Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Ética Profissional na Enfermagem

213 views

Published on

Aula 1- Direito, deveres,proibições do paciente e profissional.

Published in: Healthcare
  • Be the first to comment

Ética Profissional na Enfermagem

  1. 1. ÉTICA PROFISSIONAL DIREITOS DOS PACIENTES E PROFISSIONAIS
  2. 2. Tuanny Sampaio ● ENFERMEIRA ● ESPECIALIZAÇÃO EM ESTÉTICA E COSMETOLOGIA ● CAMPO: - HOME CARE, HGCA, IMD, PSF, CLÍNICA ESTÉTICA.
  3. 3. PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS - Compromisso: saúde e a qualidade de vida da família e coletividade. - Atua na promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde - Participa, como integrante da equipe de saúde, - Garante a universalidade, integralidade da assistência, resolutividade, preservação da autonomia das pessoas.
  4. 4. DAS RELAÇÕES PROFISSIONAIS - DIREITOS - ● Art. 2º - Aprimorar seus conhecimentos técnicos, científicos e culturais que dão sustentação a sua prática profissional.
  5. 5. RESPONSABILIDADES E DEVERES Art. 5º - Exercer a profissão com justiça, compromisso, eqüidade, resolutividade, dignidade, competência, responsabilidade, honestidade e lealdade.
  6. 6. PROIBIÇÕES Art. 8º - Promover e ser conivente com a injúria, calúnia e difamação de membro da equipe de enfermagem, equipe de saúde e de trabalhadores de outras áreas, de organizações da categoria ou instituições
  7. 7. DAS RELAÇÕES COM A PESSOA, FAMÍLIA E COLETIVIDADE. RESPONSABILIDADES E DEVERES
  8. 8. Art. 12 - Assegurar assistência de enfermagem livre de danos decorrentes de imperícia, negligência ou imprudência. Art. 13 - Avaliar criteriosamente sua competência técnica, científica, ética e legal e somente aceitar encargos ou atribuições, quando capaz de desempenho seguro para si e para outrem. Art. 15 - Prestar assistência de enfermagem sem discriminação de qualquer natureza. Art. 19 - Respeitar o pudor, a privacidade e a intimidade do ser humano, em todo seu ciclo vital, até nas situações de morte e pós- morte. Art. 25 - Registrar no prontuário do paciente as informações inerentes e indispensáveis.
  9. 9. DAS RELAÇÕES COM A PESSOA, FAMÍLIA E COLETIVIDADE. PROIBIÇÕES
  10. 10. Art. 26 - Negar assistência de enfermagem em qualquer situação que se caracterize como urgência ou emergência. Art. 30 - Administrar medicamentos sem conhecer a ação da droga e sem certificar-se da possibilidade de riscos. Art. 33 - Prestar serviços que por sua natureza competem a outro profissional, exceto em caso de emergência Art. 34 - Provocar, cooperar, ser conivente ou omisso com qualquer forma de violência. Art. 35 - Registrar informações parciais e inverídicas sobre a assistência prestada.
  11. 11. DAS RELAÇÕES COM OS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM, SAÚDE E OUTROS DIREITOS Art. 37 - Recusar-se a executar prescrição medicamentosa e terapêutica, onde não conste a assinatura e o número de registro do profissional, exceto em situações de urgência e emergência
  12. 12. DAS RELAÇÕES COM OS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM, SAÚDE E OUTROS PROIBIÇÕES Art. 42 - Assinar as ações de enfermagem que não executou, bem como permitir que suas ações sejam assinadas por outro profissional.
  13. 13. PRINCIPIOS BIOÉTICOS Direitos dos Pacientes Beauchamp e Childress, em 1989.
  14. 14. - Autonomia: As pessoas têm o direito de decidir sobre as questões relacionadas ao seu corpo e à sua vida. - Beneficência: O profissional deve ter a maior convicção e informação técnica possíveis que assegurem ser o ato médico benéfico ao paciente (ação que faz o bem). - Não- maleficência: Estabelece que a ação do médico sempre deve causar o menor prejuízo ou agravos à saúde do paciente (ação que não faz o mal). - Eqüidade: obrigação ética de tratar cada indivíduo conforme o que é moralmente correto e adequado, de dar a cada um o que lhe é devido. - Justiça: Está relacionado à distribuição correta e adequada de deveres e benefícios sociais.
  15. 15. - Justiça: Obriga garantir a distribuição justa, responsável, equitativa e universal dos benefícios dos serviços de saúde e o resultado das pesquisas . - Fidelidade: Está relacionado à confiança entre o profissional e o paciente, no qual o profissional de enfermagem deve cumprir o compromisso de ser fiel para manter-se confiável. - Veracidade: Significa dizer sempre a verdade, não mentir nem enganar os pacientes. Um exemplo da aplicabilidade desse princípio é sobre a quantidade de informação a ser prestada em ação ou diagnóstico e tratamento. - Paternalismo: A interferência do profissional de saúde sobre a vontade de pessoa autônoma, mediante ação justificada por razões referidas. - Confidencialidade: Relaciona-se à garantia de que as informações dadas não sejam reveladas sem autorização prévia da pessoa em questão.
  16. 16. ● Legalmente e eticamente aceita, quando existem evidências claras de que não há benefício na realização da RCP. PRINCIPIOS BIOÉTICOS Questões sobre fim da vida. ONR
  17. 17. Medidas de Precaução e Segurança do Paciente
  18. 18. Acidentes Relacionados ao Ambiente ● Calor ● Iluminação ● Umidade ● Ruído
  19. 19. Acidentes Relacionados a Materiais Químicos ● Quartenários de amônio, glutaraldeído, óxido de etileno, (drogas quimioterápicas, psicotrópicos, gases medicinais, óleo diesel, graxas, óleos lubrificantes, colas, solventes, mercúrio. ● Epi’s, exames periódicos e limite de tempo exposto
  20. 20. Riscos Biológicos no Ambiente Hospitalar. ● Usar luvas (soro, plasma, urina, ou sangue total); ● Usar EPI’s, como óculos de segurança, ● Lavar as mãos antes de retirar as luvas e antes de sair da área contaminada; ● Evitar o contato das mãos com a face; ● Não comer, beber ou aplicar cosméticos na área do laboratório; ● Não pipetar qualquer líquido, ● Não permitir o contato de ferramentas ou qualquer peça de laboratório com a boca; ● Cobrir todos os cortes superficiais e ferimentos antes de iniciar os trabalhos
  21. 21. ● Quedas ● Escorregões ● Problemas de coluna ● Quedas de incubadoras ● Agravos pós procedimentos ● Quedas de aparelhos hospitalares Acidentes Relacionados aos Agentes Mecânicos
  22. 22. Prevenção de Infecções e Úlceras por Pressão ● Enfermeiro ● Técnicos de Enfermeiros ● Rotina Hospitalar ● Estágio das úlceras ● Complicações ● Intervenções
  23. 23. Referências ● COFEN: http://www.cofen.gov.br ● BIOETICA: http://www.bioetica.org.br ● EBSERH: Https://www.ebserh.gov.br

×