Apresentação1 molusco

11,594 views

Published on

Published in: Technology
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
11,594
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
130
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação1 molusco

  1. 1. Molusco e sua importância na economia
  2. 2. Introdução: Os moluscos são animais predominantemente marinhos, embora existam espécies de água doce e terrestre. A maioria é de vida livre podendo viver fixos, enterrados, ou ainda nadando e andando. Há representantes de grande importância econômica, como as ostras, que produzem pérolas, e os mariscos comestíveis. O cultivo de moluscos marinhos é uma atividade que vêm crescendo nas regiões do Brasil de maneira significativa nos últimos anos, principalmente por ser considerada uma boa alternativa econômica. Além dos benefícios econômicos e culturais nas comunidades de pescadores artesanais, o incremento na atividade de cultivo de moluscos marinhos trás consigo impactos ambientais para as regiões onde se desenvolve.
  3. 3. Moluscos Os moluscos são animais de corpo mole, A maioria apresenta uma concha de calcário, com variedade de cores, formas e tamanhos e que normalmente são externas e algumas vezes pode ser interna. Os moluscos são também adaptados a todos os tipos de ambientes: terrestre e aquático. Seu corpo apresenta 3 partes: cabeça, pé e massa visceral, na cabeça ficam a boca e os olhos, o pé é uma forte massa usada para locomoção e fixação. As classes de moluscos são:
  4. 4. As classes de moluscos são: Classe Gastrópodes ("estômago nos pés"): corresponde ao maior grupo de moluscos, marinhos, de água doce e de ambientes terrestres. São os conhecidos caramujos, os caracóis e as lesmas. A concha, quando presente, tem formato helicoidal.
  5. 5. Classe Bivalves (duas metades de concha): também são encontrados em água doce ou salgada. Sua concha possui duas partes que encerram completamente o corpo do animal. Os exemplos mais familiares são as ostras, os mexilhões e os mariscos. Os bivalves são os responsáveis pela produção das pérolas de valor comercial, embora qualquer molusco dotado de concha possa fabricá-las. As pérolas são formadas pela deposição de nácar ao redor de uma partícula estranha que penetra entre o manto e a concha.
  6. 6. Classe Cefalópodes ("pés na cabeça"): moluscos sem concha externa, que apresentam uma estrutura interna e uma morfologia bastante diferentes dos demais. São o polvo, a lula, o náutilo e o calamar, animais exclusivamente marinhos. O pé dos cefalópodes é dividido em tentáculos.
  7. 7. Reprodução A reprodução dos moluscos é sexuada e, na maioria dos representantes do grupo, a fecundação é interna e cruzada. O caramujo-de-jardim, por exemplo, é monóico. Na cópula, dois indivíduos aproximam-se e encostam seus poros genitais, pelos quais fecundam-se reciprocamente. Os ovos desenvolvem-se e, ao eclodirem, liberam novos indivíduos sem a passagem por fase larval (desenvolvimento direto). Nas formas aquáticas, há espécies monóicas e espécies dióicas (como o mexilhão). A forma mais comum de desenvolvimento é o indireto.
  8. 8. Homem O homem interage com a natureza de diversas formas e é interessante, senão surpreendente a relação que manteve e mantém com os moluscos. Isto remonta a tempos muitos distantes, nos primórdios da humanidade, nos tempos pré-históricos onde a utilização destes animais estava relacionada à alimentação e confecção de utensílios (armas, ferramentas e adornos). Atualmente ele continua explorando-os cada vez mais para outros fins.
  9. 9. Economia No ramo da economia os moluscos vem sendo, bastante utilizados, não só pela importância na alimentação, mas também por outros atributos como: Produção de pérola e seu grande valor comercial no ramo de artesanato
  10. 10. Ciência Os moluscos são também utilizados em grandes proporções para fins científicos: Cura de câncer; Redução de celulite; No estado da Bahia, os caldos feitos de lambreta são tomados para tratar “nervo fraco” (afrodisíaco); A lesma ( Strophocheilus sp.) é usada contra verrugas e rachaduras nos pés.
  11. 11. Conclusão Uma forma para obtenção das sementes dos moluscos mais econômica e ecologicamente correta, é o uso da tecnologia através de coletas artificiais, respeitando as resoluções e as portarias dos órgãos competentes, nas quais estão explícitas, informações básicas como o ciclo reprodutivo, profundidade corretas, melhores épocas para capturas,etc.
  12. 12. Referências Bibliográficas: JÚNIOR, Carlos Antonio Neves. Biologia Marinha. Ed. 1ª. Salvador:FTC EaD 2007 87p. NUNES, Dal . Lambetas de Cajaiba. Disponível em: <http://www.flickr.com/...124212374/in/set-99142/> Acesso em:07.jun.2008 GEORGE, Antunes Carneiro. Conhecendo os moluscos disponível em: <http://www.biotemas.ufsc.br/pdf/volume201/p81a89.pdf - . Acesso em 08.jun.2008. NETO,Eraldo Medeiros Costa. Molusco na zooterapia . Disponível em: <http://www.biotemasufsc.br/pdf/volume193/071a78pdf>. Acesso em 08.jun.2008.

×