Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Modelo pim gti final

3,835 views

Published on

teeste

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Modelo pim gti final

  1. 1. SUMÁRIOContentsINTRODUÇÃO ............................................................................................................................................. 31. INTERNET (ESCREVER NO MÍNIMO 3 PÁGINAS PARA ESTE CAPÍTULO) ................................ 4 1.1. INTRODUÇÃO .................................................................................................................................. 4 1.2. HISTÓRIA ....................................................................................................................................... 4 1.3. WEB 1.0 ....................................................................................................................................... 5 1.4. WEB 2.0 ....................................................................................................................................... 5 1.5. WEB 3.0 ....................................................................................................................................... 52. MODELO DE APLICAÇÃO WEB 3.0 (ESCREVER NO MÍNIMO 8 PÁGINAS PARA ESTECAPÍTULO) ................................................................................................................................................ 12 2.1. INTRODUÇÃO ................................................................................................................................ 12 2.2. PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES (4 PÁGINAS) ................................................................................... 12 2.3. TECNOLOGIAS APLICADAS (1 PÁGINA)............................................................................................ 14 2.4. INFRA-ESTRUTURA TECNOLÓGICA PREVISTA (1 PÁGINA).................................................................. 15 2.5. MODELO DE PROCESSOS DA APLICAÇÃO (1 PÁGINA) ...................................................................... 18 2.6. MODELO DE DADOS DA APLICAÇÃO (1 PÁGINA) .............................................................................. 233. CONFIDENCIALIDADE DO PROJETO (ESTAREI ENTREGANDO MATERIAL DE APOIO PARAO DESENVOLVIMENTO DESTE CAPÍTULO) ......................................................................................... 28 3.1. INTRODUÇÃO ................................................................................................................................ 28 3.2. PROCEDIMENTOS A SEREM ADOTADOS DURANTE O DESENVOLVIMENTO DO PROJETO ....................... 284. DESAFIOS GERENCIAIS ................................................................................................................. 31 4.1. INTRODUÇÃO ................................................................................................................................ 31 4.2. RESULTADOS ESPERADOS COM A IMPLANTAÇÃO DESTE PROJETO.................................................... 315. RELACIONAMENTO DE CADA DISCIPLINA COM O DESENVOLVIMENTO DO PIM ................. 33 5.1. REDES DE DADOS E TELECOMUNICAÇÕES ..................................................................................... 33 5.2. MATEMÁTICA APLICADA ................................................................................................................ 33 5.3. MODELAGEM DE PROCESSOS........................................................................................................ 34 5.4. SISTEMA DE INFORMAÇÃO ............................................................................................................. 34 5.5. ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ........................................................................................... 36 5.6. METODOLOGIA DE PESQUISA ......................................................................................................... 36 5.7. ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL .............................................................................................. 366. CONCLUSÃO .................................................................................................................................... 387. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................................................. 40GLOSSÁRIO .............................................................................................................................................. 41 1
  2. 2. LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLASXxxx - XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 2
  3. 3. INTRODUÇÃO (Texto introdução – Escrever o que será apresentando nas próximas páginas) O objetivo geral deste trabalho é desenvolver a empresa WEB3.PIM. Esta empresadesenvolverá um projeto que fornecerá conteúdo baseado no conceito da Web 3.0. Nodesenvolvimento do projeto para o ambiente computacional a ser definido, a empresaWEB3.PIN deverá projetar um modelo de sistema (aplicação) que estará confinado naintranet da universidade com o nome de UniPIM e que tem um campi por estado, alémdo Distrito Federal. (Portanto a aplicação será utilizado pela Universidade para finseducacionais). 3
  4. 4. 1. INTERNET(Escrever no mínimo 3 páginas para este capítulo)1.1. Introdução Internet ("Entre-rede") é uma rede de computadores, capaz de interligar todos os computadores do mundo através de várias redes interligadas. Cada rede individual é administrada, mantida e sustentada em separado por instituições educacionais particulares e por outras organizações.1.2. História A Internet nasceu praticamente sem querer. Foi desenvolvida nos tempos remotos da Guerra Fria com o nome de ArphaNet para manter a comunicação das bases militares dos Estados Unidos, mesmo que o Pentágono fosse riscado do mapa por um ataque nuclear. Quando a ameaça da Guerra Fria passou, ArphaNet tornou-se tão inútil que os militares já não a consideravam tão importante para mantê-la sob a sua guarda. Foi assim permitido o acesso aos cientistas que, mais tarde, cederam a rede para as universidades as quais, sucessivamente, passaram-na para as universidades de outros países, permitindo que pesquisadores domésticos a acessarem, até que mais de 5 milhões de pessoas já estavam conectadas com a rede e, para cada nascimento, mais 4 se conectavam com a imensa teia da comunicação mundial. Nos dias de hoje, não é mais um luxo ou simples questão de opção uma pessoa utilizar e dominar o manuseio e serviços disponíveis na Internet, pois é considerada o maior sistema de comunicação desenvolvido pelo homem. Com o surgimento daWorldWide Web, esse meio foi enriquecido. O conteúdo da rede ficou mais atraente com a possibilidade de incorporar imagens e sons. Um novo sistema de localização de arquivos criou um ambiente em que cada informação tem um endereço único e pode ser encontrada por qualquer usuário da rede. Em síntese, a Internet é um conjunto de redes de computadores interligadas que tem em comum um conjunto de protocolos e serviços, de uma forma que os usuários conectados possam usufruir de serviços de informação e comunicação de alcance mundial. 4
  5. 5. WEB 1.0 É difícil definir a Web 1.0. Primeiro, Web 2.0 não se refere a um avanço específico na tecnologia da Web, mas a um conjunto de técnicas para design e execução depáginas de Web. Segundo, algumas dessas técnicas existem desde que a World Wide Web foi lançada, de modo que é impossível separar a Web 1.0 e a Web 2.0 em termos cronológicos. A definição de Web 1.0 depende completamente da definição de Web 2.0. Tendo isso em mente, se a Web 2.0 é uma coleção das abordagens mais efetivas na WorldWide Web, então a Web 1.0 inclui tudo mais. Quanto ao significado do termo "efetivo", Tim OReilly diz que ele se relaciona a fornecer aos usuários uma experiência envolvente, de modo que eles desejem retornar à página no futuro. Veja a seguir as estratégias que OReilly considera parte da filosofia da Web 1.0. Os sites de Web 1.0 são estáticos - eles contêm informações que podem ser úteis, mas não existe razão para que um visitante retorne ao site mais tarde. Um exemplo pode ser uma página pessoal que ofereça informações sobre o dono do site, mas que não mude nunca. Uma versão Web 2.0 dessa ideia seria umblog ou perfil noMySpace, que os proprietários pudessem atualizar frequentemente. Os sites de Web 1.0 não são interativos - os visitantes podem visitá- los, mas não modificá-los ou contribuir com eles. A maioria das organizações têm páginas de perfis que visitantes podem consultar mas sem fazer alterações, enquanto um wiki permite que qualquer visitante realize mudanças. Os aplicativos da Web 1.0 são fechados - sob a filosofia da Web 1.0, as empresas desenvolvem aplicativos de software que os usuários podem baixar, mas não são autorizados a ver como o aplicativo funciona, ou a alterá-lo. Um aplicativo de Web 2.0 é um programa de fonte aberta, o que significa que todos veêm o código-fonte do programa. Os usuários podem ver como o software funciona e modificá-lo, ou até mesmo construir novos aplicativos com base em programas antigos. O Netscape Navigator, por exemplo, era um aplicativo fechado da era da Web 1.0. OFirefox segue a filosofia da Web 2.0 e oferece aos criadores de software todas as ferramentas que eles precisam para criar novos aplicativos para o Firefox.WEB 2.0Quem usa a internet com frequência percebeu significativas mudanças na maioria daspáginas que visita. Há alguns anos, os sites estavam disponíveis como livros: aspessoas acessavam, liam e viam o que era de interesse e fechavam. No máximo, a 5
  6. 6. comunicação com os desenvolvedores ou responsáveis pelo conteúdo era através deum e-mail. Atualmente, uma página que se limitar a isso está fadada ao esquecimento. Hoje, para uma página ser minimamente enquadrada nesse “segundo capítulo” da história da internet, ela deve fornecer experiência de conteúdo para o usuário. Este conteúdo deve ser dinâmico e aberto à participação dele, no mínimo. Deve fugir de blocos de textos e proporcionar opções de alcance daquilo que o usuário deseja. O nome da revolução. Essas mudanças ganharam o nome de Web 2.0 e são talvez a maior revolução que a internet já passou como um todo. O “2.0” indica uma nova versão da internet, um novo capítulo, novos rumos para a grande rede. O objetivo é fornecer aos navegantes mais criatividade, compartilhamento de informação e, mais que tudo, colaboração entre eles, fazendo com que esses navegantes tomem parte nesta revolução. Com base nestes conceitos, explodiram serviços de relacionamentos sociais, páginas repletas de vídeos, wikis, blogs e outros serviços com um traço em comum: a participação efetiva do usuário nos dois sentidos do tráfego de informação: recebe-se conteúdo dinâmico, fornece-se o mesmo tipo de informação com a mesma facilidade. O mais interessante disto tudo é que não se trata de uma revolução tecnológica ou atualização brusca. É simplesmente uma mudança na maneira de promover conteúdo dinâmico através da internet. Para os olhos também, por sorte Visualmente, as páginas também mudaram bastante. Elas estão com elementos gráficos muito mais desenvolvidos, tratados e agradáveis. Porém, essas mudanças não devem ser relacionadas diretamente com o conceito de Web 2.0. Essas melhorias gráficas foram aprimoramentos aplicados pelos desenvolvedores que coincidiram com a explosão do conteúdo dinâmico. Bom para os usuários, que, ao mesmo tempo, ganharam “voz” na internet com páginas muito mais agradáveis visualmente. Um exemplo de como o visual não está diretamente ligado a este novo conceito é a Wikipédia, que possui uma estrutura visual básica, investindo pesado mesmo no conteúdo. O Orkut é outro caso de simplicidade no visual, mas eficiência em seus recursos. Simplicidade esta que não deve ser confundida com precariedade, pelo contrário. Obviamente que gráfico e dinamismo se encontram muitas vezes, e essa união é muito bem vista (literalmente) pelos usuários. Além das inovações puramente gráficas, páginas Web 2.0 também trouxeram alguns recursos deste tipo, como botões grandes e efeitos em degrade. Porém, se o internauta não souber o que fazer em um ambiente maravilhosamente desenvolvido graficamente, esqueça, ele não volta à página. 6
  7. 7. Em resumo, as páginas Web 2.0 aproveitaram os recursos gráficos, aprimorarammuitos deles e hoje os aproveitam em muitos casos, mas isso não implica uma relaçãodireta entre eles.WEB 3.0Introdução a Como funcionará a Web 3.0Você decidiu ir ao cinema e comer alguma coisa depois. Você está a fim de umacomédia e de uma comida mexicana (em inglês) incrivelmente temperada. Ao iniciarseuPC, você abre um navegador da Web e acessa o Google para procurar um cinema,um filme e informações sobre o restaurante. Você precisa saber que filmes estão emexibição nas salas mais próximas, então você passa um tempo lendo a sinopse decada filme antes de decidir. Além disso, você quer ver quais restaurantes mexicanosestão perto de cada uma dessas salas. E você pode querer dar uma olhada nascríticas dos clientes dos restaurantes. No total, você visita meia dúzia de sites antes desair.Alguns especialistas em Internet creem que a próxima geração da Web, Web 3.0,tornará tarefas como a pesquisa sobre filmes e sobre comida mais rápidas e maisfáceis. Em vez de múltiplas pesquisas, você poderá digitar uma ou duas frasescomplexas no seu navegador Web 3.0 e a rede fará o resto. No nosso exemplo, vocêpoderia digitar "Eu quero ver um filme engraçado e depois comer em um bomrestaurante mexicano. Quais são minhas opções?" O navegador Web 3.0 irá analisarsua pergunta, pesquisar a Internet por todas as respostas possíveis e então, organizaros resultados para você.Mas não é só isso. Muitos desses especialistas acreditam que o navegador Web 3.0irá agir como um assistente pessoal. Enquanto você navega pela Web, o navegadorregistra seus interesses. Quanto mais você usa a rede, mais o seu navegador aprendesobre você e menos específico você precisará ser quando perguntar alguma coisa.Com o tempo, você poderá fazer perguntas abertas para o navegador, como: "onde eudevo almoçar?" Seu navegador consultaria os registros de o que você gosta e o quenão gosta, levaria em consideração o local onde você está e então, faria uma sugestãode uma lista de restaurantes.O caminho para a Web 3.0 7
  8. 8. Entre todos os jargões e palavras de efeito da Internet que passaram a ser deconhecimento do público, a "Web 2.0" (em inglês) é provavelmente a mais conhecida.Embora muitas pessoas tenham ouvido falar dela, poucas conhecem o significado deWeb 2.0. Algumas pessoas afirmam que o nome é nada mais do que uma estratégiade marketing feita para convencer os capitalistas aventureiros a investirem milhões dedólares em sites. O fato é que quando DaleDougherty, da OReilly Media, lançou otermo, não existia uma definição clara. Também não havia qualquer acordo sobre aexistência de uma Web 1.0.Outras pessoas insistem que a Web 2.0 é uma realidade. Abaixo, em resumo, ascaracterísticas da Web 2.0. · A possibilidade de os visitantes alterarem páginas da Web - a Amazon permite que os visitantes postem avaliações de produtos. Utilizando um formulárioonline, o visitante pode acrescentar informações às páginas da Amazon que outros futuros visitantes poderão ler. · Utilização de páginas para ligar pessoas a outros usuários - sites de relacionamento como o Facebook e o Myspace são populares porque tornam fácil para os usuários encontrar outros usuários e manter contato. · Métodos rápidos e eficazes de compartilhar conteúdo – o Youtube é o exemplo perfeito. Um membro do Youtube pode criar um vídeo e fazer o upload do conteúdo para que outros possam assisti-lo em menos de uma hora. · Novas maneiras de conseguir informação - atualmente, os internautas podem se inscrever em serviços de ReallySimpleSyndication (RSS) e receber notificações de atualizações daquela página enquanto uma conexão de Internet estiver disponível. · Expandir o acesso à Internet para além do computador - muitas pessoas acessam a Internet por meio de dispositivos como telefones celulares ou consoles de videogames. Alguns especialistas esperam que em pouco tempo os consumidores tenham acesso à Internet através da TV e outros dispositivos.Pense na Web 1.0 como uma biblioteca. Você pode utilizá-la como uma fonte deinformação, mas não pode contribuir ou alterar a informação de nenhuma maneira. AWeb 2.0 (em inglês) é mais como um grande grupo de amigos e conhecidos. Vocêpode utilizá-la para receber informação, mas também pode contribuir com a conversa etorná-la uma experiência mais rica.Enquanto algumas pessoas ainda estão tentando se acostumar com a Web 2.0, outrasjá estão pensando sobre o que está por vir. Como será a Web 3.0? Quais serão as 8
  9. 9. diferenças em relação à Web que utilizamos hoje? Ela será uma mudançarevolucionária ou será tão sutil que nem perceberemos a diferença?Como os especialistas em Internet acham que será a próxima geração do World WideWeb? Continue lendo para descobrir.Fundamentos da Web 3.0Os especialistas em Internet acham que a Web 3.0 será como ter um assistentepessoal que sabe praticamente tudo sobre você e que pode acessar toda a informaçãoda Internet para responder qualquer pergunta sua. Muitos comparam a Web 3.0 comum banco de dados gigante. Enquanto a Web 2.0 utiliza a Internet para conectarpessoas, a Web 3.0 servirá para conectar informações. Alguns especialistas acreditamque a Web 3.0 substituirá a rede atual enquanto outros acreditam que ela existirá comouma rede independente.É mais fácil entender o conceito com um exemplo. Vamos supor que você estejapensando em tirar umas férias. Você deseja visitar um lugar quente e tropical ereservou um orçamento de US$ 3.000 para a sua viagem. Você deseja ficar em umbom lugar, mas não quer que isso custe muito em seu orçamento. Você também querfazer um bom negócio com as passagens de avião.Com a tecnologia da Web disponível atualmente, você teria que pesquisar bastantepara encontrar as melhores opções para as férias. Você teria que pesquisar possíveisdestinos e decidir o mais adequado para você. Você poderia visitar dois ou três sitesde viagens e comparar preços de passagens aéreas e hotéis. Você gastaria muitotempo pesquisando pelos vários resultados obtidos por um site de busca. Todo oprocesso levaria horas.De acordo com alguns especialistas em Internet, com a Web 3.0 você poderá relaxar edeixar que a Internet faça todo o trabalho por você. Você pode usar um serviço debusca e especificar os parâmetros da pesquisa. O navegador então junta, analisa eapresenta os dados de uma maneira que tornará possível a comparação em um piscarde olhos. Ele pode fazer isso porque a Web 3.0 será capaz de compreender ainformação da Web.Agora mesmo, quando você usa um site de busca, o site ainda não é capaz deentender realmente o que você pesquisa. Ele procura por páginas que contêm aspalavras-chaves presentes em seus termos de busca. O site de busca não podeafirmar se a página é realmente relevante para a sua pesquisa. Ele só pode dizer quea palavra-chave aparece naquela página. Por exemplo, se você pesquisar pelo termo"Saturno", provavelmente terá resultados de algumas páginas sobre o planeta Saturnoe de outras sobre o fabricante do carro Saturno. 9
  10. 10. Um site de busca da Web 3.0 poderia encontrar não só as palavras-chaves de suapesquisa, mas também interpretaria o contexto do pedido. Ele retornaria resultadosrelevantes e faria sugestões de outros conteúdos relacionados aos seus termos debusca. No nosso exemplo de férias, se você digitasse "destinos tropicais de férias comcusto abaixo de US$ 3.000" como uma busca, o navegador da Web 3.0 poderia incluiruma lista de atividades divertidas ou excelentes restaurantes relacionados aosresultados da pesquisa. Ele trataria toda a Internet como um enorme banco de dadosde informação disponível para qualquer pesquisa.A Web 3.0 se aproximaVocê nunca sabe como realmente será a tecnologia do futuro. No caso da Web 3.0, amaioria dos especialistas em Internet concorda sobre suas características gerais. Elesacreditam que a Web 3.0 oferecerá aos usuários experiências mais ricas e maisrelevantes. Muitos também acreditam que com a Web 3.0, todos os usuários terão umúnico perfil na Internet baseado no histórico de navegação de cada um. A Web 3.0utilizará esse perfil para ajustar a experiência de navegação de cada indivíduo. Issosignifica que se duas pessoas diferentes realizassem uma pesquisa na Internet com asmesmas palavras-chaves utilizando o mesmo serviço, elas receberiam resultadosdiferentes determinados por seus perfis individuais.As tecnologias e os softwares necessários para esse tipo de aplicação ainda nãoamadureceram. Serviços como o TiVO (em inglês) e a Pandora fornecem conteúdoindividual baseado nos usuários, mas ambos dependem de uma abordagem detentativa e erro que não é tão eficaz quanto os especialistas dizem que a Web 3.0será. Mais importante ainda, tanto o TiVO quanto o Pandora possuem um escopolimitado de programas de TV e música respectivamente, ao passo que a Web 3.0 iráenvolver toda a informação da Internet.Alguns especialistas acreditam que a base da Web 3.0 serão as interfaces deprogramação de aplicações (APIs). Uma API é uma interface designada a permitir queos desenvolvedores criem aplicações que tirem vantagem de certos conjuntos derecursos. Muitos sites da Web 2.0 incluem APIs que dão aos programadores acessoaos dados e às capacidades únicas dos sites. Por exemplo, a API do Facebookpermite que os desenvolvedores criem programas que utilizam o Facebook como umaplataforma para jogos, teste de conhecimentos gerais, avaliações de produtos e muitomais.Uma tendência da Web 2.0, que poderia auxiliar no desenvolvimento da Web 3.0, é omashup. Um mashup é a combinação de dois ou mais aplicativos em um únicoaplicativo. Por exemplo, um desenvolvedor poderia combinar um programa quepermitisse aos usuários avaliar restaurantes com o Google Maps. O novo aplicativo 10
  11. 11. mashup poderia exibir não só as avaliações dos restaurantes, mas também osmapearia para que o usuário pudesse ver as localizações. Alguns especialistas emInternet acreditam que a criação de mashups será tão fácil na Web 3.0 que qualquerpessoa será capaz de fazer isso.Outros especialistas acreditam que a Web 3.0 vai surgir do começo. Em vez de utilizaro HTML como linguagem básica de codificação, ela irá depender de alguma linguagemnova e ainda sem nome. Esses especialistas sugerem que seria mais fácil começar dobásico do que tentar mudar a Web atual. Todavia, essa versão da Web 3.0 é tãoteórica que é praticamente impossível dizer como ela funcionará.O homem responsável pelo World Wide Web tem sua própria teoria de como será ofuturo da Web. Ele a chama de Web Semântica e muitos especialistas em Internet seapoiam em seu trabalho quando falam sobre a Web 3.0. O que é exatamente a WebSemântica? Continue lendo para descobrir. 11
  12. 12. 2. MODELO DE APLICAÇÃO WEB 3.0(Escrever no mínimo 8 páginas para este capítulo)2.1. Introdução (Descrever em detalhes a aplicaçãoque vocês desenvolveram baseado nos conceitos do WEB 3.0). f Hoje a internet vem cada vez mais sendo direcionada para a interatividade do usuário, oferecendo serviços inteligentes, organizados, interativos e de fácil entendimento de todos aos que utilizam, agregando valores como, por exemplo, o conhecimento, entre outros. Com a Web 3.0 no que se refere à pesquisa a grande capacidade de interpretar, conectar e disponibiliza os dados sob medida e interesse para cada usuário levar maior segmentação e personalização para um patamar mais elevado, trazer mais inteligência a rede, inteligência artificial, inteligência coletiva, transformando dados em informações e conhecimento. Seguindo esse conceito a WEB 3.0 PIM disponibiliza o sistema UniPIM, que oferece um ambiente nos padrões redes sociais no qual o aluno tem acesso a uma página de perfil, feed de informações atualizadas, área exclusiva para download e upload de materiais didáticos, calendário acadêmico, caixa de e-mail, área para bate-papo simultâneo, fórum de debates acadêmicos e uma ferramenta de busca inteligente para pesquisas. Estes recursos oferecidos aos alunos somam e há uma interação dinâmica das informações, estimula o conhecimento e o compartilhamento de experiências, tornando uma ferramenta flexível para estudo e uma experiência na nova tecnologia que mudará a internet do futuro que fará parte do seu dia-a-dia tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. WEB 3.0 PIM pretende implantar o sistema em os campi’s da UNIP espalhados em todos os estados brasileiros, Data Center instalado nos campi UNIP Paulista em São Paulo-SP, para monitoramento e controle do todo. O projeto prevê também um sigilo, tendo como uma de suas prioridades a segurança dos dados e informações.2.2. Principais Funcionalidades (4 páginas) (Descrever em detalhes a aplicação que vocês desenvolveram baseado nos conceitos do WEB 3.0. Pelo objetivo definido esta aplicação será utilizada pela Universidade. Portanto é uma aplicação de âmbito educacional). 12
  13. 13. O sistema UniPIM oferece um ambiente padrão de redes sociais com o perfil doaluno(usuário), feed de informações sempre atualizadas, acesso aos arquivosacadêmico (download e upload), calendário acadêmico, e-mail, fórum de debatesacadêmicos e uma ferramenta de busca inteligente para pesquisas. Na página do perfilo aluno poderá personalizar inserir suas informações tipo: Nome, contato (e-mail,telefone, celular... entre outros), foto, cidade e estado, hobbies, entre outros, curso e ocampi da UNIP onde estuda. Há a possibilidade de expor suas experiênciasprofissionais, como último/atual/anteriores cargos/emprego/empresa, status deempregado. Todos estes dados serão armazenados em um banco de dados da UNIP eempresas que tiverem interesse em buscar um profissional formado/cursando nainstituição da UNIP terá o acesso garantido de acordo com a política de segurança. Todas essas informações são de fundamental importância para que os alunos(usuários) interajam entre si, havendo troca de informações e experiências nas áreasde atuações, conceito básico de uma rede social. Nos feed’s de informações apresentaram noticias, reportagens, vagas deempregos, estágios, traines, cursos, palestras, curiosidades, esportes, entre outros.Tudo de acordo com o perfil do aluno (usuário), pois, o feed utiliza das informaçõespreenchidas pelo aluno (usuário) no cadastro. No campo arquivos acadêmicos o aluno poderá organizar conteúdos relacionaisa materiais de aula em pastas/subpastas, realizar uploads e downloads de arquivos.Já no campo de arquivos acadêmicos o aluno poderá fazer downloads e uploads dearquivos, apostilas, trabalhos, textos, artigos, slides referentes ao seu curso. Buscandoauxilio e compartilhando diversos tipos de materiais, buscando e ajudando outroscolegas, por exemplo, na elaboração de um trabalho.O calendário acadêmico pode ser visualizado na página (janela) do perfil, mostrandoos dias do ano como qualquer outro calendário, mas com diferencial o aluno podevisualizar os dias que tem ou não aula. Mostra também os dias das provas, trabalhos,palestras e seminários e ainda avisa com antecedência quando a data destes estápróxima. 13
  14. 14. Os e-mails recebidos ficam armazenados em uma pasta, chamada de Caixa de Entrada, com referencia às caixas de correio tradicionais. Nesta são listados os assuntos das mensagens, seus remetentes, data de envio e se tem anexos. Para acessar o texto da mensagem e seus anexos basta clicar. Com a mensagem aberta, pode-se encaminhá-la a outras pessoas, responder a mensagem ao remetente ou responder a todos os destinatários. Na Caixa de Saída ficam as mensagens pendentes para envio a outros usuários. As mensagens podem ser enviadas endereços internos do sistema e também para endereços externos. Com o fórum de discussões, o sistema UniPIM promove debates através de mensagens publicadas abordando uma mesma questão, também contempla um fórum organizado que será de vital importância e estimulador do uso do sistema pelos alunos, pois nele estarão contidos debates de assuntos de relevância para os alunos. Através desse fórum o aluno poderá estar retirando muitas dúvidas e debatendo sobre matérias e ideias com outros alunos. Sabemos que muitas dúvidas são sanadas nos fóruns sem a necessidade de uso de hora-aula do professor. Desta forma, além dos alunos estarem ajudando-se, também ajuda ao professor a usar tempo da aula na melhor aplicação da matéria. Os fóruns de discussões possuem basicamente duas divisões organizacionais, a primeira faz a divisão por assunto e a segunda em tópicos. As mensagens ficam em ordem decrescente por data, da mesma forma que os tópicos ficam ordenados pela data da última postagem. Para se adquirir acesso a outros tipos de serviços o UniPIM oferece o link UNIP, onde o aluno tem acesso ao próprio site da UNIP, para usar os serviços da universidade. O buscador trará resultados próximos ao que o aluno pesquisa, e também buscará arquivos que compõem o banco de dados do UniPIM, ou seja, tudo aquilo que os usuários disponibilizaram para o sistema. Então os alunos deverão sempre “alimentar” o sistema para o compartilhamento de arquivos, no caso de uma busca mais profunda o buscador fornece a opção de pesquisas externas (internet). Pode-se procurar um e- mail, enviado ou recebido.2.3. Tecnologias Aplicadas (1 página) (Descrever em detalhes a aplicação que vocês desenvolveram baseado nos conceitos do WEB 3.0. Correlacionar os conceitos WEB3.0 descritos no item 1.5 com as principais funcionalidades da aplicação projetada). 14
  15. 15. Com a tecnologia da Web 3.0, o computador compreende com maior precisão o que o usuário procura, interpretando o conteúdo de acordo com seu contexto. Os sistemas irão executar esse rastreamento e interpretação, usando a combinação de linguagens e tecnologias como o RDF (ResourceDescription Framework), URIs (Uniforme ResourceIdentifiers), OWL (Ontology Web Language) e o XML (eXtensibleMarkupLanguage) que farão com que a informação possa ser analisada, percebida e usada por máquinas. O sistema UniPIM disponibiliza um serviço com essa tecnologia, inserindo o aluno um ambiente computacional multifuncional, onde a interatividade e o compartilhamento são executados com extrema facilidade. Para acessar o sistema o aluno, deverá preencher os campos de inicialização do sistema UniPIM com seu registro acadêmico e sua senha. Efetuando o login corretamente, aparecerá a página de perfil, onde também estarão disponíveis todos os serviços oferecidos pelo sistema o feed de informações, arquivos, calendário acadêmico, fórum de discussões, link UNIP e o buscador. Conforme é montado o perfil, o sistema vai coletando e buscando conteúdo com referências aos dados preenchidos pelo usuário. O aluno receberá links, arquivos e até perfil de vagas de empregos e estágios referentes aos seus interesses e sua área de atuação, devido ao uso inteligente dos dados que estão armazenados e organizados de acordo com o perfil de cada usuário. Para as pesquisas o buscador mostrará resultados relevantes, caso julgue-se necessário uma pesquisa mais ampla ele disponibilizará todos os resultados possíveis. O fórum de discussões promoverá debates, estudos e interação entre os alunos, facilitando o aprendizado e esclarecendo suas dúvidas. O UniPIM enquadra-se perfeitamente, em toda a sua experiência, com conceitos da Web 3.0, promovendo o compartilhamento, oferecendo uma rede social universitária, interação entre os usuários, Constituído de um serviço inteligente com informações (dados) organizadas e precisas com acesso instantâneo, diminuindo caminhos que antes eram grandes e cheios de obstáculos.2.4. Infra-estrutura tecnológica prevista (1 página) (Descrever a infraestrutura tecnológica necessária para rodar a aplicação projetada – Rede, Telecom e Servidores, etc. conforme descritos nos itens 1, 2 e 3 dos Requisitos de Projetos especificados no manual do PIM) 15
  16. 16. Listados os seguintes equipamentos para a Infraestrutura da Aplicação Projetada:- 2 Servidores para o Datacenter;- 35 Switches e roteadores Wireless para os CampiUnip;- 162 PCs Desktops, sendo 6 para cada sala WEB 3.0 Experience.Os equipamentos serão instalados em cada um dos 35 Campi federativos onde a UNIPmantém polos que englobam 65 unidades.O WEB3. PIMutiliza dois servidores, um de aplicação e outro de Banco de Dados.Esses servidores ficarão alocados no DATACENTER localizado em São Paulo daUNIPIM, onde serão interligados com os 35 Campi e para todos os Campi seráinstalado um switch que irá atender a rede wireless local juntamente com a sala WEB3.0 Experience onde serão instalados 6 equipamentos para uso dos alunos que nãopossuem notebooks para acesso a rede wireless.Datacenters da UniPIM são projetados para atender a rigorosos padrõesinternacionais. A infraestrutura de Datacenters exige alta segurança física e lógica,asseguradas pelas mais modernas tecnologias do mercado. Todas as estações precisam estar conectadas a um mesmo servidor para queas informações sejam transmitidas em tempo real e que todos estejam exibindo asmesmas informações. Uma rede sem fio refere-se a uma rede de computadores sem a necessidade douso de cabos – sejam eles telefônicos coaxiais ou ópticos – por meio de equipamentosque usam radiofrequência (comunicação via ondas de rádio) ou comunicação viainfravermelho, como em dispositivos compatíveis com Ir DA. O uso da tecnologia vai desde transceptores de rádio como walkie-talkies atésatélites artificiais no espaço. Seu uso mais comum é em redes de computadores,servindo como meio de acesso à Internet através de locais remotos como umescritório, um bar, um aeroporto, um parque, ou até mesmo em casa, etc. Sua classificação é baseada na área de abrangência: redes pessoais ou curtadistância (WPAN), redes locais (WLAN), redes metropolitanas (WMAN) e redesgeograficamente distribuídas ou de longa distância (WWAN).Desta forma, o uso da rede wireless de cada polo servirá de apoio ao acesso do alunoque já possui um equipamento que possibilite o acesso ao WEB3. PIM. 16
  17. 17. Por questões de segurança, o acesso somente será disponibilizado para notebooksque possuem um cadastro em nosso sistema do banco de dados, com o nome docomputador e informações do aluno, após o cadastro será entregue a senha para seconectar via wireless.Normalmente os DATACENTER são projetados para serem extremamente seguros,abrigam milhares de servidores e bancos de armazenamento de dados, processandogrande quantidade de informação.Montados em um salão protegido contra acesso indevido, tem piso elevado parapossibilitar a passagem de cabos elétricos e de dados, armários metálicos (racks),onde são montados os equipamentos e um ambiente totalmente controlado.Contam com sistemas de última geração para extinção de incêndios, sistemainteligente de detecção precoce de fumaça, e extinção de incêndio com gás inerte,para não afetar os equipamentos. O acesso é controlado por cartões eletrônicos e/oubiometria, o monitoramento permanente, o acesso por porta-eclusa.Ar-condicionado de precisão, com monitoramento constante, mantém a temperaturaconstante, resfriando os equipamentos. Ambiente operacional monitoradopermanentemente, em todos os aspectos, físico e lógico.O suprimento de energia, além da concessionária local, usa geradores de energia degrande capacidade e fonte de alimentação ininterrupta (também comumente chamadosde UPS ou nobreaks) de grande porte, montados em salas anexas, para manter osequipamentos ligados, mesmo em caso de queda no fornecimento. Datacentersconsomem até cem vezes mais energia que um escritório comum.Tabela de Custos do Projeto:Itens Quantidade CustoDesktops 162 R$ 145.800,00Switches 35 R$ 135.000,00 17
  18. 18. Servidores 2 R$ 120.000,00 Infra Estrutura de Rede 27 R$ 100.000,00 Custo WEB. 3.0 1 R$ 800.000,00 Custo Total 1 R$ 1.300.800,002.5. Modelo de Processos da Aplicação(1 página) (Descrever o modelo de processos da aplicação). No sistema UniPIM os alunos(usuários) pode acessar todos os serviços oferecidos no sistema após efetuar o login, obtendo acesso aos feed, arquivos, calendário, e-mail, fóruns, link UNIP e o Buscador. No buscador o usuário poderá, além das pesquisas, solicitar um determinado e-mail ou arquivo. A tabela abaixo monstra as classes, atributos e operações: Classe Atributo Operação 18
  19. 19. Perfil nome, data nascimento, endereço, curso, campus, emprego, interessesconsultar, incluir, excluir.Feed. Noticiam, curiosidades, emprego, palestra, feiras visualizar, acessar,informar.Arquivos apostilas, pesquisas, trabalhos, textos, artigos, aulas visualizar, download, upload.Calendário data prova data trabalho, data seminário, data palestra, data aula, datasem aula visualizar.E-mail caixa de entrada, caixa de saída enviar, receber, responder,arquivar, excluir.Fórum nome, curso, campus perguntar, responder, visualizar,atualizar.Link UNIP RA, senha acessar, visualizar.Buscador assunto, arquivo, e-mail pesquisar, visualizar.Diagrama de Classe:kPerfilNomeData Nasc.EndereçoTelefone 19
  20. 20. CelularCursoCampusInteressesConsultarIncluirExcluirE-mailCaixa de EntradaCaixa de SaídaEnviarReceberResponderArquivarExcluirFórumNomeCursoCampusPerguntarResponder 20
  21. 21. VisualizarAtualizarBuscadorAssuntoArquivoE-mailPesquisarVisualizarCalendárioData ProvaData TrabalhoData SeminárioData PalestrasData AulasData FeriadosVisualizar 21
  22. 22. Link UNIPRASenhaAcessarVisualizarFeedNoticiasCuriosidadesEmpregoPalestrasFeirasEventosVisualizarAcessarInformarArquivosApostilasPesquisasTrabalhosTextos 22
  23. 23. Artigos Aulas Visualizar Download Upload2.6. Modelo de Dados da Aplicação(1 página) (Descrever o modelo de entidade relacionamento das bases de dados necessários para suportar a aplicação). Perfil PK nome Nascimento Endereço Telefone Celular Curso Campus Interesses Modelo Lógico: 23
  24. 24. ArquivosApostilasPesquisasTrabalhosTextosArtigoAulasE-mailEntradaSaídaFórumFK nome Curso CampusLinkraSenha 24
  25. 25. Feed.NoticiasCuriosidadesEmpregoPalestrasFeirasEventosCalendárioData provaData trabalhoData seminárioData palestraData aulaData feriadoBuscadorAssuntoArquivoE-mail 25
  26. 26. Entidade Relacionamento, um: N: 1 NTipos de Dados: 26
  27. 27. Entidade Atributos Tipos de DadosPerfil nome (PK) texto Nascimento data, numérico. Endereço texto Tel./cel. numérico Curso (PK) texto Campus (PK) texto Interesse textoFeed. Notícias texto Curiosidade texto Emprego texto Palestra texto Feira textoArquivos apostila texto Pesquisa texto Trabalho texto Texto Artigotexto Aula textoCalendário prova data, numérico. Trabalho data, numérico. Seminário data, numérico. Palestra data, numérico. Aula data, numérico. Feriados data, numérico.E-mail entrada texto 27
  28. 28. Saída texto Fórum nome (FK) texto Curso (FK) texto Campus (FK) texto Link Ra numérico Senha numérico Buscador assunto texto Arquivo texto E-mail texto3. Confidencialidade do projeto (Estarei entregando material de apoio para o desenvolvimento deste capítulo)3.1. Introdução Este projeto é confidencial dada a vantagem competitiva que este projeto poderá dar para a UniPIM. Neste sentido alguns cuidados serão tomados para evitar a divulgação de informações deste projeto para pessoas não autorizadas.3.2. Procedimentos a serem adotados durante o desenvolvimento do projeto Procedimentos a serem adotados durante o desenvolvimento do projeto que minimizam o risco de algum funcionário envolvido no desenvolvimento do projeto. Procedimento que será adotado caso algum documento confidencial referente ao projeto tenha sido levado para fora da empresa. Será projetada e implementada uma rede LAN dentro da rede WAN da UNIP; 28
  29. 29. Será criada uma sala no campus Paulista que deverá comportar 4 equipamentos e nesta sala haverá um switch nível 2. Esta sala será identificada como WEB3.0 Experience; Os servidores de aplicação e de dados dedicados ao projeto deverão ser instalados nesta sala e somente poderão ser acessados pelos micros existentes na sala; Tanto os servidores como os micros que estão na rede LAN terão controle de acesso lógico através de senhas fortes; (Segurança de acesso lógico) O plano de endereço IP deverá ser estabelecido para atender as necessidades:  Deve ser usado endereço classe C para o LAN;  IP V4;  Para a Wan, como se trata de uma intranet, deve ser um range de endereço de rede privada. Em trabalhos anteriores semelhantes a estes já houve um funcionário que entrou nas salas de trabalho e roubou documentos. Desta forma para evitar que isso ocorra novamente somente as pessoas que estarão desenvolvendo o projeto (grupo Web3.PIM) terão a chave para acesso físico à sala que deverá estar sempre trancada sempre que não tiver um dos componentes do grupo na sala. Além do pessoal do grupo Web3. PIM somente o diretor do campus terá uma cópia da chave da sala. (Segurança de Acesso Físico) O dono das informações deste projeto será o diretor da UniPIM e todo projeto ficará sob a custódia do grupo Web.PIM. Já foi definido que este projeto é confidencial e, portanto mesmo que alguém diga que o projeto tem outro nível de segurança de informação não é para aceitar, pois somente o dono das informações pode mudar onível de confidencialidade das informações do projeto. Após a implementação do projeto, a classificação das informações passará a ser pública, conforme definição do dono da informação.No caso do funcionário que roubou os dados do projeto anterior a universidade teveque .......... ..... (Detalhar como você acham que foi tratado este caso. Colocar o quevocês estão aprendendo nas disciplinas de ética e legislação)... 29
  30. 30. Contudo, preliminarmente, temos que conceituar a ética profissional. Que ética profissional é o “conjunto de regras morais de conduta que o individuodeve observar em sua atividade, no sentindo de valorizar a profissão e bem servidosque dela dependem”. No código de ética e disciplina, ou seja, em regramento ético, estão dispostos emseries de normas, as quais o profissional deve seguir e respeitar e que preenchemuma necessidade, para efeitos de controle corporativo, pois o profissional não podeficar à mercê de sua consciência. Esse é o nosso objeto de estudo, sempre observando que a ética não pode serimposta, pois depende da adesão consciente de quem quer pautar sua vida dentro dosprincípios estabelecidos para um modo de viver. Tem-se, pois, a integridade como a maior qualidade exigida de um funcionáriono exercício de suas funções dentro da empresa, acompanhada de um tratamento decordialidade, honestidade, respeito e dignidade dado ao cliente, o que envolve o sigilodas informações confidenciais. Por fim, se faz acreditar que os empregados têm à sua disposição os recursos daempresa para uso comercial e pessoal, e há uma relação de confiança no sentido deque este serão utilizados de forma limitada e racional, com a devida notificação sobre afalta de privacidade dos usuários nessas atividades. 30
  31. 31. 4. Desafios Gerenciais4.1. Introdução (Descrever no PIM quais serão os desafios gerenciais na implementação deste novo sistema. Utilizar a capítulo do livro O’Brien sobre Desafios Gerenciais da Tecnologia da Informação para desenvolver este sub-capítulo. Páginas 17 a 23 até A Função dos SI.) Tendo em vista tratar-se de um novo conceito em web, a implantação deste projeto acarretou diversas dificuldades no que tange ao gerenciamento do projeto. Desde a reunião inicial, para a definição das atividades e o cronograma, até a implantação, foram muitos os desafios e obstáculos. A utilização de uma tecnologia ainda em desenvolvimento tornou-se um grande desafio a todos. A cada etapa concluída, delineavam-se reuniões com o escopo de discutir em conjunto o andamento do projeto. Todo o projeto foi desenvolvido com base nas recomendações transmitidas por nosso orientador. Todavia, qualquer alteração no projeto atual, seja em sua estrutura física ou no seu conteúdo, será de fácil implantação, vez que todo o projeto está devidamente documentado, o que facilita a implantação de eventuais ajustes.4.2. Resultados esperados com a implantação deste projeto Resultado 1 Resultado 2 Resultado 3 Resultado 4 Resultado 5 O projeto almeja levar ao usuário uma experiência nova, com uma tecnologia que mudará a internet do futuro. Outros sim também preveem a ampliação do sigilo das informações, tendo como uma das suas prioridades a segurança total dos dados. Serão várias as aplicações, mas a principal se refere à capacidade de os sistemas computacionais interpretarem o conteúdo disponível nos sites da internet e conseguir entender de forma diferenciada uma página. Mais que um simples entendimento de 31
  32. 32. palavras soltas – como o exemplo da palavra hobby, a web semântica poderá levar emconta cada usuário de forma individual, traçando perfis e procurando entregar aousuário exatamente aquilo que ele quer com base no que os sistemas de informaçãoconhecem de seu comportamento. A aplicação em termos de uso poderá ser algototalmente inovador e prático. Além de melhorar os resultados das buscas tornando-amais relevante. 32
  33. 33. 5. RELACIONAMENTO DE CADA DISCIPLINA COM O DESENVOLVIMENTO DO PIM De acordo com as matérias apresentadas em aula descrevemos a utilidade de cada uma para a concepção desse projeto.5.1. Redes de Dados e Telecomunicações (texto de no mínimo 15 linhas) No nosso caso poderemos implantar uma rede MAN com estruturação provavelmente assinalada a rede LAN, a justificativa para esta escolha seria o fato de que o nosso projeto está em teste e será em um ambiente restrito, ou seja, o campus de um polo da UNIP. Além disto, pela transmissão de dados ser inicialmente baseada apenas em uma Intranet, todavia este modelo já é o melhor tipo de escolha para o teste. O fato que ainda uma rede MAN deixará os dados os mais confidenciais possíveis, pois só serão feitas as difusões de informações e ser instalada em uma sala fechada e os principais computadores do projeto estejam ali dispostos. Para o nosso caso é indicado que tenhamos em mente utilizar como topologia padrão, o tipo de topologia chamado de estrela, pois este tipo favorece em muito a esfera de camadas diversificadas do tipo OSI, pois além de instrumentos novos a serem adaptados, iremos também lidar com uma distribuição massiva de dados que precisam de elementos comutadores e concentradores centralizados e que tenham capacidade de absorver e criar elos padrões para que o tráfego de informações se torne não só o mais sincrônico possível, mas também o mais dinâmico tendo em vista que exigiria tal topologia uma padronização de todos os computadores ligados à rede, aquisição de adaptadores para cada tipo de camada OSI.5.2. Matemática Aplicada (texto de no mínimo 15 linhas) Podemos utilizar o conteúdo adquirido em sala de aula, para calcular e levantar os custos do projeto. Tudo aplicado de forma administrativa e financeira. 33
  34. 34. 5.3. Modelagem de Processos (texto de no mínimo 15 linhas) A modelagem e orientação a objetos será parte integrante de todo panorama lógico do projeto, isto é, seria a criação da interface gráfica para a rede intranet, estabelecendo “assessoria” a processos de decodificação das linguagens complexas em interfaces amigáveis ao usuário final. Tendo a modelagem dos dados a capacidade de segmentar objetos da linguagem técnico-informática em classe de dados, onde estas são diagramados de diversas formas em canais de linguagem lógica interpretada e que cria links executáveis e links conceituais, ou melhor, será a leitura de objetos que são pequenos fragmentos de uma série de informações e as ligações criadas no contexto da programação de uma rede de dados a ser criada e sua estrutura de execução traduzida e decodificada para o usuário final ter acesso e manipular facilmente tais informações. A diagramação de pacotes no nosso caso ajudará com que concentremos criação de módulos e canais para rede intranet dependentes, onde nenhum se dispersa de outro e todos são executados ao mesmo tempo e com o mesmo ritmo de troca de dados.5.4. Sistema de Informação (Desafios Gerenciais, Classificação de Sistemas de Informação, Vantagem Competitiva, Papel dos Sistemas de Informação, etc.) Os sistemas da informação no contexto acadêmico é um tema recente estruturalmente, tendo em vista que somente nos últimos anos que sistemas de redes têm sido imergidos e inseridos nas grades curriculares de grandes centros de estudo superiores. O grande impacto gerado pelos sistemas de informação nesta realidade poderá destacar que são: Mudança radical na forma de trocar informações, ou seja, dinamização na difusão e absorção de informações em redes de computação, por exemplo; 34
  35. 35. Estrategicamente possui o fado de manter o aumento da coerência entre a organização e o meio envolvente, que por sua vez se traduz num aumento de eficácia em termos de cumprimento da missão organizacional; Operacionalmente e Administrativamente irá sempre trazer efeitos endógenos, geralmente transcritos e quantificados no formato de aumento na eficiência organizacional da instituição, onde o sistema for instalado, abre novas opções estratégicas e ainda ajuda a impactar três níveis simultâneos de qualidade da informação não só em transmissão, mas também tratamento em esfera estratégica, tática e operacional. Os tipos de sistemas de informação são os mais variados na atualidade,destacamos como principais sistemas como: Sistemas de Processamento de Transações (ações são automatizadas e mutuamente manipuladas, modificadas, configuradas, atualizadas, excluídas, etc.; sendo possível dentro de tal sistema empreender várias atividades: consultar provas, consultar notas, realizar cadastros de alunos, etc.); Sistemas de Informação Operacional; Sistemas de Informação Estratégica; Sistemas de Informação Gerencial (onde a instituição de ensino administra inúmeros tipos de tarefas de um campus e concentra toda alocação de recursos digitalizados em um mesmo sistema: currículo de funcionários, notas de alunos, matricula documentos oficiais, lista de chamada em salas, checagem do andamento das mensalidades, etc.). Os principais desafios da implantação de um sistema de informação são: Obter a melhor combinação entre softwares de gestão, tipo de topologia e arquitetura de rede e modelagem de processos que juntos aprimorem de fato o contexto de trabalho do sistema de informação; Ter confiabilidade, segurança, solidez e estabilidade no sistema sem precisar onerar os recursos ou ocupar muito espaço físico e espaço virtual, estes podendo até atrapalhar o layout técnico e operacional do sistema, por exemplo; Conseguir estabelecer parâmetros para ligar processos de interface gráfica e manutenção de funcionamento amplo para cada caso de uso. 35
  36. 36. 5.5. Administração de banco de dados (texto de no mínimo 15 linhas). Neste tópico podemos administrar todos os dados dos alunos, como: Nome, Campi, Curso, Semestre que está cursando, entre outros.5.6. Metodologia de pesquisa (texto de no mínimo 15 linhas) (Como utilizaram os conceitos da disciplina para fazer as pesquisas que deram suporte o desenvolvimento da aplicação). Desenvolvemos este projeto seguindo os conceitos de métodos científicos. Durante a realização foram realizadas as coletas de dados, seu tratamento e análise, interpretando-os e construindo o trabalho. Por fim redigindo-o a forma final conforme norma da ABNT, referente a trabalhos acadêmicos.5.7. Ética e legislação profissional (texto de no mínimo 15 linhas) (Como utilizaram os conceitos da disciplina para definir os procedimentos de segurança a serem adotados durante o desenvolvimento do projeto). Como o conhecimento sobre ética e legislação pode aplicar conceitos para definir alguns procedimentos de segurança e aplicar atitudes adequadas no sistema segundo a legislação profissional. 36
  37. 37. 37
  38. 38. 6. Conclusão (Escrever os principais impactos para a universidade que implantar em primeiro lugar este projeto) (Escrever o que vocês aprenderam com o desenvolvimento deste projeto e quão útil será para vocês no seu processo de desenvolvimento profissional). Com o passar dos anos, a tecnologia vai evoluindo e atingindo as nossas vidas, seja de forma parcial ou total. A Web 3.0 está a todo vapor e ainda crescendo, muitas empresas estão adaptando-se a essa nova tendência. Outras já fazem uso dessa tecnologia, tornando o acesso à internet mais organizado e inteligente. O sistema que criamos, UniPIM, com o conceito da Web 3.0, será uma ferramenta de grande utilidade para os alunos da UNIP, promovendo em curto prazo a integração de todos em todo o Brasil, com um ambiente computacional de fácil acesso. Como o sistema utiliza um formato parecido com os das redes sociais, é de fácil assimilação, uma vez que a maioria são usuários de ao menos uma rede social. Tornando uso interessante e o aprendizado mais acentuado. Uma função que trás muitos benefícios é o fórum de discussões, onde o aluno poderá interagir a fim de sanar suas dúvidas e de outros, gerando com isso um repositório de informação relevante. Sem contar que aluno terá contato com uma tecnologia que faz parte da sua vida particular ou acadêmica e posteriormente na profissional. Através da elaboração deste projeto, buscamos o aprendizado no processo de desenvolvimento profissional. Onde tivemos que administrar os prazos de cada etapa do cronograma, a elaboração, as pesquisas, o levantamento de custos, a implantação e os resultados finais. Vivenciamos as dificuldades do trabalho em equipe, da coordenação das etapas, nas datas de entrega e na conclusão da aplicação. Tudo isso aplicando o conhecimento adquirido das matérias em sala de aula e aplicando na elaboração um projeto, com o objetivo de ser o mais profissional possível. 38
  39. 39. 39
  40. 40. 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 40
  41. 41. GLOSSÁRIOxxxxx –xxxxxxxxxx.xxxxx – xxxxxxxxxx.xxxxx – xxxxxxxxxx. 41

×