Apresentação

1,871 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,871
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação

  1. 1. FUNDAÇÃO CESGRANRIO Programa de Pós-Graduação em Especialização em Avaliação Escolar Novos caminhos didáticos no ensino da Matemática: avaliação de uma experiência no ensino de funções Veruska Balbino Calçados
  2. 2. RESUMO <ul><li>As pesquisas feita sobre a educação em matemática, nos últimos tempos, constam que o ensino de funções de matemática é muito importante na formação do conhecimento matemático . </li></ul><ul><li>Uso exagerado de regras; </li></ul><ul><li>Grandes dificuldades dos alunos </li></ul><ul><li>em sala de aula. </li></ul>
  3. 3. 1. INTRODUÇÃO: <ul><li>A matemática é um problema (trabalhar de maneiras diferentes); </li></ul><ul><li>Dificuldades por alunos e professores (no processo ensino – aprendizagem); </li></ul><ul><li>É a resolução de um problema no cotidiano. </li></ul><ul><li>É necessário ter criatividade (fazer com </li></ul><ul><li>que os alunos participem da resolução) </li></ul><ul><li>Criar novas estratégias </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Visando à contribuição ao debate </li></ul><ul><li>sobre os novos caminhos didáticos: </li></ul><ul><li>As dificuldades dos alunos </li></ul><ul><li>Resolução de problemas; </li></ul><ul><li>A metodologia de trabalhar </li></ul><ul><li>Este trabalho tem como objetivo ... </li></ul>
  5. 5. CAPITULO II 2 - PROCEDIMENTOS <ul><li>Baseado nas orientações curriculares para o </li></ul><ul><li>ensino médio: </li></ul><ul><li>É importante essa exploração de funções </li></ul><ul><li>por meio de questionamento; </li></ul><ul><li>Um trabalho diferenciado (buscar novos </li></ul><ul><li>caminhos didáticos); </li></ul><ul><li>Um espaço nos quais professores e alunos </li></ul><ul><li>se encontram e interagem; </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A discussão e utilização de um raciocínio </li></ul><ul><li>(eficiente); </li></ul><ul><li>Com base em Dante, Luiz Roberto... </li></ul><ul><li>Um outro caminho é trabalhar idéias, con- </li></ul><ul><li>ceitos antes da simbologia </li></ul><ul><li>A escola precisa ter como foco </li></ul><ul><li>um ensino e aprendizagem que levem o aluno a aprender, aprender a pensar, a saber, construir suas próprias linguagem </li></ul>
  7. 7. 2.1 NOVOS CAMINHOS PARA ENSINO DE FUNÇÕES E SUGESTÕES DIDÁTICAS PARA ENSINO DE FUNÇÕES <ul><li>Segundo Dante, Luiz Roberto é fundamental estudar funções com significados, segue as sugestões: </li></ul><ul><li>Trabalhar as idéias, os conceitos matemáticos, antes da simbologia; </li></ul><ul><li>Estimular o aluno para que pense, raciocine, crie, relacione idéias; </li></ul><ul><li>Que o conteúdo Trabalhado com aluno seja significativo, que este conteúdo seja importante para vida e para sociedade . </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Valorizar a experiência acumulada dentro </li></ul><ul><li>da sala de aula; </li></ul><ul><li>Estimular ao aluno; </li></ul><ul><li>Com prender a aprendizagem da Matemática </li></ul><ul><li>como um processo ativo </li></ul><ul><li>A diversidade de estratégias favorece o aluno </li></ul><ul><li>a autoconfiança. </li></ul><ul><li>O Professor como mediador de conhecimento </li></ul><ul><li>e agente desse processo </li></ul>
  9. 9. <ul><li>O Professor deve ser o elemento catalisador </li></ul><ul><li>A resolução de problemas é uma importante </li></ul><ul><li>contribuição </li></ul>
  10. 10. 3. CONSIDERAÇÕES FINAIS Este trabalho permitiu aos alunos o desenvolvimento gradativo das noções da função e conscientização de conhecimentos sobre funções. Este trabalho sobre novos caminhos didáticos sobre funções, permitiu um analise de situações e conseqüências pelas dificuldades apresentadas pelos alunos.
  11. 11. No processo de ensino e aprendizagem em noções de função e resolução de problemas envolvendo a matemática. Acreditando então, que este fato era responsável, entre outros fatores, pela postura preconceituosa que a maioria dos alunos tem em relação à matemática.
  12. 12. Então percebemos que alunos e professores precisam mais de aquisição de conhecimento que possibilita ao aluno questionar a todo os dados apresentados, que serão capazes de pensar, raciocinar, criar idéias e interpretar todos os problemas apresentados dentro da matemática.
  13. 13. 4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS TARJA, S.F . Informática na Educação: Novas ferramentas pedagógicas para o professor na atualidade . 4.ed.São Paulo: ÉRICA, 2001. EVES, Howard . Introdução à historia da matemática/Howard Eves ; tradução: Hygino H. Domingues. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2004. BRAGA, Marco , Breve história da ciência moderna , volume 2: das máquinas do mundo universo-máquina/Marco Braga, Andréia Guerra, Jose Cláudio Reis.-Rio de Janeiro: Jorgr Zahar Ed.;2004.
  14. 14. MAOR,Eli : A história de número/Eli Maor ; tradução de Jorge Calife.-4ª ed. – Rio de Janeiro: Record,2008. SOUZA, Júlio César de Mello , 1985-1974. Matemática divertida e curiosa / Mello e Souza. – 25ª ed. – Rio de Janeiro: Record,2008. BIANCHINNI, Edwaldo, Herval Paccola ; ilustradores Adilson Secco, Paulo Manzi e Mário Azevedo Matsuda.- 1.ed.- São Paulo: Moderna, 2004. PCNEM - Proposta Curriculares para o Ensino Médio.
  15. 15. Dante, Luiz Roberto , Matemática, volume único :livro do professor/ Luiz Roberto Dante...ed. ..São Paulo: Ática,2005.
  16. 16. OBRIGADA PELA ATENÇÃO!!!

×