Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Manejo Ecologico Do Solo

16,971 views

Published on

Published in: Technology

Manejo Ecologico Do Solo

  1. 1. Manejo (Agro)Ecológico do Solo Marcelo Venturi Grupo de Extensão e Pesquisa em Agroecologia – UFSC http://agroecologia.ufsc.br Professores: Paulo Emílio Lovato; Jucinei José Comin; Marcos Alberto Lana ”Blumenau”; Marcelo Venturi Mestrandos: Marcelo Venturi; Ivan Iuri Bonjorno; Kamilly Amorin Garcia Graduandos: Lauro Artur Otavio Martins; Paula Beatriz Sete; Elaine Santos; Cynthya
  2. 2. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Onde estamos neste ciclo???
  3. 3. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Manejo do Solo adequado: - Reduz Erosão - Aumenta diversidade de Vida (plantas, animais, insetos benéficos, micro) - Aumenta Matéria Orgânica - Aumenta disponibilidade de nutrientes - Aumenta Estabilidade (de vida, depois $)‏ - Aumenta a independência! Manejo do Solo inadequado: - Aumenta Erosão - Reduz diversidade de Vida - Reduz Matéria Orgânica e perde nutrientes - Reduz Estabilidade (de vida, depois $)‏ - Cria dependência por técnicos, empresas e insumos!
  4. 4. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br A Vida do Solo ou A Vida no solo?
  5. 5. Fonte: Prof. Paulo Lovato
  6. 6. Fonte: Prof. Paulo Lovato
  7. 7. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Biota do Solo Qual o tamanho do “Rebanho” do Solo??? 700 a 1500 Kg/ha
  8. 8. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br MACHADO DA ROSA O Ambiente horta escolar como espaço de aprendizagem. LABENSRU DZR CCA UFSC
  9. 9. Fonte: Prof. Paulo Lovato
  10. 10. Fonte: Prof. Paulo Lovato #Slide 3
  11. 11. Matéria Orgânica do Solo Que bicho é esse? Responsável pela cor do solo Maior parte da CTC Agregação e estrutura do solo Manutenção da biota e vida ... Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  12. 12. Matéria Orgânica do Solo Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  13. 13. Matéria Orgânica do Solo Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  14. 14. Matéria Orgânica do Solo Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  15. 15. Matéria Orgânica do Solo Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  16. 16. Matéria Orgânica do Solo Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  17. 17. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br #Slide 3
  18. 18. Um agricultor e sua obra Roland Ristow Manejo de mucuna-preta/branca e de capim-doce ( Brachiaria plantaginea ), para produção de milho e de fumo (sem revolvimento e sem herbicidas)‏ ROLAND RISTOW: UMA CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA AGRICULTURA SUSTENTÁVEL. JOSÉ CEZAR PEREIRA. PGA – UFSC.
  19. 19. Propriedade Ristow (Ibirama, SC): declividades de 32 a 42% Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  20. 20. Solo coberto por mucuna Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  21. 21. A máquina "maria louca", um rolo-disco automotriz Adaptação de Roland Ristow Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  22. 22. Capim doce (vigor e cobertura efetiva do solo)‏ Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  23. 23. Fumo no primeiro plano (42% declividade), milho ao fundo (30% declividade)‏ Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  24. 24. Milho em estádio de inicial de desenvolvimento Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  25. 25. Poros da macrofauna Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  26. 26. Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  27. 27. Avaliando a capacidade de infiltração Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  28. 28. Análise de solo do sistema de Roland Ristow “ Não uso calcário, só um pouco de adubo (de síntese química) no fumo. No milho e noutras culturas não uso nada. Pode plantar que sempre dá” Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br 3,2 3,2 5,2 - +150 +50 6,4 2 3,9 3,3 6,7 - 88 +50 6,6 1 % cmol c L -1 mg kg -1 SMP Gleba M.O. Mg Ca Al K P pH
  29. 29. Mão-de-obra necessária no sistema “RR” (Roland Ristow) em comparação ao modelo convencional (principais culturas anuais) Dimensão operacional 1,8 X 1,7 X Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  30. 30. Dimensão ambiental Densidade aparente do solo no sistema “RR” (Roland Ristow) em comparação ao modelo convencional 1,3 X Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  31. 31. Biomassa microbiana no sistema “RR” (Roland Ristow) em comparação ao modelo convencional 1,5 X Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  32. 32. Uso de agrotóxicos pelo modelo convencional e o sistema “RR” (Roland Ristow) (kg ou L/ha.SAU)‏ 6 X Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  33. 33. Uso de fertilizantes de síntese química pelo modelo convencional e o sistema “RR” (Roland Ristow) (kg/ha.SAU)‏ 4 X Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  34. 34. Dimensão econômica Margem Bruta da atividade fumo no sistema Ristow em comparação ao sistema convencional 5 X Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  35. 35. Margem Bruta da atividade milho no sistema Ristow em comparação ao sistema convencional 2,8 X Fonte: José César Pereira. - http://agroecologia.ufsc.br
  36. 36. Manejo (Agro)Ecológico do Solo Como fazer, afinal? Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  37. 37. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br <ul><li>Enfim: copiando a natureza e trabalhando com ela, e não contra ela! </li></ul><ul><li>Manejo (Agro)Ecológico do Solo Como fazer, afinal? </li></ul><ul><li>- Com solo SEMPRE protegido: Plantio direto sem herbicidas em curva de nível, com terraços, etc... </li></ul><ul><li>- Pastoreio Racional Voisin </li></ul><ul><li>- Aumento da Biodiversidade cultivada e criada: Consórcios (animais + vegetais), Corredores, Agroflorestas e Sistemas Agro-silvo-pastoris </li></ul>
  38. 38. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas <ul><li>Sistemas de preparo do solo convencional </li></ul><ul><li>Eliminação da cobertura do solo </li></ul><ul><li>Desestabilização da estrutura </li></ul><ul><li>Compactação </li></ul><ul><li>Redução da matéria orgânica </li></ul><ul><li>Agrotóxicos: plantas espontâneas, pragas e doenças </li></ul>
  39. 39. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas Sistemas de preparo do solo convencional
  40. 40. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas Sistemas de preparo do solo convencional
  41. 41. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas Sistemas de preparo do solo convencional
  42. 42. Sistema de Plantio Direto (SPD)‏ <ul><li>Semeadura com revolvimento do solo restrito (linha de plantio ou cova), coberto com palhada </li></ul><ul><li>Brasil: década de 1970, controle químico das plantas espontâneas </li></ul><ul><li>Conservar o solo e economizar combustíveis </li></ul>Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  43. 43. Benefícios do SPD <ul><li>Redução na erosão </li></ul><ul><li>Melhoria da estrutura do solo </li></ul><ul><li>Aumento: fertilidade, retenção de água, matéria orgânica, população e atividade de microrganismos </li></ul><ul><li>Redução: custos de produção (uso de máquinas), penosidade do trabalho </li></ul>Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  44. 44. Requisitos <ul><li>Rotação de culturas </li></ul><ul><li>Revolvimento do solo restrito à linha de plantio </li></ul><ul><li>Resíduos vegetais (culturas específicas)‏ </li></ul><ul><li>Correção prévia de solos ácidos e nutrientes (*P)‏ </li></ul><ul><li>Correção de compactação, sulcos </li></ul><ul><li>Cobertura do solo  50 % (plantas de cobertura)‏ </li></ul>
  45. 45. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas Sistemas de plantio direto convencional Soja RR (“planta invasora”)‏
  46. 46. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br Manejo (Agro)Ecológico do Solo Plantio direto convencional: Soja RR Foto: Robinson Osipe
  47. 47. Soja RR (“planta invasora”)‏ Com Glifosato Sem Glifosato Figura: Teste de germinação no solo. À esquerda, plântulas de soja convencional de área dessecada em pré-colheita com glifosato; à direita, sem glifosato. Informações Agronômicas - Potafos Set. 2006
  48. 48. Soja RR (“planta invasora”)‏ Com Glifosato Sem Glifosato Figura: Teste de germinação em laboratório. À esquerda, plântulas de soja convencional oriundas de área experimental dessecada em pré-colheita com glifosato; à direita, sem glifosato. Informações Agronômicas - Potafos Set. 2006
  49. 49. Fenologia e arquitetura das plantas Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 1. Sem pousio: Plantar culturas diversas Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  50. 50. Tipos de sistemas radiculares Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 1. Sem pousio: Plantar culturas diversas nas entressafras Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  51. 51. Tipos de sistemas radiculares Que plantas daqui que tem estas características? Quais vocês usam? Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 1. Sem pousio: Plantar culturas diversas nas entressafras
  52. 52. Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 2 . Após crescidas, solo coberto Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  53. 53. aveia+nabo+ervilhaca Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  54. 54. Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 3. Após crescidas, solo coberto: Rolar Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  55. 55. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  56. 56. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  57. 57. Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 3. Após crescidas, solo coberto: Rolar
  58. 58. Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 3. Após crescidas, solo coberto: Rolar
  59. 59. Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 4. Plantar, sem mexer no solo Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  60. 60. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  61. 61. Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 4. Plantar, sem mexer no solo Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  62. 62. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  63. 63. Epagri – Ituporanga : Plantio Direto de tomate Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 5 . Colher, mantendo o solo COBERTO Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  64. 64. Produtividade na seca Manejo (Agro)Ecológico do Solo solo protegido: Plantio direto sem herbicidas – 5 . Colher, mantendo o solo COBERTO Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  65. 65. Epagri – Ituporanga : Plantio Direto de tomate Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  66. 66. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  67. 67. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  68. 68. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  69. 69. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  70. 70. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  71. 71. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  72. 72. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  73. 73. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  74. 74. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  75. 75. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  76. 76. Palhada do milho Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  77. 77. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  78. 78. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  79. 79. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  80. 80. Manejo (Agro)Ecológico do Solo Aumento da (Bio)diversidade Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  81. 81. Diversificação de culturas comerciais Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  82. 82. <ul><li>Rendimento das Culturas </li></ul>Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  83. 83. <ul><li>Rendimento em Dias/homem </li></ul>Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  84. 84. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  85. 85. MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  86. 86. MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  87. 87. MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  88. 88. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  89. 89. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  90. 90. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  91. 91. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  92. 92. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  93. 93. Marcelo Venturi - [email_address] - http://agroecologia.ufsc.br
  94. 94. Milho MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  95. 95. Milho MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  96. 96. Milho Crioulo MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  97. 97. Batata MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  98. 98. MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  99. 99. MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  100. 100. MACHADODAROSA O Ambiente horta escolar ... LABENSRU DZR CCA UFSC
  101. 102. Agradecido! Marcelo Venturi [email_address] Grupo de Extensão e Pesquisa em Agroecologia – UFSC http://agroecologia.ufsc.br Professores: Paulo Emílio Lovato; Jucinei José Comin; Marcos Alberto Lana ”Blumenau”; Marcelo Venturi Mestrandos: Marcelo Venturi; Ivan Iuri Bonjorno; Kamilly Amorin Garcia Graduandos: Lauro Artur Otavio Martins; Paula Beatriz Sete; Elaine Santos; Cynthya

×