Estados Unidos

2,308 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,308
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
44
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estados Unidos

  1. 1. ESTADOS UNIDOS: •4° país mais extenso; •3° mais populoso; •322 milhões de habitantes.
  2. 2.  A economia dos Estados Unidos é a maior do mundo, apresentando destaque nos diversos setores econômicos tais como o de Serviços, Indústrias de Base e de alta tecnologia. Seu sistema econômico possui um mercado interno e externo muito fortificado.  Tem o maior PIB (produto interno bruto) do Mundo O do ano de 2009 foi avaliado em 14,2 trilhões de dólares. O centro financeiro do país concentra-se principalmente em Wall Street na ilha de Manhattan, em Nova Iorque.
  3. 3. Montanhas Rochosas Montes Apalaches •Combustíveis fósseis; •carvão Pomar do Mundo
  4. 4. 1. Fatores históricos: a) Formação do território: expansionismo ou marcha para o oeste (territórios conquistados, comprados e anexados) b) Ideologias dos colonizadores: - “Destino Manifesto”  ética protestante: trabalho e lucro são uma dádiva divina - “Novo Mundo”  terra de oportunidades (liberdade) colônias de povoamento c) Afirmação da hegemonia no continente: - Doutrina Monroe - 1823 (América para os americanos) - Doutrina da Segurança Nacional – Guerra Fria
  5. 5. d) Industrialização do Nordeste (Grandes Lagos): - burguesia vencedora da guerra de secessão - recursos naturais (ferro, carvão) - vias de transporte (ferrovias, lagos e rio São Lourenço) - mercado consumidor interno (assalariados). wikimedia.org www.sdr.com.br e) Guerras mundiais e Guerra Fria: •Plano Marshall
  6. 6. Economia : Aspectos Regionais
  7. 7. Guerra da Secessão 1861-1865  A Guerra de Secessão consistiu na luta entre 11 Estados Confederados do Sul latifundiário, aristocrata e defensor da escravidão, contra os Estados do Norte industrializados, onde a escravidão tinha um peso econômico bem menor do que no Sul. Estas diferenças estão entre as principais causas da guerra e têm origem ainda no período colonial: enquanto o desenvolvimento do Norte estava ligado à necessidade de crescimento do mercado interno e do estabelecimento de barreiras protecionistas, o crescimento Sulista era baseado precisamente no oposto, ou seja: o liberalismo econômico que abria todo o Mundo às agro-exportações e com mão-de-obra escrava (de origem africana) como base da produção.
  8. 8.  Manufacturing belt (Rust belt - cinturão da ferrugem ) : Área no nordeste dos EUA, situada aproximadamente entre as cidades de Chigago e N. York, cuja economia é baseada principalmente na indústri pesada e de manufatura. É a área de industrialização mais antiga e mais extensa dos EUA. Nela encontram-se quase todos os tipos de indústrias, embora predominem a indústria siderúrgica, mecânica, metalúrgica (automobilística), petroquímica, alimentícia e têxtil. Estas indústrias concentraram-se nessa região em razão das fontes de matéria-prima encontradas ao redor dos Grandes Lagos e dos Montes Apalaches. Regiões Industriais
  9. 9.  Sun Belt  A partir da segunda metade do século XX, a indústria americana, em busca de redução de custos, essencialmente de salários mais baixos, migrou em direção ao sul do país, para os estados do Texas e Califórnia, que com salários mais baixos e grandes universidades com formação de técnicos especializados, criaram a chamada economia de aglomeração. As empresas de alta tecnologia como Texas Instruments, Hewlet´-Packard, , dentre outras, iniciaram ou transferiram as suas atividades para o sul ensolarado dos EUA (cinturão do sol), apesar de a maior concentração industrial dos EUA ainda manter-se no "cinturão da ferrugem". O grande desenvolvimento das empresas de tecnologia noVale do Silício consolidou essa tendência. O sun belt se beneficiou da crise do nordeste, pois muitas indústrias buscavam impostos mais baixos.A região sul ja possuia industrias de alimentos e bebidas.
  10. 10.  O Vale do Silício ( Silicon Valley) : Região na qual está situado um conjunto de empresas implantadas a partir da década de 50 com o objetivo de gerar inovações científicas e tecnológicas, destacando-se na produção de Chips, Eletrônicos e Informática. O Vale do Silício abrange várias cidades do estado da Califórnia, ao sul de S. Francisco, como Palo Alto e Santa Clara, estendendo-se até os subúrbios de San José. San José – Capital do Vale do Silício
  11. 11. www.engr.sjsu.edu www.degeo.ufop.br Quartzo www.intel.com O VALE DO SILÍCIO (Califórnia – EUA)
  12. 12.  Seu desenvolvimento se deu com a 2ª Guerra Mundial e principalmente durante a Guerra-Fria, devido à corrida aeroespacial. Foram as indústrias eletrônicas do Vale do Silício que forneceram transistores para mísseis e circuitos integrados para os computadores que guiaram as naves Apollo. Muitas empresas que hoje estão entre as maiores do mundo foram gestadas na região: Apple, Altera, Google, Facebook, NVIDIA Corporation, Electronic Arts, Symantec, eBay,Maxtor, Yahoo, Hewlett-Packard (HP), Intel, Microsoft etc.
  13. 13. Regiões Agrícolas  A agricultura dos Estados Unidos, uma das mais modernas e produtivas do mundo tanto em área quanto em volume de produção, organiza-se em grandes faixas, zonas ou cinturões agrícolas denominados belts, formados conforme as particularidades históricas de povoamento, as condições climáticas e os tipos de solos. Os belts são especializados no cultivo de determinados produtos, como trigo, milho, algodão, frutas, culturas tropicais. Merecem ainda destaque as produções de soja, tabaco, laranja e gado bovino. É importante ressaltar que esses cinturões não constituem áreas monocultoras, pois, além do cultivo principal, existem também cultivos secundários.
  14. 14. Os Green belts do Nordeste  A região abriga uma grande população, calculada em mais de 100 milhões de pessoas. Para atender a toda essa população, a agricultura é responsável por produzir hortifrutigranjeiros (hortas, granjas e pomares) nos Green belts("cinturões verdes"), compostos de pequenas propriedades localizadas no entorno das áreas urbanas. Saliente-se que os Green belts não se limitam à região Nordeste, mas também são encontrados no entorno de outras grandes cidades norte-americanas, principalmente as localizadas na costa oeste, como São Francisco e Los Angeles. Na região Nordeste, também se destaca um espaço agrícola regional que recebe o nome de Dairy belt ("cinturão de leiterias"), onde ocorre a criação intensiva de gado leiteiro, sendo considerada a maior indústria de laticínios do mundo.
  15. 15.  Central belt Corresponde à Planície Central, localizada entre os Apalaches e as Montanhas Rochosas. Essa região é ocupada por enormes propriedades monocultoras, que se agrupam em três principais cinturões: 1. Wheat belt, especializado no cultivo do trigo, que ocorre ao norte, plantando-se na primavera e colhendo-se antes das nevascas, e mais ao sul, onde é plantado no inverno. 2. Corn belt, especializado no cultivo do milho 3. Cotton belt, especializado no cultivo do algodão, ocorrendo tradicionalmente no sul, por ser uma região mais quente; mas, nos últimos anos, sua produção tem-se elevado muito na Califórnia.
  16. 16. redneck
  17. 17.  A produção desses belts é intensiva, comandada pela agroindústria. Assim, comumente são utilizados, em grandes proporções, insumos agrícolas industrializados, como rações, sementes geneticamente modificadas, fertilizantes, inseticidas, entre outros. Uma grande parcela da produção é direcionada para as múltiplas e diferentes indústrias que beneficiam e transformam os produtos agropecuários em mercadorias a serem utilizadas pelos consumidores. Esse comando do setor industrial sobre o setor agropecuário, característico da agroindústria, alcançou nessa ampla região um alto nível de desenvolvimento, o que assegura aos Estados Unidos alguns dos maiores índices de produtividade agrícola do mundo. Nas últimas décadas, os belts têm apresentado uma diversificação de sua produção agrícola. No Cotton belt, atualmente há, ao lado da cultura do algodão, a pecuária, a avicultura e cereais diversos. No Corn belt, o milho está cada vez mais associado à beterraba e também à soja. Já no Wheat belt, região em que somente se plantava o trigo de inverno, foram introduzidas culturas de milho e sorgo.
  18. 18. Oeste:  Nessa região há dois sistemas muito distintos: Ranching belt - Nesse cinturão estão as maiores propriedades rurais do país, dedicadas principalmente à pecuária bovina de corte e ovina (ovelhas, carneiros, cordeiros). Localizam-se nos planaltos de Colúmbia e Colorado, áreas de clima predominantemente árido e semi-árido (com invernos frios e verões amenos). A produção nas propriedades é, em geral, extensiva e de baixa produtividade. Porém, já são comuns propriedades com produções intensivas de gado de corte. Vale ressaltar que os Estados Unidos possuem o quarto maior rebanho bovino do mundo, com cerca de 100 milhões de animais, superado apenas por Índia, Brasil e China.
  19. 19.  Dry-farming - São fazendas típicas do sul da Califórnia, área bastante árida, onde se desenvolve uma fruticultura de excepcional qualidade, devido a uma técnica de arar criada no século 19 e empregada até hoje: grandes e poderosos tratores, que revolvem a terra profundamente, trazem para a superfície os solos mais úmidos e férteis. Esse sistema possibilita a produção de laranjas, uvas vinícolas (especialmente no Vale da Califórnia) e morangos. São produzidos ainda legumes e verduras; e cria-se gado leiteiro. Braceros
  20. 20. b) Produção agrícola: regiões (belts) e principais características Trigo de primavera Trigo de inverno Policultura - Mecanização e técnicas modernas: biotecnologia (transgênicos), adubação química... - Trabalho familiar e assalariado (exploração de imigrantes latinos: trabalho sazonal) - Alta produtividade - Subsídios governamentais - Interferência nos preços mundiais (Bolsa de Chicago: soja) Ranking mundial: - 1o lugar: milho, trigo, algodão, amendoim. - 2o lugar: laranja, rebanho bovino comercial (1o: Bra- sil) - 1o ou 2o lugar: soja (disputa com o Brasil)
  21. 21. 3. Potência econômica www.despertarconsciencias.nireblog.com a) Confirmação da supremacia econômica: dados estatísticos (leitura complementar) b) Fatores que ameaçam a supre- macia econômica: INTERNOS: - Baixo crescimento econômico desde 2002 (2% ao ano). Causas: guerra ao terror, alta dos preços do petróleo. - Aumento dos juros internos - crise do mercado imobiliário e do sistema financeiro - Aumento da pobreza e da desigualdade social (terceiromundialização). Leitura complementar: “Acabou o mito...” EXTERNOS: - Maior produtividade do Japão - Dificuldades para a aprovação da ALCA - Aumento dos gastos com segurança - Dependência da importação de petróleo (produção própria: 43%) - Déficit da balança comercial: US$300 bilhões/ano - Exigências ambientais internacionais (Ex.: Protocolo de Kyoto)
  22. 22. 4. Potência militar e política a) Confirmação da atual hegemonia política e militar norte-americana: - reação aos atentados de 2001: atacar o inimigo em seu território (Afeganistão e Iraque). Atualmente: “frente anti-Irã”; - gastos militares: US$ 529 bi (2006). Total mundial: US$ 1,2 tri; - decisões tomadas sem a aprovação da ONU, organismo criado para “liderar” e equilibrar o jogo do poder internacional; www.geografiaparatodos.com.br www.geografiaparatodos.com.br ?

×