EMPREGO DA LAPAROSCOPIA PARA TRATAMENTO DE IATROGENIAS E COMPLICAÇÕES VIII CURSO DE CIRURGIAS UROLÓGICAS POR VÍDEO Dr Milt...
INTRODUÇÃO <ul><li>Lesões iatrogênicas são factíveis de ocorrer: </li></ul><ul><ul><li>abertas </li></ul></ul><ul><ul><li>...
TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Período: Out / 2002 a Ago / 2006 </li></ul><ul><li>14 procedimentos laparoscópicos para correção...
TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Preparo pré-operatório </li></ul><ul><li>Posição: </li></ul><ul><ul><li>DDH Trendelemburg- acess...
REIMPLANTE URETEROVESICAL (n=5) HMP   T.C.  T.I.   T.S.   (horas)  (dias)  (meses) Caso 1  Retosigmoidectomia - Doença div...
REIMPLANTE URETEROVESICAL <ul><li>Tempo sondagem vesical: 7 dias </li></ul><ul><li>Técnica cirúrgica: Gregoir-Lich </li></...
 
URETEROLISE OMENTOPLASTIA (n=3) HMP   T.C  T.I.  T.S.   horas)   (dias)  (meses) Caso 1   Retosigmoidectomia – Doença dive...
 
CORREÇÃO DE LESÃO INTESTINAL (n=3) HMP   T.C.  T.I.   T.S.   (horas)  (dias)  (meses) Caso 1   TVT   Abdome agudo perfurat...
Medline: 1 artigo Milão 2002 (TVT)
 
CORREÇÃO DE FÍSTULA VESICO-VAGINAL (n=2) <ul><li>  HMP   T.C.  sonda  T.I  T.S. </li></ul><ul><li>  (horas)  (dias)  (dias...
 
PIELOLITOTOMIA - RETIRADA DE DUPLO J (n=1) <ul><li>Cálculo de pelve renal </li></ul><ul><li>Duplo J enovelado na pelve </l...
 
RESULTADOS <ul><li>Tempo cirúrgico: 45 - 390 min (média 178) </li></ul><ul><li>Dificuldades técnicas: </li></ul><ul><ul><l...
CONCLUSÃO <ul><li>A laparoscopia é uma opção minimamente invasiva para tratar as lesões iatrogênicas e  as complicações ci...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Emprego da laparoscopia para tratamento de iatrogenias e complicações

1,713 views

Published on

Emprego da laparoscopia para tratamento de iatrogenias e complicações.

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,713
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Emprego da laparoscopia para tratamento de iatrogenias e complicações

  1. 1. EMPREGO DA LAPAROSCOPIA PARA TRATAMENTO DE IATROGENIAS E COMPLICAÇÕES VIII CURSO DE CIRURGIAS UROLÓGICAS POR VÍDEO Dr Milton T. Tanaka
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><li>Lesões iatrogênicas são factíveis de ocorrer: </li></ul><ul><ul><li>abertas </li></ul></ul><ul><ul><li>laparoscópicas </li></ul></ul><ul><li>Diagnóstico precoce </li></ul><ul><li>Correção adequada </li></ul><ul><li>Tradicionalmente = “a céu aberto” </li></ul><ul><li>Laparoscopia = opção terapêutica </li></ul>
  3. 3. TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Período: Out / 2002 a Ago / 2006 </li></ul><ul><li>14 procedimentos laparoscópicos para correção de iatrogenias e complicações </li></ul><ul><li>13 pacientes </li></ul><ul><ul><li>2 masculinos </li></ul></ul><ul><ul><li>11 femininos </li></ul></ul><ul><li>Idade: 12 - 59 (média: 41,6 anos) </li></ul>
  4. 4. TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Preparo pré-operatório </li></ul><ul><li>Posição: </li></ul><ul><ul><li>DDH Trendelemburg- acesso cavidade vaginal </li></ul></ul><ul><ul><li>Decúbito lateral </li></ul></ul><ul><li>Utilização de 3 a 4 portais </li></ul><ul><li>Duplo J </li></ul><ul><li>Bisturi monopolar </li></ul>
  5. 5. REIMPLANTE URETEROVESICAL (n=5) HMP T.C. T.I. T.S. (horas) (dias) (meses) Caso 1 Retosigmoidectomia - Doença diverticular 4:00 3 47 Estenose de ureter Caso 2 Cisto anexial – endometriose 6:30 4 31 Fístula uretero-cutânea Caso 3 Perineoplastia 3:00 2 24 Fístula uretero-vaginal Caso 4 Litíase 3:00 2 24 Estenose de ureter Caso 5* Histerectomia 5:00 3 17 Estenose de ureter * Foi realizado Psoas Hitch com reimplante de ureter
  6. 6. REIMPLANTE URETEROVESICAL <ul><li>Tempo sondagem vesical: 7 dias </li></ul><ul><li>Técnica cirúrgica: Gregoir-Lich </li></ul><ul><li>Caso 2: requereu vésico - promontofixação </li></ul><ul><li>Implante de duplo J: nenhum </li></ul><ul><li>MEDLINE(1993-2005): 7 trabalhos / Fugita OE ; Branco AW </li></ul>
  7. 8. URETEROLISE OMENTOPLASTIA (n=3) HMP T.C T.I. T.S. horas) (dias) (meses) Caso 1 Retosigmoidectomia – Doença diverticular Estenose de ureter 2:00 2 47 Reimplante uretero-vesical laparoscópico Caso 2 Pieloplastia laparoscópica 2:00 2 32 Hidronefrose Caso 3* Laparotomia FAF + ponto 5:30 3 29 transfixante ureter + cálculo * Implante Duplo J
  8. 10. CORREÇÃO DE LESÃO INTESTINAL (n=3) HMP T.C. T.I. T.S. (horas) (dias) (meses) Caso 1 TVT Abdome agudo perfurativo 2:30 3 29 Sepse Caso 2* Ureterolitotomia laparoscópica 1:10 5 23 Fístula entero-cutânea *17 operações prévias Caso 3 Sling aponeurótico Abdome agudo perfurativo 0:45 4 8 Agulha de Stamey
  9. 11. Medline: 1 artigo Milão 2002 (TVT)
  10. 13. CORREÇÃO DE FÍSTULA VESICO-VAGINAL (n=2) <ul><li> HMP T.C. sonda T.I T.S. </li></ul><ul><li> (horas) (dias) (dias) (meses) </li></ul><ul><li>Caso 1 Histerectomia </li></ul><ul><li> (Nódulo endometrial de 2:10 7 3 38 cúpula vaginal) </li></ul><ul><li> Fístula supra-trigonal </li></ul><ul><li>Caso 2 Histerectomia 3:00 12 2 19 </li></ul><ul><li> Fístula fundo vesical </li></ul><ul><li> MEDLINE/LILACS: 9 trabalhos - 23 casos </li></ul><ul><ul><li> MAIOR SÉRIE: Sotelo-Mirandolino 15 casos </li></ul></ul>
  11. 15. PIELOLITOTOMIA - RETIRADA DE DUPLO J (n=1) <ul><li>Cálculo de pelve renal </li></ul><ul><li>Duplo J enovelado na pelve </li></ul><ul><li>Acesso = retroperitoneal </li></ul><ul><li>Tempo cirúrgico: 1h10min </li></ul>
  12. 17. RESULTADOS <ul><li>Tempo cirúrgico: 45 - 390 min (média 178) </li></ul><ul><li>Dificuldades técnicas: </li></ul><ul><ul><li>Lise de aderências e bridas </li></ul></ul><ul><ul><li>Processo inflamatório local </li></ul></ul><ul><li>Transfusão sanguinea: nenhum caso </li></ul><ul><li>Permanência hospitalar : 2,8 dias </li></ul><ul><li>Todos os pacientes tiveram as suas lesões corrigidas sem quaisquer complicações adicionais e com ótima evolução </li></ul>
  13. 18. CONCLUSÃO <ul><li>A laparoscopia é uma opção minimamente invasiva para tratar as lesões iatrogênicas e as complicações cirúrgicas com pleno sucesso </li></ul>

×