Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula 08 estetica ós moderno

1,379 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Aula 08 estetica ós moderno

  1. 1. 07 Estética da Pós ModernismoProfª Ma. Venise Paschoal de Melo UFMS
  2. 2. Estética Pó-ModernaCollage (papier collé) A Collage surgiu no movimento Cubista (1910) como forma de ruptura, adicionando elementos de textura aos quadros através de imagens fragmentadas para contestar o status da pintura tradicional.
  3. 3. Estética Pó-Moderna George Braque O Violino e o Cchimbo, 1913
  4. 4. Estética Pó-Moderna Pablo Picasso Guitar, 1913
  5. 5. Estética Pó-Moderna Juan Gris Sundblind, 1914
  6. 6. Estética Pó-Moderna Dadaísmo(1916)A colagem faz parte da negação radical darazão associada à academia, negação da artetal como era entendida até aquele momento.Como fruto da manifestação do acaso e doinconsciente, ela passa a ser experimentada.
  7. 7. Hannah Hoch,Grotesque ,1963
  8. 8. Hannah Hoch,Sem título ,1920
  9. 9. Hannah Hoch,Anjo da Guarda ,1927
  10. 10. Estética Pó-Moderna DadaísmoA experiência da collage no dadaísmo foi resultadode um desenho realizado por Jean Arp, que o rasgouem pedaços por considerá-lo insatisfatório, deixandoos restos de papel caídos no chão.Quando por acaso, após algum tempo, seus olhosvoltaram a pousar sobre estes pedaços que seencontravam no chão, surpreendeu-o a suaorganização.Arte feita pelo acaso, pelo movimento da mão e dospedaços esvoaçantes.
  11. 11. Estética Pó-Moderna DadaísmoO diferencial entre as colagens cubistas eestas encontra-se na experimentação commanifestações do acaso, reconhecidas apartir deste momento como “um novoelemento estimulador da criação artística”
  12. 12. Estética Pó-Moderna COLLAGE E AESTÉTICA PÓS-MODERNA
  13. 13. Estética Pó-Moderna Características Tendência de fragmentação e multiplicidade. Uso da aleatoriedade, mistura de tipografias em peso e estilos dentro da mesma palavra. Opção por colagens, inclusão do ruído(sujeiras, imperfeições, rompimento com o acabamento “limpo”)Rejeição da funcionalidade e neutralidade em favor da experiência pessoal
  14. 14. Estética Pó-ModernaPsicoldelismo,1960 Estilo gráfico aplicado em peças desenvolvidas para concertos,capas de discos debandas de rock.
  15. 15. Estética Pó-Moderna Os anos 60 explosão de juventude idéias de liberdade movimento hippieutilização de alucinógenos
  16. 16. Estética Pó-Moderna Cartazes, capas de discospsicodélicos eram criados para uma platéia bem exclusiva, com letreirospraticamente ilegíveis, carregando a mensagem implícita: “Se você não consegue ler, não é para você.”
  17. 17. Estética Pó-Moderna Wes WilsonEscolhas de tipografia e cores a partir deexperiências visuais com o uso de LSD.
  18. 18. Estética Pó-ModernaVictor Moscoso Efeito de vibração óptica
  19. 19. Estética Pó-Moderna UndergroundTermo utilizado para descrever a atitude de oposição de muitos jovens na década de 60, com valores culturais e políticos alternativos, fora dos padrões convencionais.
  20. 20. Estética Pó-Moderna Utilizavam a tecnologia faça você mesmo, utlizando máquina de escrever,impressão em off-set barato e de má qualidade.
  21. 21. Estética Pó-Moderna Anos 70 New Wave Wolfgang WeingartDesign menos regrado, mais intuitivo, sem a preocupação com clareza e legibilidade. Layout com menos clareza, sem a forma hierárquica, mais solto e não linear. As linhas, “fios”, bases são abandonados. Mais expressividade
  22. 22. Estética Pó-Moderna Movimento PUNK Assimilação do ruído, do feio e do não- design. “Se o dadaísmo foi contra a arte, o Punk foi contra o design”O principal veículo de comunicação do Punk é o fanzine. Letras recortadas de jornais, máquinas de escrever e feita à mão.Colagem sem a preocupação com ordem ou acabamento.
  23. 23. Estética Pó-Moderna Jamie Reid
  24. 24. Estética Pó-Moderna A desconstrução do Grupo GrapusFinal década de 1970, uma cooperativade designers que se identificava com o Partido Comunista Francês, possui um visual amador e irônico. Inserção de rabiscos de lápis, pincel, ilustração e que remetem à garatujas infantis, fotografias desconstruídas,satirização do design limpo e funcional.
  25. 25. Estética Pó-Moderna Neville Brody estética pós-modernadenominada New Bauhaus.
  26. 26. Estética Pó-Moderna Década de 80. Pluralismo, ecletismo, texturas e desconstrução. O design dos anos 80 não inserehegemonia de uma escola ou estilo, mas muitas tendências transitam comopossibilidades, gerando o design híbrido, por vez funcional, por vez contestação.
  27. 27. Estética Pó-Moderna A revolução digital. Em meados de 1980 a prática dacomputação gráfica se insere no design. A partir de 1984 o computador Macintosh, da Apple oferece as primeiras possibilidades de criação digital.
  28. 28. Estética Pó-Moderna Neville Brody
  29. 29. Estética Pó-Moderna April GreimanUtilização das novas tecnologias como ferramenta principal do design gráfico A estética do pixel e do bitmap são valorizadas.
  30. 30. Estética Pó-Moderna 1990Progresso acelerado dos computadores, dos seus softwares e das máquinas de impressão geram novas possibilidades devido às poderosas capacidades das novas tecnologias.
  31. 31. Estética Pó-Moderna O Photoshop, inicialmente desenvolvido para o tratamento e retoque de imagem, passa a permitir uma manipulação ecriação de imagens nunca antes desenvolvida.
  32. 32. Estética Pó-Moderna David Carson Nos remete ao dadaísmo: a mesma despreocupação com a leitura einformação. A atitude é o princípio maior.Consegue romper com qualquer princípio de legibilidade e ordem. Destruição, desconstrução. Fotografias desfocadas, recortadas. Um design totalmente incompreensivel O leitor precisa traduzir, pensar, refletir.
  33. 33. Estética Pó-ModernaEstética híbrida atual

×