Successfully reported this slideshow.

Revolução Francesa e Período Napoleônico

11

Share

Upcoming SlideShare
Slides revolução francesa
Slides revolução francesa
Loading in …3
×
1 of 31
1 of 31

Revolução Francesa e Período Napoleônico

11

Share

Download to read offline

Aula de História Geral para o Terceiro ano do Colégio Militar de Brasília. Permitido o uso desde que citada a fonte. Última aula do ano. :)

Aula de História Geral para o Terceiro ano do Colégio Militar de Brasília. Permitido o uso desde que citada a fonte. Última aula do ano. :)

More Related Content

Related Books

Free with a 14 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 14 day trial from Scribd

See all

Revolução Francesa e Período Napoleônico

  1. 1. Quanto tempo durou a Revolução? Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 2
  2. 2. O Trono Balança...  Forte crise econômica;  Resistência da Nobreza e do Clero retirada de privilégios ou taxação;  Tratado Comercial de 1886 com a Inglaterra.  Quebras de colheitas;  Inverno rigoroso em 1788-89;  Incapacidade do Rei Luís XVI em cortar gastos e promover reformas;  Pressão do Terceiro Estado; Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 3
  3. 3. Os Estados Gerais • Aberta em 5 de maio de 1789 reunia nobreza (291), clero (300) e o terceiro estado (610). Sua última convocação tinha sido em 1614. Cada Estado tinha direito a 1 voto. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 4
  4. 4. Rumo à Revolução • O Terceiro Estado passou se intitular os “comuns”. • A Assembléia Nacional foi “aberta” em 17 de junho. • O “juramento do campo de • No dia 20, o rei péla”: os deputados não se mandou fechar os desmobilizariam até que Estados Gerais. tivessem uma constituição. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 5
  5. 5. Rumo à Revolução • Jacques Necker, estadista e banqueiro suíço, foi ministro de Luís XVI por duas vezes (1777/81 e 1788/89). • Defendia o voto por cabeça nos Estados Gerais e a tributação do clero e da nobreza. • Muito popular, sua demissão em 11 de julho, ajudou a precipitar a Revolução. Protestante, Necker nunca pode ser Prof.ª Valéria Fernandes oficialmente “ministro”. 11/9/2012 6
  6. 6. A Queda da Bastilha 14 de julho de 1789. • Símbolo da opressão do Antigo Regime, a Queda da Bastilha é o marco simbólico da Revolução. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 7
  7. 7. As Jornadas de Outubro • A Marcha das Mulheres sobre Versalhes aconteceu em 5 de outubro e obrigou a família real a se mudar de Versalhes para o Palácio das Tulherias. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 8
  8. 8. As Fases da Revolução  Assembléia Nacional Constituinte (1789-1791): – Abolição dos direitos feudais. – Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. – Fim da monarquia absoluta. – Nacionalização dos bens da Igreja. – Constituição Civil do Clero (a questão do clero refratário). – Voto censitário masculino. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 9
  9. 9.  Assembléia Nacional Constituinte (1789-1791): – A nova moeda os “assignants”. – Divisão em Três Poderes. – Camponeses puderam adquirir propriedades à preços baixos.  Monarquia Constitucional (1791-1792): – O rei mantém o direito de veto, mas a pressão popular o impede de usá-lo. – Mobilização das potências estrangeiras contra a França. – O Rei é acusado de traição por manter contato com os emigrados. – A Família Real tenta fugir (Fuga para Varennes – 20-25 de junho de 1791). Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 10
  10. 10. Os Partidos na Assembléia • Os Girondinos se sentavam na parte baixa (Planície), à direita, representavam a alta burguesia, o clero e a nobreza liberal. Massacrados em 02/06/1793, depois, tomaram o poder. • Os Jacobinos queriam aprofundar a revolução. Sentavam-se à esquerda e buscaram o apoio dos Cordeliers, partido mais radical, que se sentava na parte alta da assembléia (Montanha) e tinha fortes ligações com os sans-culottes. Eram republicanos. • Já os feuillants representavam a burguesia financeira, e havia os deputados sem convicções políticas, chamados de (sapos do) Pântano. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 11
  11. 11.  A Invasão do Palácio das Tulherias, em 10 de agosto de 1792, quase resultou no massacre da família real. No mês seguinte, os famosos Massacres de Setembro possibilitaram a expressão de toda a “fúria” revolucionária. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 12
  12. 12.  A Batalha de Valmy (20 de setembro de 1792) foi a primeira grande vitória militar da Revolução. A Convenção Nacional, impulsionada pelo triunfo, proclamou a República. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 13
  13. 13.  A Convenção Nacional (1792-1795): – Aliança entre jacobinos e sans-culottes. – O rei (21/01/1793) e a rainha (16/10/1793) são executados. – Guerra da Vendéia (1793-1796). – A Primeira Coligação (1792-97). – Girondinos perdem o poder entre 31/05- 02/06/1793 → vários são guilhotinados. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 14
  14. 14. – No poder, os jacobinos promovem uma série de reformas mas o uso indiscriminado da guilhotina faz com que o período seja conhecido como “Terror”: • Abolição da escravatura nas colônias. • Lei do Máximo. • Reforma agrária e pensões para os necessitados. • Nova constituição e novo calendário. • Voto universal masculino. • Nova Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. • Ensino público e gratuito. • Criação do Museu do Louvre. • Criação do Sistema de Pesos e Medidas. • Instituição do Tribunal Revolucionário, do Comitê de Salvação Pública e do Comitê de Salvação Nacional, criação da Lei dos Suspeitos. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 15
  15. 15. O Calendário Revolucionário Vigorou de 22/09/1792 a 31/12/1805. Napoleão Bonaparte restabeleceu o Calendário Gregoriano, que voltaria a vigorar durante a Comuna de Paris. • No outono: • Na primavera:  Vindimiário: 22/09-21/10  Germinal: 21/03-19/04  Brumário: 22/10-20/11  Floreal: 20/04-19/05  Frimário: 21/11-20/12  Pradial: 20/05-18/06 • No inverno: • No verão:  Nivoso: 21/12-19/01  Messidor: 19/06-18/07  Pluvioso: 20/01-18/02  Termidor: 19/07-17/08  Ventoso: 19/02-20/03  Fructidor: 18/08-20/09 Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 16
  16. 16.  A Morte de Marat (13/07/1793), líder dos sans- culottes, jornalista e instigador de levantes populares e Robespierre, um dos mais importantes líderes jacobinos e um dos idealizadores do “Terror”. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 17
  17. 17.  As mulheres participaram ativamente da Revolução, mas foram sendo excluídas da vida política. Olympe de Gouges escreveu A Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã. Charlotte Corday matou Marat e disse em seu julgamento “Matei um homem para salvar 100 mil!”. Ambas morreram na guilhotina. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 18
  18. 18. – Em 27 de julho (09 de Termidor do ano II do novo Calendário da Revolução), os girondinos sobreviventes retomaram o poder. Inicia-se a Convenção Termidoriana. – Várias das leis e medidas baixadas pelos jacobinos foram anuladas. – Os girondinos promoveram a perseguição dos inimigos Cabeça de políticos. É o chamado “Terror Robespierre é Branco”. exibida ao povo. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 19
  19. 19. – O Diretório (1795-1799):  Em agosto de 1795, criaram uma nova constituição nacional.  Os direitos de propriedade revogados pelos jacobinos foram revalidados.  O governo era formado pelo Conselho dos 500 (encarregado de elaborar os projetos de lei) e o Conselho dos Anciãos (250 deputados encarregados de aprovar ou rejeitar os projetos de lei).  O poder executivo foi entregue ao Diretório → colegiado de 5 membros eleitos por 5 anos pelo Conselho dos Anciãos.  Retorno do voto censitário. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 20
  20. 20. – O Diretório (1795-1799):  Pressões tanto por parte dos monarquistas, quanto de setores da esquerda (Conspiração dos Iguais).  Criada uma nova moeda, o franco.  Greves são proibidas → Repressão aos trabalhadores urbanos (sans-culottes).  formou-se a 2a Coligação (Inglaterra, Áustria, Rússia, Sardenha, reino de Nápoles e Turquia).  Aumenta a dependência em relação ao exército → O jovem Napoleão se projeta política e militarmente.  Por fim, Napoleão dissolveu o Diretório no dia 9/11/1799 → o Golpe do 18 Brumário → Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 21 estabeleceu o Consulado.
  21. 21. Período Napoleônico  Napoleão Bonaparte (1769- 1821) foi um importante líder militar que destacou-se contra a 1a e a 2a Coligação.  Em 1799, tomou o poder, criando o consulado, inaugurando o império em 1804.  Vitorioso na maioria de suas batalhas, tentou promover a modernização do Estado francês, com destaque para o Código de leis que leva o seu nome. Fernandes Prof.ª Valéria 11/9/2012 22
  22. 22. Período Napoleônico  1800 – Banco da França.  1801 – Concordata com a Igreja Católica.  1802 – Plebiscito: cônsul vitalício.  1803 – Venda de colônias francesas aos EUA.  1804 – Código Napoleônico.  Reformou a educação: abriu escolas primárias públicas em todas as aldeias, estimulou o ensino superior e subordinou as escolas técnicas ao Estado.  Grandes obras públicas. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 23
  23. 23. Período Napoleônico  A vitória dos britânicos na Batalha de Trafalgar (1805) evidenciou a supremacia naval inglesa.  Napoleão decreta o Bloqueio Continental (1806).  Os britânicos então passam a atacar navios franceses e com carga de produtos franceses.  Os americanos baixam a Lei do Embargo (1807), porque a ação Esquema da Batalha inglesa causa danos a de Trafalgar. economia americana. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 24
  24. 24. Período Napoleônico Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 25
  25. 25. Coroação de Napoleão: depois de um plebiscito em 1804, Napoleão se torna imperador e coroa a si mesmo e sua esposa, Josefina, humilhando o papa. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 26
  26. 26. Os fuzilamentos de 3 de Maio: Goya pinta (1814)a resistência dos espanhóis às tropas napoleônicas a guerra Prof.ª Valéria Fernandes durou de 1807-1814. 11/9/2012 27
  27. 27. Josefina, primeira esposa de Napoleão, o ajudou a chegar ao poder, mas não lhe deu filhos. Perdeu seu lugar para Prof.ª Valéria Fernandes Maria Luísa da Austria. 11/9/2012 28
  28. 28. Período Napoleônico  Depois da campanha da Rússia (1812), foi derrotado na Batalha de Leipzig (1813), forçado a renunciar e partir para o Exílio na Ilha de Elba.  Napoleão retomou o poder em 1815 e, derrotado definitivamente na Batalha de Waterloo (1815), morreu na Ilha de Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 29 Santa Helena.
  29. 29. A Campanha da Rússia (1812) levou ao colapso as forças militares francesas. Prof.ª Valéria Fernandes 11/9/2012 30
  30. 30. O Congresso de Viena (02/05/1814 a 09/06/1815) tentou restaurar o absolutismo na Europa, poucos de seus Prof.ª Valéria Fernandes objetivos foram atingidos. 11/9/2012 31

×