Criação de Conteúdo para Mídias Sociais

936 views

Published on

Apresentação utilizada no curso homônimo, realizada no dia 21 de dezembro, com segunda turma no dia 18 de janeiro.
-
O slide serviu de facilitador, e o curso se baseou em interação constante com os presentes, com atividade prática no final.

Published in: Social Media
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
936
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
41
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • -       A Persona da marca: Quem é a marca? Para quem fala? Como fala?Definir a personalidade da marca é o primeiro passo para decidir qual caminho seguir. Em que acredita, o que gosta, o que faz (produto/serviço). Pode-se dar um nome para essa Persona, definir um sexo, uma idade, literalmente personificá-la. E é essa "pessoa" que vai interagir, falar para o mundo quem é e o que faz a marca em questão.
  • -       Perfis de públicoConjuntamente a tudo isso traçar um paralelo, afim de descobrir a distância entre o público real e o almejado.Identificar também quais são os perfis gerais da marca. Por exemplo: a mãe preocupada com a saúde da família; o jovem saudável; o atleta; o cult; e aprofunda-se em detalhes de sua rotina, idade média, gostos, ideais.
  • -       Os canais de atuaçãoCriar conteúdo para alimentação diária de um canal é um trabalho árduo. Adaptar esse conteúdo para outros canais torna-se mais difícil ainda, pois cada um deles possui uma linguagem diferente. Por isso, ao invés de apenas replicar, é essencial criar conteúdo exclusivo para cada um deles, distribuindo bem as postagens e frequência, indo de acordo com as peculiaridades que possuem.
  • -       Os pilares de conteúdo: O que a marca pretende comunicar em seus canais?Quando se tem a persona definida, passa-se para quais assuntos ela pode/deve/precisa falar. Esses pilares servem como guia para a linha editorial de conteúdo, auxiliando – e muito – o trabalho da equipe e também a aprovação com o cliente.Por exemplo, uma marca de tecnologia falaria sobre: entretenimento, cinema e música, cultura e tecnologia, obviamente. A partir desses pilares, ramificaria suas possibilidades de assunto, mas sempre com foco nesses pilares.
  • -       Linha EditorialSeguindo dos Pilares de conteúdo, a linha editorial encontra assuntos e temas para se falar. No pilar de Tecnologia, por exemplo, pode-se falar sobre invenções, lançamentos, a tecnologia no dia a dia das pessoas. Em cinema, falar de pioneirismos, bilheterias, novas tecnologias para cinema profissional e caseiro, inclusive sugerir ações que incentivem a interação e engajamento, com produção de conteúdo pelo usuário.
  • -       Calendários e oportunidadesCom base no ramo de atuação da marca, em seus objetivos, ideais e posicionamento, programar quais as datas ao longo do ano que podem ser utilizadas como conteúdo, além de oportunidades (acontecimentos do dia a dia. Por isso a importância de sempre monitorar o que ocorre na web).A criação de pauta fria, ou seja, conteúdo previamente aprovado pelo cliente (com base na persona) auxilia muito os processos, pois programa-se conteúdo para a semana/quinzena/mês, dando tempo para interação e monitoramento.
  • -       Do's & Don'tsÉ possível premeditar situações e maneiras para se reagir a elas. Como responder determinadas mensagens, como reagir perante uma reclamação (e também listar quais os tipos de reclamação que podem surgir em relação aos produtos/serviços oferecidos pela marca) e como interagir com os usuários.
  • -       Interação com os usuários: gerando conteúdo a partir da conversaçãoApenas produzir conteúdo autoral não é o suficiente. O objetivo das mídias sociais é, como o próprio nome diz, ser social. Se relacionar, ouvir os usuários e interagir com eles e, inclusive, buscar oportunidades a partir das dúvidas, elogios e comentários que podem surgir.
  • -       Análise, métricas e monitoramento: uma breve introdução sobre o temaCriar conteúdo e verificar o engajamento da marca é o que demonstra se o todo o esforço empreendido está resultando em algo. Para isso, existem ferramentas que monitoram os comentários e postagens da marca e de seus usuários. O que vai definir o uso de uma ferramenta é o volume de engajamento com a marca (quantidade de likes/followers/leitores, postagens e frequência). Classifica-se o material coletado e então, passa-se para a análise, identificando falhas e oportunidades.- KPIs
  • -       Desafios do dia-a-dia-Pesquisa de imagensBancos de imagens, produzir fotos ou alltype?-RedaçãoMuito texto ou pouco texto? Quando fazer perguntas? Usar texto na arte ou não?OportunidadesMemes, vídeos, brincadeiras e movimentos.-Aprovações e refaçõesComo enviar o calendário para aprovação e utilizar a persona + pilares de conteúdo para evitar refações.
  • Mantersemprecontato e tirarsempre as dúvidas, além daimportância da criação da brand persona, quecoordenatoda a criação de conteúdodiárioparafacilitar o processo de aprovação.
  • ×