Apresentação final cidades pela retoma conf appla

2,332 views

Published on

'CIDADES PELA RETOMA, REFORMA E TRANSIÇÃO‘
O PAPEL DOS ‘MOVIMENTOS CÍVICOS’ QUE REFLECTEM SOBRE AS CIDADES, NUM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO

VII ENCONTRO NACIONAL DOS PLANEADORES DO TERRITÓRIO
MOTA, José Carlos, CARDOSO, Rodrigo, NOGUEIRA, Fernando

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,332
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,466
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação final cidades pela retoma conf appla

  1. 1. CIDADES PELA RETOMA, REFORMA E TRANSIÇÃO‘O PAPEL DOS ‘MOVIMENTOS CÍVICOS’ QUE REFLECTEM SOBRE AS CIDADES, NUM CONTEXTO DE TRANSIÇÃO VII ENCONTRO NACIONAL DOS PLANEADORES DO TERRITÓRIO MOTA, José Carlos, CARDOSO, Rodrigo, NOGUEIRA, Fernando
  2. 2. CONTEXTOCrise (diferentes dimensões)• Económica/Financeira• Política• Social• Cívica• Modelo de desenvolvimento económico, social e espacialDebater sobre a ‘culpa’ ou tentar compreender e agir sobre o problema?
  3. 3. DESAFIOS ACTUAIS DASSOCIEDADESCONTEMPORÂNEAS -PAPEL DAS CIDADES• O papel das cidades e do ‘activismo cívico’ para estimular o desenvolvimento económico-social;• O futuro do poder local e o memorando da Troika (‘a consolidation plan to reorganise and significantly reduce the number of local government administration entities’)
  4. 4. NOVAS FORMAS DEPENSAR SOBRE OFUTURO (DAS CIDADES)• Consertar o futuro!• ‘Transição’ vs ‘Retoma’• Foco nas cidades• Planning Táctico (cirúrgico) vs Estratégico• Bottom-up & Grassroots• Metodologias Colaborativas• ‘Knowledge based’
  5. 5. COLECTIVO‘CIDADES PELA RETOMA,REFORMA E TRANSIÇÃO’• surgiu em Aveiro (Setembro 2010) a partir de um experiência cívica inovadora – Amigosd’Avenida:• 2.ª geração de movimentos cívicos – ‘NYMBY’ & partilha ‘sangue,suor e lágrimas’ aos ‘knowledge based citizenship’;• discutir ‘o papel das cidades e das suas comunidades em momentos de transição social e económica; reflectir sobre práticas urbanas e o futuro da cidadania;
  6. 6. MOVIMENTO ‘CIDADES PELA RETOMA, REFORMA E TRANSIÇÃO’ ORGANIZAÇÃO CITIZENS ENVIRONMENT & NATURALDECISION MAKERS & RESOURCES TECHNOLOGY CULTURE PROFESSIONALS ENTREPRENEURS & CITY CIVIC TASK FORCE MANAGERS SPATIAL PLANNING MOBILITY multidisciplinar team withRESEARCHERS ARCHITECTURE ARTISTS diferent backgrounds MANAGEMENT DESIGN SOCIOLOGY ECONOMYMIGUEL BARBOT | RODRIGO CARDOSO | FRANCISCO FLORIDO | VÍTOR SILVA | PATRÍCIA ROMEIRO | MIGUEL TORRES | JOSÉ CARLOS MOTA | FERNANDO NOGUEIRA | GONÇALO SANTINHA | SUSANA LOUREIRO | GILMOREIRA | JOAQUIM PAVÃO | CATARINA RODRIGUES | GIL RIBEIRO | SOFIA HERRERA | FREDERICO LUCAS | RUI MATOSO |JOÃO SEIXAS | MÁRIO ALVES | BRUNO LAGE | JORGE REIS | DANIELA AMBRÓSIO | FÁTIMASARAIVA | EQUIPA VOLUNTEER PONTOC | REDE ‘GLOBAL CITY 2.0’ (BRASIL, ESPANHA, ARGENTINA, EUA, …)
  7. 7. globalcity.blogs.sapo.pt LOW-COST & HIGH-VALUE URBAN ‘GLOBAL CITY 2.0’ ‘GREAT PLACES’ INITIATIVES NETWORKhttp://ideasforcities.blogs.sapo.pt/ http://greatplaces.blogs.sapo.pt/ CIDADES PELA RETOMA, REFORMA E TRANSIÇÃO noeconomicrecoverywithoutcities.blogs.sapo.pt www.facebook.com/CidadespelaRetoma groups.google.com/group/cidadespelaretoma CITIES CIVIC ‘THINK TANK’ AGENDA REPOSITÓRIO LOCAL PARA CONHECIMENTO A RETOMA’ agendalocalpelaretoma.blogs.sapo.pt citiescivicthinktank.blogs.sapo.pt
  8. 8. P#1. DEBATES ‘CIDADES PELA RETOMA’ OPORTO, OCT 2010 LISBON, APR 2011 OPORTO, JUN 2011FARO, DEC 2010; FEB 2011; APR 2011 2011… TORRES VEDRAS, COIMBRA, FARO, AVEIRO,…
  9. 9. DEBATES on-line ‘CIDADES PELA RETOMA’2.910 10.000 23 220 CIVIC TASK FORCEPORTO, AVEIRO, COIMBRA, GUARDA, COVILHÃ, TORRES VEDRAS, ÓBIDOS/C.RAÍNHA, LISBOA, FARO
  10. 10. P#2. GLOBAL CITY 2.0• REDE INFORMAL GLOBAL DE ‘MOVIMENTOS CÍVICOS DE CIDADE’ e ESPAÇO DE REFLEXÃO sobre o POTENCIAL DESTAS FORMAS EMERGENTES DE ‘DEMOCRACIA DE PROXIMIDADE’ PARA TRANSFORMAR AS CIDADES E A VIDA URBANA (http://globalcity.blogs.sapo.pt/);• ano Europeu do Voluntariado para promover mais cidadania activa - 2011 (http://europa.eu/volunteering/);• mapa global de ‘blogues ou sites de ruas, bairros, vilas ou cidades’ promovidos por cidadãos, grupos (formais ou informais) ou instituições que pretendem pensar de forma colaborativa sobre o futuro das suas cidades;
  11. 11. P#2. GLOBAL CITY 2.0Já realizado• Lançamento público iniciativa (com Saskia Sassen e João Ferrão)• Site/blogue e rede Facebook (200 membros);• Novo site (em fase final)• Mapeamento de mais de 200 movimentos cívicos urbanos em mais de 15 países• 9 parcerias internacionais• convite aberto a cidadãos, profissionais, académicos e decisores políticosPerspectiva-se:• organizar questionário sobre ‘movimentos cívicos de cidade’;• Identificar boas práticas ou iniciativas relevantes a partir do conhecimento dos diferentes movimentos, organizações, autoridades e políticas públicas;
  12. 12. P#3. LOW-COST & HIGH-VALUE IDEAS FOR CITIES• princípios de trabalho incremental (pequenos passos), envolvendo talentos locais (cidadãos, empreendedores, promotores & autarquias), usando experiências de baixo custo e de escala micro- local numa variedade de ambientes urbanos (ruas, praças, frentes ribeirinhas, lotes devolutos).• consubstancia uma dinâmica de acção local (de base cívica), que pretende mobilizar o capital social, intelectual, económico e institucional à volta de uma agenda local e de uma visão de futuro• conceitos: Urbanismo táctico, DIY Urbanism, Pop-up city, LQC - Lighter, Quicker, Cheaper
  13. 13. ‘LOW-COST & HIGH-VALUE IDEAS FOR CITIES’Exemplos (http://ideasforcities.blogs.sapo.pt/ )• Residências Artísticas gratuiitas de curta duração em lojas devolutas (valorização de talento locais em troca de pequenas obras);• Jardins amovíveis / Hortas comunitárias/ Jardinagem de Guerrilha /• Park(ing) Day- espaço público temporário /Espaços públicos temporários – NY / Vias Recreativas aos domingos;• Limpezas performativas;• A comunidade a pensar o seu futuro (Lisboa, Porto ou NY);• Fornos comunitários em cidades, uma boa desculpa para promover convívio;• Habitação Low-Cost (Porto)• Co-work (espaços de trabalho colaborativo);• Ateliers artísticos aproveitando fábricas devolutas (Seres – Caldas da Rainha);• Re-make (ilustração e pintura de espaço público – José Luís Peixoto);
  14. 14. ‘LOW-COST & HIGH-VALUE IDEAS FOR CITIES’Já realizado• Site/blogue e rede Facebook (mais de 1.000 membros; 35.000 utiilizadores/mês)Próximos passos:• Novo site: partilha de ideias• Mapeamento das ‘low-cost & high-value ideas for cities’• Network• Conferência Internacional• Crowdfunding
  15. 15. P#4. GREAT PLACESIdeia• Mobilizar a comunidade para um novo olhar sobre a cidade onde vive, reconhecendo (e avaliando) os espaços de referência (ruas, bairros, espaços públicos)Já feito• Site/Blogue e página FacebookA fazer• Concurso nacional• Parcerias
  16. 16. P#5. THINK TANK COLABORATIVOObjectivo• Valorizar a utilidade social e económica do conhecimento existente sobre cidades;• Mobilizar investigadores SC&T; decisores e técnicos municipais;• Criar um repositório de conhecimento sobre cidades (Blogue/Site http://citiescivicthinktank.b logs.sapo.pt/)
  17. 17. P#6. AGENDA LOCAL PELA RETOMA• Desenho de uma ‘AGENDA LOCAL PARA A RETOMA’ construída pelos grupos dinamizadores das iniciativas e com envolvimento de grupos de cidadãos, administração local, agentes económicos e sociais e centros de conhecimento (do Sistema Científico e Tecnológico).• A agenda deverá tentar identificar iniciativas ou projectos de acção no curto/médio prazo num conjunto de domínios chave que tenham potencial de geração de emprego, de animação da actividade económica e social e de organização espacial e funcional das cidades;• Reflexão sobre o futuro do poder local (no quadro Memorando Troika);
  18. 18. BALANÇO MEDIA / IMPACT
  19. 19. BALANÇO• Dificuldade de mobilização;• Desconfiança;• Necessidade de mais recursos humanos (em regime de voluntariado)• Equacionar a institucionalização
  20. 20. Final• Se é verdade que vivemos um momento crítico da nossa vida colectiva, esta é talvez uma oportunidade única para pensar o nosso futuro colectivo de forma diferente.• O desafio que vos deixamos é que não deixem de participar na construção desse futuro, e em particular do futuro dos nossos espaços comuns – as nossas cidades!
  21. 21. Mais informaçãoNo economic Recovery without Cities | Cidades pela Retoma http://noeconomicrecoverywithoutcities.blogs.sapo.pt/ http://groups.google.pt/group/cidadespelaretoma http://www.facebook.com/CidadespelaRetomaGlobal City 2.0 (City Civic Movement Network) http://globalcity.blogs.sapo.pt/ https://www.facebook.com/GlobalCityTwoPointZeroLow-Cost & High-Value Ideas for Cities http://ideasforcities.blogs.sapo.pt/ https://www.facebook.com/IdeasforCitiesGreat Places http://greatplaces.blogs.sapo.pt/ https://www.facebook.com/CitiesGreatPlaces
  22. 22. Se desejarem participar nas actividades do Colectivo ‘Cidades pela Retoma, Reforma e Transição’ enviem um email para cidadespelaretoma@gmail.com.Obrigado!

×