NOROESTE DE MINHAS GERAIS - Geografia de Minas

2,409 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,409
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

NOROESTE DE MINHAS GERAIS - Geografia de Minas

  1. 1. Geografia de Minas GeraisVirna Salgado Barra – Universidade Federal de Uberlândiavirnoka@hotmail.comNOROESTE DE MINAS GERAISUberlândia 2011
  2. 2. • Área: 60.906,30 Km²• 22 (ou 19?) municípios: Chapada Gaúcha, Arinos, Bonfinópolisde Minas, Brasilândia de Minas, Dom Bosco, Formoso, Guarda-Mor, João Pinheiro, Lagamar, Lagoa Grande, Natalândia,Paracatu, Pintópolis, Presidente Olegário, Riachinho, Santa Fé deMinas, São Gonçalo do Abaeté, São Romão, Uruana de Minas,Urucuia, Varjão de Minas e Vazante.• Agrupados em duas microrregiões: Paracatu e Unaí.• População total do território é de 313.495 habitantes• Área rural: 82.938 hab. (26,46% do total)• Possui 13.965 agricultores familiares, 4.323 famílias assentadas e14 comunidades quilombolas.• Seu IDH médio é 0,73.Fonte: Sistema de Informações Territoriais (http://sit.mda.gov.br)
  3. 3. Observe o mapa:Fonte: www.minas-gerais.net/diretorio/index.php?cat_id=756
  4. 4. • Dataluta: a ação dos movimentos sociais tende a ser maisfocada onde há concentração fundiária e agricultura moderna.• Em Minas, os municípios das regiões noroeste (Unaí e JoãoPinheiro), norte de Minas (Januária e Buritizeiro) e Triângulo(Uberlândia e Uberaba) são alguns exemplos.FONTE: Distribution of Biomphalaria and schistosomiasis cases in "Noroeste de Minas" mesoregion, State of Minas Gerais, Brazil
  5. 5. Era uma vez...• Segundo o historiador Antônio de Oliveira Mello, a regiãoNoroeste de Minas Gerais foi visitada, conhecida eperscrutada desde o final do século XVI.• 1744: Felisberto Caldeira Brant e José Rodrigues Froiscomunicaram à coroa o descobrimento das minas do vale doParacatu.• A última grande descoberta aurífera das Minas Gerais ocorreuno Vale do Rio Paracatu no início do século XVIII.
  6. 6. • Descoberto o ouro, a atração exercida pelaabundância com que este fluía de seus veiosd’água contribuiu para o rápido crescimentodo Arraial de São Luiz e Sant’Anna das Minasdo Paracatu. Após período de grandecrescimento, o arraial foi elevado a vila com onome de Paracatu do Príncipe, em 1798, porum alvará de D. Maria (a louca!).
  7. 7. ASPECTOS SÓCIO-ECONÔMICOS:• Bovinocultura de corte, silvicultura e mais recentementecana, devido às condições físicas, tais como: grande extensãoterritorial, topografia plana, clima bem definido• Altitude média :700 m• Principal Agroindústria da região: alemã FUCKS• A maior indústria de temperos e condimentos do mundo.• Unidade de produção instalada há muitos anos no municípiode Brasilândia de Minas e com vários projetos deexpansão, incluindo a construção de umaeroportointernacional para exportação.
  8. 8. http://www.mg.gov.br/governomg/portal/m/governomg/conheca-minas/geografia/5671-regioes-de-planejamento/5146/5044
  9. 9. • A principal empresa de reflorestamento é a Valourec-Mannesman (V&MFlorestal), com várias fazendas plantadascom eucalipto na região.• Nos últimos anos foram instaladas varias usinas sucro-alcooleiras na região.• Bioenergética Vale do Paracatu: 6,5 milhões de toneladas decana/ano.
  10. 10. CLIMA• Classificação de Koppen: (Cwa) – Mesotérmico.• Verões quentes e úmidos, com estações bem definidas deseca e águas.• O período seco dura de 3 a 4meses, coincidindo com a épocamais fria do ano (maio a agosto).• Temperatura média anual é: 22,5° C.• O regime pluviométrico da bacia tem distribuição espacialdos totais de chuva decrescendo de 1.600mm para 1.200mmno sentido de oeste para leste, com média da bacia da ordemde 1385 mm.
  11. 11. • A rede hidrográfica que banha a região noroeste de Minas éconstituída de afluentes do Rio São Francisco.• Principais rios que cortam a região: Paracatu e Urucuia.• A rede Hidrográfica da região é destaque no aspecto técnico,pois suporta qualquer sistema de irrigação a custo baixo,porque tem abundância de água, terras planas e próximas ásáreas com potencial agrícola. Passa pelas propriedades alémdo Ribeirão Santos Fé, vários outros ribeirões e uma enormequantidade de nascentes (veredas, riachos, com lençolfreático bastante favorável).
  12. 12. http://www.mg.gov.br/governomg/portal/m/governomg/conheca-minas/geografia/5667-bacias-hidrograficas/5146/5044
  13. 13. SOLO• Solos predominantes na região são: semi-arenosos nasuperfície e areno-argilosos - percentual de argila entre 12 a28% no subsolo, plano a ondulado, de médio-baixa fertilidade.• Ph: 5,5 aproximadamente - caracterizando latossolos.
  14. 14. RELEVO e VEGETAÇÃO• A distinção do relevo se da pela tipologia davegetação. Esta é constituída de cerrado naparte mais alta e plana onde se encontramosum solo semi-arenoso, ocupado por vegetaçãotipo cerrado, campo cerrado e campos.• A região de Brasilândia e Santa Fé integram oDomínio Morfoclimático do Cerrado.
  15. 15. http://www.mg.gov.br/governomg/portal/m/governomg/conheca-minas/geografia/5668-clima-vegetacao-e-relevo/5146/5044
  16. 16. O Projeto Noroeste de Minas• Novo corredor de grãos para escoar a produção agrícola doNoroeste de Minas até o Complexo Portuário de Tubarão, emVitória (ES).Por meio da malha da FCA e da Estrada de FerroVitória a Minas.• Trata-se de uma Parceria entre a FCA, por meio de suacontroladora Vale, e o Governo de Minas Gerais.• Até 2013, o projeto viabilizará o transporte anual de 2,6milhões de toneladas de grãos, proporcionandocompetitividade aos produtos dessa região mineira.• O projeto também permitirá o aumento do consumo defertilizantes.
  17. 17. O Projeto Noroeste de Minashttp://www.fcasa.com.br/projetos/noroeste-de-minas/
  18. 18. ASPECTOS FAVORÁVEIS DA REGIÃO DONOROESTE DE MINAS GERAIS• * Clima• * Geografia privilegiada.• * Declividade adequada à mecanização dalavoura.• *2,5 milhões de hectares disponíveis compotencial para plantio de grãos.

×