Estruturas de madeira e aço

2,339 views

Published on

MADEIRA E AÇO

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,339
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
91
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estruturas de madeira e aço

  1. 1. Alunas: Maria Lucia Alves Luiz Vanessa Dutra Fonseca
  2. 2. Data deinauguração:29 de abril de 2011Localização:Brasília, DFÁrea construída:6.282,36 m²Autor do projeto:Siegbert ZanettiniCo-autoria doprojeto : SandraHenriques
  3. 3. O edifício de 6,2 mil m² com cinco pavimentos, todo estruturadoem aço, foi implantado longitudinalmente no eixo norte-sul paraaproveitar ao máximo a ventilação cruzada e iluminaçãonatural nos ambientes internos.
  4. 4. A estrutura que se desenvolve em uma malha de 1,25 m X 1,25m, lajes steel deck, fechamentos e divisórias em drywall forampensados para proporcionar espaços e sistemas flexíveis, paraque futuras modificações no espaço possam ser feitas maisrapidamente.
  5. 5. A preocupação com o sombreamento das áreas internasdemandou a criação de terraços em balanço em todos ospavimentos e a colocação de telas em aço inoxidável,tensionadas e afastas 80 cm da fachada.
  6. 6. O projeto destaca-sepelo conceito deestruturas metálicasaparentes,confeccionadas emperfis laminados deabas paralelas noaço ASTM a 572 Grau50, com tensão deescoamento f y = 345Mpa, fornecido noBrasil exclusivamentepelaGerdau/Açominas.
  7. 7. Centro Pompidou
  8. 8.  Custo: 46 milhões dólares Área de Construção Total: 10.700 m² Espaço de exposição: 5000 m² Studio: 196 lugares Auditório: 144 lugares Arquiteto: Shigeru Ban
  9. 9. A estrutura do telhado ondulado madeiralaminada envolve uma torre metálica de 77metros.
  10. 10.  Durante a construção, um sistema confiável e versátil de escoramento foi obrigado a apoiar o quadro inicial
  11. 11. As vigas (figura 2)são compostas portrês lâminas iguais eindependentes, apartir da prensagemde lâminas finas demadeira, sendoposteriormentecoladas entre si.
  12. 12. Os pilares (figura 3) possuem seção quadrada formadapela união de quatro lâminas iguais, produzidas com amesma técnica de colagem usada para a confecçãodas vigas. Essa disposição facilita a interligação dospilares às vigas.
  13. 13. O conector (figura 4) é formado por quatro chapasplanas, com espessura de 1/4" (6,35 mm), soldadas emsuas arestas. Essas chapas são conformadas e furadascom a técnica oxicorte, sendo chanfradas em suasarestas verticais internas e soldadas de modo a obter aconfiguração cúbica da conexão. A forma cúbica dá aopção de engate de até quatro vigas ortogonais entre si,e permite o apoio para os pilares.
  14. 14. . O processo de fabricação consiste em colar finas lâminas demadeira com espessura de 0,5 mm em camadas superpostas,com seus veios cruzados. O produto final é uma peçasemelhante aos compensados, porém com a vantagem de aconcepção construtiva facilitar a produção industrial

×