Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Alienação

750 views

Published on

Trabalho de filosofia a pedido da professora Fá

Published in: Education
  • Be the first to comment

Alienação

  1. 1. Alienação ALUNOS: ANTHONY MARCO LEANDRO REZENDE VALERIA RUBIANA PROF.ª: FATIMA FREITAS
  2. 2. Alienação  Alienação é quando o indivíduo que tem contato com várias informações e que fica perdido no meio delas, sem um propósito definido, e dessa forma não consegue estabelecer relações com o que lê, nem apresentar uma conclusão sobre o assunto.  Geralmente o adjetivo de alienado está ligado à população desprovida de conhecimentos científicos e filosóficos, uma vez que limitados as “lentes” da religiosidade e/ou do senso comum acabam ficando alheios (alienus) dos fenômenos políticos, econômicos e científicos.
  3. 3. As três formas de alienação social em uma sociedade capitalista
  4. 4. Alienação Social:  Na qual os humanos não se reconhecem como produtores das instituições sociopolíticas e oscilam entre duas atitudes: ou aceitam passivamente tudo o que existe, por ser tido como natural, divino ou racional, ou se rebelam individualmente, julgando que, por sua própria vontade e inteligência, podem mais do que a realidade que os condiciona. Nos dois casos, a sociedade é o outro (alienus), algo externo a nós, separado de nós, diferente de nós e com poder total ou nenhum poder sobre nós.
  5. 5. Alienação Econômica:  O individuo não se reconhece como produtor e não se vê nos objetos que fabrica. Esse tipo de alienação em nossa sociedade é dupla, por que:  -O proletariado (os trabalhadores) vende sua força de trabalho como se fosse uma mercadoria e como uma mercadoria vendida ela tem que ser paga, assim o trabalhador recebe seu salário. O trabalhador nesse caso não percebe que foi reduzido a uma “coisa” que produz coisa, assim não percebem que foram rebaixados a coisas, desumanizados e passam a ser facilmente explorado.
  6. 6.  -A segunda seria como o trabalhador vê as coisas que ele produziu, o trabalhador olha os preços e sabe que não poderá comprar porque o objeto é uma coisa mais valiosa que ele, fica difícil a sua compra, pois seu salário não dá para obter os objetos que ele mesmo produziu como classe social.  Mas mesmo assim ele se vangloria quando vê o fruto de seu trabalho a venda, fala com a boca “cheia” que foi ele quem fez, mesmo sabendo que não poderá obter certo objeto.
  7. 7. Alienação Intelectual:  Aonde o intelectual é alienado e não somente as classes trabalhadoras, pois vivendo em uma sociedade alienada ele também será alienado, mas esta forma de alienação esta dividida em três partes.
  8. 8.  -Primeiro, esquecem ou ignoram que suas ideias estão ligadas a classe que pertence, isto é, a classe dominante (burguesia)  -Segundo, esquecem ou ignoram que as ideias são produzidas por ele para explicar a realidade, sendo assim passa a acreditar que tudo já está feito apenas descobrem e descrevem sobre forma de teorias gerais.  -Terceiro, esquecendo ou ignorando a origem social das ideias, acreditam que as ideias existam por si mesmas, pouco a pouco passam a acreditar que as ideias se produzem umas as outras, uma vez que assim nos passamos a se simples receptadores ou instrumentos dela.
  9. 9.  Portanto, observa-se que a alienação se exprime numa “teoria” do conhecimento espontânea, formando o senso comum da sociedade. Por seu intermédio, são imaginadas explicações e justificativas para a realidade tal como é diretamente percebida e vivida. Um exemplo desse senso comum aparece no caso da “explicação” da pobreza, em que o pobre é pobre por sua própria culpa (preguiça, ignorância) ou por vontade divina ou por inferioridade natural.
  10. 10. Referencias  http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/  https://andrson.wordpress.com/category/alienacao-social/  https://andrson.wordpress.com/category/filosofia/

×