Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
VII CURSO DE CIRURGIAS UROLÓGICAS POR VÍDEO ADRENALECTOMIA PARCIAL LAPAROSCÓPICA Dr. Milton T. Tanaka
INTRODUÇÃO <ul><ul><li>Janetschek et al.1997 - hiperaldosteronismo e feocromocitoma </li></ul></ul><ul><ul><li>Walz et al....
CT
RNM
INDICAÇÃO <ul><li>*Tumor adrenal bilateral  </li></ul><ul><li>*Tumor em adrenal remanescente  </li></ul><ul><li>*Neoplasia...
<ul><li>VASCULARIZAÇÃO ARTERIAL </li></ul>ANATOMIA
VASCULARIZAÇÃO VENOSA ANATOMIA
VIA DE ACESSO <ul><li>Transperitoneal anterior e lateral  esquerda </li></ul>
VIA DE ACESSO <ul><li>Transperitoneal anterior e lateral  </li></ul><ul><li>direita </li></ul>
<ul><li>Retroperitoneal posterior e lateral  esquerda </li></ul>VIA DE ACESSO
VIA DE ACESSO <ul><li>Retroperitoneal posterior e lateral </li></ul><ul><ul><li>Direita </li></ul></ul>
TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Preservação de circulação </li></ul>
<ul><li>VASCULARIZAÇÃO ARTERIAL </li></ul>ANATOMIA
TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Preservação de circulação </li></ul>
TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Ultrasom laparoscópico: </li></ul><ul><li>-  Probe de 7.5 Mhz, 10 mm, flexível </li></ul><ul><ul...
TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Recomendações: </li></ul><ul><li>Manter pelo menos um terço da glândula </li></ul><ul><li>Margem...
COMPLICAÇÕES
RESULTADOS
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Adrenalectomia Parcial

1,732 views

Published on

Published in: Health & Medicine, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Adrenalectomia Parcial

  1. 1. VII CURSO DE CIRURGIAS UROLÓGICAS POR VÍDEO ADRENALECTOMIA PARCIAL LAPAROSCÓPICA Dr. Milton T. Tanaka
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><ul><li>Janetschek et al.1997 - hiperaldosteronismo e feocromocitoma </li></ul></ul><ul><ul><li>Walz et al.1998 - adenoma de Cushing </li></ul></ul><ul><ul><li>Evitar insuficiência adrenal em caso de bilateralidade da lesão </li></ul></ul><ul><ul><li>Literatura internacional escassa </li></ul></ul><ul><li>Seleção precisa por exames de imagem: </li></ul><ul><ul><li>Tomografia computatorizada </li></ul></ul><ul><ul><li>Ressonância magnética </li></ul></ul>
  3. 3. CT
  4. 4. RNM
  5. 5. INDICAÇÃO <ul><li>*Tumor adrenal bilateral </li></ul><ul><li>*Tumor em adrenal remanescente </li></ul><ul><li>*Neoplasias familiares : feocromocitoma (bilateral em até 70%) </li></ul><ul><li>*Tumor unilateral: discutível mas alguns autores indica quando a lesão é pequena, periférica e única. </li></ul><ul><li>- Hiperaldosteronismo </li></ul><ul><li>- Sindrome Cushing </li></ul><ul><li>- Incidentaloma </li></ul><ul><li>- Feocromocitoma </li></ul>
  6. 6. <ul><li>VASCULARIZAÇÃO ARTERIAL </li></ul>ANATOMIA
  7. 7. VASCULARIZAÇÃO VENOSA ANATOMIA
  8. 8. VIA DE ACESSO <ul><li>Transperitoneal anterior e lateral esquerda </li></ul>
  9. 9. VIA DE ACESSO <ul><li>Transperitoneal anterior e lateral </li></ul><ul><li>direita </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Retroperitoneal posterior e lateral esquerda </li></ul>VIA DE ACESSO
  11. 11. VIA DE ACESSO <ul><li>Retroperitoneal posterior e lateral </li></ul><ul><ul><li>Direita </li></ul></ul>
  12. 12. TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Preservação de circulação </li></ul>
  13. 13. <ul><li>VASCULARIZAÇÃO ARTERIAL </li></ul>ANATOMIA
  14. 14. TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Preservação de circulação </li></ul>
  15. 15. TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Ultrasom laparoscópico: </li></ul><ul><li>- Probe de 7.5 Mhz, 10 mm, flexível </li></ul><ul><ul><li>Delimita o tumor do parênquima normal </li></ul></ul><ul><ul><li>Estuda vasos para preservação </li></ul></ul><ul><ul><li>Identifica tumores pequenos(<3mm) não visualizado no pré-operatório. </li></ul></ul>
  16. 16. TÉCNICA CIRÚRGICA <ul><li>Recomendações: </li></ul><ul><li>Manter pelo menos um terço da glândula </li></ul><ul><li>Margem cirúrgica de 5 mm </li></ul><ul><li>Bisturi harmônico ou bipolar </li></ul><ul><li>Cola de fibrina-hemostasia </li></ul><ul><li>Grampeador linear </li></ul>
  17. 17. COMPLICAÇÕES
  18. 18. RESULTADOS

×