, em Taiobeiras, e ajudouempresa e seus familiares. Para isso, foi feita uma coope- com material para construção do clube, que conta comração técnica com a Universidade Federal de Viçosa parque balneário, campo de futebol, quadras esportivas(UFV), que realizou um diagnóstico analítico das condi- e salão de festas entre outros atributos. O clube foi aber-ções de vida dos participantes. Por meio de cursos profis- to a todos os cidadãos taiobeirenses e constitui-se numsionalizantes e palestras, além de ações de incentivo à dos locais de reunião mais concorridos da cidade.cultura e ao lazer, a iniciativa trabalhou aspectos comocapacitação profissional, qualidade de vida, orçamentodoméstico e educação alimentar.28 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  23. 23. MetalsiderA Metalsider Ltda. é uma empresa siderúrgica não inte-grada, produtora de ferro-gusa para comercialização nosmercados interno e externo. Com 26 anos de existência,concentra seu parque siderúrgico em Betim (MG), ondepromove diversas ações sociais que evidenciam a políticaresponsável e o compromisso com seus clientes. Visandoà sustentabilidade de suas ações, a empresa desenvolveprojetos em parceria com o Estado e com entidades daorganização civil.Projeto Sonhar Acordado - É um projeto socialinternacional, desenvolvido no Brasil pela ONG Associaçãodos Sonhos de Criança, em São Paulo. A regional de MinasGerais recebe 150 jovens voluntários, com idade entre 15e 30 anos, e atende a 150 crianças com idade entre 5 e 12anos, provenientes de três instituições da região Noroestede Belo Horizonte (MG). Termoelétrica: energia com redução deProjeto Arte e Dança - As ações do Núcleo de consumo dos recursos naturais - As usinasArte e Dança de Viçosa (MG), do Grupo Êxtase de Dança, Termoelétricas são fontes seguras e sustentáveis dedo Centro Experimental de Artes da Prefeitura Municipal geração de energia. Com a necessidade de preservar ade Viçosa e do Instituto Asas, são apoiadas pela empre- cada dia mais o meio ambiente em que está inserida,sa. Diversos espetáculos de dança foram viabilizados com a Metalsider apresenta, em sua planta industrial, já emo apoio da Metalsider, reunindo cerca de 30 mil pessoas. fase de final de acabamento, o projeto de implantaçãoDentre as ações, 500 crianças e adolescentes de baixa renda de sua Unidade Termoelétrica (UTE-Metalsider). Serãorecebem aulas de dança gratuita, trabalhando a arte como gerados 8,8 Mw/h de energia limpa, garantindo suaforma de inclusão social. sustentabilidade e viabilizando a comercialização do excedente no mercado, reduzindo ainda significativa-Uma empresa comprometida com o futuro mente a utilização dos recursos naturais.do planeta - A Metalsider investe em reflorestamen-to, em regiões estrategicamente localizadas dentro de um Qualidade de ferro e segurança para osraio economicamente viável, onde milhares de hectares de clientes - A Metalsider, com a política de Qualidadeflorestas de eucalipto estão plantados, com a finalidade Total e Sustentabilidade Ambiental, busca sempre a melho-de produzir carvão vegetal, para garantir o suprimento dos ria contínua dos seus processos produtivos. As premissasaltos-fornos. são amparadas nas Normas Internacionais ISO 9001:2008 e 14001:2004 e possibilitam a redução do desperdício eEducação ambiental: responsabilidade de perenidade do negócio para a empresa.todos - A Metalsider tem como objetivo o aperfeiçoa-mento contínuo do seu sistema de gestão ambiental e aformação de elos de responsabilidades compartilhadas emrelação ao meio ambiente. Para tanto, a empresa buscapromover projetos de educação ambiental para capacitarprofessores da rede de ensino público e sensibilizar a comu-nidade do seu entorno sobre as questões ambientais. Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 29
  24. 24. MinasligasResponsabilidade social: investimento, qualidade e sustentabilidade. Hoje e sempre - São preservadas as espécies florestais conforme lei. - Os transportes de produtos/subprodutos florestais são devidamente acobertados pela Guia de Controle Ambien- tal e nota fiscal. - São adotados os procedimentos legais pertinentes para o uso de agrotóxicos. - Os equipamentos (tratores e motosserras) são devida- mente registrados no órgão ambiental . Infraestrutura - A Minasligas presenteou a cida- de e microrregião de Pirapora (MG) ao contribuir para a construção da nova sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), com novas salas de aula, aten- dimentos fisioterápico, dentário, psicológico, fonoaudió-Meio Ambiente - A Minasligas tem vários projetos logo e outros. A Apae de Pirapora é uma associação civil,de sustentabilidade nas propriedades de sua atuação, com filantrópica, de caráter educacional, cultural, assistencial,programas de Educação Ambiental, Coleta Seletiva, Moni- de saúde, sem fins lucrativos. A nova sede contempla deztoramento de Fauna e Recuperação de Áreas Degradadas. salas de aula, bloco para atendimento especializado, salasSão adotadas práticas de manutenção e conservação dos de TV, cozinha e refeitório, banheiros adaptados, salas deaceiros, estradas, bacias de contenção e camalhões, que recreação, salas de informática, biblioteca e ampla áreavisam a evitar o surgimento de erosões no solo, inves- externa. A empresa também patrocinou o projeto dete constantemente em monitoramentos da qualidade do avaliação e confecção de órteses para portadores de para-solo, água, efluentes e caixas separadoras de água e óleo, lisia cerebral atendidos pela entidade, recursos importan-mantém ações de prevenção e combate a incêndios flores- tes para a reabilitação.tais, buscando preservar os plantios e as florestas nativas. A Minasligas, considerada Amiga da Criança de Pirapora,O Programa de Educação Ambiental promove a conscien- também doou casas, móveis, eletrodomésticos e uten-tização ambiental de funcionários, terceiros, confrontantes sílios necessários para o Projeto Casa Abrigo, que acolheda fazenda e comunidades próximas às fazendas, por meio crianças que aguardam famílias para adoção e fornecemde treinamentos, instruções de trabalho, monitoramento atendimento psicopedagógico, segurança e conforto 24constante das atividades desenvolvidas visando a eliminar o horas por dia.desperdício de insumos e redução dos impactos ambientaisnas áreas de atuação. O Programa de Educação Ambientalabrange os temas de ciclo de vida dos principais produtos Educação - Desde a sua fundação, a Minasligas imple-(papel, plástico, vidro, objetos metálicos etc.), suas implica- menta práticas de responsabilidade social investindo emções ambientais (água, florestas nativas, tráfico de animais iniciativas voltadas para o bem-estar social, patrocinando ee cadeia alimentar), saneamento básico (coleta de lixo, apoiando programas nas áreas de educação, saúde e cida-coleta seletiva, esgoto, abastecimento de água, agrotóxi- dania, com recursos da própria empresa em Pirapora, ondecos) e temas regionais. está localizado o seu parque industrial. Além de patrocinar oficinas para a comunidade, com abordagens educativas eEm respeito à legislação ambiental vigente, são adotadas as sociais que propiciem qualidade de vida, contribui para aseguintes práticas: Fundação Educacional Alto Médio São Francisco (Funam),- Os recursos hídricos utilizados nos projetos são previa- com o objetivo de promover a capacitação técnica para amente outorgados. formação de mão de obra especializada.- As explorações florestais apenas são realizadas após a Outro projeto de muito sucesso foi reforma, doação deconcessão das Licenças de Exploração por parte do órgão equipamentos, eletrodomésticos, mobiliário, brinquedos eambiental competente. manutenção de creches comunitárias para crianças de 0 a 6 anos.30 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  25. 25. Nova Era SiliconDemocratização do acesso aos bens culturaisA Nova Era Silicon S.A., empresa do grupo JFE Steel Outros programas - A Nova Era Silicon tambémCorporation, é uma das mais importantes produtoras e promove programas de empreendedorismo em esco-fornecedoras de ferro silício de alta pureza do mundo. O las públicas da região onde atua. Monitora, de formadesenvolvimento de tecnologias para agregar valor ao eficiente e eficaz, a segurança de seus empregados eferro silício standard também permite à empresa produ- de empregados de empresas terceirizadas, realizandozir o ferro silício com baixíssimos teores de impurezas levantamento de riscos e controle biológico de cadarequerido, principalmente, para a confecção de fios de atividade. Realiza obras sociais em creches e Apae comaço utilizados na produção de pneus e de chapas silicio- recursos do Fundo da Criança e do Adolescente. Patro-sas elétricas de grão orientado. cina, por meio da Lei do Esporte, o projeto de judô paraCom uma visão holística e integrada da comunidade 200 crianças e adolescentes de escolas públicas. Reali-local, a empresa atua no desenvolvimento sustentável za eventos de capacitação musical para educadores dade diversos públicos, dando suporte às ações em quatro rede de ensino de Nova Era. Desenvolve programaspilares: o economicamente viável, o socialmente justo, o institucionais de aprendizagem e aperfeiçoamento deambientalmente correto e o culturalmente aceito. competências para empregados. Oferece, ainda, bene- fícios diversos, como assistência médico-odontológica,Florestas - Para atender à demanda de abastecimen- plano de previdência privada, cesta básica, participaçãoto de carvão vegetal para produção do ferro silício, a nos lucros e resultados, gratificação de retorno de fériasNova Era Silicon mantém florestas plantadas nas regiões de e outros. Busca parcerias, com prefeituras, superinten-Conceição do Mato Dentro, Antônio Dias, Itabira, Nova dências de ensino e associações para implementação deEra, Santa Maria de Itabira e Ferros, em Minas Gerais, ações de melhoria na cidade.totalizando 17.200 hectares, sendo 9.100 de florestas Cumprindo o papel de empresa cidadã, essas e muitasplantadas com eucalipto e 7.000 de florestas nativas outras ações de responsabilidade empresarial sãopreservadas. As atividades florestais estão dentro das adotadas permanentemente pela Nova Era Silicon.normas ambientais, fiscais e trabalhistas e empregamdiretamente 500 pessoas, o que melhora a renda e aqualidade de vida das famílias do entorno das fazendas.Cultura - Ciente de que a cultura tem um papel inques-tionável na formação de indivíduos e deve ser vivenciadae experimentada por todos, a Nova Era Silicon reconhecea importância de aproximar a comunidade de Nova Erae, também, as comunidades das outras cidades onde tematuação das manifestações artístico-culturais de MinasGerais. Os projetos Educação Ambiental através dasArtes Cênicas e Comportamento de Arte são excelentese bem-sucedidos exemplos de democratização do aces-so aos bens culturais. A empresa reconhece e valoriza acultura porque sabe que ela é a matriz da diversidade,que permite ao homem afirmar sua humanidade, a suacaracterística de ser múltiplo e essencialmente cultural. Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 31
  26. 26. Pitangui Agroflorestal - PAFA Pitangui Agroflorestal (PAF), empresa do Grupo Newton Programas ambientais - A Companhia SiderúrgicaCardoso, foi constituída em 1996, com a finalidade de pres- Pitangui utiliza apenas carvão vegetal de madeira de reflo-tar serviços de silvicultura e produção de carvão vegetal restamento em seu alto-forno, provenientes da Pitanguià Companhia Siderúrgica Pitangui. Hoje, a PAF se destaca Agro-Florestal (PAF). Em maio de 2007, inaugurou a maiorcomo uma das maiores empresas do Brasil no segmento de usina termelétrica (UTE) movida a gás de alto-forno decarvão vegetal proveniente de madeira de reflorestamento, Minas Gerais. A termelétrica Siderpita, como é conhecida,com produção de cerca de 250 mil metros cúbicos ao ano. garante a autossuficiência da Pitangui em energia elétricaA produção conta com 700 fornos instalados em diversas e ainda é a primeira termelétrica de sua categoria a comer-localidades em Minas Gerais, que utilizam tecnologia de cializar o excedente de energia (2 megawatts) para o Siste-ponta na carbonização de madeira de eucalipto e pínus. ma Elétrico Nacional. O esforço da Siderúrgica PitanguiAlém de produzir carvão vegetal, a PAF desenvolve, produz na busca do desenvolvimento sustentável foi reconhecidoe comercializa mais de 40 tipos de mudas clonadas de pela Eletrobras e Petrobras, que concederam à empresa oeucalipto. A produção anual está estimada em 12 milhões Prêmio Mineiro de Conservação e Uso Racional de Energiade unidades. Parte das mudas é comercializada e o restante (PMCE) e o Prêmio Mineiro de Qualidade (PMQ).é destinado ao replantio mensal de 150 hectares de flores-tas próprias. As mudas da PAF são reconhecidas nacional- Rio Rancho Agropecuáriamente por sua qualidade e adaptabilidade a diversos tiposde solo e condições climáticas. Fundada em 1987, a Rio Rancho Agropecuária é a empre- sa mais diversificada do Grupo Newton Cardoso e operaProgramas sociais e ambientais - Situada em de forma integrada com outras empresas associadas aocinco municípios da região Centro-Oeste de Minas, a PAF Grupo, fornecendo insumos para serrarias, siderúrgicastem como meta principal gerar empregos e divisas para os e laticínios. Conta com unidades nos estados de Minasmunicípios de Pitangui, Martinho Campos, Pompeu, Abae- Gerais, Bahia e Mato Grosso. Atua nas áreas de gestão deté e Curvelo. Atua hoje no meio filantrópico, em igrejas, ativos florestais (florestamento, reflorestamento, explora-creches, escolas e comunidade. Procura também colaborar ção florestal, comercialização e industrialização de madei-com construções civis, fornecendo produtos para tais fins, ra), cafeicultura e pecuária de alto padrão genético, sendocomo a madeira reflorestada, por exemplo. esta última a principal atividade da empresa.Preocupada com a preservação do meio ambiente, a Pitan-gui Agroflorestal oferece palestras em escolas municipais Programas sociais e ambientais - A Rioe estaduais, tendo como tema principal a importância da Rancho Agropecuária atua na região do Norte de Minas,preservação das matas nativas e mananciais. uma das regiões mais pobres do estado, e desenvolve ações significativas no meio social e ecológico. Hoje é a empresaCompanhia Siderúrgica Pitangui (Siderpita) que mais gera empregos na região. Auxilia em construções de escolas e igrejas. Tem salas de aula, em sua proprieda-A Siderpita foi fundada em 1955, em Pitangui (MG), muni- de, para palestras ecológicas. Promove também, junto aoscípio a 140 km de Belo Horizonte, entre os maiores centros estudantes, a conservação dos mananciais da região, comprodutores de minério de ferro, calcário e carvão do País. o replantio de mudas. Em parceria com outras empresasNos primeiros 40 anos, a empresa focou o mercado nacional florestais da região e o Instituto Estadual de Florestas (IEF),de ferro-gusa. Em 1995, os rumos mudaram radicalmente: atua no combate de incêndios.a Pitangui foi comprada pelo Grupo Newton Cardoso, queinvestiu em modernização, multiplicou a capacidade deprodução e abriu as portas para o mercado externo. Entreos maiores compradores internacionais estão Taiwan, EUAe países da Europa. Hoje, com cerca de 300 funcionáriosdiretos, a Siderúrgica Pitangui é a maior fabricante de ferro-gusa para fundição e aciaria em Minas Gerais. A capacidadeinstalada de produção é de 30 mil toneladas por mês.32
  27. 27. ReplasaVisando à sustentabilidade das usinas de ferro-gusa do A iniciativa gera benefícios para quem planta, para quemGrupo Itaminas, a Replasa Reflorestadora S.A. foi criada em apoia, para quem compra, para o meio ambiente e também1972, com a missão de atender às necessidades do abaste- para a sociedade.cimento de carvão vegetal das empresas coligadas. Especia- Número de contratos formalizados por muni-lizada em florestamento, reflorestamento e produção de cípio, dentro do programa Fazendeiro Florestal,carvão vegetal da espécie eucalipto, a Replasa está situada anos 1998 a 2009na região do Norte de Minas Gerais, com atualmente 53fazendas, somando uma área total de 41.738 hectares, nosmunicípios de São João do Paraíso, Rio Pardo de Minas,Ninheira e Indaiabira.Hoje, a empresa conta com a base florestal de 25.600hectares de florestas plantadas, sendo que aproximada-mente 25% correspondem a contratos de fomentos juntoaos pequenos e médios produtores na Região Centro-Sul deMinas Gerais e Tocantins.Programa Fazendeiro Florestal - O fomentotem se mostrado um mecanismo eficiente na ampliação daindústria de base florestal para o abastecimento de maté-ria-prima das usinas do Grupo Itaminas. Criado em 1998,o programa Fazendeiro Florestal estabelece parcerias comprodutores rurais independentes, visando ao plantio deeucalipto em terras degradadas e/ou subutilizadas. São cerca Combate a incêndios florestais - A Replasade 352 contratos em 33 municípios de Minas Gerais, além segue a meta constante de eliminar e prevenir os focos dede algumas regiões de Tocantins. Atualmente, o programa incêndios florestais, preservando todas as áreas plantadasconta com cerca de 6,4 mil hectares plantados com eucalip- e nativas das regiões onde atua. Para isso, a empresa contato, com área média por contrato de 18 hectares. com brigadistas capacitados a utilizar equipamentos deSão feitos Contratos/Compromissos, nos quais os produto- combate a incêndios e também desenvolve palestras juntores obtêm gratuitamente as mudas, a assistência técnica, o à comunidade local, visando à conscientização dos riscosfertilizante, o formicida e o cupinicida. O pequeno e médio de incêndios. Dessa forma, a Replasa se assegura do patri-produtor entra com a terra e o trabalho. Na época do corte, mônio investido, contribuindo também para a preservaçãoo produtor se compromete a vender o carvão proveniente do meio ambiente, com a manutenção das reservas legaisda floresta para as usinas consumidoras com custos compe- nativas e das áreas de preservação permanentes.titivos. Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 33
  28. 28. Rima Industrial nais de conhecimento e desenvolvimento das crianças. O projeto está na 4ª edição e atingiu 31 escolas municipais, estaduais e creches em Minas Gerais, atendendo mais de 12.000 alunos. Projeto Saúde da Gestante e do Bebê - Realiza palestras, com profissionais da saúde, para orientar as futuras mães da comunidade, colaboradoras e esposas de colaboradores sobre a importância do pré-natal, da alimentação da gestante, dos cuidados com o bebê, do alei- tamento materno e do registro civil. A iniciativa é alinhadaA Rima Industrial S/A, líder nacional na produção e comer- aos objetivos 4 e 5 das Oito Metas do Milênio (Erradicar acialização de ligas à base de silício, é a maior produto- extrema pobreza e a fome): reduzir a mortalidade na infân-ra nacional de silício metálico e ocupa a quarta posição cia e melhorar a saúde materna, respectivamente.em relação às outras empresas mundiais do segmento. Acompanhia também mantém a segunda maior fundição Projeto Socioambiental - Desperta e desenvolvesob pressão de magnésio do mundo, além de ser a única a consciência sobre conservação e preservação do meioprodutora de magnésio do Hemisfério Sul. ambiente, com destaque para fauna e flora, alinhado à 7ªO Grupo Rima promove ações sociais articuladas com Meta do Milênio: garantir a sustentabilidade ambiental.o governo, com empresas privadas e com o cidadão. A Proporciona e desenvolve experiências práticas nas esco-Fundação Vicintin, criada em 1985, é o braço social do las e comunidades onde atua. Com a iniciativa Empresagrupo, colaborando com as comunidades do entorno. Atua Amiga do Catador de Materiais Recicláveis, contribui paraem Belo Horizonte e no Norte de Minas Gerais e inova em o resgate da cidadania e para a preservação ambiental.vários segmentos que têm por objetivo a inserção socialmediante a educação. Auxilia instituições como escolas, Projeto Construindo Bibliotecas - Adequa,hospitais, creches, bibliotecas e demais entidades voltadas cria e desenvolve bibliotecas para a leitura do aluno e dopara o social, com coordenação de projetos pedagógicos. educador. As bibliotecas são construídas em escolas eEm 2009, os projetos da Fundação beneficiaram 12.368 comunidades carentes que não dispõem de espaço paracrianças. O trabalho desenvolvido é norteado pelas Oito leitura e pesquisa. Iniciado em 2007, até 2009 já foramMetas do Milênio traçadas pela Organização das Nações entregues quatro unidades com o nome Biblioteca Ricar-Unidas (ONU). Conheça os projetos desenvolvidos pela do Vicintin, nos municípios de Várzea da Palma, Buriti daFundação Vicintin há mais de 24 anos. Porta, Bocaiuva e Olhos D’Água. Para 2010, estão previstas mais duas, para Riacho dos Machados e Comunidade VilaProjeto CER - Centro Educacional Rima - Bem Querer.Desenvolvido em parceria com o Sesi/Fiemg/fundação,oferece ensinos fundamental e médio aos funcionários Projeto Viva a Vida - Promove campanhas para osdas fábricas do Norte de Minas, para dar oportunidade de colaboradores da empresa sobre temas como tabagismo,completarem os estudos e ingressarem em cursos técnicos doenças cardiovasculares, alcoolismo, drogas e vacina-e faculdades. Mais de 650 funcionários já foram certifica- ções, dentre outros, com palestras para sensibilizar sobredos. os cuidados com a saúde.Projeto Baú Literário Mundo Mágico das Projeto Sorrindo - Melhora a saúde bucal de crian-Letras - Projeto de literatura que melhora a qualidade ças e adolescentes, estimula a higienização, a alimentaçãoda educação e oferece ao aluno carente da rede pública de adequada e a prevenção de doenças. São realizadas pales-ensino oportunidades de desenvolver aptidões, com o obje- tras com técnicas de escovação por profissionais da áreativo de tornar o aluno um cidadão capaz de pensar, sentir da saúde, bem como apresentações de teatro e de vídeose criar. A iniciativa distribui baús para as escolas participan- educativos. Em sua 4ª edição em 2009, o projeto já bene-tes, com livros de literatura infanto-juvenil, fontes adicio- ficiou mais de 12.000 crianças e adolescentes.34 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  29. 29. Saint-Gobain Canalização Pioneira no processo de fabricação de tubos de ferro fundi- do centrifugado, a Saint-Gobain Canalização desenvolve, ao longo de mais de 65 anos, uma reconhecida tecnologia de fabricação e comercialização de sistemas completos de canalização em ferro dúctil. Líder no mercado de sanea- mento, a empresa é a principal fabricante de equipamentos para transporte de água, atendendo, também, os mercados de irrigação, predial e industrial. Colônia de Férias - Proporcionar aos filhos dos colaboradores da Usina de Itaúna a oportunidade de lazer e descontração durante o período de férias escolares é o objetivo da Colônia de Férias. Crianças com idade entre 7 e 12 anos têm a oportunidade de socialização, aprendi- zado e desenvolvimento da criatividade, fatores capazes de despertar talentos e promover conhecimento. A colônia é realizada num espaço cercado de muito verde, propician- do contato direto com a natureza e inclui oficinas de artes, esportes, atividades lúdicas e culturais.Direito de Recusa - Com o objetivo de sensibilizar todas as regras seguidas durante as partidas. O investi-os 270 colaboradores diretos e corresponsabilizar pela sua mento no projeto possibilita a confecção dos uniformesintegridade física e emocional, o procedimento de Direito dos times, a contratação de arbitragem, o aluguel dade Recusa foi amplamente divulgado na Usina de Itaúna quadra e a premiação dos vencedores. A empresa se encar-com treinamentos e ferramentas de comunicação que, rega também da divulgação dos jogos para os familiaresalém de conter informações sobre o tema, utilizaram foto- comparecem.grafias dos filhos no outdoor, filipeta entregue no início decada jornada de trabalho e no Saint-Gobain Vem à Sua Casa Amigo do Catador - A Saint-Gobain Canalização– impresso direcionado a família do colaborador. Em todos apoia o Projeto Amigo do Catador, realizado na cidadeos veículos, foi legitimada autoridade aos colaboradores e de Itaúna (MG), desde 2003. Envolve os 271 colaborado-parceiros para que paralisem atividades e equipamentos e res da usina a custo zero e realiza coleta seletiva do lixo,recusem serviços que apresentem riscos iminentes a sua desenvolvendo a consciência ambiental por treinamentossaúde e segurança. e campanhas que educam e conscientizam sobre a impor- tância de reciclar papel, papelão, plástico e big bags. Todo oCampeonato de Futsal - O Campeonato de Futsal material recolhido pelo projeto é doado para a Cooperativatem como objetivo integrar e incentivar a prática de espor- de Trabalho e Reciclagem de Itaúna (Coopert). A Cooperttes entre os colaboradores da Usina de Itaúna. O projeto é formada por ex-catadores de rua que sobreviviam doaborda conceitos como trabalho em equipe, cooperação, lixo e que hoje vivem com dignidade. Uma vida melhorparticipação, liderança, respeito às normas, autoridade e foi possível graças à organização da classe e ao apoio deresponsabilidade quanto aos papéis assumidos dentro e administrações públicas e de instituições parceiras como afora da quadra. O evento conta com a participação de um Saint-Gobain Canalização. Essa parceria rendeu à empre-técnico de segurança do trabalho e um fisioterapeuta, que sa homenagem como uma das instituições que ajudamacompanham todos os jogos e auxiliaram os jogadores. a tornar possível a implantação e manutenção da coletaO regulamento, elaborado pela Comissão Organizadora, seletiva de lixo em Itaúna, tornando o município referênciacomposta por representantes dos times inscritos, pauta em reciclagem. Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 35
  30. 30. SiderpaSustentabilidade e excelência - A Siderúrgica nos e Creche Regina Apostolorum, de apoio e educação aPaulino Ltda. (Siderpa) foi fundada em 1985 com o objeti- crianças e adolescentes, atendendo mais de 600 crianças evo de produzir ferro-gusa com sustentabilidade e excelên- jovens em Sete Lagoas (MG).cia. A silvicultura é o principal destino de investimentos daempresa, que conta com 34.000 hectares de áreas destina- Saúde e educação em foco - A Siderpa tambémdas ao plantio de florestas e reservas. apoia o Hospital Nossa Senhora das Graças, a Santa CasaA capacidade de produção de 200.000 toneladas anuais de Sete Lagoas, com assistência aos pacientes carentes dacoloca a Siderpa entre os principais produtores no mundo unidade pediátrica, e é credenciada como Empresa Amigade ferro-gusa nodular e nodular especial. A Siderpa também do Hospital.investe na geração de energia, tendo hoje 100% de suaenergia elétrica gerada por meio de uma usina termelétrica A área da educação também é uma das prioridades daprópria, aproveitando de modo eficiente os gases gerados Siderpa. Nesse intuito a empresa distribui anualmente umpelos altos-fornos. Todo o processo de produção e comer- kit escolar a todas as crianças e adolescentes das institui-cialização obedece rigidamente o sistema da qualidade ções que apoia e também aos filhos de funcionários.certificado pela ISSO 9001:2000. Com patrocínio cultural, a Siderpa entregou 20 Salas de Leitura levando oportunidade a todos os municípios ondeUm horizonte melhor no futuro - O enga- atua, tanto na silvicultura quanto na indústria. As Salasjamento nas causas sociais da comunidade onde atua é de Leitura foram instaladas em escolas, prédios públicos,também uma preocupação da Siderpa, credenciada como hospital e até mesmo no presídio de Sete Lagoas. A empre-Empresa Amiga da Criança, pela Fundação Abrinq. sa acredita que a oportunidade pode formar o cidadão.As ações sociais da empresa se concentram em projetosde auxilio à manutenção das instituições Obras Sociais SãoJosé Operário, Lar Espírita Paulo de Tarso, Projeto Pequeni-36 Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável
  31. 31. Suzano Papel e Celulose (FNQ). Em 2009, foi registrado volume recorde de produ- ção de 2,7 milhões de toneladas e recorde de vendas de 2,9 milhões de toneladas de papel e celulose de mercado, 17% acima daquela do exercício anterior. No mesmo ano, a Suzano foi classificada, pela sexta vez consecutiva, entre as empresas mais sustentáveis do Brasil pela revista Exame, que também posicionou a empresa na lista das Maiores e Melhores companhias brasileiras. As conquistas não para- ram por aí. A empresa foi listada mais uma vez no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo, considerado um importante reconhecimento pela nossa gestão sustentável e comprometimento socio- ambiental. Atuação ambiental - Cerca de 40% das áreas da Suzano são destinadas à preservação ambiental. Nas áreas de atuação, são desenvolvidos programas de monitora- mento e conservação ambiental da flora e da fauna, em parceria com centros especializados de pesquisa, comA Suzano Papel e Celulose é uma empresa de base flores- o objetivo de verificar e monitorar a saúde das florestas.tal posicionada entre as maiores produtoras verticalmente Nas áreas da Suzano, é feito o monitoramento da avifau-integradas de papel e celulose da América Latina. Tem mais na desde 2001, e os resultados demonstram o aumento dade 85 anos de experiência no mercado de papel e celulo- biodiversidade.se. Integrante do Grupo Suzano, adota como estratégiaconcentrar-se em duas linhas de produtos que são celu-lose de mercado, vendida principalmente para produtores Envolvimento social - As relações com colabo- radores e sociedade são pautadas pelo respeito, atençãode diferentes tipos de papel em 47 países, com foco nas e dignificação humana. Nas regiões onde atua, a empre-exportações, e papel, vendido principalmente nos merca- sa apoia iniciativas que beneficiam a geração de renda,dos latino-americanos, em especial, no Brasil. inclusão social, educação, cultura, esporte, preservação do meio ambiente e melhoria da qualidade de vida. Em 2009,No Brasil, as cinco unidades industriais estão localizadas foram investidos 31,3 milhões de reais em iniciativas foca-em Mucuri (BA), duas em Suzano (SP), e as outras duas das especialmente em educação, meio ambiente e geraçãoem Embu (SP) e Americana (SP), esta resultado de 50% do de renda.Consórcio Paulista de Celulose e Papel (Conpacel), principalunidade industrial integrada de papel e celulose adquirida Alguns projetos merecem destaque. O Suzano Responde éda Ripasa. a linha de comunicação permanente com as comunidades dos municípios onde atua. Na área socioambiental, a Asso-Atua sob os princípios da sustentabilidade, o que reflete ciação Golfinho atende filhos dos pescadores de Mucu-a capacidade de permitir que os ciclos de crescimento se ri e beneficia mais de 500 crianças por mês. Já o Projetorenovem. Isso implica construir bases para um crescimen- ComUnidade tem por objetivo facilitar a auto-organizaçãoto que integre operações competitivas, responsabilidade da comunidade por meio da capacitação dos moradoressocioambiental e relacionamentos de qualidade com todas da região de Mucuri para que se mobilizem em coopera-as partes interessadas. tivas de produção e construam alternativas de trabalho e renda sustentáveis. Outro importante projeto é a EscolaEm 2008, a Suzano comemorou a conquista do Prêmio Formare, que desenvolve as potencialidades de jovens deNacional da Qualidade (PNQ), mais importante reconhe- famílias de baixa renda, integrando-os à sociedade comocimento da excelência na gestão das organizações brasi- profissionais e cidadãos.leiras, concedido pela Fundação Nacional da Qualidade Florestas plantadas: um caminho para o desenvolvimento sustentável 37

×