Apostila 1 - Conceitos gerais de epidemiologia

28,205 views

Published on

Conceitos gerais de epidemiologia

Apostila 1 - Conceitos gerais de epidemiologia

  1. 1. EpidemiologiaÉ o estudo que ocorre na saúde da população, sua distribuição e métodos de controle.Saúde: estado de completo bem-estar físico, mental e social.Doença: é o conjunto de sinais e sintomas expressão de alterações físicas, psicológica esocial.Epidemia: contaminação em grande numero de pessoas ao mesmo tempo no estado desaúde de uma população por uma elevação progressivamente crescente, inesperada edescontrolada de uma doença.Surto: ocorrência epidêmica restrita a um espaço extremamente delimitado. Ex. Colégio,prédio.Pandemia: doenças epidêmicas de grandes proporções, largamente distribuída manifestadaao mesmo tempo. Ex. AIDS.Endemia : ocorrência de uma doença por um longo período dentro dos limites esperadosgeográficos. Ex. D. Chagas.Hospedeiro: Organismo passível que abriga ou sofre influencia dos fatores causais, danos asaúde.Agentes: substancia, elemento ou força, cuja a presença inicia ou prolonga o processo dedoença.- Fatores determinantes do estado saúde-doença fatores de risco: Água não tratada e diarréia grupo de risco : criança exposta a água não tratada fatores de proteção: consumo de fibras/ prev. Câncer de intestinal.Fatores sociais: - Socioeconômicos, Ex. pobreza, Sócio político, Ex. Decisão políticasFatores ambientais : Ex. uso de pesticida e sua toxicidade.Historia natural da doença – descrição da evolução de uma doença sua estruturaepidemiológica.Fases da historia natural da doença Pré- Patogênese: antes do envolvimento do hospedeiro, período anterior aosurgimento dos sinas e sintomas. Período de patogenes: Momento em que o mal já foi instalado “ agente”. Período clinico ou desfecho: estão presentes os sinais e sintomas pode ter tresdesfecho : a cura, a invalidez ou seqüela e a morte.Prevenção“saúde pública: ciência e arte evitar doenças, prolongar a vida e desenvolver saúde física emental da população.
  2. 2. Ação antecipada: anula a evolução da doença.Prevenção 1ªExistência apenas estímulos desencadeantes modificar condições favoráveis 1. Promoção de saúde Ex. escola, moradia 2. proteção especifica (imunização)Prevenção 2ªApós estimulo desencadeado, com ou sem sintomas; 1. Diagnostico precoce 2. Limitação da incapacidadePrevenção 3ªNo desfecho da doença 1. reabilitação : fisioterapia, terapia ocupacionalmetodologia epidemiológicamétodo cientifico de investigar ventos na saúde da população com um fim determinado- reconhecer a existência do problema-definir sua natureza-definir sua causalidadeInvestigação Epidemiológica- etapa descritiva e exploratória.Quem? Quando? Onde?- Etapas analíticas, dando-se continuidade a investigação partindo de uma hipótesebuscando responder:-Causalidade – medidas de prevenção – Avaliação de procedimentos diagnósticos(presiçao).Coeficiente e índices Epidemiológicos-avaliar quantitativamente a ocorrência de doenças nas populações; Comparar valoresobtidos em grupo ou populações diferentes; A simples apresentação numérica nem sempreexpressa a magnitude do problema epidemiológico.Indicadores epidemiológicosInstrumentos para avaliar quantitativamente a freqüência da ocorrência da doença numadeterminada população, em um período.Coeficiente – Expressa o risco a que o individuo esta exposto de apresentação de doençaCoeficiente =Principais Coeficientes- Natalidade – letalidade – Mortalidade – morbidade
  3. 3. Índices - Expressão de freqüência entre duas series de valores sem associaçãoprobabilística.Principais Índices- Densidade populacional – Mortalidade Proporcional – Vital Pearl.Ex:Indicadores Epidemiológicos (de saúde)Coeficientes e índices epidemiológicos - Abrangência - Gerais: restrições de tempo e espaço; - Específicos: as citadas, sexo, raça, faixa etária, causa especificaIncidente: freqüência estão surgindo os casos novos da doença.Prevalente: freqüência casos da doença existentes numa pop num momento ou intervalo detempo.Índices gerais: de maior significado: demográfico ou de vital pearl.Índices específicos: Densidade populacional; Mortalidade proporcionalIndicadores epidemiológicos (de saúde)Analise situação sanitária de uma pop, como as decisões em relações a preservação dasaúde, a cura ou tratamento de doenças são possíveis pela disponibilidade de informaçõesvalidas e confiáveis.Variáveis relacionadas ao tempoSubdivisão-Distribuição Cronológica Ex. distribuição cronológica freqüência de óbitos.Verifica a ação da doença num grupo voltando ao passado (historia da Doença) numintervalo cronológico- Variação Cíclica: Ex. mensal anual.Variação repetido de intervalo a intervalo, alternando-se valores mínimos e máximos.- Variação Sazonal: Repete-se sempre na mesma estação do ano ou certos dias esperados.-Tendência secular: Apresenta certa estabilidade, intensificação ou decréscimo de valores.Variáveis relacionadas ao espaço
  4. 4. Subdivisões:- Variáveis geopolíticas: Ex. paises da América, comparações internacionais- variáveis geográficas. Espaço geográficos.- variáveis Político - Administrativas. Ex. território nacionais, republica federativa doBrasil.Fatores Ambientais- naturais, Localização, relevo , hidrografia, solo.- Artificiais, modificação ou destruição da paisagem natural.Fatores populacionaisLigados ao conjunto socialmente organizado.-Demográficos ; pop diverge composição por idade, sexo- Sociais; Cultura, religião.Variáveis urbano – rural- Urbana; residente cidades...- Rural; Residente fora dos limites da cidadeMobilidade espacialMovimento pessoas ou pop de uma área geográfica para outra.- Circulação; movimento temporal- lugares pré- definidos ou não.- Migração; mudança de residência permanente ou razoavelmente durável.Variável relacionada à pessoaIndepende do tempo e espaço e não deve ser confundida com variáveis populacionais.Tipos de variáveis: 1. Características gerais: idade e sexo 2. características familiares: estado civil idade dos pais, morbidade familiar 3. características étnicas: raça, cultura, local de nascimento 4. Nível socioeconômico: ocupação, nível de instrução, residência Vigilância epidemiológicas Procedimento sistemáticos permanente pelo qual toma-se conhecimento dos eventos relacionados coma doença e respectivos meios de controle em um local especifico. “ conjunto de ações que proporciona o conhecimento, a detecção ou prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes de saúde individual e coletiva coma finalidade de recomendar ou adotar as medidas de prevenção e controle de doenças e agravos. - Obter Informações; processar as informações. Coleta de dados e Informações Cumprimento das funções da vigilância epidemiológica depende de dados para fomentar processo produção de informações para intervenção. Tipos de dados e informações necessários ao sistema de vigilância epidemiológica são: Demográficos, Ambientais e sócio – econômicos.
  5. 5. NotificaçãoComunicação de ocorrência de determinada doença ou agravo á saúde feita a autoridadesanitária por profissionais de saúde ou qualquer cidadão para adoção de medidas deintervenção pertinentes.Notificação negativa: informando a não ocorrência de casos no período considerado.Registro dos eventos vitais- nascimentos, casamentos e dissolução e óbitos, na área da saúde: nascimento e óbito.Registradas oficialmente em cartórios.Classificação Internacional de DoençasEstatísticas seguem regras com objetivo de padronizá-las e conferir > consistência aosdados. Quase todos os paises do mundo utilizam a classificação Internacional dedoenças (CID).Cada lesão, doença ou causa de óbito recebe seu código, são agrupados para facilitar opreparo de estatísticas.

×