Successfully reported this slideshow.
JUDO<br />1<br />
ÍDICE<br />Pág.-3 - Introdução;<br />Pág.-4 - História;<br />Pág.-5 - Regulamento;<br />Pág.-6  - Pontuação;<br />Pág.-7 -...
INTRODUÇÃO<br />A palavra Judo traduzida quer dizer O caminho da suavidade, consiste num combate corpo a corpo entre dois ...
HISTÓRIA<br />4<br />O judo foi criado no Japão, em 1882, por JigoroKano, tendo sido baseado no “jujutsu” – uma arte marci...
REGULAMENTO<br />5<br />As lutas de judo são disputadas num tatame cuja área é de 14 por 14 metros. As disputas contam com...
PONTUAÇÃO<br />6<br />Ippon: o objectivo do judo é conquistar o ippon (ponto completo). O ippon é conquistado quando um ju...
PENALIZAÇÕES<br />7<br />Primeiro shido - Servirá apenas como advertência.Segundo shido - Será marcado um yuko para o opon...
AS ROUPAS NO JUDO<br />8<br />As vestimentas que eles usam têm o nome de kimono, que pode ser branco ou azul. O kimono azu...
CORES DAS FAIXAS NO JUDO<br />9<br />No judo, os lutadores (judocas) utilizavam um quimono preso por uma faixa, que tem de...
10<br />A FAIXA BRANCA – MuKyu<br />Essa é a cor do desprendimento e da pureza. A própria cor dessa faixa indica que o seu...
11<br /><ul><li>A FAIXA LARANJA – YonKyu</li></ul>Nos diz que devemos procurar o sucesso no treino diário, agilidade, adap...
CÓDIGO MORAL DO JUDO<br />12<br />A Cortesia é um valor que se impõe desde o início no jovem judoca sob a forma de uma "et...
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS<br />13<br />Formas de cumprimento (rei-ho)<br />Ritsu-reio – ao entrar no dojô bem como ao sair; ...
14<br />Postura (Shinsei)<br />Shinsei é a posição base para todos os movimentos. Por isso um shinsei correcto facilita a ...
15<br />Técnicas de movimentação sobre o tatami (shintai)<br />São as formas correctas de deslocamento sobre o tatame, sal...
16<br />Técnicas de amortecimento de quedas (ukemi-waza)<br />O equilíbrio é a lei primordial que rege o judo. Assim quand...
17<br />Técnicas de pegada (kumi-kata)<br />Para uma eficiente aplicação das técnicas, o judoca deverá procurar a posição ...
18<br />Técnicas<br />Na aplicação de waza (técnicas), torié quem aplica a técnica e ukeé aquele em que a técnica é aplica...
19<br />Fases da projecção<br />O que é preciso para aplicar um golpe perfeito<br />1ºKumikata (pegada, domínio do judogui...
CONLUSÃO<br />20<br />As coisas mais importantes que aprendemos foram: <br />O judo é um desporto praticado como arte marc...
BIBLIOGRAFIA<br />21<br />http://www.judomasterrio.com<br />http://pt.wikipedia.org<br />http://www.ombrosdegigantes.esp.b...
Ana pinho nº2<br />Diana malta nº10<br />Guilherme silva nº<br />Nair pinho nº<br />Hugo nº30<br />22<br />Trabalho Realiz...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Judo

30,948 views

Published on

Published in: Sports

Judo

  1. 1. JUDO<br />1<br />
  2. 2. ÍDICE<br />Pág.-3 - Introdução;<br />Pág.-4 - História;<br />Pág.-5 - Regulamento;<br />Pág.-6 - Pontuação;<br />Pág.-7 - Penalizações;<br />Pág.-8 - As roupas do judo;<br />Pág.-9, 10 e 11 - Cores das faixas no Judo;<br />Pág.-12 - Código moral do Judo; <br />Pág.-13, 14, 15, 16, 17, 18, 19 - Conteúdos Programáticos; <br />Pág.-20 - Conclusão;<br />Pág.-21 - Bibliografia.<br />2<br />
  3. 3. INTRODUÇÃO<br />A palavra Judo traduzida quer dizer O caminho da suavidade, consiste num combate corpo a corpo entre dois atletas com o objectivo de obter ippon (cair de costas no tatami). Através de aplicações de técnicas específicas, os judocas tentem vencer a resistência do adversário em pé ou no solo.<br />O Judo é uma modalidade que actualmente já é muito praticada no nosso país. Temos atletas de referência mundial como Nuno Delgado e Telma Monteiro, que muito têm entusiasmado os jovens para a prática desta modalidade.<br />A vestimenta utilizada nessa modalidade é o keikogi (kimono), que no judo recebe o nome de judogi e que, com o cinturão, forma o equipamento necessário à sua prática.<br />A sua técnica utiliza basicamente a força e peso do oponente contra ele. Palavras ditas por mestre Kano para definir a luta: "arte em que se usa ao máximo a força física e espiritual". A vitória, ainda segundo seu mestre fundador, representa um fortalecimento espiritual.<br />3<br />
  4. 4. HISTÓRIA<br />4<br />O judo foi criado no Japão, em 1882, por JigoroKano, tendo sido baseado no “jujutsu” – uma arte marcial praticada pelos cavaleiros do Kamakura entre os séculos XII e XIV – e noutras artes marciais do Oriente, que o Mestre JigoroKano fundiu num só desporto. <br />O desenvolvimento do Judo em Portugal tem algumas semelhanças com o início do Judo no Japão, na medida em que ambos passaram pelo "Ju-Jitsu”.<br />Assim os primeiros contactos com a modalidade, ainda sob a forma de "Ju-Jitsu”, datam do primeiro quarto deste século.<br />O primeiro clube de Judo construido em Portugal foi o Judo Clube de Beja, fundado em 12 de Junho de 1957. Um mês mais tarde, em 12 de Julho de 1957, foi fundado o Judo Clube de Portugal.<br />
  5. 5. REGULAMENTO<br />5<br />As lutas de judo são disputadas num tatame cuja área é de 14 por 14 metros. As disputas contam com dois árbitros de cadeira e um juiz principal. Qualquer um dos três pode interromper a lutar para consulta recíproca. <br />A duração dos combates é até cinco minutos e o cronómetro pára sempre quando o árbitro interrompe a luta. Caso termine empatada, a disputa vai para uma prorrogação de cinco minutos no golden-score (quem marcar o primeiro ponto é proclamado o vencedor). <br />Para vencer a luta sumariamente o atleta precisa aplicar um ippon no adversário. Existem quatro formas de aplicar esse golpe: fazer com que o adversário caia com as costas no chão; imobilizar o adversário por 25 segundos no chão; levar o oponente à desistência por estrangulamento; aplicar uma chave-de-braço torcendo o braço do rival. <br />Um atleta que consegue aplicar dois waza-aris também é decretado o vencedor. Esse golpe consiste em imobilizar o adversário por 20 segundos e também ocorre quando o oponente cai no tatame, porém não com os dois ombros. <br />Há ainda o yuko, quando o judoca cai de lado ou é imobilizado entre 15 e 20 segundos. Caso dure entre 10 e 15 segundos, o árbitro decreta o koka.<br />
  6. 6. PONTUAÇÃO<br />6<br />Ippon: o objectivo do judo é conquistar o ippon (ponto completo). O ippon é conquistado quando um judoca consegue derrubar o adversário, imobilizando-o, com as costas ou ombros no chão durante 30 segundos. Quando o ippon é concretizado o combate acaba.<br />Yuko: Quando o adversário vai ao solo de lado. Cada Yuko vale um terço de ponto.<br />Koka: menor pontuação do judo. Vale um quarto de ponto. Ocorre quando o adversário cai sentado. <br />Wazari: Outra forma de conquistar o ippon é através da obtenção de dois wazari, que valem meio ponto (vantagem). O wazari é um ippon que foi aplicado de forma incompleta, ou seja, o adversário cai sem ficar com os dois ombros no tatame.<br />
  7. 7. PENALIZAÇÕES<br />7<br />Primeiro shido - Servirá apenas como advertência.Segundo shido - Será marcado um yuko para o oponente.Terceiro shido -Será marcado um waza-ari para o oponente.Quarto shido - hansokumakê . Será marcado ippon para o oponente.<br />Na aplicação do quarto shido o árbitro central deverá paralisar o combate, ordenar para que os atletas arrumem o judogui através de gesto próprio, ou seja, mãos cruzadas esquerdo sobre a direita com os dedos apontados para baixo.<br />Quando os dois atletas combaterem muito agachados, ambos serão punidos com shido. Caso só um mantenha essa postura este será punido. Ao apresentar uma posição excessivamente defensiva deverão ser punidos com shido.<br />
  8. 8. AS ROUPAS NO JUDO<br />8<br />As vestimentas que eles usam têm o nome de kimono, que pode ser branco ou azul. O kimono azul é o mais utilizado para as provas oficiais. No desporto em si é mais utilizado judogi que kimono e tem sempre um cinto para completar a farda.<br />
  9. 9. CORES DAS FAIXAS NO JUDO<br />9<br />No judo, os lutadores (judocas) utilizavam um quimono preso por uma faixa, que tem de quatro a cinco centímetros de largura. As cores das faixas indicam a categoria à qual o judoca pertence.<br />Cores das faixas em Portugal:<br />
  10. 10. 10<br />A FAIXA BRANCA – MuKyu<br />Essa é a cor do desprendimento e da pureza. A própria cor dessa faixa indica que o seu portador ainda possui a ingenuidade e deve procurar manter a mente limpa. Essa faixa nos diz que o iniciante deve buscar a humildade e a imaginação criativa, através da limpeza e da claridade dos pensamentos. É a cor síntese do arco-íris e a mais associada ao sagrado, pois simboliza paz, pureza, perfeição e especialmente o absoluto. Ela nos diz que devemos buscar a pureza, sinceridade e a verdade; repelindo os pensamentos negativos, procurando elevá-los, para que encontremos o equilíbrio interior, segurança e desenvolvamos o instinto e a memória. <br />A FAIXA AZUL – Ro-Kyu<br />Significa o Céu, através do qual a planta cresce até tornar-se uma árvore frondosa, enquanto o treinamento do judo progride. O amadurecimento e a expectativa da evolução se fazem presente, visto que o judoca continua dando andamento ao seu aprendizado. <br />A FAIXA AMARELA – RokkuKyu<br />Agora ele pode vislumbrar um pouco da iluminação da descoberta e da realidade do que é o Judo. Assim como essa cor, essa graduação lhe traz a alegria, a vida, o calor, a força, a glória, o poder mental e representa o descobrimento. Ela lhe desperta novas esperanças no caminho, dando-lhe vivacidade, alegria, desprendimento e leveza. Agora ele deve procurar desinibir-se para desenvolver seu brilho, mas também diminuir a ansiedade e as preocupações, construindo sua confiança, energia e inteligência na solução dos problemas que surgirão. A cor dessa graduação mostra que o praticante deve reter conhecimentos e desenvolver a luz da sabedoria e da criatividade, e assim como o sol, ela deve trazer a luz para as situações difíceis. O Amarelo simboliza: criatividade, as ideias, o conhecimento, alegria, juventude e nobreza. <br />
  11. 11. 11<br /><ul><li>A FAIXA LARANJA – YonKyu</li></ul>Nos diz que devemos procurar o sucesso no treino diário, agilidade, adaptabilidade, estimulação, atracção e plenitude. Essa cor também simboliza aquilo que o praticante deve buscar: o encorajamento, estimulação, robustez, atracção, gentileza e tolerância. Esta é a cor da comunicação, do calor afectivo, do equilíbrio, da segurança e da confiança. Quem chega nessa faixa deve acreditar que agora tudo é possível, pois essa cor estimula o optimismo, generosidade, entusiasmo e o encorajamento. A cor laranja mostra ao praticante que ele deve fortalecer as energias e a sua vontade de vencer. <br /><ul><li>A FAIXA VERDE – SanKyu</li></ul>O verde é uma cor que representa Esperança e a Fé. É a cor mais harmoniosa e calmante de todas. Ela simboliza harmonia e o equilíbrio. Ela também representa as energias da natureza, esperança, perseverança, segurança e satisfação; fertilidade. Significa também a harmonia em que devemos estar com ela, junto com o ar, a água e o fogo, elementos da vida que proporcionam bem-estar ao ser humano. Essa cor simboliza uma vida nova, a energia, a fertilidade, o crescimento e a saúde. O verde é ligado ao elemento madeira e a primavera. <br /><ul><li>A FAIXA CASTANHA – IchiKyu</li></ul>É a cor da solidificação. Representa a disciplina, a uniformidade adquirida e a observação das regras mantidas até aqui. Significa que se está completando o processo de amadurecimento, tanto nos conhecimentos técnicos quanto no aspecto mental. Essa faixa, pela sua cor, emana a impressão de algo maciço, denso, compacto. Sugere segurança e isolamento. Representa também uma poluição que deve sempre ser limpa. A cor castanhogera organização, especialmente nas responsabilidades do quotidiano.<br /><ul><li>A FAIXA PRETA – ShoDan</li></ul>É a junção de todas as cores. Enfim o corpo e a mente chegaram ao final de uma jornada e ao início de outra mais elevada. A faixa na cor preta, representa humildade, autocontrole, maturidade, serenidade, disciplina com responsabilidade, dignidade e conhecimento. É a cor do poder, induz a sensação de elegância e sobriedade.<br />
  12. 12. CÓDIGO MORAL DO JUDO<br />12<br />A Cortesia é um valor que se impõe desde o início no jovem judoca sob a forma de uma "etiqueta" simples mas rigorosa. É através deste valor que o jovem compreende as implicações das suas atitudes. No fundamental, é um conjunto de regras que determinam o comportamento de um grupo social e que convém respeitar.<br />A Coragem dos heróis é aquela que é obtida fruto de uma acção pontual. No Judo a coragem é de outra ordem: o saber começar (sem objectivo), continuar (sem<br />Resultado) e nunca desistir (sem esperança).<br />A Sinceridade, saber ser verdadeiro. <br />Obriga a um grande conhecimento e aceitação de si próprio. A sinceridade exprime-se no judo, quanto à prática do combate em realizá-lo com o espírito isolado do resultado.<br />O Controlo de Si, particularmente das suas emoções, para ficar centrado e preservado ao máximo as sua potencialidades, sem entrar na excitação ou na apatia.<br />A Honra, dignidade moral em relação a si e aos outros.<br />A Modéstia, saber que se pode ganhar hoje e perder amanhã, saber colocar o ego no seu lugar, para funcionar em harmonia com os outros.<br />A Amizade, onde todas as horas passadas em conjunto a transpirar, procurar, opor-se no respeito, não são ilusórios, nem são o fim das relações de cumplicidade muito úteis para o desenvolvimento do indivíduo e da sociedade.<br />O Respeito, do tapete, do professor, dos princípios, da integridade física dos outros e do seu valor humano, de si mesma, é uma das peças fundamentais do sucesso do judo e do seu alto valor educativo.<br />
  13. 13. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS<br />13<br />Formas de cumprimento (rei-ho)<br />Ritsu-reio – ao entrar no dojô bem como ao sair; Quando subir no tatami para cumprimentar o professor ou seu ajudante; Ao iniciar um treino com um companheiro, assim como ao terminá-lo.<br />Za-rei – ao iniciar, bem como ao terminar o treinamento; Em casos especiais, por exemplo, antes e depois dos KATA; Ao iniciar um treino no solo com o companheiro, bem como ao terminá-lo.<br />Ritsu-reio<br />Za-rei<br />
  14. 14. 14<br />Postura (Shinsei)<br />Shinsei é a posição base para todos os movimentos. Por isso um shinsei correcto facilita a rapidez e a precisão na aplicação das técnicas. Deve-se adoptar sempre o shinsei para que a todo o momento seja possível uma pronta mudança de posição. O peso do corpo é igualmente distribuído por ambos os pés, sobretudo sobre a ponta dos dedos. São as seguintes posições:<br />Shizen-hontai – posição natural; <br />Jigo-hontai– posição de defesa; <br />Shizen-hontai<br />Jigo-hontai<br />
  15. 15. 15<br />Técnicas de movimentação sobre o tatami (shintai)<br />São as formas correctas de deslocamento sobre o tatame, salientando os seguintes detalhes: andar descontraidamente, mantendo os joelhos e tornozelos flexíveis, sem cruzar os pés. Deslocar-se em todas as direcções deslizando os pés, fazendo o contacto com o solo com a borda externa da planta dos pés, calcanhares ligeiramente levantados. Acompanhar os passos de seu oponente, se este empurra você recua, se puxa avança. Se o adversário o puxar, não resista mova-se com ele. Do mesmo modo não resista quando empurrado, se resistir o seu corpo torna-se rígido e perde facilmente o equilíbrio. Movendo-se no mesmo sentido do adversário é-lhe mais fácil controlar o corpo dele e desequilibrá-lo.<br />
  16. 16. 16<br />Técnicas de amortecimento de quedas (ukemi-waza)<br />O equilíbrio é a lei primordial que rege o judo. Assim quando se perde o equilíbrio sujeita-se a quedas. E, como é natural, se não soubermos amortecer o contacto do nosso corpo com o solo, estamos sujeitos a nos machucar. Para evitar isso existe o que chamamos ukemi-no-waza. Saber cair é a base indiscutível das projecções. É necessário um treino metódico e perseverante, para vencer o medo da queda. Essa superação nos permite progredir nos conhecimentos do judo. Assim teremos um espírito aberto para ataque e defesa, aplicando os movimentos com rapidez e precisão. As direcções fundamentais para ukemi são:<br />Ushiro-ukemi–queda para trás;<br />Mae-ukemi–queda para frente; <br />Yoko-ukemi–queda lateral, para esquerda ou direita (migui e hidari); <br />Zempo-Kaiten-Ukemi-rolamento. <br />Ushiro-ukemi<br />Mae-ukemi<br />Zempo-Kaiten-Ukemi<br />oko-ukemi<br />
  17. 17. 17<br />Técnicas de pegada (kumi-kata)<br />Para uma eficiente aplicação das técnicas, o judoca deverá procurar a posição adequada, normal ou momentânea, de acordo com o transcorrer da luta, podendo ser natural ou autodefesa.<br />Migi ou hidari-shizentai– posição natural à direita ou esquerda: mão direita na lapela esquerda do oponente e mão esquerda na manga direita do oponente. Para posição natural à esquerda, basta inverter a posição. <br />Migi ou hidari-jigotai – posição de autodefesa à direita ou esquerda: passa-se a mão direita por baixo do braço esquerdo do oponente e coloca-se nas costas dele, e com a mão esquerda agarra-se a manga direita do oponente puxando o braço dele sob a sua axila esquerda. Para posição de autodefesa à esquerda é só inverter a posição.<br />hidari-shizentai<br />hidari-jigotai<br />
  18. 18. 18<br />Técnicas<br />Na aplicação de waza (técnicas), torié quem aplica a técnica e ukeé aquele em que a técnica é aplicada. As técnicas do judô classificam-se em:<br />Nage-Waza (técnicas de arremesso) <br />Tachi-Waza (técnicas em pé) <br />Te-Waza (técnicas de braço) <br />Koshi-Waza (técnicas de quadril) <br />Ashi-Waza (técnicas de perna) <br />Sutemi-Waza (técnicas de sacrifício) <br />Mae-sutemi-Waza (técnicas de sacrifício para frente) <br />Yoko-sutemi-Waza (técnicas de sacrifício para o lado) <br />Katame-Waza (técnicas de domínio no solo) <br />Ossaekomi-Waza ou Ossae-Waza (técnicas de imobilização) <br />Shime-Waza (técnicas de estrangulamento) <br />Kansetsu-Waza (técnicas de luxação) <br />Atemi-Waza (técnicas de ataque)<br />
  19. 19. 19<br />Fases da projecção<br />O que é preciso para aplicar um golpe perfeito<br />1ºKumikata (pegada, domínio do judogui do adversário) <br />2ºKuzushi (quebra, desequilíbrio) <br />3ºTsukuri (construção, preparação, encaixe) <br />4ºKake (colocação, execução) <br />5ºKime (finalização, definição) <br />
  20. 20. CONLUSÃO<br />20<br />As coisas mais importantes que aprendemos foram: <br />O judo é um desporto praticado como arte marcial, que foi fundada em 1882 por JigaroKano;<br />O judo serve para defesa pessoal, fortalecer a mente, o físico e o espírito;<br />Nos finais do sec. XlX, foi considerado o desporto oficial do Japão;<br />Adoramos fazer este trabalho e esperamos que os nossos conhecimentos estejam mais enriquecidos após o realizamento deste trabalho.<br />
  21. 21. BIBLIOGRAFIA<br />21<br />http://www.judomasterrio.com<br />http://pt.wikipedia.org<br />http://www.ombrosdegigantes.esp.br<br />Imagens do Google<br />
  22. 22. Ana pinho nº2<br />Diana malta nº10<br />Guilherme silva nº<br />Nair pinho nº<br />Hugo nº30<br />22<br />Trabalho Realizado Por:<br />

×