Liderança e Motivação

157,228 views

Published on

Apresentação para públicos em treinamento com conteúdos sobre Liderança e Motivação de autoria de Vânia Cardoso

Published in: Business, Technology
9 Comments
75 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
157,228
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3,017
Actions
Shares
0
Downloads
7,891
Comments
9
Likes
75
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Liderança e Motivação

  1. 1. LIDERANÇA
  2. 2. LIDERANÇA “ Actividade de influenciar pessoas fazendo-as empenharem-se, voluntariamente, em objectivos de equipa” George Terry (1960)
  3. 3. FUNÇÕES DA LIDERANÇA PLANIFICAR INFORMAR AVALIAR CONTROLAR “ PUNIR” METAS
  4. 4. TEORIAS CENTRADAS NA PERSONALIDADE ► Traços de personalidade do líder (a inteligência, o entusiasmo, a criatividade, a fluência verbal…) ► Liderança individual e estável ► O líder tem capacidade especiais para mobilizar e apoiar a actividade na organização ► Acções pessoais de liderança
  5. 5. ACÇÃO INDIVIDUAL EQUIPA LÍDER
  6. 6. TEORIAS CENTRADAS NA INTERACÇÃO ► Autoridade e Tomada de Decisão ► Comportamento do líder ► Relação tarefas e pessoas
  7. 7. TAREFAS PESSOAS INTERACÇÃO
  8. 8. TEORIAS CENTRADAS NA SITUAÇÃO ► Características do líder, dos liderados e requisitos da situação ► Ajustamento da liderança às situações ► Relação tarefas e pessoas
  9. 9. TAREFAS PESSOAS SITUAÇÃO
  10. 10. EQUIPA TAREFA INDIVÍDUO
  11. 11. ESTILOS DE LIDERANÇA AUTORITÁRIO DEMOCRÁTICO LIBERAL Kurt Lewin (1938)
  12. 12. AUTOCRÁTICO <ul><li>O líder comunica aos colaboradores as metas e os objectivos </li></ul><ul><li>O líder orienta as tarefas na sua perspectiva </li></ul><ul><li>O líder organiza as equipas e determina a sua composição </li></ul><ul><li>O líder dá feedback “pessoal” </li></ul>
  13. 13. CONSEQUÊNCIAS <ul><li>A equipa tende a desmotivar-se </li></ul><ul><li>Os membros competem pela valorização pessoal do líder num clima de desconfiança </li></ul><ul><li>O trabalho autónomo é mínimo e o líder necessita exercer um controlo “apertado” </li></ul>
  14. 14. DEMOCRÁTICO <ul><li>O líder fixa metas e discute os objectivos </li></ul><ul><li>Os membros conhecem os critérios de avaliação do seu desempenho </li></ul><ul><li>As tarefas são planificadas em conjunto e de forma flexível </li></ul><ul><li>O trabalho é organizado com autonomia </li></ul><ul><li>O líder dá feedback e orienta o percurso profissional </li></ul>
  15. 15. CONSEQUÊNCIAS <ul><li>A equipa tende a motivar-se </li></ul><ul><li>Os membros da equipa se auto-valorizam e valorizam os outros </li></ul><ul><li>O trabalho é realizado em conjunto, mas com a autonomia de cada membro </li></ul>
  16. 16. LIBERAL <ul><li>As metas não são claras </li></ul><ul><li>Os critérios de avaliação de desempenho são fluidos </li></ul><ul><li>O líder fomenta apenas a relação interpessoal </li></ul><ul><li>O trabalho é organizado livremente </li></ul><ul><li>O líder dá um feedback “afectivo” e centrado na satisfação </li></ul>
  17. 17. CONSEQUÊNCIAS <ul><li>A equipa envolve-se pouco com as tarefas e assume um cariz pessoal de valor </li></ul><ul><li>Os membros da equipa competem pela valorização do líder num clima de desconfiança </li></ul><ul><li>Há pouca responsabilização pelos erros e tendência para “jogos de responsabilidades” </li></ul>
  18. 18. PESSOAS TAREFAS Com base na teoria situacional de liderança - Blake e Mouton (1964 ) 5.5 1.1 1.9 9.9 9.1 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Líder Simpático Líder Equipa Líder Indiferente Líder Tarefa Líder Equilibrado
  19. 19. + _ E F I C Á C I A LÍDER EQUIPA LÍDER EQUILIBRADO LÍDER TAREFA LÍDER SIMPÁTICO LÍDER INDIFERENTE
  20. 20. CONTÍNUO DE LIDERANÇA BASEADO EM TANNENBAUM E SHMIDT Toma a decisão e comunica “ Vende” a sua decisão Esclarece dúvidas O Líder Apresenta a decisão para debate Recolhe sugestões e toma a decisão Define limites e pede ao grupo que tome a decisão Dá autonomia de decisão
  21. 21. LIDERANÇA E AUTORIDADE BASEADO EM TANNENBAUM E SHMIDT ÁREA DE LIBERDADE LÍDER RESPONSABILIZA O GRUPO PELOS LIMITES USO DA AUTORIDADE O LÍDER COMUNICA LIMITES
  22. 22. LIDERANÇA PELA MATURIDADE DOS LIDERADOS Com base na teoria situacional de liderança - Hersey e Blanchard(1977) Maturidade Psicológica Disposição, motivação, empenho e confiança para e nas tarefas Maturidade no Trabalho O conhecimento acumulado e a capacidade para aprender
  23. 23. Maturidade Baixa Pessoas inseguras, que revelam pouca disposição para o trabalho e pouca capacidade para a sua realização Com base na teoria situacional de liderança - Hersey e Blanchard(1977)
  24. 24. Maturidade Baixa/Moderada Pessoas que têm pouca capacidade para o desempenho da tarefa, mas dispõem-se a aprender e a adquirir auto – confiança. Com base na teoria situacional de liderança - Hersey e Blanchard(1977 )
  25. 25. Maturidade Moderada/ Alta Pessoas que revelam capacidade para o trabalho, mas não têm auto – confiança ou não estão dispostas a trabalhar. Com base na teoria situacional de liderança - Hersey e Blanchard(1977)
  26. 26. Maturidade Alta Pessoas com capacidade, competentes, auto – confiantes e seguras de si. Com base na teoria situacional de liderança - Hersey e Blanchard(1977)
  27. 27. Tarefa Elevada e Relações Baixas Tarefa Baixa e Relações Baixas Tarefa Elevada e Relações Elevadas Relações Elevadas e Tarefa Baixa RELAÇÕES TAREFA MATURIDADE MÉDIA A BAIXA (Orientar) MATURIDADE MÉDIA A ALTA (Apoiar) MATURIDADE ALTA (Delegar) MATURIDADE BAIXA (Determinar)
  28. 28. In Eficácia na Gestão I - Bill Reddin (1997) Relacional Isolado Integrado Dedicado
  29. 29. OT OR In Eficácia na Gestão I - Bill Reddin (1997) Centro na independência e dedicação do líder Centro nos procedimentos, métodos e sistemas Centro na motivação dos colaboradores e partilha de responsabilidades Centro na criação de uma atmosfera de segurança e aceitação dos colaboradores. Relacional Isolado Integrado Dedicado
  30. 30. CRENÇAS
  31. 31. VALOR DAS TAREFAS
  32. 32. METAS
  33. 33. METAS VALOR DAS TAREFAS CRENÇAS
  34. 34. MOTIVAÇÃO
  35. 35. FISIOLÓGICAS SEGURANÇA SOCIAL ESTIMA AUTO-REALIZAÇÃO Com base na teoria da Motivação de Maslow (1908 – 1970)
  36. 36. Quando um nível inferior de necessidade é satisfeito O nível a seguir mobiliza o comportamento
  37. 37. Teoria motivacional de Herzberg (1923) Factores higiénicos Factores motivacionais ou satisfatórios
  38. 38. Factores exteriores ao indivíduo. Evitam insatisfação, mas não criam satisfação. Relação com os outros Condições ambientais Recompensas Materiais Relação com os superiores Clima FACTORES HIGIÉNICOS
  39. 39. FACTORES MOTIVACIONAIS Factores internos sob o controlo do Indivíduo Produzem satisfação Sentimento de crescimento individual Desafios Teoria motivacional de Herzberg (1923)
  40. 40. MOTIVAÇÃO TRANSCENDENTE ACÇÃO VOLUNTÁRIA E CRÍTICA Melhoria pessoal AMBIENTE SI PRÓPRIO OUTRO
  41. 41. Teoria motivacional de Frankl ( Anos de 1930) VALOR ACRESCIDO SENTIDO RESULTADOS METAS
  42. 42. AGRADECEMOS A ATENÇÃO!!!

×