Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Infraestrutura & Storage Area Networking Planning Assesment Integration

Mapear Servidores e Volumetrias
Arquivos BSH de a...
Sincronismo do SVC
HOST TYPE
Portas FC 2 para cada director
NAT
Apresentação RAID 5 rank extend pool , paridade e hot spar...
Call Home e SnmP

SRM
SAN HEALTH
Implementar TPC FOR DATA
Implementar TPC FOR DISK
Implementar TPC FOR Fabric
Instalação C...
1              14
         1              14
         2              8
         8              32
         1              ...
SATA ou FATA 7200 RPM                        3




ra os discos fiber channel e 50% das gavetas dos SATA, Luns Ready




N...
bility. Thus if something unforeseen happens you can go back to a known state and cut your losses before you run beyond yo...
Vale possa definir a melhor estratégia para o seu ambiente;
tartar 16 jobs de backup com duas sessões cada e com isto tere...
yond your migration window. Sometimes your 'undo' plan is restoring from tape.
  esting gives confidence that the actual e...
P envia após o backup, um arquivo com o detalhamento do que foi enviado (TOC - Table of Contents), que deverá ficar num di...
st option during a data migration.
rá ficar num diskpool em disco para que o TSM possa usá-lo quando o administrador for solicitar um restore. Mesmo os dados...
smo os dados do NDMP sendo transferidos pela SAN, o backup do TOC sempre é feito via LAN (para ficar num diskpool em disco...
iskpool em disco). O restore pode ser feito no nível de arquivo.
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample

599 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Valdir Adorni - Infra and S.A.N Assessment Integration Sample

  1. 1. Infraestrutura & Storage Area Networking Planning Assesment Integration Mapear Servidores e Volumetrias Arquivos BSH de auditoria da SAN gerado via SAN Health Volumetria e Base line solicitado e disponibilizado pelo rafael Cioti . definir interconexões físicas e lógicas Biblioteca de Fita Servidor de Backup *** TDP para plano de contigência execultar via lan free rede de contigencia Dispositivo NAS Virtualizador de Storage Subsistema de Disco Foi definido que serão conectados 16 drivers de fita, sendo 8 em cada Director Blades 6 enclousers ? Pass Thru 22 servidores ? Todos os cabos deverão ser do tipo Short Wave; Todos cabos deverão possuir conectores LC/LC (Lucent Connector), estilo Duplex Os cabos deverão ter comprimento de 30 (trinta) metros TOPOLOGIA 1 PARA 2 FABRICS (detalhar pros e contras ) e por no papel . single point of failure - vantagem melhor segurança garantir firmware tapes firmware. Serial permite duas fabrics sem isl save config ja realizado. disvatagemm do switch - gerenciamento , administração por perda em acesso. perda de acesso via ethernet. via lan free , gerenciamento decentralizado um trabalho a mais. Balanceamento e agentes de backup SDDPCM SDDDCM MPxIO RDAC mSeries RMAN oracle A Vale deverá fornecer a definição de volume para catálogo do RMAN (Renata); NDMP via SAN SDD Definir Configurações dos Director SAN Implmentar Zoaning Implementar SNMP trap Implementar Syslog Implementar Implementar ntp não vai ter isl trucking por divisão de fabric. LC FC-IP Licenças save config das configurações FC ROUTING - licensa e multiprotocol router.plano contigência Definir configurações do DS8300 formatação e configuração ELO, UNILOG, SVC, Notes, etc. Windows (em tecnologia Blade) NAS à consolida Rio (7.2TB) + Vitória (6.0TB) + NFS Server (1.7TB) + crescimento
  2. 2. Sincronismo do SVC HOST TYPE Portas FC 2 para cada director NAT Apresentação RAID 5 rank extend pool , paridade e hot spare. 28 de 146gb - disk pool ver com o márcio torre backup formatação resto raid 5 - diskpool para Configurar HOST TYPE Configurar Call Home Configurar SNMP Trap Configurar NVRAM Definir Configurações do SVC Configurar NVRAM HOST TYPE Definição de MDISK pelo Lucindo da Vale Licença para 30 TB, 1 para 2 svc nao vai ser virtualizada para a principio para o elo, mas será disponibilizada para o ambiente. Foi definido por Lucindo que para o DS8300, devemos criar estrutura de virtualização para 50% da área do storage para os discos fiber cha Syncronismo a partir do quot;0quot; backup cold Atualizar firmware para o ponto mais alto SVC FCIP 8 egines - cada engine 4 hbas 2 p/ cada director. A IBM deverá informar qual a restrição técnica para antecipação do TSM e qual o vínculo do TSM com o SVC FC ROUTING licensa e multiprotocol router Definir Configurações NAS Snap Mirror SnapVault , FlexShare, SecureAdmin, AutoSupport, CIFS, NFS, FCP, CFO e SnapDrive para Linux, Unix (todos) 2 onda NAS - VIRTUALIZAÇÃO PELO PRÓPRIO NETAPP. VERSÃO DE (SNAP-SHOT) - VERSÃO DataOnTap, SnapShot, SnapMover, SyncMirror, FilerView atividade será executada na quot;Onda 2quot;, prevista para 15/05/2008. Esta deliberação é função da inexistência do NAS Implementar SNMP Implementar Call Home Para implementação do NAS dependemos da definição da Vale sobre a estratégia de backup entre NDMP via SAN, LAN ou outra técnica. A 1. Existe uma limitação de 16 operações simultâneas de backup e/ou restore com o Data ONTAP. Existe uma limitação de 4 2. Consigo definir no NAS os drives de fita para fazer o backup LAN-FREE. 3. O tipo de backup possível via NDMP é FULL e DIFERENCIAL (o que mudou desde o último FULL). 4. O TSM não tem visão dos arquivos que o NDMP mandou para ele. Como no RMAN, o TSM vira um repositório de dados. 5. Com o backup do NAS via SAN, teremos ganho no tamanho do DB do TSM (ao invés de milhares de arquivos/entradas n 6. Porém como o TSM não conhece o conteúdo de cada arquivão enviado pelo NDMP, perdemos para o NAS a função de mi 7. É possível fazer o backup de uma cópia do SnapMirror (a cópia do NAS que vamos fazer entre Vitória x São Bernardo e R Rede IP Torre Redes Definição pela Vale Syncronização Configuração de 10 gb para Teste de syncronização. Global Mirror - Cópia Assyncrono FC ROUTING - licensa e multiprotocol router. oracle data guard (ELO). NMS e Monitoração
  3. 3. Call Home e SnmP SRM SAN HEALTH Implementar TPC FOR DATA Implementar TPC FOR DISK Implementar TPC FOR Fabric Instalação Console ds8300 Criação Rede NAT Instalação Storage Manager Configurar email para storage e recebimento de alerts . Library ds3584 implementar snmp trap implementar call home Instalação MIB para library ds3584 Configuração Serviços de Cópia FLASH COPY Global Mirror DATA GUARD SNAP MIRROR SNAP VAULT RTO x RPO RTO=10 minutos rpo= 3 a 5 segundos ESTRATÉGIAS migration plan * Have a Backup-Out plan, for each command, script, software, array utility used in the migration have an 'undo' capability. Thus if someth * Perform a 'dry-run' of the migration. While you may not be able to perform every little step you can try out the migration methods. Perhap * Stage your migration. 'Don't bite off more than you can chew', if possible perform your data migration in stages. The stages can be hourly * Manage expectations, of the project throughout the life of the project. Prior to beginning the migration ensure that the data profile and sta * Communication between your staff, project consultants, technical consultants and vendor personnel is critical throughout the project. To * Address any short comings in the environment such as failing backups, non-redundant storage connectivity and old data accumulation. M
  4. 4. 1 14 1 14 2 8 8 32 1 32 16 40 FC 15000 RPM 55 FC 10000 RPM 30 FC 10000 RPM 42 SATA ou FATA 7200 RPM 20
  5. 5. SATA ou FATA 7200 RPM 3 ra os discos fiber channel e 50% das gavetas dos SATA, Luns Ready N ou outra técnica. A IBM deverá apresentar para Lucindo os cenários comparativos entre estas técnicas para que a Vale possa definir a melhor estratég uma limitação de 40 sessões simultâneas do N-series (nosso NAS) com o NDMP. Podemos por exemplo startar 16 jobs de backup com d ositório de dados. Isto é muito bom para o backup LAN-FREE deste ambiente (hoje não temos o LAN-FREE no Windows como file-server) rquivos/entradas no DB, teremos uma entrada por arquivão enviado via NDMP) e ganho no consumo de CPU do TSM server. AS a função de migration e reclamation, mas mesmo assim acho que teremos um grande ganho para o ambiente como um todo, princip x São Bernardo e Rio de Janeiro x São Bernardo), mesmo com o SnapMirror estabelecido (não é necessário quebrar a quot;conexãoquot;).
  6. 6. bility. Thus if something unforeseen happens you can go back to a known state and cut your losses before you run beyond your migration window. Somet tion methods. Perhaps the vendor has some test equipment to which they can give you access to perform the testing. Testing gives confidence that the ac stages can be hourly or across days and can allow you to get a better judge on the success of the migration. Combined with a back-out plan for each pha e data profile and stakeholder expectations are still in-synch and that the migration will successfully meet the needs of the migration drivers. ghout the project. To ensure technical feasibility and smooth data migration everyone involved should know and understand their roles and expected times data accumulation. Mitigating or fixing these problems before the data migration can increase the odds of success.
  7. 7. Vale possa definir a melhor estratégia para o seu ambiente; tartar 16 jobs de backup com duas sessões cada e com isto teremos 32 sessões NDMP. E no Windows como file-server) pois o TSM irá receber um grande arquivo, sem conhecer seu conteúdo. O NDMP envia após o backup, u PU do TSM server. ambiente como um todo, principalmente na diminuição da janela de backup, nosso grande problema hoje. Mas será necessário fazer algu rio quebrar a quot;conexãoquot;).
  8. 8. yond your migration window. Sometimes your 'undo' plan is restoring from tape. esting gives confidence that the actual event will go well and can increase the technical ability of your staff performing the migration. d with a back-out plan for each phase this can be an excellent method to ensure success. the migration drivers. tand their roles and expected times to be involved. Calls at midnight to the vendor support 1-800 number should be the very last option during a data migr
  9. 9. P envia após o backup, um arquivo com o detalhamento do que foi enviado (TOC - Table of Contents), que deverá ficar num diskpool em erá necessário fazer alguns ajustes nas políticas de backup do file server.
  10. 10. st option during a data migration.
  11. 11. rá ficar num diskpool em disco para que o TSM possa usá-lo quando o administrador for solicitar um restore. Mesmo os dados do NDMP s
  12. 12. smo os dados do NDMP sendo transferidos pela SAN, o backup do TOC sempre é feito via LAN (para ficar num diskpool em disco). O rest
  13. 13. iskpool em disco). O restore pode ser feito no nível de arquivo.

×