SlideShare a Scribd company logo

Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal

1 of 12
Download to read offline
PRINCÍPIOS ÉTICOS NO CUIDADO COM PACIENTE PEDIÁTRICO TERMINAL:
            UM ENFOQUE NO CUIDADO DE ENFERMAGEM




                Araujo, A. A. D; Santana, V. M. M.
A ética é entendida como um
Introdução   pensamento reflexivo sobre os
             valores e as normas que regem as
             condutas      humanas,     sendo
             considerado o respeito ao ser
             humano o princípio máximo do
             qual deve emanar os preceitos
             éticos de tudo e de todos que
             lidam com vida.

             Com um novo pensar sobre as
             distintas concepções da vida em
             paralelo como valores éticos nasce
             a bioética.
Na assistência hospitalar e em toda prática
A ética no cuidado   que envolve o cuidar é necessária uma ética
                     que valorize o ser humano em sua essência
                     reconhecendo sua individualidade e
                     autonomia, que também extrapole a
                     assistência neste contexto de intensas
                     inovações técnico-científicas.
                     A ética é inerente nas atividades de cuidado
                     com o paciente durante o processo de
                     hospitalização e contribui para a prática
                     assistencial humanizada. Visto assim, a ética
                     do cuidado torna-se importante e central
                     para todos os profissionais de saúde, não
                     podendo ser exclusividade de nenhum, já
                     que de tal disposição depende a boa
                     assistência.
O cuidado    De antemão sabemos que o ser
com a vida   humano é o único animal racional, mas
             em compensação é o único que não
             sobrevive sem cuidados adequados ao
             nascer, ou seja, é dependente de
             cuidados. O ato de cuidar é uma ação
             primordial para a vida humana e esta
             imbuída na relação entre os seres
             vivos.
             Para Molina et al., (2004), o cuidado é
             o    verdadeiro     instrumento     dos
             profissionais      cuidadores,       os
             enfermeiros, atitude que vai além de
             executar técnicas ou administrar
             medicações.
Objetivo do estudo
Identificar quais os princípios éticos que abrange o cuidar de paciente
fora das possibilidades terapêuticas (FPT) e evidenciar as estratégias
utilizadas no cuidar de enfermagem.
O estudo é de natureza qualitativa,
Metodologia   exploratório, sendo feito uma
              pesquisa bibliográfica relacionadas
              à questão que envolve o cuidar em
              paciente     pediátrico    terminal.
              Sendo assim foi realizado um
              levantamento bibliográfico a partir
              de livros e web site com
              publicações de artigos relacionadas
              à temática proposta: cuidado
              paliativo, paciente em estágio
              terminal,    paciente    fora    de
              possibilidades terapêuticas atuais,
              enfermagem pediátrica e bioética,
              além de outros temas como
              qualidade de vida, decisões éticas
              e humanização.

Recommended

More Related Content

What's hot

Teoria de enfermagem (Martha Rogers)
Teoria de enfermagem (Martha Rogers)Teoria de enfermagem (Martha Rogers)
Teoria de enfermagem (Martha Rogers)Izabelle Figueiró
 
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidadoAula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidadoFelipe Saraiva Nunes de Pinho
 
As teorias de enfermagem
As teorias de enfermagemAs teorias de enfermagem
As teorias de enfermagemjakemarques
 
Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoa
Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoaJoyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoa
Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoaRenattaFerreira
 
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4Aprova Saúde
 
Cap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E HumanizacaoCap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E Humanizacaomauricio souza
 
Práticas Integrativas e Complementares no SUS
Práticas Integrativas e Complementares no SUSPráticas Integrativas e Complementares no SUS
Práticas Integrativas e Complementares no SUScomunidadedepraticas
 
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardiTeoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardielisabett moreira
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aulaGabriel Jefferson Oliveira
 
1702201605295700000099
17022016052957000000991702201605295700000099
1702201605295700000099jakemarques
 
Peplau, king, paterson e zderard
Peplau, king, paterson e zderardPeplau, king, paterson e zderard
Peplau, king, paterson e zderardThayline Cardoso
 
Psicologia hospitalar-tidir
Psicologia hospitalar-tidirPsicologia hospitalar-tidir
Psicologia hospitalar-tidirMateus Neves
 

What's hot (20)

Teoria de enfermagem (Martha Rogers)
Teoria de enfermagem (Martha Rogers)Teoria de enfermagem (Martha Rogers)
Teoria de enfermagem (Martha Rogers)
 
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidadoAula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidado
 
As teorias de enfermagem
As teorias de enfermagemAs teorias de enfermagem
As teorias de enfermagem
 
Silide bases
Silide basesSilide bases
Silide bases
 
Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoa
Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoaJoyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoa
Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoa
 
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
 
Cap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E HumanizacaoCap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E Humanizacao
 
A Teoria do Alcance dos Objetivos
A Teoria do Alcance dos ObjetivosA Teoria do Alcance dos Objetivos
A Teoria do Alcance dos Objetivos
 
Práticas Integrativas e Complementares no SUS
Práticas Integrativas e Complementares no SUSPráticas Integrativas e Complementares no SUS
Práticas Integrativas e Complementares no SUS
 
Plano de Ensino
Plano de EnsinoPlano de Ensino
Plano de Ensino
 
Teorias de enfermagem
Teorias de enfermagemTeorias de enfermagem
Teorias de enfermagem
 
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardiTeoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
 
Teorias de Enfermagem
Teorias de EnfermagemTeorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
 
1702201605295700000099
17022016052957000000991702201605295700000099
1702201605295700000099
 
Peplau, king, paterson e zderard
Peplau, king, paterson e zderardPeplau, king, paterson e zderard
Peplau, king, paterson e zderard
 
Teoria de Imogene King
Teoria de Imogene KingTeoria de Imogene King
Teoria de Imogene King
 
Jean watson
Jean watsonJean watson
Jean watson
 
Psicologia hospitalar-tidir
Psicologia hospitalar-tidirPsicologia hospitalar-tidir
Psicologia hospitalar-tidir
 
Teorias de enfermagem
Teorias de enfermagemTeorias de enfermagem
Teorias de enfermagem
 

Viewers also liked

47 trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativos
47   trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativos47   trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativos
47 trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativosONCOcare
 
2. Curso De éTica E BioéTica 2
2. Curso De éTica E BioéTica 22. Curso De éTica E BioéTica 2
2. Curso De éTica E BioéTica 2Luiz Miranda-Sá
 
Bietica enfermagem politecnico
Bietica enfermagem politecnicoBietica enfermagem politecnico
Bietica enfermagem politecnicoEdison Santos
 
Cuidados paliativos en pediatría
Cuidados paliativos en pediatríaCuidados paliativos en pediatría
Cuidados paliativos en pediatríaRoberto Lanza
 
Cuidados Paliativos
Cuidados PaliativosCuidados Paliativos
Cuidados Paliativosgalegoo
 
Cuidados paliativos...uma missão
Cuidados paliativos...uma missãoCuidados paliativos...uma missão
Cuidados paliativos...uma missãoeccifafe
 
Cuidados Paliativos em Pediatria
Cuidados Paliativos em PediatriaCuidados Paliativos em Pediatria
Cuidados Paliativos em PediatriaMônica Firmida
 
Manual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalarManual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalarSonya Frade
 
Cuidados Paliativos
Cuidados PaliativosCuidados Paliativos
Cuidados PaliativosOncoguia
 
O doente oncológico em fase terminal
O doente oncológico em fase terminalO doente oncológico em fase terminal
O doente oncológico em fase terminalPelo Siro
 
Papel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: Psicologia
Papel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: PsicologiaPapel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: Psicologia
Papel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: PsicologiaErasmo Ruiz
 
Paciente em fase terminal
Paciente em fase terminalPaciente em fase terminal
Paciente em fase terminalRodrigo Abreu
 
Responsabilidade ética e legal do profissional da enfermagem
Responsabilidade ética e legal do profissional da enfermagemResponsabilidade ética e legal do profissional da enfermagem
Responsabilidade ética e legal do profissional da enfermagemlidianeosantos
 
CUIDADOS PALIATIVOS
CUIDADOS PALIATIVOSCUIDADOS PALIATIVOS
CUIDADOS PALIATIVOSAna Balcarce
 
Administração apliacada à enfermagem apostila
Administração apliacada à enfermagem   apostilaAdministração apliacada à enfermagem   apostila
Administração apliacada à enfermagem apostilaWilma Medeiros
 

Viewers also liked (20)

Paciente terminal
Paciente terminalPaciente terminal
Paciente terminal
 
47 trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativos
47   trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativos47   trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativos
47 trabalho em equipe multidisciplinar em cuidados paliativos
 
2. Curso De éTica E BioéTica 2
2. Curso De éTica E BioéTica 22. Curso De éTica E BioéTica 2
2. Curso De éTica E BioéTica 2
 
Bietica enfermagem politecnico
Bietica enfermagem politecnicoBietica enfermagem politecnico
Bietica enfermagem politecnico
 
O doente em fase terminal
O doente em fase terminalO doente em fase terminal
O doente em fase terminal
 
Cuidados paliativos en pediatría
Cuidados paliativos en pediatríaCuidados paliativos en pediatría
Cuidados paliativos en pediatría
 
Cuidados Paliativos
Cuidados PaliativosCuidados Paliativos
Cuidados Paliativos
 
Cuidados paliativos 2012
Cuidados paliativos 2012Cuidados paliativos 2012
Cuidados paliativos 2012
 
Cuidados paliativos...uma missão
Cuidados paliativos...uma missãoCuidados paliativos...uma missão
Cuidados paliativos...uma missão
 
Cuidados Paliativos em Pediatria
Cuidados Paliativos em PediatriaCuidados Paliativos em Pediatria
Cuidados Paliativos em Pediatria
 
Manual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalarManual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalar
 
Cuidados Paliativos
Cuidados PaliativosCuidados Paliativos
Cuidados Paliativos
 
O doente oncológico em fase terminal
O doente oncológico em fase terminalO doente oncológico em fase terminal
O doente oncológico em fase terminal
 
Papel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: Psicologia
Papel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: PsicologiaPapel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: Psicologia
Papel da equipe multiprofissional nos cuidados paliativos: Psicologia
 
Etica e bioetica
Etica e bioeticaEtica e bioetica
Etica e bioetica
 
Paciente em fase terminal
Paciente em fase terminalPaciente em fase terminal
Paciente em fase terminal
 
Palestra "cuidados paliativos"
Palestra "cuidados paliativos" Palestra "cuidados paliativos"
Palestra "cuidados paliativos"
 
Responsabilidade ética e legal do profissional da enfermagem
Responsabilidade ética e legal do profissional da enfermagemResponsabilidade ética e legal do profissional da enfermagem
Responsabilidade ética e legal do profissional da enfermagem
 
CUIDADOS PALIATIVOS
CUIDADOS PALIATIVOSCUIDADOS PALIATIVOS
CUIDADOS PALIATIVOS
 
Administração apliacada à enfermagem apostila
Administração apliacada à enfermagem   apostilaAdministração apliacada à enfermagem   apostila
Administração apliacada à enfermagem apostila
 

Similar to Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal

FUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptx
FUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptxFUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptx
FUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptxdouglas870578
 
Texto 5 psicologia e humanização
Texto 5   psicologia e humanizaçãoTexto 5   psicologia e humanização
Texto 5 psicologia e humanizaçãoPsicologia_2015
 
Cuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.ppt
Cuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.pptCuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.ppt
Cuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.pptGabrielaCordeiro26
 
Segunda aula cuidar abordagem para além das técnicas
Segunda aula  cuidar abordagem para além das técnicasSegunda aula  cuidar abordagem para além das técnicas
Segunda aula cuidar abordagem para além das técnicasLeticia Roncati
 
HUMANIZAÇÃO.pptx
HUMANIZAÇÃO.pptxHUMANIZAÇÃO.pptx
HUMANIZAÇÃO.pptxtuttitutti1
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na SaúdeYlla Cohim
 
ENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdf
ENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdfENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdf
ENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdfJulianoAlfini
 
Wanda horta e o cuidado.pptx
Wanda horta e o cuidado.pptxWanda horta e o cuidado.pptx
Wanda horta e o cuidado.pptxJessiellyGuimares
 
O cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensiva
O cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensivaO cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensiva
O cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensivaUniversidade Estadual de Maringá
 
Dorothea E Orem(pronto).pptx
Dorothea E Orem(pronto).pptxDorothea E Orem(pronto).pptx
Dorothea E Orem(pronto).pptxSergioBSantos1
 
A conotação moral dos cuidados de enfermagem
A conotação moral dos cuidados de enfermagemA conotação moral dos cuidados de enfermagem
A conotação moral dos cuidados de enfermagemLaíz Coutinho
 
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)LACES1
 
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)LACES1
 
Tecnologias leves para o cuidado em saúde mental
Tecnologias leves para o cuidado em saúde mentalTecnologias leves para o cuidado em saúde mental
Tecnologias leves para o cuidado em saúde mentalCENAT Cursos
 

Similar to Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal (20)

FUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptx
FUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptxFUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptx
FUNDAMENTOS DO CUIDAR EM ENFERMAGEM.pptx
 
Texto 5 psicologia e humanização
Texto 5   psicologia e humanizaçãoTexto 5   psicologia e humanização
Texto 5 psicologia e humanização
 
Cuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.ppt
Cuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.pptCuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.ppt
Cuidado_Transcultural_de_Madeleine_Leini.ppt
 
Segunda aula cuidar abordagem para além das técnicas
Segunda aula  cuidar abordagem para além das técnicasSegunda aula  cuidar abordagem para além das técnicas
Segunda aula cuidar abordagem para além das técnicas
 
HUMANIZAÇÃO.pptx
HUMANIZAÇÃO.pptxHUMANIZAÇÃO.pptx
HUMANIZAÇÃO.pptx
 
Etica e Bioética
Etica e BioéticaEtica e Bioética
Etica e Bioética
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na Saúde
 
Apresentação def.
Apresentação def.Apresentação def.
Apresentação def.
 
Bioética cuidados paliativos
Bioética   cuidados paliativosBioética   cuidados paliativos
Bioética cuidados paliativos
 
ENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdf
ENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdfENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdf
ENFERMAGEM-EM-TERAPIA-INTENSIVA-NEONATAL-6.pdf
 
Wanda horta e o cuidado.pptx
Wanda horta e o cuidado.pptxWanda horta e o cuidado.pptx
Wanda horta e o cuidado.pptx
 
O cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensiva
O cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensivaO cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensiva
O cuidador de enfermagem e o cuidar em uma unidade de terapia intensiva
 
Dorothea E Orem(pronto).pptx
Dorothea E Orem(pronto).pptxDorothea E Orem(pronto).pptx
Dorothea E Orem(pronto).pptx
 
A conotação moral dos cuidados de enfermagem
A conotação moral dos cuidados de enfermagemA conotação moral dos cuidados de enfermagem
A conotação moral dos cuidados de enfermagem
 
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
 
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
Tese de Doutorado sobre Cuidado Espiritual (Prof. Michell Ângelo)
 
Tecnologias leves para o cuidado em saúde mental
Tecnologias leves para o cuidado em saúde mentalTecnologias leves para o cuidado em saúde mental
Tecnologias leves para o cuidado em saúde mental
 
Ética profissional
Ética profissionalÉtica profissional
Ética profissional
 
0Cuidador de idoso
0Cuidador de idoso0Cuidador de idoso
0Cuidador de idoso
 
09
0909
09
 

More from Associação Viva e Deixe Viver

Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de HistóriasExposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de HistóriasAssociação Viva e Deixe Viver
 
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015Associação Viva e Deixe Viver
 
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...Associação Viva e Deixe Viver
 
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...Associação Viva e Deixe Viver
 
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanenteOs serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanenteAssociação Viva e Deixe Viver
 
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoOs saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoAssociação Viva e Deixe Viver
 

More from Associação Viva e Deixe Viver (20)

Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de HistóriasExposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
 
Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015
 
Pesquisa hospital menino jesus
Pesquisa hospital menino jesusPesquisa hospital menino jesus
Pesquisa hospital menino jesus
 
Administando melhor o tempo
Administando melhor o tempoAdministando melhor o tempo
Administando melhor o tempo
 
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
 
Aniversário 7 anos do rio de histórias 12.10.12
Aniversário 7 anos do rio de histórias   12.10.12Aniversário 7 anos do rio de histórias   12.10.12
Aniversário 7 anos do rio de histórias 12.10.12
 
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2
 
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1
 
Cuidado de enfermagem doença cronica
Cuidado de enfermagem doença cronicaCuidado de enfermagem doença cronica
Cuidado de enfermagem doença cronica
 
Você faz a diferença!
Você faz a diferença!Você faz a diferença!
Você faz a diferença!
 
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
 
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
 
Tempo de despertar
Tempo de despertarTempo de despertar
Tempo de despertar
 
Teleconsulta isis bertoncini
Teleconsulta   isis bertonciniTeleconsulta   isis bertoncini
Teleconsulta isis bertoncini
 
Situação de saúde em idosos acometidos pelo avc
Situação de saúde em idosos acometidos pelo avcSituação de saúde em idosos acometidos pelo avc
Situação de saúde em idosos acometidos pelo avc
 
Significado de humanização
Significado de humanizaçãoSignificado de humanização
Significado de humanização
 
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanenteOs serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanente
 
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoOs saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
 
O enfermeiro como mediador do processo da mulher.
O enfermeiro como mediador do processo da mulher.O enfermeiro como mediador do processo da mulher.
O enfermeiro como mediador do processo da mulher.
 
MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.
MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.
MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.
 

Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal

  • 1. PRINCÍPIOS ÉTICOS NO CUIDADO COM PACIENTE PEDIÁTRICO TERMINAL: UM ENFOQUE NO CUIDADO DE ENFERMAGEM Araujo, A. A. D; Santana, V. M. M.
  • 2. A ética é entendida como um Introdução pensamento reflexivo sobre os valores e as normas que regem as condutas humanas, sendo considerado o respeito ao ser humano o princípio máximo do qual deve emanar os preceitos éticos de tudo e de todos que lidam com vida. Com um novo pensar sobre as distintas concepções da vida em paralelo como valores éticos nasce a bioética.
  • 3. Na assistência hospitalar e em toda prática A ética no cuidado que envolve o cuidar é necessária uma ética que valorize o ser humano em sua essência reconhecendo sua individualidade e autonomia, que também extrapole a assistência neste contexto de intensas inovações técnico-científicas. A ética é inerente nas atividades de cuidado com o paciente durante o processo de hospitalização e contribui para a prática assistencial humanizada. Visto assim, a ética do cuidado torna-se importante e central para todos os profissionais de saúde, não podendo ser exclusividade de nenhum, já que de tal disposição depende a boa assistência.
  • 4. O cuidado De antemão sabemos que o ser com a vida humano é o único animal racional, mas em compensação é o único que não sobrevive sem cuidados adequados ao nascer, ou seja, é dependente de cuidados. O ato de cuidar é uma ação primordial para a vida humana e esta imbuída na relação entre os seres vivos. Para Molina et al., (2004), o cuidado é o verdadeiro instrumento dos profissionais cuidadores, os enfermeiros, atitude que vai além de executar técnicas ou administrar medicações.
  • 5. Objetivo do estudo Identificar quais os princípios éticos que abrange o cuidar de paciente fora das possibilidades terapêuticas (FPT) e evidenciar as estratégias utilizadas no cuidar de enfermagem.
  • 6. O estudo é de natureza qualitativa, Metodologia exploratório, sendo feito uma pesquisa bibliográfica relacionadas à questão que envolve o cuidar em paciente pediátrico terminal. Sendo assim foi realizado um levantamento bibliográfico a partir de livros e web site com publicações de artigos relacionadas à temática proposta: cuidado paliativo, paciente em estágio terminal, paciente fora de possibilidades terapêuticas atuais, enfermagem pediátrica e bioética, além de outros temas como qualidade de vida, decisões éticas e humanização.
  • 7. Os princípios éticos identificados A ética rege todos os atos e ações seja em nossa vida profissional quanto social, na classe profissional de enfermagem a assistência prestada ao paciente deve estar de acordo com o código de ética profissional. Ela nos guia para tomada de conduta respeitando e considerando todos os enfoques, embasando as decisões nos princípios da beneficência, não- maleficência, autonomia e justiça.
  • 8. As estratégias para um cuidar 1. A Comunicação 2. A Empatia A comunicação se mostra como É na relação empática uma conduta para contornar os outra conduta trazida pela obstáculos do silêncio com a equipe de enfermagem para revelação da morte ou o curso melhorar a qualidade prestada ao paciente em estágio terminal. previsível desta, e alguns Ser compreensivo e se imaginar- estudos identifica que é se no lugar do outro para também a melhor maneira de compreender o que ele sente, um atendimento mais sem absorver para si o problema aperfeiçoado e individualizado, dele, ajudando-o, dentro de traçado pela equipe de suas possibilidades, a enfermagem. compreender e transcender aquele problema.
  • 9. As estratégias para um cuidar 3. A Humanização A humanização da assistência principalmente nas unidades de terapias intensivas (UTI) é uma estratégia importante praticada pelos profissionais de enfermagem. Visto que humanizar este ambiente é torná-lo menos impessoal, mais aconchegante, onde a criança possa ser reconhecida não apenas pela patologia ou número do leito e sim por seu nome, que apesar da sua fragilidade carregam sua identidade própria (CHAVES, 2007).
  • 10. Ação humanitária De acordo com os profissionais, ação humanitária relaciona-se com a maneira como se cuida, cabendo ao profissional de enfermagem o bom senso nas palavras e gestos, a sensibilidade dos atos com a criança e o familiar, e o respeito pela vida, minimizando a tensão emocional dos pais, sabendo que momento como este precisa apenas ser vivido e pouco falado.
  • 11. A principal Estratégia A humanização do cuidar foi percebida como principal estratégia para uma assistência digna a criança, sem visar a cura, pois sempre é possível cuidar.
  • 12. Referências • ALVES, A. M. et al. A efetividade do cuidado solidário diante de eventos que acompanham a cronificação da doença da criança hospitalizada. Rev. Eletrônica de Enfermagem, v. 8, n. 2, p. 192 - 204 2006. Disponível em: <http://www.fen.ufg.br/revista/revista8_2/v8n2a04.htm>. Acesso em: 20 de jun. 2009. • BOEMER, Magali Roseira; SAMPAIO, Mauren Alexandra. O exercício da enfermagem em sua dimensão bioética. Ribeirão Preto: Rev. latino-am enfermagem. v. 5, n. 2, p. 33-38, 1997. • CHAVES, E. M. C. et al. Humanização e tecnologia na unidade de terapia intensiva neonatal. Rev. Nursing. v. 113, n. 10. Out 2007. • GUTIERREZ, B.A.O.; CIAMPONE, M.H.T. O processo de morrer e a morte no enfoque dos profissionais de enfermagem de UTIs. Rev. Esc. Enfermagem. USP, São Paulo, v.41, n.4, p.660- 667, dez 2007. • LAKATOS, E. M; MARCONI, M. A. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisas, elaboração, análise e interpretação de dados. 3.ed. São Paulo: Atlas, 1996. • MINAYO, M. C. S. (org). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes. 2001. 80p. • PESSINI, L; BARCHIFONTAINE, C. P. Problemas atuais de bioética. 7ª. ed. São Paulo: Centro Universitário São Camilo: Edições Loyola, 2005. 584 p. • RIO DE JANEIRO. Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN. nº 311, de 08 de fevereiro de 2007. Aprova a Reformulação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. Disponível em: < http://www.portalcofen.gov.br/Site/2007/materias.asp? ArticleID=7323&sectionID=37>. Acesso em: 13 de jan. 2010.