HornetQ - 15.Bridge

731 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
731
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
368
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

HornetQ - 15.Bridge

  1. 1. Treinamento HornetQ
  2. 2. Agenda • Bridge – Overview – Configuração do Bridge – Source – Configuração do Bridge – Target
  3. 3. Bridge • Overview – Bridge é a função do HornetQ que consiste em consumir as mensagens de um fila origem (source) e encaminhá-las a uma fila alvo (target), que geralmente está localizada em um outro servidor. – O servidor da fila alvo não necessita está no mesmo cluster que o servidor da fila de origem. – O servidor da fila de origem possui mecanismo de recuperação contra falha de conexão, dessa forma, quando o servidor da fila alvo fica inacessível em virtude, por exemplo de uma falha de rede, ele tenta reconectar ao servidor até ele ficar online.
  4. 4. Bridge • Configuração do Bridge - Source – A configuração do servidor de fila de origem consistem: • hornetq-configuration.xml – Criar um connector apontando para o servidor alvo. – Criar um Core Queue (não confundir com JMS Queue) – Criar a configuração de bridge. • hornetq-jms.xml – Criar uma JMS Queue (com mesmo padrão de nome da Core Queue)
  5. 5. Bridge • Configuração do Bridge - Source – hornetq-configuration.xml (Connector) Assegure-se que o servidor da fila alvo estará ouvindo nessa porta. Deve ser configurado o IP do servidor que tem a fila alvo.
  6. 6. Bridge • Configuração do Bridge - Source – hornetq-configuration.xml (Core Queue) É necessária a criação de uma Core Queue, pois o HornetQ durante o processo de inicialização carrega primeiro o arquivo hornetqconfiguration.xml antes do hornetqjms.xml, com isso durante a leitura das configurações de bridge a fila ainda não existe, consequentemente gera um erro
  7. 7. Bridge • Configuração do Bridge - Source – hornetq-configuration.xml (Bridge) Nome único do bridge dentro do arquivo. Em caso de falha de conexão com o servidor remoto, quantas vezes haverá tentativa de reconexão. Nome da fila de origem. Nome da fila alvo no servidor remoto. Nome do connector que aponta para o servidor remoto.
  8. 8. Bridge • Configuração do Bridge - Source – hornetq-jms.xml (JMS Queue) Note que o nome das fila devem coincidir. hornetq-jms.xml hornetq-configutation.xml
  9. 9. Bridge • Configuração do Bridge - Target – A configuração do servidor de fila alvo consistem: • hornetq-configuration.xml – Criar um acceptor para que possa receber a conexão do servidor remoto com a fila de origem. • hornetq-jms.xml – Criar uma JMS Queue (target) para receber a mensagem do servidor da fila de origem.
  10. 10. Bridge • Configuração do Bridge - Target – hornetq-configuration.xml (Target) Porta que irá aceitar conexão do servidor da fila de origem. Aceita conexão de qualquer host.
  11. 11. Bridge • Configuração do Bridge - Target – hornetq-jms.xml (JMS Queue) Nome da fila .

×