A massagem chinesa manual de massagem terapêutica - antonio vespasiano ramos

5,794 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
5,794
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
428
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A massagem chinesa manual de massagem terapêutica - antonio vespasiano ramos

  1. 1. CIP-Brasil. Catalogação-na-fonte Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ. A massagem chinesa: manual de massagemterapêutica M369 / compiladoa no Hospital daEscola de Medicina Anhui de 7 ed. Pequim;tradução de Antonio Vespasiano Ramos. - T ed. - Riode Janeiro: Record: Nova Era, 2001. Tradução de: Chinese massage therapy Inclui apêndices ISBN 85-01-02438-4 1. Massagens. I. Escola de Medicina Anhui de Pequim. Hospital. CDD-615.82294-1477 CDU-615.82Título original inglêsCHINESE MASSAGETHERAPYCopyright © 1983 by Cloudburst Press Ltd.Direitos de publicação exclusiva em línguaportuguesa no Brasil adquiridos pelaDISTRIBUIDORA RECORD DE SERVIÇOS DEIMPRENSA S.A. Rua Argentina 171 -Rio deJaneiro, RJ-20921-380-Tel.: 2585-2000 que sereserva a propriedade literária desta traduçãoImpresso noBrasil ISBN 85-01-02438^PEDIDOS PELO REEMBOLSO POSTAL Caixa Postal23.052 Rio de Janeiro, RJ - 20922-970
  2. 2. SUMÁRIO IntroduçãoCAPÍTULO I__________________ PRINCÍPIOS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM 11CAPÍTULO II___________ TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM 8Seção 1: Técnicas Comumente Usadas 16 1. Método da Pressão 16 2. Método da Fricção 18 3. Método do Empurrão 22 4. Método da Apreensão 26 5. Método do Rolamento 28 6. Método do Afundamento 28 7. Método do Repuxamento 31 8. Método do Amassamento 32 9. Método da Vibração 33 10. Método do Arrastamento 34 11. Método do Aquecimento 36 12. Método da Fricção e Rolamento 37 13. Método do Pinçamento 38 14. Método do Beliscamento 39 15. Método do Piparote 40 16. Método da Batida 40 17. Método do Tapinha 42 18. Método do Martelamento 43 19. Método da Extensão 44 20. Método da Flexão 46 21. Método da Rotação 48 22. Método do Sacudimento 52 23. Método do Estiramento 53 24. Método da Pisada 59
  3. 3. Seção 2: Prática das Técnicas de Massagem 60 1. Treinamento Físico 60 2. Prática das Técnicas 63CAPÍTULO III__________ ACUPONTOS COMUMENTE USADOS NO TRATAMENTO PELA MASSAGEM 671. Acupontos Para Adultos 672. Acupontos Para Crianças 76CAPÍTULO IV___________ COMO USAR O TRATAMENTO PELA MASSAGEM 79Seção 1: Prática 80 1. Quantidade de Massagem 80 2. Grau de Força Usada na Massagem 80 3. Trate Cada Caso Individualmente 81 4. Considerações Importantes 82Seção 2: Meios Usados em MassagemSeção 3: Tratamento Pela Massagem em Conjunto com OutrosTratamentos 1. Tratamento Pela Massagem e Exercício Médico (Ioga Taoísta) 86 2. Fomentações de Ervas Chinesas 87 3. Massagem em Tratamento de Fraturas 4. Outros TratamentosSeção 4: Aplicações e Contra-Indicações da Massagem 88 1. Aplicações 88 2. Contra-Indicações 89CAPÍTULO V________________ APLICAÇÕES CLÍNICAS DA MASSAGEM 901. Protrusão de Disco Intervertebral Lombar (Hérnia de Disco) 902. Espondilite Reumatóide 1083. Tensão Lombar 1164. Outras Dores Lombares Crónicas 1205. Entorses 1246. Contusão 1337. Laceração de Músculo 136
  4. 4. 1. Fraturas dos Membros 1392. Deficiência do Menisco do Joelho 14410. Amolecimento de Rótula 14711. Pé Chato e Tensão do Pé 15012. Periartrite do Ombro 15313. Tenossinovite 15714. Torcicolo (Pescoço Torto) 16015. Mastite Aguda 16216. Tromboangiíte Obliterante 16617. Obstrução Intestinal Paralítica Pós-Operatória 16818. Paraplegia 17019. Paralisia Parcial 17420. Lesão de Feixe Nervoso Periférico 17721. Paralisia Infantil 18022. Contratura 18523. Úlcera de Decúbito (Escara) 18724. Dor de Cabeça 18925. Hipertensão 19226. Úlcera Péptica 19627. Gastroptose 20028. Gastrenterite Aguda 20429. Indigestão Infantil 20630. Desnutrição Infantil 21131. Pneumonia Infantil 214APÊNDICES_____________1. Automassagem Para Fortalecer o Corpo e Prevenir Doenças 2182. Massagem Para os Olhos 2213. Métodos de Massagem 2224. Tabela de Pesos e Medidas 2265. Tabela de Acupontos 227
  5. 5. INTRODUÇÃO Foi um privilégio para mim ter trabalhado neste livro, traduzido dooriginal chinês. Minha tarefa consistiu em verificar a precisão daterminologia empregada, especialmente no sentido de adaptá-la ao usomédico mais corrente, partindo de termos um tanto arcaicos,apreendidos no processo de tradução direta. Eu o fiz sem alterar osconceitos e as indicações de tratamento dos autores chineses originais.Revi também a terminologia empregada nas partes referentes àacupuntura e, particularmente, fiz algumas descrições de pontos delocalização um pouco mais fáceis de compreender. Nesta área emespecial, contudo, o aprendizado direto sob supervisão é a únicamaneira realmente eficaz para se aprender a localização dos pontos.Esta parte do texto fica então como um guia para outros estudos. Sinto que o trabalho clínico no tratamento pela massagemexercitado na China não tem similar no mundo. O trabalhoextremamente eficiente nesta modalidade se exerce após mais de trêsmilénios de experiência da medicina tradicional chinesa no tratamentode doenças internas do corpo mediante manipulação, pressão, fricção eaquecimento, ou picando com agulhas áreas superficiais do corpo. Este livro, portanto, traz para o leitor do Ocidente uma perspectivaintrodutória sobre métodos e indicações do tratamento chinês pelamassagem. A base integral do texto diz respeito ao tratamento de umavariedade de patologias, das mais insignificantes até as mais graves. 9
  6. 6. INTRODUÇÃO Assim sendo, constituem sua primeira clientela a profissional desaúde: massagistas, fisioterapeutas, quiropráticos, enfermeiros e médicos. Na verdade,muitas das doenças descritas exigem basicamente investigação e supervisão médica, ealgumas, hospitalização realmente; nesse caso, a massagem é um dos muitostratamentos usados. Há ainda, contudo, maior clientela para o livro. O público em geral tem buscadoultimamente acesso à informação na área da saúde, outrora adstrita aos profissionais.Assim, estão incluídas também informações sobre os efeitos do tratamento, sobre asdrogas, as alternativas não-cirúrgicas, a nutrição, os métodos de medicina preventiva etoda uma gama de áreas pertinentes à manutenção da saúde e à melhoria do próprioestado geral. Como a massagem se aplica muito bem como um método geral para relaxamentoe promoção de completo bem-estar, o leigo interessado e responsável deverá encontrarneste livro bastante informação útil sobre métodos gerais de massagem. As seções maisdedicadas à clínica, inclusive, vão lhe permitir uma conscientização das possibilidadesterapêuticas dos métodos de massagem chineses, o que estimulará sua procura pelospráticos que deles possuam algum conhecimento. Espero que tanto meus colegas da medicina ocidental quanto o leitor leigointeressado encontrem neste livro uma útil contribuição à sua bagagem deconhecimentos. Ronald Puhky, MD; Bacharel em Acupuntura, Colégio de Medicina Tradicional, U.K.; Diplomado, Colégio de Medicina Tradicional Chinesa, Pequim. Pequim, República Popular da China, Abril, 8, 1982.10
  7. 7. CAPÍTULO I PRINCÍPIOS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMO tratamento pela massagem desenvolveu-se gradativamente entre os trabalha-dores da China mediante longo processo de prática, vivência e luta com adoença. É simples e de uso fácil e sua particular eficiência no tratamento decertas doenças comuns conseguiu grande aceitação entre os trabalhadores. Como a massagem cura a doença? Considera-se em geral que o tratamentopela massagem tem a capacidade de regular a função nervosa, de aumentar aresistência corporal à doença, de depurar os tecidos, melhorar a circulaçãosanguínea e tornar as articulações mais flexíveis. 1. Regulação da função nervosa0 sistema nervoso liga todas as partes do corpo, influenciando a funçãode cada setor e de cada órgão. A função nervosa alterada ou oaumento do estímulo ou inibição nervosa pode causar maufuncionamento de certos órgãos, dando em resultado a doença. Há umprincípio que regula a génese das doenças: “Se yin 1 predomina sobreyang2, aparece uma doença yang; se yang predomina sobre yin,aparece uma doença yin” O uso das técnicas de tratamento pela1 Yin: o princípio negativo associado à contração.2 Yang: o princípio positivo associado aomassagem tem 11
  8. 8. PRINCÍPIOS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMefeito reflexo sobre as funções nervosas, fazendo com que osprocessos estimulantes e inibidores do sistema nervoso atinjam umrelativo equilíbrio (isto é, trazendo o yin e o yang a um relativoequilíbrio). E este, por sua vez, produz um efeito medicinal. Porexemplo: na presença de uma dor de cabeça ou dor de dente, amassagem aplicada sobre um acuponto 3 correspondente (assim como oponto hegu*) faz a dor cessar imediatamente. Isso ocorre porque amassagem cria um novo ponto de estímulo, diminuindo ou descartandoa sensação de dor no ponto original. Este fenómeno é chamado de“método de deslocamento da dor”. Em pacientes com hipertensão queexibem sintomas como tonturas e cefaléia (considerada como causadapor yang em excesso no fígado), a massagem provoca quedatemporária da pressão arterial, porque há uma dilatação dos vasossanguíneos periféricos mediante ação reflexa nervosa. Este tipo deprocesso regulador é chamado “supressão do yang do fígado”. Quando, também, por exemplo, há um resfriado comum ou gripecontraída devido a vento ou frio, os poros da pele são bloqueados, demodo que o suor não pode passar. Consequentemente, a temperaturado corpo se eleva, produzindo cansaço geral, além de dor de cabeça emal-estar. Após a aplicação de massagem, o corpo inteiro reage comperspiração e os sintomas desaparecem subitamente. Este fenómeno échamado de “alívio da superfície do corpo”. No caso de retenção aguda de urina, a aplicação de massagem no baixo-ventre esobre um ponto correspondente de acupuntura (como o ponto qihai5) estimula acontração da bexiga e a emissão de urina. Em anos recentes têm surgido algumas provas experimentais quedão apoio à noção de que a massagem produz os resultados descritos.Por exemplo, a massagem aplicada ao pescoço e às regiões superior einferior das costas aumentou o fluxo de sangue para os órgãos internos,como se verifica na correspondente seção de gânglios. Temosprocedido a algumas investigações experimentais sobre os efeitos damassagem na atividade gástrica. Elas mostraram que a massagemaplicada nos acupontos chamados weishu6, pishu7 e zusanli8 realmentefortaleceu a atividade gástrica. Quando a atividade gástrica já está fortalecida, aaplicação desse método conduz, inversamente, à inibição da atividade gástrica. Issodemonstra a ação reguladora da massagem, que produz 3 Acuponto: um entre grande número de pontos específicos do corpo nos quais a massagem ou a acupuntura é aplicada para produzir efeitos sistémicos específicos. 4 Hegu: acuponto localizado no dorso da mão e entre os ossos do polegar e do indicador. Veja Diagrama 59, pág. 70.5 Qihai: acuponto logo abaixo do umbigo. Veja Diagrama 58, pág. 70. 6 Weishu: acuponto nas costas, ao lado da extremidade inferior da apófise espinhosa de 12a vértebra. Veja Diagrama 59, pág. 72. 7 Pishu: acuponto nas costas, ao lado da extremidade inferior da apófise espinhosa da 11a vértebra. Veja Diagrama 59, pág. 72.8 Zusanli: acuponto na borda externa da tíbia, logo abaixo do joelho. Veja Diagrama 60, pág. 75.12
  9. 9. Princípios do Tratamento Pela Massagemdiferentes efeitos quando aplicada à função gástrica em fases diferentes. Temosaplicado o prognóstico dessas observações experimentais na nossa clínica, obtendonovas confirmações. Quando o método foi aplicado no pós-operatório de um pacienteque sofria de obstrução intestinal, o peristaltismo intestinal voltou ao normal. O usodeste método também arrefeceu o peristaltismo intestinal e fez cessar a dor numpaciente acometido de espasmo intestinal. 2. Fortalecimento da resistência orgânica à doençaO tratamento pela massagem pode melhorar o estado físico geral eaumentar a resistência do organismo, proporcionando a prevenção e acura da doença. O princípio básico do tratamento é “apoiar o bom edescartar o mau”. No caso de um paciente com espondilite reumatóide,por exemplo, o tratamento pela massagem não somente torna maisflexível a coluna enrijecida e diminui a dor, como ainda faz com que aaparência geral passe do cinza para o róseo, estimula o apetite, o pesoaumentando à medida que o estado geral melhora. Num paciente comgastroptose, o tratamento pela massagem não apenas melhora afunção gastrointestinal, eliminando uma série de sintomas do tratogastrointestinal, como também eleva o integral tono muscular do corpoa um nível mais alto. Consequentemente, melhora a situação geral,sendo o efeito do tratamento original aumentado e consolidado. Emcertos casos de pneumonia infantil, também, não obstante um longotratamento com antibióticos, persistiam estertores na área pulmonar etodo o organismo estava fraco. Após o tratamento por massagem, osestertores desapareceram e o estado geral também melhorougradativamente. Isso ilustra como o tratamento pela massagem mobilizaas defesas internas do organismo contra a doença. Baseados no fato de que após o tratamento pela massagem a peleda área se apresenta avermelhada, fizemos observações experimentaissobre a temperatura da pele antes e depois da massagem. Osresultados mostraram que a temperatura da pele se elevava tanto nolocal da massagem quanto em áreas distantes do ponto central de suaaplicação. Isso significa que a massagem pode acelerar o metabolismoe provocar dilatação dos vasos periféricos, aumentar a circulaçãosanguínea e reforçar a resistência contra a invasão por parte deagentes nocivos. Além disso, foram feitas observações quanto aosefeitos da massagem sobre a contagem de hemácias e de glóbulosbrancos, sobre a capacidade dos leucócitos em destruir bactérias esobre as taxas de complementos no soro. Os resultados demonstraramque após a aplicação de massagem todos esses índices se mostravamacima dos níveis originais. Isso mostra como a massagem pode ajudaro organismo a se proteger contra a doença. 11
  10. 10. PRINCÍPIOS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM3. Esvaziamento sanguíneo dos tecidos e aumento da circulaçãosanguínea, maior flexibilidade das articulaçõesOs efeitos diretos da massagem são percebidos com facilidadeexternamente no tratamento de doenças localizadas. Por exemplo, paraestiramento de membros, escoriações e dor local por hematoma, amassagem pode retirar rapidamente o sangue dos tecidos e melhorar acirculação do sangue, substituindo as células sanguíneas extravasadaspor outras, removendo completamente a acumulação localizada desangue extravasado e fazendo com que a dor da inchação cesse. Naobservação clínica, verificamos que a redução da inchação significa,com efeito, a cessação da dor. Tal constatação corrobora o princípio:“Onde o sangue não flui, há dor; onde o sangue flui, não há dor”. Em todos os tipos de paralisia resultante de atrofia muscular, amassagem pode acelerar o restabelecimento do tono muscular normal efortalecer os músculos. Isso é conhecido como: “Desinibição do sistemaenergético e fortalecimento de músculos e ossos.” Também em casosde enrijecimento articular devido a várias causas, a massagem podeaumentar diretamente o grau de atividade das articulações enrijecidas.No caso de rigidez articular causada por espondilite reumatóide, nossasobservações clínicas mostram que a articulação não se erijece de modoirreversível, como se acreditava erroneamente no passado. De fato, aarticulação fica como que “enferrujada” , e portanto alguns métodos passivos demanipulação usados na massagem vai aos poucos amaciando-a. Temos estudado também um número relativamente grande de casos de protrusãode disco intervertebral lombar (hérnia de disco). Verificamos que a força mecânicaaplicada durante a massagem recolocou a área protrusa no seu local normal. Baseadosnestes resultados melhoramos os métodos usados na massagem e aumentamos aeficácia do tratamento. O que foi dito até aqui representa uma introdução aos princípios básicos dotratamento pela massagem. Assim como a matéria evolui, também o faz oconhecimento humano. Mediante a prática, o nosso conhecimento se desenvolve eaumenta continuamente, tornando a massagem um método seguramente mais eficientena prevenção e na cura das doenças. Além disso, devemos salientar que o bom resultado do tratamento pela massagemserá grandemente melhorado por um positivo relacionamento entre o profissional e opaciente. No tratamento pela massagem, é necessário haver estreita coordenação entreambos. Isso é particularmente verdadeiro para certas doenças em que o paciente deveser submetido a um prolongado programa de automassagem e exercícios comoacompanhamento do tratamento profissional.14
  11. 11. Princípios do Tratamento Pela MassagemIsso consolida e melhora o efeito terapêutico da massagem. No cursodo tratamento, portanto, é importante manter integralmente presente asubjetiva motivação de ambos, o prático e o paciente, e estabelecerconfiança no tratamento e no processo de cura.. 15
  12. 12. CAPITULO II TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Seção 1: Técnicas Comumente UsadasNa literatura médica chinesa existem abundantes informações sobre astécnicas de massagem. Os massagistas de todas as partes da Chinaconjugaram sua experiência clínica e nos aspectos primário esecundário dessas técnicas, cada qual possuindo seu próprio modoparticular de fazer as coisas. A seguir, apresentamos uma introduçãoàs nossas técnicas mais comumente usadas. 1. Método da PressãoO método da pressão é uma forma de massagem que utiliza a palma damão ou os dedos para fazer pressão sobre certa parte do corpo. Hávárias maneiras de se aplicar a pressão; com uma das mãos, com asduas mãos, com a base da palma etc. Quando se usa o método dapressão, deve-se executá-lo gradativamente, do modo mais suave até omais forte, fazendo com que o paciente sinta uma pressão concretamas não dor. No final do método de pressão, não é desejável que estase interrompa subitamente. Em vez disso, deve ser reduzidasuavemente. O método da pressão pode ser aplicado de modo contínuodurante espaço de tempo relativamente longo, ou intermitentemente, em sériesfixas. Depois da16 Método da Pressãoaplicação do método de pressão, devem ser adicionadas outrastécnicas em combinação. Os efeitos do método da pressão podem ser
  13. 13. superficiais, na flor da pele, ou profundos, como nos ossos e órgãosinternos. A força da pressão aplicada pode ser ajustada segundo anecessidade. O método da pressão é dividido em três diferentes formas: pressãocom a palma, pressão com o dedo e pressão com o cotovelo:a) Pressão com a Palma: O método da pressão com a palma consiste no uso da palmada mão para aplicar numa área afetada do corpo. Estão incluídas a pressão com apalma de uma das mãos, com as palmas das duas mãos e com as duas palmas opostas.A pressão com a palma é em geral aplicada onde há extensa área de dor, como nolumbago ou dor abdominal. (Veja Diagrama 1.) Se toda a cabeça dói, então aplica-se apressão com as duas palmas opostas. (Veja Diagrama 1.) Ao fazer pressão sobre oabdome, a mão que pressiona deve acompanhar a subida e a descida da respiração dopaciente. Assim fazendo, previne-se o seu desconforto. Algumas vezes, o práticoprimeiro esfrega suas palmas, até que elas fiquem bastante quentes, e depois fazpressão sobre a área dolorida. Tem-se considerado que isso é eficaz.
  14. 14. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM DIAGRAMA 2 DIAGRAMA 3b) Método da Pressão com o Polegar: Quando se aplica o método da pressão com opolegar, a pressão é feita com o polegar num acuponto meridional (situado nummeridiano do sistema energético do corpo) ou no local da dor. Durante a pressão, deve-se aplicar força adequada, tentando-se evitar dor tanto quanto possível. No método dapressão com o polegar, pode-se usar um só polegar ou os dois, em posição oposta. Paraa dor na testa, por exemplo, os dois polegares em posição oposta são pressionados nosacupontos taiyang1 das têmporas. (Veja Diagrama 3.)c) Método da Pressão com o Cotovelo: A pressão é aplicada num acuponto ouno local da dor. É aplicada adequadamente na parte inferior das costas, nas nádegas ouem certos acupontos como o huautiao2. (Veja Diagrama 4). 2. Método da Fricção• método da fricção usa os dedos ou a palma. Há métodos de uso com uma só mão ecom as duas. Consiste na fricção da superfície da pele com um movimento circular. Aforça é aplicada somente para atingir a pele e os tecidos subcutâneos. A força dafricção deve ir de suave a forte, e a frequência do movimento de fricção depende doque exigir a afecção; ela deve situar-se entre 30-40 e 200 vezes por minuto. 1 Taiyang: acuponto localizado na depressão de largura aproximada do dedo para fora de um ponto entre a comissura externa do olho e a ponta da sobrancelha. 2 Huautiao: acuponto na nádega, entre o ponto mais elevado do trocanter e o buraco sacro. Veja Diagrama 59, pág. 72.18
  15. 15. DIAGRAMA 4 O método de fricção é frequentemente utilizado no início damassagem ou executado logo após o método da pressão. As técnicas defricção em geral incluem métodos com o polegar, a palma e a base dapalma.a) Método da Fricção com o Polegar. Consiste em friccionar o polegar numadeterminada área do corpo ou num acuponto. Pode-se fazer com um polegar ou com osdois ao mesmo tempo. Quando os dois são usados, há que se cuidar para que a sua açãoseja coordenada, a pressão exercida pelos dois devendo ser idêntica. Devemos certificar-nos de aue os polegares atuem uniformemente na pele. Mantenha os outros quatro dedosda mão ligeiramente afastados, com as falanges ligeiramente curvadas, de modo que,durante a fricção, os dedos não toquem a pele. Faça a fricção com movimento circular,movendo principalmente a partir do punho. Este método é geralmente usado para dores de cabeça ou vista curta, friccionando-se a cabeça e a face, a parte posterior do pescoço e os acupontos 19
  16. 16. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM fengchi3 de cada lado da base do crânio. (Veja Diagrama 5.) Nas costas e no ventre, a fricção circular com dois polegares também pode ser usada. (Veja Diagrama 6.)3 Fengchi: acupontos localizados na base do crânio, entre a mastóide e o trapézio de cada lado. Veja Diagrama 59, pág. 72.
  17. 17. Método da Fricçãob) Método da Fricção com a Palma: O método é executado com a palma da mãoaplicada sobre o corpo. Em geral, usa-se apenas uma das mãos. Friccionelentamente no sentido dos ponteiros do relógio, mantendo pressão uniforme.(Diagrama 7). A fricção coma palma é geralmente indica-da para as áreas mais extensasdo corpo, sendo usada princi-palmente no peito, no abdomee nas costas. Quando ocorreindigestão em crianças, e opeito e as costelas ficamsalientes, fricciona-se a áreada segunda costela. Quando acriança sente dor devido aexcesso de comida, pode serfriccionada a área abdominal.Para a dor lombar, pode-sefriccionar a região inferiordas costas.c) Método da Fricção com a Base da Palma: Friccione com algumaforça, usandoas eminências musculares existentes de cada lado da base da palma.Conserve osdedos e o polegar levantados,afastados da superfície da pele,com todas asarticulações digitaisligeiramente curvadas. Movapara a esquerda e para a direitaa partir do punho(Diagrama 8). As duas mãospodem ser usadas alternada-mente. Mova para diante omesmo tempo que move daesquerda para a direita, emfrequência de 100 a 200 vezespor minuto. A fricção com abase da palma é boa para aregião inferior das costas, co-mo no caso de dores nas cos-tas ou gripe. Quando estãopresentes, a região lombo-sacra é massageada para cimae para baixo. Esta técnica 21
  18. 18. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMproduz uma sensação de ca-lor, fazendo com que o pa-ciente se sinta confortado erelaxado.
  19. 19. 3. Método do EmpurrãoNeste método, os dedos ou o polegar ou a palma da mão são usadospara deslocar a pele para diante e para trás, ou da esquerda para adireita. A profundidade que a massagem alcança vai depender do grauda força empregada. Pode ser superficial, alcançando os tecidossubcutâneos e os músculos, ou profunda, alcançando os ossos eórgãos internos. Durante a massagem, a força aplicada deve sergradualmente aumentada de branda até intensa. O grau de forçaaplicada é determinado pela natureza da doença e as característicasindividuais do paciente. Especialmente às pessoas que estão recebendoseu primeiro tratamento por massagem, deve-se fazer frequentesperguntas sobre como estão se sentindo, observando-se as suasreações, para que se possam fazer os ajustamentos próprios. Afrequência é em geral de 50-150 vezes por minuto, começando-selentamente e aumentando-se aos poucos a velocidade.a) Método do Empurrão com a Polpa do Polegar: Este método étambém chamado “método pelo empurrão em espiral”. O polegar éusado para alisar a superfície da pele, movendo-se para diante numa sódireção. Durante o movimento para diante, o polegar deve exercerpressão. Mas quando o movimento é para trás, o polegar deve ficarligeiramente curvado, sua parte dorsal sendo levada ao longo da peleaté o ponto de partida. No movimento para diante, os dedos devemestar ligeiramente curvados. Na volta, devem ficar estendidos. Nãoaplique força com os dedos; use-os apenas para ajudar a manter aposição. (Veja Diagrama 9.) Repita várias vezes, aumentando avelocidade. A habilidade nesta técnica deve ser alcançada com longa prática,de modo que os dedos e o polegar ganhem força suficiente e asarticulações dos dedos, do polegar e do punho se tornem mais flexíveis.A força da massagem, então, pode ser variada à vontade. O movimentoexecutado pela parte palmar do polegar pode ser feito com uma dasmãos ou com as duas, alternada ou simultaneamente. Quando os doispolegares são usados simultaneamente, o movimento é feito para aesquerda e para a direita, partindo de um acuponto meridional. Essatécnica é também chamada “método do empurrão divergente” . O método do empurrão com o polegar tem larga aplicação. Pode ser aplicado nacabeça, no dorso ou nos ombros. Em geral, é muito frequentemente usado na cabeça enas regiões do dorso, como mostra o Diagrama 10. Quando há dor na fronte, o métododo empurrão divergente pode ser aplicado nos acupontos yintangf e zuanzhu5 dassobrancelhas.4 Yintang: acuponto situado entre as sobrancelhas. Veja Diagrama 58, pág. 70.5 Zuanzhu: acuponto localizado na extremidade mediana da sobrancelha. Veja Diagrama 59,pág. 72.22 23
  20. 20. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método do EmpurrãoO método é também aplicado no ombro no acuponto dazhufi. Há umoutro tipo de empurrão divergente chamado método de “divisãomuscular”. Ele utiliza uma força profunda o bastante para alcançar a camadamuscular. A técnica do empurrão tem sido considerada como altamente eficaz paradores nas costas e na região lombar.b) Método do Empurrão com o Lado do Polegar: Também chamado “método doempurrão shaoshang1”, sua técnica se assemelha à do polegar comum. A únicadiferença entre elas é que, quando o empurrão é feito para fora, a força é aplicada coma superfície lateral do polegar (i.e. acuponto shaoshang). Esse método de massagem éfrequentemente usado na linha pitu8 no polegar e na6 Dazhui: acuponto entre a apófise espinhosa da 7 vértebra cervical e da 1* vértebra dorsal. Veja a Diagrama 59, pág. 72.7 Shaoshang: acuponto situado na parte externa do polegar, no canto inferior da unha.8 Pitu: linha que passa ao longo da base do polegar. Veja Diagrama 61 (pág. 77) e pág. 78.
  21. 21. linha sanguan9 do antebraço, e também na cabeça e nos membros(quando estão em estado de paralisia).c) Método do Empurrão com a Ponta do Polegar. Esse tipo de manipulação énormalmente empregado num acuponto ou na linha principal da dor. Durante oempurrão, é usada a ponta do polegar. Ela movimenta tão pequena quantidade detecido, que parece estar presa ao acuponto. O punho é dobrado e pende para baixo. Asjuntas do polegar se dobram e se distendem com rapidez. É aplicada força suficiente,com o punho e o polegar, para alcançar a intimidade dos tecidos. Via de regra, esse método é praticado com uma das mãos ou com as duasalternadamente. As duas mãos podem ser usadas simultaneamente, como mostra oDiagrama 11. Deve ser aplicada força bastante para atingir a energia vital subjacente. A liberação da energia vital10 é o principal requisito para o restabelecimento dasaúde de um corpo carente e doente. Escolha os acupontos ou locais dolorosos a seremmassageados, estabeleça com precisão suas localizações e proceda então ao empurrãocom a ponta do polegar, um a um, numa ordem9 Sanguan: linha que passa ao longo da borda radial do antebraço. Veja pág. 77, Diagrama 61.10 Energia vital: Qi (tchi), a energia que dá a vida, e que, na crença da medicina tradicional chinesa, flui através do corpo num sistema igual aos sistemas circulatório e nervoso. A perturbação do fluxo causa doença, sanada por acupuntura ou massagem de acupontos. A maioria dos acupontos está localizada em meridianos do sistema de energia vital.24 23
  22. 22. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método do Empurrãodefinida. A ponta do polegar se move rapidamente, fazendo ao mesmotempo um movimento rotatório. Esse método é, portanto, tambémchamado “método da amarração”. Esse tipo de técnica é largamente empregado naclínica, com considerável sucesso na liberação da energia vital.d) Método do Empurrão com a Polpa da Palma: Movimento com a mãoespalmada sobre a superfície da pele. A manipulação é geralmenteexecutada partindo da extremidade mais distante de um membro para otronco. Quando aplicada no peito ou ventre, deve acompanhar aelevação e o abaixamento da respiração. Em geral, esse método édividido em dois tipos: empurrão com a expiração e empurrão paracausar expiração. A primeira somente se inicia quando o pacientecomeça a expirar. No final da expiração, a mão é imediatamente retirada e oempurrão não prossegue antes da expiração
  23. 23. seguinte. Isso é executado novamente em sequência repetida. No empurrão paraprovocar expiração, a respiração do paciente acompanha o movimento. O empurrãoforçado produz expiração, enquanto a sua cessação produz inspiração. Essa últimatécnica é ótima para melhorar a função do sistema respiratório, sendo, portanto,aplicável ao paciente afetado de insuficiência respiratória.e) Método do Empurrão com a Base da Palma: Manipule com força a pele,usando as eminências musculares existentes de cada lado na base da mão. No curso domovimento para diante, essas eminências são usadas para apertar a área cada vez mais,gradualmente. (Veja Diagrama 12.) O empurrão em geral vai da extremidade maisdistante de um membro para o tronco, retornando à posição original após o final daação, para começar novamente. Esse tipo de massagem é usualmente praticado nos membros, e compreendeempurrão lento e empurrão uniforme, dependendo da quantidade de força eda,velocidade empregadas. Quando se utiliza o empurrão lento, a velocidade é menor eemprega-se menos força. No empurrão uniforme, a velocidade é maior, assim como aforça: após cada empurrão, a mão é logo retirada do membro e trazida para o ponto departida, recomeçando-se novo empurrão. Esse procedimento é repetido várias vezes. Ométodo do empurrão uniforme pode efetivamente alcançar os músculos, aumentando-lhes o estímulo. 4. Método da ApreensãoO método da apreensão é um tipo de massagem que consiste no emprego dos dedospara agarrar e levantar o músculo. É usualmente combinado com a massagem de acuponto. A apreensão elevantamento são movimentos feitos com relativa rapidez. A aplicação da apreensão 2a 3 vezes é em geral suficiente. O grau de força aplicada na apreensão deve provocarno paciente uma sensação de dolorimento e inchação durante a massagem e, depois,uma sensação de relaxamento indolor. Se o paciente sente dor após a apreensão, é sinalde que foi empregada força em demasia. O método da apreensão é dividido em três diferentes modos: a apreensão comtrês dedos, a apreensão com cinco dedos e a apreensão com sacudimento.a) Método da Apreensão com Três Dedos: A apreensão com o polegar, o indicador e odedo médio é suficiente para pequenas áreas, como o ponto26 25
  24. 24. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método da Apreensãojianjing11 no ombro (Veja Diagrama 13) e o ponto weizhong12 na parte posterior dojoelho e na parte posterior do pescoçob) Método da Apreensão com Cinco Dedos: Esse tipo de apreensão usa opolegar e os quatro outros dedos, sendo adequado para grandes áreas musculares, taiscomo a parte anterior da coxa (músculo quadríceps femoral) e a parte posterior dapanturrilha (músculo gastrocnêmico).c) Método de Apreensão com Sacudimento: Depois da apreensão com osdedos, dê uma sacudidela, permitindo aos dedos agarrar o músculo para relaxar. Isso éadequado na massagem da região abdominal.Nota: Método do estalo muscular: Trata-se de um tipo especial demassagem. É igual ao método da apreensão, embora a manipulaçãoseja bem mais forte e o grau de estímulo maior. E usado para músculoscomo o bíceps e o tríceps do braço, os tendões externos dos músculosposteriores da coxa. Com o polegar, o indicador e o médio, agarre o músculo pelosepto intermuscular na sua parte mais espessa, ou perto do tendão, e desloque-o paraum lado. Distendendo-o até certo ponto, deixe-o em seguida escapulir de entre osdedos como se vergasse um arco e disparasse uma flecha. Ouvirá então um ruído maisou menos forte, e o11 Jianjing: acuponto situado no ponto mais alto do ombro. VejaDiagrama 59 (pág. 72) e pág. 74.12 Weihong: acuponto situado na parte posterior do joelho. VejaDiagrama 60 (pág. 75) e pág. 76.
  25. 25. paciente sentirá uma forte sensação de dor e inchação, logo convertida em levesensação de relaxamento. O método só pode ser usado num músculo 1-2 vezes. Deve ser seguido de algumoutro método de massagem, para aliviar o forte estímulo e produzir relaxamento. Este método é indicado para lesões dos tecidos moles e para doenças reumáticas,especialmente para tensão muscular, dores musculares reumáticas etc. 5. Método do RolamentoO método do rolamento é uma forma de massagem em que a partedorsal de uma das mãos rola sobre o corpo. Pode ser executado comuma só mão, ou com as duas alternada ou simultaneamente. Compunho frouxo, use a eminência hipotenar e a parte superior da 5 aarticulação do metacarpo para entrar em contato com a área a ser massageada. Façapressão com certa força, enquanto faz vigoroso movimento para trás. Nesse momento,de modo rápido, os dedos devem estar ligeiramente afastados, para aumentar a força domovimento. Os pontos de força devem estar todos nas articulações metacarpianas dodorso da mão. Neste método, são feitos muitos movimentos de rolamento para frente epara trás, a aplicação de força devendo ser uniforme e rítmica. A mão que rola deveparecer estar presa ao corpo do paciente, não devendo afastar-se nem bater no corpo dopaciente. Durante o rolamento, a ação deve mover-se aos poucos para diante, como estámostrado no Diagrama 14. Este método é apropriado para áreas maiores, como ascostas, quadris, pernas, ombros etc. Como a força empregada atinge grandeprofundidade, sua melhor aplicação é nos pontos onde o músculo e os tecidos molessão espessos. Embora este método possa ser empregado isoladamente, em geral é usadoem combinação com outras técnicas. Por exemplo, bem no início da massagem podemser usados os métodos da fricção e do amassamento, seguindo-se o método dorolamento. Nota: Rolamento com Cilindro. Para diminuir a perda da energia física doterapeuta, pode ser usado um cilindro de madeira de rolamento. É apropriado para áreasextensas, como as costas, as coxas etc. 6. Método do AfundamentoEste método de massagem consiste no aprofundamento de um ou mais dedosem certa parte do corpo ou num ponto meridiano. É também chamado de“método28 27
  26. 26. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método do Afundamento DIAGRAMA 14 Nota: Rolamento comCilindro. Para diminuir a perdada energia física do terapeuta,pode ser usado um cilindro demadeira de rolamento. Éapropriado para áreas extensas,como as costas, as coxas etc.do dedo-agulha”. No tratamento por massagem, é inigualável, sendo uma dastécnicas mais comumente usadas. A aplicação do método do afundamento exigeque o prático tenha aparadas as unhas dos dedos da mão. O afundamento deveser bastante forte, para causar no paciente sensação de inchação dolorosa. O método compreende afundamento com um dedo, com o dedo curvado ecom o dedo cortante.a) Método do Afundamento com um Dedo: A ponta do polegar ou do dedo médio éusada para fazer pressão no corpo do paciente. Ao se usar o dedo médio, ele deve serestendido e mantido apertado entre o polegar e o indicador. A ponta do dedo afundanum acuponto, escolhido, muito frequentemente, na zona da cabeça ou do pescoço,como o ponto fengchi13 na parte posterior do13 Fengchi: acupontos localizados na base do crânio, atrás das orelhas. Veja pág. 71 e Diagramas57 e 59.
  27. 27. pescoço. (Veja Diagrama 15.) Ao se usar o polegar, a articulaçãointerfalangiana deve ser meio curvada, assim como os outros dedos,para aumentar a força do afundamento. A ponta do polegar seaprofunda num ponto escolhido. Esse método é frequentementeempregado nos membros, em acupontos como heguu> neiguan15 ezusanli16. Em crianças, a massagem por afundamento é aplicada noponto neilaogong17, yiwofeng]g e nos pontos hengwen™ maior e menor. Qualquer que seja o tipo aplicado do afundamento com um dedo, a força deve serexercida gradualmente, fazendo com que a ponta do dedo se aprofunde sem empregode força súbita. Depois que o afundamento digital alcança a energia vital, isto é,quando pode ser sentido um fluxo de energia, deve-se continuar pressionando durante1/ 2 a 1 minuto. Pode ser aplicada vibração ao mesmo tempo, para aumentar oestímulo. Em seguida, deve-se relaxar a pressão aos poucos e usar o método doamassamento, para suavizar a reação resultante do estímulo.b) Método do Afundamento com o Dedo Curvado: Em primeiro lugar, curva-se o dedo médio. Depois, a falange é usada para fazer pressão no corpo. (VejaDiagrama 16.) Neste processo, o polegar deve pressionar a última falange do dedomédio. O indicador e o dedo mínimo são também curvados, sendo o médio firmementepressionado no local, como mostra o Diagrama 16. A força empregada neste método émuito grande, e a profundidade alcançada bem razoável. É adequado para regiões emque o músculo é relativamente espesso. Quando o método do dedo único não conseguereação, é geralmente considerado eficiente em acupontos como, por exemplo, ohuantiao20, o geshu2], o ganshu22, o pishu23 e o weischu24.c) Método do Dedo Cortante: Use a extremidade do polegar para empurrar a peleligeiramente e de modo hábil no sentido longitudinal, numa compacta série 14 Hegu: acuponto situado no dorso da mão, entre os ossos do polegar e do indicador. Veja pág. 69 e Diagramas 57 e 59. 15 Neiguan: acuponto situado na parte inferior do antebraço, acima do punho. Veja pág. 69 e Diagramas 57 e 5816 Zusanli: acuponto situado na parte externa da crista da tíbia, abaixo do joelho. Veja pág. 74 eDiagrama 60.17 Neilaogong: acuponto situado no meio da palma da mão. Veja pág. 76 e Diagrama 61.18 Yiwofeng: acuponto situado no dorso do punho. Veja pág. 77 e Diagrama 61. 19 Grande hengwen e Pequeno hengwen: acupontos situados na prega do punho (grande) e nas pregas nas bases dos dedos (pequeno). Veja pág. 76 e Diagrama 61.20 Huantiao: acuponto situado nas nádegas. Veja pág. 74 e Diagrama 59. 21 Geshu: acuponto situado no dorso, ao lado da extremidade inferior da apófise espinhosa da 7* dorsal. Veja pág. 73 e Diagrama 59.22 Ganshu: perto da 9* dorsal. Veja pág. 73 e Diagrama 59.23 Pishu: perto da 11* dorsal. Veja pág. 73 e Diagrama 59.24 Weishu: perto da 12* dorsal. Veja pág. 73 e Diagrama 59.30 29
  28. 28. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método do Repuxamento DIAGRAMA 15 DIAGRAMA 16de movimentos. (Veja Diagrama 17.) Via de regra, este método só é usado quando ostecidos estão edemaciados. Como a inchação é empurrada adiante do dedo, omovimento deve ser no sentido do coração. Quando uma articulação torcida mostra-seedemaciada, este método pode com frequência fazer a inchação desaparecerimediatamente. O grau de força a empregar deve ser pequeno, e a frequência dosmovimentos, lenta. Nos pontos dolorosos de pressão, especialmente, procure evitar oaumento da dor no local lesado. 7. Método do RepuxamentoO método do repuxamento é um tipo de massagem que usa a mãopara repuxar os músculos, sendo também chamado “método do puxão” .É em geral aplicado com uma das mãos, usando-se o lado do polegar e as pontas doindicador e do médio para apreender o músculo na sua porção tendinosa e repuxá-locom a adequada quantidade de força. (Veja Diagrama 18.) Nas extremidades longa ecurta do bíceps, por exemplo, ou no músculo da borda interna da omoplata, essemétodo de massagem é aplicado 1-3 vezes, com uma intensidade que, tanto quanto opaciente possa suportar, provoca sensação de inchação dolorosa. Isso vai provocar realefeito de relaxamento da tensão muscular ou liberação de
  29. 29. DIAGRAMA 18aderências. Há também outro tipo de método do repuxamento dosistema energético, bem semelhante a este. 8. Método do AmassamentoO método do amassamento é um tipo de massagem que consiste emse fazer um movimento de amassamento da pele com os dedos ou apalma das mãos. A palma e os dedos nunca deixam o contato com apele, e permite-se que o tecido subcutâneo da área deslize junto comeles. Normalmente, este método é aplicado com uma das mãos. A forçaempregada é relativamente pequena, atingindo apenas o tecidosubcutâneo. Sua aplicação provoca liberação do estímulo produzido pormanipulação mais forte e alívio da dor. Este método compreendeamassamento com o polegar e com a palma das mãos.32 31
  30. 30. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método da Vibraçãoa) Método do Amassamento com o Polegar. A superfície palmar do polegar épressionada com força contra a pele e movida circularmente, como num ato deamassar. Este método é adequado para áreas restritas e para acupontos. É usado emcoordenação com o método do afundamento com um dedo, para aliviar a dolorosareação de inchação que provoca. A força empregada deve aumentar de branda atéintensa, e depois diminuir de intensa até branda novamente.b) Método de Amassamento com a Palma da Mão: Com a base da palma damão ou a palma inteira, fazendo pressão direta contra a pele, amasse com movimentorotatório, no sentido dos ponteiros do relógio ou no contrário. Ele é adequado paraáreas maiores, como a região abdominal (Veja Diagrama 19) ou o dorso. No curso doamassamento, embora a palma da mão não mude de posição, o espaço do movimentode deslizamento do tecido subcutâneo é tornado mais e mais amplo. A força aplicadatambém é gradualmente mais e mais forte. A frequência do amassamento com a palmada mão é em geral lenta, cerca de 50-60 vezes por minuto. 9. Método da VibraçãoEste método usa a ponta de um dedo ou a palma da mão para aplicarvibração a uma parte do corpo ou a um acuponto. Nele, o braço doprático, especialmente os músculos do antebraço e da mão, deveexercer intensa força estática, que se torna concentrada na ponta dodedo ou na palma da mão, fazendo com que a área massageada vibre.É importante que a frequência da vibração seja alta e
  31. 31. que a força empregada seja grande. Na maioria das vezes, éempregada uma só mão, mas as duas também podem ser usadassimultaneamente. Este método compreende técnicas de vibração como dedo e com a palma da mão.a) Método da Vibração com o Dedo: A vibração é aplicada com opolegar ou o dedo médio ao tecido da área a ser massageada. Apostura da mão é semelhante à empregada no método do afundamentocom um dedo. Este método costuma ser usado após o afundamentocom um dedo e é empregado para aumentar estimulação após areação dolorosa de inchação provocada pelo método do afundamento.Continue a vibração durante cerca de ½ -1 minuto. O método davibração digital é também aplicado em acupontos como o hegu25 (VejaDiagrama 20), o neiguan26 e o zusanli21. E igualmente usado emacuponto da região abdominal, mas aqui ele deve sempre acompanhara expansão e o retraimento da respiração. Aplique a pressão naexpiração e suspenda-a na inspiração. b) Método da Vibração com a Palma: A vibração é aplicada com a superfície plana da palma pressionada contra a pele. Este método é apropriado para áreas maiores, como as coxas, parte inferior do dorso etc. Ele pode provocar relaxamento muscular e alívio da dor. DIAGRAMA 20 Nota: Método de Vibração Elétrica: Como é necessário aplicarprolongadamente força estática, a vibração requer do terapeuta grande esforço físico.Para diminuir esta carga, em vez da mão pode ser usado um aparelho elétrico devibração. 10. Método do ArrastamentoO método do arrastamento consiste em se fazer pressão sobre a pele com os dedos,movendo-os depois para um lado, com firmeza. Em geral, é aplicado com os doispolegares, simultaneamente. A característica especial deste método é o25 Hegu: acuponto situado no dorso da mão, entre o polegar e o indicador. Veja pág. 69 eDiagramas 57 e 59. 26 Neiguan: acuponto situado na parte interna do antebraço, cerca de cinco centímetros acima do meio da linha do punho. Veja pág. 69 e Diagramas 57 e 58.27 Zusanli: acuponto logo abaixo do joelho. Veja pág. 74 e Diagrama 60.34 33
  32. 32. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método do Arrastamentoemprego de pressão uniforme e sustentada, além de um movimentogradual lento. Para dor de cabeça, este método de massagem pode ser combinadocom outros. Fazendo pressão, os polegares são afastados um do outro,partindo do yintang28, acuponto situado entre as sobrancelhas, emdireção dos taiyang19 nas noras. (Veja Diagrama 21.) Depois eles sãopressionados ao longo de ambos os lados da cabeça, para trás, até osfengchi30, acupontos situados de cada lado da base do crânio, ou atéos acupontos tingong** adiante das orelhas. Repita duas ou três vezes. Geralmente opaciente sente que a cabeça e os olhos ficam mais leves e mais límpidos do que antes. Estemétodo pode também ser usado para reduzir inchação.Método da Retificação Muscular: Essa técnica de massagem é semelhante ao método doarrastamento. A única diferença entre eles é que o método da retificação muscular é executadocom mais força, para atingir o músculo. Pode-se usar um polegar ou os dois (ou o polegar e oindicador, ou o polegar e o dedo médio). Medianteuniforme e contínua pressão, siga a direção domúsculo de cima para baixo ou diagonalmente decima para baixo. A força exercida pelos dedosdeve ser firme, com os movimentos lentos, nãodevendo ser relaxada durante a aplicação. Ummúsculo tenso pode ser relaxado completamentepressionando-se várias vezes os dedos, seguindopara baixo as fibras musculares28Yintang: Veja pág. 67 e Diagrama 58.29Taiyang: Veja pág. 67 e Diagrama 57.30Fengchi: Veja pág. 71 e Diagramas 58 e 59.31Tinggong: Veja pág. 69 e Diagrama 57.
  33. 33. 11. Método do AquecimentoO método do aquecimento é um tipo de massagem que executa fricçãoda pele usando os dedos ou a palma da mão. A força empregada nestemétodo deve depender da reação da pele do paciente. Não é desejávelexercer força demasiado intensa. O objetivo é apenas atingir a pele e otecido subcutâneo. A frequência dos movimentos é. em geral, de maisde 100 vezes por minuto. É praticado apenas com uma das mãos epode ser dividido em dois tipos: método do aquecimento com o dedo emétodo do aquecimento com a borda da palma.a) Método do Aquecimento com o Dedo: Consiste em friccionar a pele com osdedos. É particularmente útil para membros paralíticos. Quando o método do dedo éutilizado num dedo ou artelho paralítico, o prático mantém o membro firmemente nolocal com sua mão esquerda, ajusta seus três dedos centrais da mão direita em torno dodedo ou artelho e esfrega para trás e para a frente. Desse modo, os três lados do dedopodem ser friccionados simultaneamente, como está mostrado no Diagrama 22.b) Método do Aquecimento com a Borda da Palma: A borda externa dapalma da mão é usada para aquecer a pele. O método costuma ser aplicado em cadalado do dorso, em casos de resfriado comum, dor reumática e perturbaçõesgastrintestinais. O paciente adota uma posição sentada, enquanto oprático fica em pé diante dele. Essa massagem pode ser aplicadadiretamente na pele ou por cima da roupa. Friccione para cima e parabaixo ao longo das partes laterais do dorso, mediante rápido movimentode serra, continuando assim até que a pele do paciente fique vermelha.(Veja Diagrama23.)DIAGRAMA 2236 35
  34. 34. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método da Fricção e RolamentoDIAGRAMA 23 12. Método da Fricção e RolamentoEste método é uma forma de massagem em que o membro afetadodopaciente é preso entre duas mãos e esfregado com um movimentogiratório. E indicado apenas para os membros. A ação destamassagem pode alcançar o tecido subcutâneo, o músculo e até osossos. Durante o curso da massagem, aumente a velocidade de lentaaté rápida e depois a inverta. O método é dividido em fricção erolamento com a palma, e fricção e rolamento com a borda da palma:a) Método de Rolamento com a Palma: As palmas das mãos esquerdae direita são aplicadas de cada lado do membro afetado, que éesfregado com movimentos para trás e para a frente. No caso dafricção do membro superior, o paciente deve ficar sentado e o seubraço pender naturalmente, como mostra o Diagrama 24. Se ficarsentado de frente para o prático, o paciente pode descansar o braço noseu ombro. No caso da fricção de um membro inferior, faça o paciente ficarnuma posição meio sentada e dobrar o joelho. Se o paciente estádeitado na cama, deve descansar a perna no ombro do prático. Nocaso do braço, a fricção e rolamento são feitos para trás e para a frentedo ombro até o cotovelo e do
  35. 35. DIAGRAMA 24cotovelo até o ombro. No caso do membro inferior, o movimento é feitodo joelho para a bacia e desta para o joelho.b) Método de Fricção e Rolamento com a Borda da Palma: Aplique a fricção erolamento com as bordas externas das palmas de cada lado do membro a sermassageado. As atitudes corporais do paciente e do terapeuta são idênticas às adotadasno método da fricção e rolamento com a palma. A ação desse tipo de massagem podealcançar zonas mais profundas do músculo, e o paciente sentirá uma sensação dedolorimento e inchação. 13. Método do PinçamentoO método do pinçamento é um tipo de massagem que utiliza os dedospara espremer e pinçar músculos e ligamentos. Agarre o tecido com opolegar em cima e o resto dos dedos embaixo, depois gire o polegar eos dedos para diante, seguindo o contorno do músculo. As mãospodem ser usadas alternada ou simultaneamente. O método é divididoem pinçamento com três dedos e pinçamento com cinco dedos.38 37
  36. 36. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método do Beliscamentoa) Método do Pinçamento com Três Dedos: São usados os dedos polegar,indicador e médio. Pince o músculo entre o polegar e os outros dedos, depois use opunho para apreender e espremer para diante ao mesmo tempo. Este método é indicadopara áreas menores, tais como dedos, palma da mão e antebraço. (Veja Diagrama 25.)Em áreas relativamente limitadas, para que a massagem seja eficaz, as pontas dosdedos devem ser usadas para penetrar profundamente no músculo.DIAGRAMA 25b) Método de Pinçamento com Cinco Dedos: Este processo é executado com todos oscinco dedos. É igual ao método dos três dedos e se aplica melhor a áreas maiores,como a coxa, a perna, o ombro etc. Nota: Método do Pinçamento Espinhal: Este método é usado frequente-mente em crianças. Com os polegares e os indicadores das duas mãos, pince a pele e otecido subcutâneo de cada lado da coluna vertebral. Solte a pele e o tecido subcutâneoà medida que se movimenta para cima, alternando as mãos. Dirija o movimento dasnádegas para os ombros e pescoço. (Veja Diagrama 79.) 14. Método do BeliscamentoO método do beliscamento, também chamado “método da torção” , é umtipo de massagem que utiliza o polegar e o indicador para agarrar a pele e o tecidosubcutâneo, liberando-a rapidamente em seguida. No curso dessa manobra, a
  37. 37. mão que prende o tecido beliscado gira ligeiramente para trás, puxando os tecidos paraum lado antes de liberá-los rapidamente. (Veja Diagrama 26.) Neste momentocostuma-se ouvir um ruído. Continue beliscando a pele na mesma direção até apareceruma vermelhidão. Nos casos graves, a pele pode ser beliscada até que apareçammarcas vermelhas. O beliscamento com uma das mãos é adequado para o dorso, opescoço e áreas abdominais. Este método é disseminado entre o povochinês e tem sido transmitido de geração a geração. O resfriadocomum, a dor de cabeça e os distúrbios gastrintestinais, todosrespondem bem a ele. Pode ser usado também em algumas doençasde crianças, tais como resfriadocomum e febre, indigestão etc. Quando este método é usado em crianças, em geral são utilizadasas duas mãos, o polegar e o indicador sendo mantidos ligados comopinças. Depois de pinçada e torcida, a pele é imediatamente liberadasem complicações. Desta maneira, as duas mãos beliscam e liberamalternadamente até que a pele comece a ficar vermelha. 15. Método do PiparoteNeste método usa-se um dedo para bater contra o corpo. O dedoindicador dobra-se sobre o polegar ou o dedo médio e depois golpeia ocorpo com força. A força dos golpes, semelhantes a molas, vai debranda a intensa, mas nunca a um grau que possa causar dor. Podeser aplicado adequadamente em qualquer articulação, batendo-se notecido em torno dela. (Veja Diagrama 27.) Tem aplicação no tratamentode dores nas articulações. 16. Método da BatidaEste método é uma forma de massagem que consiste em bater nostecidos com as pontas dos dedos. Deve ser aplicada força com o pulsoe as pontas dos dedos. A batida deve ser precisa, forte e elástica, aomesmo tempo devendo ser mantido40 39
  38. 38. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Método da BatidaDIAGRAMA 27ritmo consciente. A batida dá origem a uma força oscilante que pode atingir o osso. Ométodo é dividido em: batida com o dedo médio e batida com os cinco dedos.a) Método da Batida com o Dedo Médio: Neste método, o dedo médio é meiodobrado e o pulso relaxado. A batida então prossegue com um movimento de extensãodo dedo. É adequado para ser usado em torno docouro cabeludo.b) Método da Batida com os Cinco Dedos: Os cinco dedos são unidos,as suas pontas são arrumadas no mesmo nível e o pulso é relaxado.Para dar a batida, os dedos são repetidamente dobrados e estendidos.Eles golpeiam a carne assim como o frango bica os grãos. Por isso é
  39. 39. também chamado de “método da bicada”. Adequado para utilização emtoda a fronte. (Veja Diagrama 28.) DIAGRAMA 28 41
  40. 40. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM 17. Método do TapinhaO método usa os dedos ou a palma da mão para dar tapinhas no corpo. Pode serexecutado com uma das mãos ou com as duas. O movimento deve ser hábil e elástico.É necessário que o pulso esteja excepcionalmente frouxo. Quando são usadas as duasmãos, seus movimentos devem ser coordenados. O método é classificado em tapinhacom o dedo, com o dorso dos dedos e com a palma da mão.a) Método do Tapinha com o Dedo: Neste método, o polegar e os outros dedossão largamente apartados. Os dedos ficam ligeiramente curvados e as superfíciespalmares dos dedos são usadas para bater levemente no corpo do paciente (vejaDiagrama 29). E indicado para aplicação nas costas e no peito, e costuma serutilizado para massagem em crianças.b) Método do Tapinha com o Dorso dos Dedos: Aqui os dedos ficamligeiramente apartados e as suas articulações levemente dobradas. O indicador,o médio, o anular e o mínimo são utilizados para bater vigorosamente no corpo,como mostra o Diagrama 30. O método é adequado para os membros e podetambém ser usado no peito e nas costas.c) Método do Tapinha com aPalma: Aqui o centro dapalma tem que ser levantado,flexionando-se as arti-culações metacarpianas ejuntando-se os dedos, criandouma concavidade na palma,com a qual o corpo égolpeado. Este método éapropriado para as costas. DIAGRAMA 2942
  41. 41. Método do MartelamentoDIAGRAMA30 18. Método do MartelamentoEste tipo de massagem usa o punho para martelar o corpo. A forçaempregada é maior que a usada no método do tapinha e atingeprofundamente os músculos, articulações e os ossos. Neste método, aforça principal provém do pulso. São necessárias coordenação ehabilidade. A força empregada deve ser aumentada aos poucos e, aomesmo tempo, os socos devem ser elásticos. A velocidade vai numcrescendo de lenta a rápida ou alterna entre períodos de golpes lentose rápidos. Em geral, as duas mãos são usadas simultaneamente. Estemétodo é dividido em: martelamento com o punho para baixo,martelamento com o punho para cima e martelamento com a borda dapalma.a) Martelamento com o Punho Para Baixo: Aqui as duas mãos ficam compunhos frouxamente fechados. As articulações dos dedos são niveladas e usadas paraexercer uma força de martelo no corpo. Este método é adequado para áreas onde hámúsculo carnudo e espesso, como na coxa.b) Martelamento com o Punho Para Cima: Aqui as duas mãos ficam com ospunhos fechados e os dedos ligeiramente apartados. O polegar fica dobrado e cobertopelos outros dedos ou preso entre o indicador e o médio. O punho é girado com opolegar para cima e o corpo é martelado com a parte carnosa do punho existente naborda externa da palma. (Veja Diagrama 31.) Este método é apropriado para as áreasdas articulações. 43
  42. 42. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMc) Martelamento com a Borda da Palma: Aqui os dedos das duas mãos são distendidos eapartados. A massagem é aplicada com a borda externa da mão, como está mostrado noDiagrama 32. O método é apropriado para áreas carnudas, musculares, como na coxa ouno dorso. Nota: Para evitar cansaço do terapeuta e tornar a massagem mais confortável parao paciente, o método do martelamento pode ser executado com um martelete feito de umpedaço de esponja de borracha amarrada a um cabo de bambu. Use dois desses martelos,um em cada mão. 19. Método da ExtensãoEste método é um tipo de massagem que ajuda uma articulação quefunciona mal a readquirir sua extensibilidade normal. Esta técnica podeser classificada como uma forma de manipulação passiva. Neste método,deve ser verificada com cuidado, primeiramente, a extensão até onde aarticulação afetada pode atingir. Depois, lentamente, de modo uniforme,aplica-se força contínua para se executar a extensão apropriada. Emgeral, isso não provoca dor no paciente. Nunca se deve aplicar forçasubitamente ou extensão violenta. Antes de cada tratamento, verificarcom cuidado, se possível, a maior extensão a ser alcançada naarticulação doente. O curso de extensão é aos poucos aumentado. Paraa manipulação, o prático e o paciente devem posicionar-se compropriedade e44
  43. 43. Método da Extensãosegurança. As técnicas mais frequentemente usadas são os métodosda extensão do ombro e da extensão do cotovelo.a) Método da Extensão do Ombro: Neste método, o paciente adotaposição sentada, enquanto o prático fica em posição meio agachadacom as pernas afastadas, como na posição de cavaleiro 32. O braço afetadorepousa na parte posterior do pescoço do prático, e o cotovelo no seu ombro. As mãosdeste cercam o ombro do paciente. (Veja Diagrama 33.) O prático então ergue-selentamente, fazendo com que o ombro do paciente gire para fora e para diante até aextensão adequada. Mantém-se uma altura fixa durante 2-3 minutos antes de se deixarvoltar para trás o ombro do paciente. Depois de curta pausa, repete-se a extensão. Aaltura do segundo estiramento deve ser ligeiramente aumentada, mas não forçada. Oprocesso deve ser repetido 3-5 vezes.b) Método da Extensão do Cotovelo: O paciente senta-se em frente ao prático.Este ampara o cotovelo do braço afetado com uma das mãos, a mão do pacientese apoiando debaixo da axila do prático. A outra mão do prático é colocada emcima do ombro afetado. (Veja Diagrama 34.) Depois, enquanto empurra oombro, ele levanta o cotovelo do paciente, distendendo a articulação. O grau de32 Posição de cavaleiro: pernas afastadas e ligeiro agachamento, como se paramontar num cavalo. 49
  44. 44. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMDIAGRAMA 34força aplicada e a amplitude da extensão dependerão do casoindividual, mas deve ser evitada uma força violenta. 20. Método da FlexãoÉ uma forma de massagem que ajuda a articulação com mobilidade reduzida a seflexionar. Pode ser classificada como forma de manipulação passiva. Neste método, aforça deve ser aplicada com habilidade e controle. Em geral, é aplicado nos membrosinferiores, como na panturrilha e nos quadris.a) Método da Flexão da Panturrilha: Aqui o paciente deita-se de bruços e oprático fica de pé ao lado do membro afetado. O prático segura a panturrilha com umadas mãos, enquanto a outra segura a planta do pé do paciente. Depois, a articulação dojoelho é curvada devagar. (Veja Diagrama 33.) Os movimentos começam lentamentee, depois, aos poucos, tornam-se mais rápidos. O limite da flexão deve corresponder aograu do movimento possível para a articulação.b) Método da Flexão do Quadril: Aqui o paciente deita-se de costas e o práticofica de pé ao lado do membro afetado. Uma das mãos segura o joelho e a outra a46
  45. 45. Método da Flexãoplanta do pé, com todo o quadril, joelho e tornozelo sendo curvados aomesmo tempo. O prático exerce então força para baixo, a fim de ajudara flexão, e o paciente também procura curvar ativamente o membro. Acoxa deve ser trazida o mais perto possível do corpo. (Veja Diagrama36.) A amplitude daflexão deve corresponderao grau de movimentopossível para aarticulação.c) Método da Flexão dosQuadris: Neste método, opaciente deita-se de costas e oprático segura-lhe as solas dosdois pés com uma das mãos,com a outra segurando-lhe ojoelho. O prático curva osjoelhos e os quadris até certoponto e, depois, elástica eritmicamente, empurra para afrente. A extensão 49
  46. 46. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMa atingir pela flexão dos quadris podeser aumentada aos poucos, trazendo-se as coxas para perto da paredeabdominal. Em seguida, a mão quesegura os pés é desviada para asnádegas e todo o corpo é curvado.(Diagrama 37.) Deve-se tomarcuidado em prosseguir gradualmentee na correta sequência, de acordocom a mobilidade potencial dopaciente. À medida que os quadrissão mais curvados, o grau de forçaaplicada deve aumentargradualmente. Esta manipulação nãosomente promove mobilidade dasarticulações dos quadris, comomelhora a capacidade da colunavertebral em curvar-se para diante.Por causa disso, o método éadequado para alguns casos de dorescrónicas das costas e de rigidezartrítica. Além disso, pode ser escolhido para aplicação em casos de hérnia de discointervertebral, nos quais pode promover a volta do disco herniado à sua posição normal. 21. Método da RotaçãoE uma forma de massagem que consiste na rotação de uma articulação.Pode ser classificado como manipulação passiva. Costuma ser utilizadopara prevenir e tratar perturbações funcionais do movimento rotatóriodas articulações. É aplicado em articulações de todos os tamanhos,desde as dos dedos até as das áreas lombares e dos quadris. Antes deaplicar esse processo é necessário estarmos familiarizados com aamplitude do movimento fisiológico de cada articulação e observarmoscom detalhe o grau de mobilidade da articulação resultante da doença.A direção da rotação é em geral no sentido dos ponteiros do relógio, e avelocidade deve ser mais lenta do que rápida. O processo de48
  47. 47. Método da Rotaçãorotação de pequenas articulações das mãos etc. é relativamentesimples. Mas quando se trata de grandes articulações, o paciente deveser colocado em posição específica. O método é dividido em rotação do pescoço, rotação do ombro, rotação doquadril e rotação lombar.a) Método da Rotação do Pescoço: O pacientefica sentado e o terapeuta de pé, por trás dele. Oterapeuta coloca uma das mãos no queixo dopaciente e a outra no topo da cabeça, girando-lhe lentamente o pescoço de um lado para outro.Quando os músculos estão relaxados e opescoço é girado totalmente para um lado, oterapeuta aproveita-se da tendência do pescoçoem voltar na direção oposta e lhe aplica umsúbito e forçado giro nesta direção, com aamplitude, entretanto, não maior que 90 graus.(Veja Diagrama 38.) Este método só deve seraplicado uma vez em cada sessão e não deve serrepetido. Depois da torção do pescoço, opaciente sente em geral que ele fica maisflexível e indolor. Este método é sempre utiliza-do no torcicolo (pescoço rígido).b) Método da Rotação do Ombro, tipo 1: Opaciente fica sentado. O prático fica firmementede pé ao lado dele, com as pernas apartadas na--------------posição de arqueiro33. Ele segura a palma da mão do paciente com uma das mãos e opulso com a outra. Em primeiro lugar, o braço do paciente é esticado, depois girado. Nocurso da rotação, as mãos do prático devem alternar-se na apreensão do pulso, nunca odeixando livre. (Veja Diagrama 39.)Método da Rotação do Ombro, tipo 2: O paciente senta-se com o cotovelo dobraço afetado curvado. O prático usa seu próprio antebraço e sua mão para33 Posição de arqueiro: pernas apartadas, uma na frente, outra atrás, como se fosse para atirar com arco e flecha. 49
  48. 48. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMDIAGRAMA 39apoiar e sustentar o antebraço afetado, enquanto a outra mão fazpressão no ombro do paciente. Roda então o ombro no sentido dosponteiros do relógio e ao contrário. Método da Rotação do Ombro, tipo 3: O paciente fica sentado, com o braço afetado relaxado e mantido afastado para um lado. O prático segura a mão do lado afetado com sua própria mão do mesmo lado (isto é, sua mão direita para a mão direita do paciente e vice-versa). Gira então o braço no sentido dos ponteiros do relógio e ao contrário. (Veja Diagrama 40.) A rotação deve ser ágil e vigorosa, como na fiação do algodão. DIAGRAMA 40
  49. 49. Método da Rotaçãoc) Método da Rotação do Quadril: O paciente fica deitado de costas, com o terapeutade pé a seu lado. Com uma das mãos, o terapeuta sustenta o joelho do paciente, e coma outra segura a panturrilha a um terço da distância que vai do tornozelo ao joelho. Oquadril e o joelho são meio curvados e depois a articulação do quadril é girada nosentido dos ponteiros do relógio e ao contrário. (Diagrama 41.)d) Método da Rotação Lombar: Na rotação lombar, o terapeuta deve ficarfirmemente de pé, alterando seu centro de gravidade para acompanhar a direção darotação. Ele deve ser também bastante forte. Caso contrário, a amplitude da rotaçãoque aplica não será muito grande, ou ele poderá perder equilíbrio e cair.Método da Rotação Lombar, tipo 1:0 paciente fica sentado e o terapeuta, de péao seu lado, com as pernas apartadas, ou à sua frente, com as pernas a cavaleiro. Umadas mãos é passada debaixo da axila do paciente e segura o ombro do outro lado; aoutra passa cruzando em frente do abdome para segurar o lado mais afastado dacintura. Depois, pede-se ao paciente que relaxe todo o corpo, e a espinha é girada.(Veja Diagrama 42.)Método da Rotação Lombar, tipo 2: Pede-se ao paciente que fique depé, de frente para uma barra horizontal ou para as costas de umacadeira fixa. 51
  50. 50. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMEle segura a barra com as duasmãos e curva o corpoligeiramente para a frente. Oterapeuta fica de pé atrás dele,pernas a cavaleiro, e com firmezasegura-lhe a cintura com ambasas mãos. Pede ao paciente querelaxe todo o corpo e, com o eixovertical do corpo do pacientecomo centro de rotação, gira-lhea coluna vertebral.DIAGRAMA 42 22. Método do SacudimentoÉ um tipo de massagem que consiste em sacudir os membros, e pode ser classificadocomo manipulação passiva. É aplicado somente nos membros superiores e inferiores.O prático segura a extremidade do membro do paciente e o sacode delicadamente,como uma corda, fazendo-a levantar e cair em ondas. O método é classificado em doistipos: sacudimento de membro superior e sacudimento de membro inferior.a) Método do Sacudimento de Membro Superior, tipo 1: O paciente tem que ficarsentado, com o prático de pé ao lado dele. Com as duas mãos o prático sustenta osdedos do lado afetado e puxa com força o membro, movendo-o em forma desacudidela. A amplitude da sacudidela é crescente, de modo que as ondulações sãotransmitidas até o ombro. O movimento é executado 3-5 vezes.Método do Sacudimento de Membro Superior, tipo 2: O paciente ficasentado ou de pé, com o terapeuta de pé a seu lado. O ombro do paciente é seguro comfirmeza com uma das mãos, e a mão do lado afetado é segura com a outra. O membroafetado é então tracionado para fora firmemente e sacudido para cima e para baixo oupara a esquerda e direita. (Veja Diagrama 43.)52
  51. 51. Método do Estiramentob) Método do Sacudimento deMembro Inferior: O pacientedeita-se de lado e o terapeuta ricade pé atrás de seus pés. Oterapeuta segura os artelhos e aparte posterior do pé da pernaafetada com as duas mãos, levantaa perna e sacode-a. Isso é repetido3-5 vezes.DIAGRAMA 43 23. Método do EstiramentoÉ um tipo de massagem que distende as articulações. É uma formaespecial de manipulação passiva. O movimento de puxar deve ser hábile forte. Ele funciona como distensor de músculos contraídos e ajuda alevar a articulação para sua posição normal. Pode ser dividido nasseguintes formas:a) Método do Estiramento Lombar, tipo 1: O paciente fica deitado delado, o flanco afetado para cima, e o prático fica de pé atrás de suascostas. O polegar de uma das mãos é usado para fazer pressão sobrea parte dolorosa do lombo, enquanto o outro antebraço sustenta apanturrilha da perna afetada, com a mão segurando o joelho. Depois deflexionar algumas vezes a coxa para cima, em direção ao abdome,puxe a perna para trás com firmeza e destreza. Ao mesmo tempo, opolegar que empurra na área dolorosa exerce uma pequena pressãoextra. (Veja Diagrama 44.) Esse processo é repetido 5-6 vezes. O métodoé 53
  52. 52. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMMétodo do Estiramento Lombar, tipo 2: O prático e o paciente ficam de costas umpara o outro. O prático usa seus cotovelos para enganchar os braços do paciente elevanta-o de modo que as suas nádegas fiquem um pouco abaixo das do paciente.Depois pede ao paciente que relaxe o corpo todo. Em seguida dobra e estica seusjoelhos repetidamente, e com força move o paciente com sua nádegas, esticando-lheassim a coluna vertebral. (Veja Diagrama 45.) Para terminar, o prático pode balançar ocorpo do paciente de um lado para outro várias vezes.54
  53. 53. DIAGRAMA 45Método do Estiramento Lombar, tipo3: Aqui o paciente deita-se de bruços. Emprimeiro lugar, o prático utiliza os métodos deamassamento e de fricção, para relaxar osmúsculos da área lombar. Depois ele colocaseus antebraços embaixo dos joelhos dopaciente e levanta-lhe a metade inferior docorpo, de modo que apenas o peito toque oleito. Ele coloca sua outra mão sobre a regiãolombar inferior do paciente, fazendo pressão eafrouxando várias vezes, de modo rítmico eelástico. Quando os músculos do pacienteficam bem relaxados, o prático subitamenteusa seu antebraço para fazer grande pressãona área lombar do paciente. Ao mesmo tempo,o antebraço que sustenta os joelhos élevantado com força, fazendo com que a árealombar do paciente seja distendida para trás.(Veja Diagrama 46.) Depois que as pernas dopaciente são deitadas, a área lombar sofrenovamente curta massagem pelo método doamassamento. DIAGRAMA 46 55
  54. 54. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMMétodo do Estiramento Lombar, tipo 4: Aqui o paciente deita-se de lado, com o flancoafetado para cima. O prático segura o tornozelo da perna afetada e puxa a perna paratrás. Ao mesmo tempo, levanta a perna e coloca a sola do pé firmemente contra aregião sacra do paciente, simultaneamente puxando com as mãos e empurrando com opé. Em primeiro lugar, empurra levemente várias vezes até sentir que a área lombar dopaciente fica relativamente relaxada. Depois executa os movimentos de empurrar epuxar com força súbita e intensa, fazendo com que a região lombar do paciente sedistenda para trás. (Veja Diagrama 47.) Desde que seja empregada efetiva quantidadede força, tal ação é em geral suficiente.b) Método do Estiramento do Membro Superior: O paciente senta-se num banco baixoe o terapeuta fica de pé à sua frente, um pouco na direção do lado afetado.DIAGRAMA 4756
  55. 55. Método do EstiramentoO braço doente é mantido com o dorso da mão em direção aoterapeuta, que lhe segura os dedos em dois grupos com suas mãos. Elegira o braço em círculo para cima, para baixo e em redor, várias vezes.Quando os músculos do membro doente parecem estar relaxados e omembro pode ser movido livremente, o terapeuta subitamente e comforça levanta-o. (Veja Diagrama 48.) Este método tem se mostradoeficaz no tratamento de pacientes que se queixam de dores no membrosuperior ou no ombro, mas nos quais o movimento das articulações nãoesteja por demais limitado. Em geral, é usado após a aplicação deoutros métodos de massagem, mas apenas uma ou duas vezes porsessão.c) Método do Estiramento do Membro Inferior: Este método é também chamado demovimentação da perna. O paciente fica deitado de costas. O prático apoia a 57
  56. 56. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMpanturrilha da perna afetada com o braço e a mão, fazendo pressão nojoelho com a outra mão. Em primeiro lugar, o quadril e o joelho sãodobrados, usando-se pequena força para abaixar a coxa. Logo que a coxachegue perto da área abdominal, o membro afetado é puxado com força edestreza, para ficar esticado. Neste ponto, com o quadril meio curvado e ojoelho totalmente distendido, pede-se ao paciente que mova sua perna paracima e para diante. (Veja Diagrama 49.) O grau de flexão do quadril devecorresponder à altura até onde o paciente pode levantar a perna esticada, ea amplitude da elevação deve aumentar gradualmente. O movimento é feito10-20 vezes durante cada sessão.58
  57. 57. Método da Pisada 24. Método da PisadaÉ uma forma de massagem que consiste em se pisar o corpo do paciente.Costuma ser aplicado à área lombar. O paciente fica de bruços num leito demassagem relativamente curto. A área do peito e as coxas ficam acolchoadas comtravesseiros de cerca de 30 centímetros de altura, de modo que a região lombarrepouse no espaço intermediário vazio. O prático pendura-se firmemente numa barrafixada acima do leito do paciente, depois pisa na área lombo-sacra com um pé,primeiro aplicando ligeira pressão várias vezes e em seguida gradualmenteaumentando a força. Ritmicamente, ele alterna a pisada na espinha com o relaxamentoda pressão, levantando e abaixando, como ovaral de alguém que carrega pesadas cargasem cada ombro. (Veja Diagrama 50.) Pede-seao paciente que conserve a boca aberta erespire com ritmo. A força da pisada aumentaaté alcançar um nível eficaz. A pisada érepetida cerca de 20 vezes; pisada, repouso,pisada... Podem ser executadas três a quatroséries de pisadas 59
  58. 58. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Seção 2: Prática das Técnicas de MassagemO tratamento pela massagem técnica bem executada exige articulaçõeságeis e flexíveis, além de dedos fortes. Os movimentos do terapeutadevem ser regulares, destros e delicados, e precisam ser mantidosdurante longos períodos de tempo. Somente nessas condições podeser alcançado bom efeito terapêutico. Consequentemente, é necessárioque o terapeuta se submeta a contínuo treinamento, desenvolva suaforça e pratique as técnicas de massagem para melhor servir àspessoas. Basicamente, o treinamento é dividido em duas partes:treinamento físico geral e prática e técnica digitais. 1. Treinamento FísicoO tratamento pela massagem exige grande força física e especialmentereservas de forças. Ao mesmo tempo, o prático deve ser capaz demanter posições definidas durante longo período de tempo, como ficarde pé com as pernas apartadas em posição de cavaleiro ou em posiçãode arqueiro. (Veja Diagrama 53.) Tudo isso exige que o prático façaregularmente bom programa de exercícios. O que apresentamos aseguir refere-se a vários exercícios com o objetivo de desenvolver aforça dos membros e da área lombar.Exercício 1: Fique de pé com as pernas afastadas na largura dos ombros. Mantenhapostura erecta, com a cabeça ligeiramente curvada e os olhos fixados diretamente paraa frente. Pressione a língua contra o palato e respire pelo nariz. A seguir, levanteigualmente as duas mãos com as palmas para baixo. Após profunda inspiração, aspalmas são unidas e mantidas à frente do peito, virando-se aos poucos as pontas dosdedos das mãos juntas para o peito, os cotovelos sendo levados até a altura dos ombros.Ao mesmo tempo, dobre ligeiramente os joelhos, ficando meio sentado, em posição decavaleiro, com o ponto de gravidade do corpo centrado. Continue a respirar fundo enormalmente. Esta posição deve ser mantida 1-3 minutos ou até mais tempo, sendoeste gradualmente aumentado com a prática. (Veja Diagrama 51.)Exercício 2: Após completar o primeiro exercício, volte à posição normale descanse um momento, passando depois ao Exercício 2. Dê meiopasso para a frente com o pé direito e dobre ligeiramente o joelhoesquerdo, numa posição meio de cócoras. A ponta do pé direito toca ochão, e o calcanhar é levantado, colocando-se o peso do corpo naperna esquerda. Ao mesmo tempo, a mão60
  59. 59. Treinamento Físico DIAGRAMA 51 DIAGRAMA 52esquerda é transformada em punho frouxamente fechado, sua parte central para fora,sendo colocada atrás das costas. Os cinco dedos da mão direita são esticados emantidos juntos; o pulso é totalmente dobrado e girado para dentro até onde forpossível. O cotovelo forma um ângulo de 90 graus, e o antebraço é esticado paradiante, à altura do ombro. Fixe os olhos na sua mão direita, componha a sua postura,respire fundo. Mantenha essa posição por 1-3 minutos. Alterne as posições das mãos epés direitos e esquerdos. (Veja Diagrama 52.) Nas sessões seguintes, aumentegradualmente o período de tempo em que a posição deve ser mantida. 61
  60. 60. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEM Exercício 3: Após completar o Exercício 2, relaxe e mova-se livremente, começando depois o Exercício 3. Coloque o pé direito adiante, em posição de arqueiro, com os artelhos apontando para a frente. Os calcanhares devem pousar no chão, plantados firmemente, e o corpo deve ficar ereto, o peso centrado. Fecha-se o punho direito, e o pulso é dobrado e girado para dentro o máximo possível. O cotovelo é dobrado, formando um ângulo obtuso, e o braço é colocado à altura do ombro. Depois, a mão esquerda é fechada, formando um punho com o pulso curvado. O cotovelo é ligeiramente curvado, e o braço é esticado para fora, atrás das costas. A cabeça gira um pouco para a direita, com os olhos voltados para a mão direita. Puxe firmemente com a mão direita, como fazem os vaqueiros com o laço passado na vaca. Depois respire fundo. EssaDIAGRAMA 53 62
  61. 61. Prática das Técnicaspostura deve ser mantida durante certo tempo. O processo é alternado, à direita e àesquerda, e o período de tempo aumenta gradualmente com habilidade.Exercício 4: Depois de completar o Exercício 3, repouse um pouco e então faça oExercício 4. Afaste as pernas na largura dos ombros e depois agache-se até que osjoelhos fiquem curvados cerca de 90 graus. Descanse as mãos nas pernas, acima dosjoelhos, com os polegares do lado de fora dos joelhos, de modo que os braços formemuma espécie de círculo. Mantenha o peito ereto e conserve o peso do corpo centrado.Depois, com os olhos fixados, diretamente para a frente, faça um exercício derespiração profunda. Essa atitude deve ser conservada o maior período de tempopossível; quanto mais longo, melhor. (Veja Diagrama 54.) Depois de completar estes quatro exercícios, faça alguns movimentos pararelaxar. 2. Prática das TécnicasA terapia pela massagem é aplicada principalmente com as mãos.Estas, portanto, devem ser treinadas para serem fortes e delicadas,destras, bem coordenadas e incansáveis. Os exercícios das mãos sãofeitos em dois tempos. O primeiro consiste em praticar num saco deareia. Depois de bem treinado com o saco de areia, pratique então nocorpo humano (duas pessoas podem praticar entre si). O saco pode sercosturado com linho ou algodão, sendo incluído com areia lavada. Asespecificações para o saco de areia são: 30 centímetros decomprimento, 30 centímetros de largura, 5 centímetros de altura. Astécnicas de massagem mais comumente usadas e os aspectos maisimportantes da prática são apresentados a seguir:a) Método do Empurrão com o Polegar: É dividido em três tipos: com a polpa dopolegar, com o lado do polegar, com a ponta do polegar. Os principais aspectos,contudo, são idênticos. Ao praticar o método do empurrão, a posição de pé é normal,mas também pode ser usada uma posição sentada. Concentre sua mente; deixe osombros caírem e os cotovelos penderem; flexione o cotovelo; dobre o punho e deixe amão pender. Esta é mantida parcialmente fechada, sem que os dedos ultrapassem ocentro da palma. O polegar é esticado e descansa na falanginha do indicador, cobrindoo “olho” do punho34. Agora, com a ponta do polegar contra o saco de areia, gire opulso e mova o polegar para trás e para a34 Olho do punho: o indicador é a extremidade do punho; o espaço formado pela curva do dedo parece-se com um olho. 63
  62. 62. TÉCNICAS DO TRATAMENTO PELA MASSAGEMfrente ritmicamente, de modo que ele seja empurrado para a frente e depois trazidopara trás. (Veja Diagrama 55). Empurra-se com cerca de dois terços da força. Quandoempurrar para a frente, não deixe o polegar saltar, e quando voltar, não deixe a falangedobrada tocar o saco de areia. O polegar deve ser empurrado para diante numa linhareta, e não oblíqua. O pulso deve estar inteiramente relaxado. A frequência doempurrão é mantida em 120-160 vezes por minuto. Quando a técnica é perfeitamenteexecutada, o polegar parece estar preso à superfície do saco de areia, satisfazendo aexigência: “Firme, porém não rígido; leve, porém não flutuante.” O melhor éaperfeiçoar o uso das duas mãos, de modo que uma possa alternar com a outra.DIAGRAMA 55b) Método do Rolamento: Adote posição de pé, deixe os ombros caírem e oscotovelos penderem. Um cotovelo é curvado, e o pulso relaxado; a mão, fecha-se empunho frouxo, com o centro da palma voltado para cima. O polegar e os outros dedossão um tanto dobrados, mas sem rigidez; o indicador e o médio são distendidoslivremente. Com a parte dorsal do dedo mínimo, juntamente com a eminênciahipotênar contra o saco de areia, faça um movimento de rolamento para trás com opulso. Repita esse exercício várias vezes. (Veja Diagrama 56.) Tome cuidado para nãoprovocar movimentos de salto ou de raspagem, para evitar lesão da pele. As duas mãospodem ser treinadas para rolarem uniformemente com força de alcance profundo eritmo contínuo, de modo que possam alternar-se.c) Método da Vibração com o Dedo: É aplicado com o dedo médio ou com opolegar, geralmente com a mão direita. Na prática de vibração com o dedo64
  63. 63. Prática das TécnicasDIAGRAMA 56médio, o polegar e o indicador são usados para prender aquele dedo,cuja ponta é colocada contra o saco de areia. Na vibração, do polegar,a parte externa da sua extremidade entra em contato com o saco deareia. O pulso é dobrado ligeiramente para a palma. Os músculos damão e do antebraço exercem uma força estática e tensa, para produziro movimento de vibração. É possível que, no início, não sejamoscapazes de produzir vibração alguma, ou de sustentá-la por tempoalgum. Mas depois de alguma prática, será produzida vibração. Estadeve ser pequena e uniforme, com a força vindo da ponta do dedo.Deve-se manter a vibração por mais de um minuto.d) Método do Pinçamento: Costumam-se usar o polegar, o indicador e omédio, e em geral uma das mãos. Pode ser praticado ao longo daborda do saco de areia. O polegar, o indicador e o médio pinçam aborda do saco de areia com força relativamente grande. Ao mesmotempo, o polegar se move no sentido dos ponteiros do relógio, com ummovimento de rolamento, fricção e pinçamento. O indicador e o médiofazem movimento semelhante na direção oposta. No curso destemovimento de rolamento, fricção e pinçamento, os dedos devem mover-se gradualmente para a frente. Esta técnica exige coordenação,uniformidade, sensibilidade e controle da força empregada pelas pontasdos dedos, devendo-se mantê-la durante mais de 10 minutos por vez. 65

×