Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Dinâmica do litoral - 7º Geografia

13,596 views

Published on

Apresentação sobre a Dinâmica do litoral - 7º Geografia

Published in: Education
  • Be the first to comment

Dinâmica do litoral - 7º Geografia

  1. 1. MEIO NATURAL DINÂMICA DO LITORAL GEOGRAFIA – 7º Ano
  2. 2. Litoral é….  Litoral é um termo que designa a faixa de terra junto à costa marítima, junto ao oceano que engloba cerca de 50 km para o interior.  Litoral - zona de contacto entre mar/oceano e o continente
  3. 3. Acção do Mar  A tríplice acção do mar  0 mar, como qualquer agente transformador do relevo, tem uma tríplice acção sobre a linha de costa: desgaste, transporte e acumulação/sedimentação:
  4. 4. Abrasão - desgaste  desgaste das rochas provocada pela acção das ondas.  é o processo de desgaste das rochas, resultante dos movimentos das águas e também dos fragmentos de rocha anteriormente arrancados pelo mar às arribas. •Todo o espaço compreendido entre a maré alta e a maré baixa é diariamente atacado pelas ondas, que desenvolvem um poderoso trabalho de escavação na base da arriba. Ao perder o equilíbrio a arriba desmorona e recua . •Forma-se uma superfície aplanada e ligeiramente inclinada para o mar - a plataforma de abrasão, onde se depositam os materiais provenientes da antiga arriba que abateu.
  5. 5. Plataforma de Abrasão  Superfície litoral aplanada e ligeiramente inclinada para o mar, devido à acção das ondas na base das arribas
  6. 6. Transporte  Os materiais arrancados à arriba vão sendo atacados pelas ondas e, à medida que se fragmentam em partículas menores, vão sendo transportados e arrastados pelas correntes marítimas
  7. 7. Acumulação  Quando as águas do mar perdem a sua força ao encontrarem costas baixas depositam o material que transportam formando praias/dunas.
  8. 8. Quais as principais formas de relevo litorais?  As que resultam da erosão: * Plataforma de abrasão* Arriba* Arriba Fóssil* Cabo* Baías/Enseadas  As que resultam da acumulação: * Praia* Cordão litoral/Restinga* Laguna/Ria/Haff Delta* Tômbolo
  9. 9. Costa Alta - Arriba  Arriba ou Costa Alta é um contacto directo do mar com a parede rochosa.  Coincide com os locais de rocha dura (como por exemplo granito, xisto e calcário ), sendo mais alta quando o material dominante é o calcário.
  10. 10. Arriba  Paredão rochoso muito íngreme, formado pela acção das ondas
  11. 11. Costa Baixa - Praia  Praia ou costa baixa – litoral de baixa altitude, resulta da acumulação de areias transportadas pelas correntes marítimas e pelos rios
  12. 12. Principais formas do litoral
  13. 13. Formas do litoral português A B C
  14. 14. Formas do litoral português  Portugal possui cerca de 850 km de costa com um contorno quase todo rectilíneo, mas com alguns acidentes litorais interessantes como em:  A - Aveiro - por acção de acumulação marinha formou-se um cordão de areia que isolou uma pequena lagoa - haff. O rio Vouga, desaguando nela, abriu um delta - é o haff-delta .  B - Peniche - a pequena ilha de Peniche, muito próxima da costa, pelo facto de o mar acumular sedimentos, se ligou ao continente através de uma faixa de - o tômbolo – passando a ser um cabo ( Cabo Carvoeiro)   C - Faro – o sistema lagunar da ria Formosa está isolado do mar por várias restingas e ilhas barreiras - os cordões de areia que se formaram nesta área deram origem a pequenas ilhas que não estão totalmente isoladas do continente - é o lido.
  15. 15. Abrasão – no Forte Novo O sítio de Forte Novo de Quarteira em Agosto de 1976 (cima) e em Fevereiro de 1996 (baixo). Note-se que o único elemento comum às duas fotos ó o grande pinheiro situado à esquerda da vista de 1976.
  16. 16. Haff-Delta de Aveiro
  17. 17. Tômbolo de Peniche
  18. 18. Lido da Ria Formosa
  19. 19. Lido da Ria Formosa  Este sistema lagunar tem uma forma triangular e apesar de ser reconhecido como ria, na realidade não o é, uma vez que uma ria é um vale fluvial inundado pelo mar o que não é o caso, uma vez que a laguna não é nenhum vale fluvial e é formada por ilhas barreira  O seu fundo é constituído essencialmente por sedimentos lagunares (matéria orgânica, vasa salgada), sedimentos Continentais (oriundos do transporte pelas ribeiras e escorrência das águas das chuvas) e sedimentos arenosos ( provenientes das correntes de maré, sobretudo nas barras, galgamentos e ventos) que se têm vindo a consolidar com a ajuda da "morraça" que é um tipo de vegetação predominante e característico desta região.  A sua fisionomia é bastante diversificada devido aos canais formados sob a influência das correntes de maré, formando assim, uma rede hidrográfica densa.
  20. 20. Curiosidade!          A água do mar é transparente. Mas, quando se observa, ela parece azul, verde ou até cinzento. O reflexo do céu não torna o mar azul , o que torna o mar azul é o facto de que a luz azul não é absorvida ,ao contrario do amarelo e do vermelho. Também depende da cor da terra ou das algas transportadas pelas suas águas. A partir de uma certa profundidade, as cores começam a sumir do fundo do mar. A primeira cor a desaparecer é a vermelha, aos seis metros. Depois, aos quinze, some a amarela. Até chegar a um ponto em que só se verá o azul

×