A dinâmica da terra a formação do relevo e suas formas

7,369 views

Published on

Aula sobre as dinâmicas internas do nosso planeta, as teorias da deriva continental e placas tectônicas e os agentes endógenos e exógenos. Bons estudos. Prof. Wesley Torres

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,369
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
385
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A dinâmica da terra a formação do relevo e suas formas

  1. 1. AS DINÂMICAS INTERNAS DA TERRA E A FORMAÇÃO DO RELEVO Professor Wesley Torres
  2. 2. Nosso planeta não possui camada homogêneas
  3. 3. Classificação química:
  4. 4. Classificação física
  5. 5. Dinâmica das camadas  Além de não serem iguais, essas camadas possuem uma dinâmica interna.
  6. 6. Alfred Wegener – Deriva Continental
  7. 7. As rochas e a estrutura geológica.
  8. 8. Os tipos de rochas  De acordo com a sua formação as rochas podem ser divididas em 3 grupos:  Rochas ígneas ou magmáticas  Rochas metamórficas  Rochas sedimentares
  9. 9. Rochas ígneas ou magmáticas  O termo magmática vem de “magma”.  O termo ígnea vem da palavra latina ignis, “fogo”.  Essas rochas são formadas pela solidificação do magma.  As rochas magmáticas são dividas em:  Intrusivas (resfriam no interior da Terra)  Extrusivas (resfriam no exterior da Terra)
  10. 10. Rochas magmáticas
  11. 11. Rochas magmáticas Intrusivas  Se resfriam no interior da Terra.  Levam mais tempo para se resfriar.  Por levarem mais tempo possuem cristais.
  12. 12. Rochas magmáticas Intrusivas
  13. 13. Rochas magmáticas intrusivas: Granito
  14. 14. Rochas magmáticas intrusivas: Granito
  15. 15. Granito
  16. 16. Rochas magmáticas extrusivas  São solidificadas no exterior da crosta terrestre.  Ocorrem nas erupções vulcânicas.  Solidificam mais rapidamente.  Não formam cristais.  As terras onde ocorrem erupções são extremamente férteis para plantação.
  17. 17. Vulcão em erupção. A solidificação do magma forma as rochas magmáticas extrusivas
  18. 18. Resfriamento do magma no exterior da crosta
  19. 19. Basalto – sem granulação.
  20. 20. Rochas metamórficas  É formada no interior da crosta terrestre.  Não pode ser confundido com a fusão das rochas.  São rochas que mudam sua forma química, por conta de diversos aspectos sendo eles:  Pressão muito alta.  Temperatura muito elevada.  Fortes atritos.  Ação de minerais.
  21. 21. Rochas metamórficas.
  22. 22. Mármore Cristalização do calcário (rocha sedimentar)
  23. 23. Gnaisse Transformaçã o do Granito (rocha magmática intrusiva).
  24. 24.  São rochas formadas pela decomposição e transporte de outras rochas.  São resultados de:  Intemperismo;  Solos erodidos; Rochas sedimentares
  25. 25.  O intemperismo é causado por:  Chuvas (água);  Vento; Rochas sedimentares
  26. 26. Rochas sedimentares
  27. 27. Formação da rocha sedimentar
  28. 28. Rochas sedimentares
  29. 29. Rochas sedimentares
  30. 30. Ciclo das rochas.
  31. 31. Agentes Endógenos • Tectônismo • Vulcanismo • Abalos sísmicos
  32. 32. Os agentes internos (endógenos) Vulcanismo Vulcão Stromboli, na Itália. São processos que têm sua origem no interior da Terra, como o vulcanismo, o tectonismo e os abalos sísmicos. Através de fendas ou aberturas da crosta terrestre. Lavas, cinzas e gases. É a atividade pela qual os materiais vindos do manto atingem a superfície. A acumulação e consolidação da lava expelida pelos vulcões podem dar origem a montanhas e ilhas.
  33. 33. Tectonismo Orogênese Formação do relevo
  34. 34. Tectonismo
  35. 35. Abalos Sísmicos  Ocorrem pela liberação de ondas sísmicas que vão se manifestar em uma parte do relevo.  O hipocentro é o local de surgimento do abalo, enqu anto o epicentro é o local de manifestaçã o deste.
  36. 36. Agentes Externos (Exógenos) Os agentes externos realizam o trabalho escultural ou de modelagem da paisagem terrestre e têm atuação contínua e prolongada. Exemplos: Ventos, chuva, rios, geleiras, temperatura, ação antrópica (seres humanos).
  37. 37. OS RIOS:
  38. 38. AS GELEIRAS:
  39. 39. AS CHUVAS:
  40. 40. AÇÃO ANTRÓPICA
  41. 41. AÇÃO ANTRÓPICA
  42. 42. Os tipos de relevo Montanhas: Formadas pelo encontro de placas tectônicas (convergentes). Depressões: Relevo abaixo do relevo vizinho. Planaltos: Relevo relativamente plano acima de 300 metros.
  43. 43. Montanhas No Brasil não existem montanhas, já que aqui não temos encontro de placas. São dobramentos modernos formados pelo encontro convergente de placas tectônicas. Os maiores picos do mundo Evereste, K2, Acon cágua, são montanhas.
  44. 44. Depressões Área de depressão no parque nacional da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso. Mauricio Simonetti/Olhar imagem Quando as depressões se encontram abaixo do nível do mar, recebem o nome de depressões absolutas. • Partes mais baixas em relação às formas de relevo que as circundam. • Apresentam uma leve inclinação e são também caracterizadas por um processo de erosão, que é um aspecto determinante na sua formação. O mar Morto, na Ásia, é um exemplo de depressão absoluta. Ele está metros abaixo do nível do mar.
  45. 45. Depressão
  46. 46. Planaltos Parque nacional da Serra da Canastra, em Minas Gerais. • Sofrem erosão (retirada de materiais) intensa. • As bordas podem ser escarpadas (paredão abrupto) ou apresentar rampas suaves. Podem aparecer sob diferentes formas, como morros, serras ou elevações de topo plano (chapadas). Geralmente as altitudes do planalto são superiores a 300 metros.
  47. 47. Planalto
  48. 48. Planícies Vista área do Pantanal. Poconé, MT. São áreas geralmente planas e basicamente formadas por rochas sedimentares. Mais intenso o trabalho de deposição do material erodido pelos agentes modificadores do relevo. Em geral, essa forma de relevo é encontrada ao longo dos grandes rios e nas proximidades de lagos e mares.
  49. 49. Planície
  50. 50. Dúvidas?????
  51. 51. OBRIGADO E BOA PROVA

×