Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Mat equacao do primeiro grau parte i

4,213 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Mat equacao do primeiro grau parte i

  1. 1. Equação do Primeiro Grau - Parte I Introdução às IgualdadesSentenças Matemáticas Falsas ou Verdadeiras
  2. 2. Princípios da Igualdade
  3. 3. Exercícios Propostos
  4. 4. Respostas dos ExercíciosEquação do Primeiro Grau - Parte II Equações e Identidades
  5. 5. Respostas dos Exercícios - Equação do Primeiro Grau
  6. 6. Equação do Primeiro Grau - Parte III Equações Fracionárias do 1º GrauUma equação do primeiro grau é fracionária quando apresentar variável ( incógnita ) em um ou mais termosdo denominador.Exemplo 1 : A equação é uma equação fracionária do primeiro grau, já que a variável x estápresentenos denominadores x e 3x.Exemplo 2 : A equação é uma equação fracionária do primeiro grau, já que a variável xestá presentenos denominadores 2x + 1 e 4x +1. Limitações no Universo das Equações Fracionárias do 1º GrauSabemos que um denominador nunca pode ser zero. Com isso, os valores que anulam o denominadorprecisam ser retirados doConjunto Universo dessa equação.Para resolvermos a equação de nosso exemplo 1, no Universo dos Reais, precisamos retirar o número realzero que anula ambosos denominadores x e 3x. Se o valor x = 0 for raiz da equação ele não deverá ser considerado e a equaçãoserá impossível, já queela não terá solução.
  7. 7. Para resolvermos a equação de nosso exemplo 2, no Universo dos Racionais, precisamos retirar os númerosracionais - 1/2 e - 1/4que anulam os denominadores 2x + 1 e 4x + 1. Se um desses valores for a raiz, ele não será considerado e aequação seráimpossível, já que ela não terá solução. Resolução de uma Equação Fracionária do 1º GrauVamos resolver a equaçãoIgualando os denominadores, teremos : O M.M.C. entre x - 1 e x + 1 será : x2 - 1, então :Como os valores - 1 e + 1 que anulam os denominadores não são raizes da equação, a raiz x = 7 é a soluçãoda equação, ou o conjuntosolução da equação.Vamos resolver a equaçãoPelo apresentado, já percebemos que os valores x = - 3 e x = 3 não servem como solução da equação, poisanulam cada um deles, umdos denominadores. 2Igualando os denominadores, teremos : O M.M.C. entre x - 3 e x + 3 será : x - 9, então :Como o valor x = 3 anula o denominador x - 3 , ele não serve como solução, e com isso, a equação seráimpossível. Equações Literais do 1º GrauUma equação do primeiro grau é literária quando apresentar letra diferente da incógnita em um ou mais deseus termos. As letrasdiferentes da variável x podem ser chamadas de parâmetros.Exemplo 3 : A equação é uma equação literária do primeiro grau, já que além da variável xestão presentesos parâmetros a e b.
  8. 8. Exemplo 4 :A equação é uma equação literária do primeiro grau, , já que além da variável x estápresente oparâmetro m. Resolução de uma Equação Literal do 1º GrauA resolução de uma equação literal acontece da mesma maneira que as demais equações. Os parâmetros sãotratados como números.Vamos resolver a equaçãoComo o denominador é literal, e um denominador não pode ser nulo, precisamos limitar o valor do parâmetrob, por isso, b precisa serdiferente de zeroVamos resolver a equação Discussão das Raízes de uma Equação do 1º Grau Forma Geral de uma Equação do 1º GrauToda equação do 1º grau a uma incógnita, após efetuarmos todas as operações possíveis, se reduz àigualdade : ax = b. Essa é a formageral de uma equação do 1º grau.Para discutirmos uma equação do 1º grau precisamos analisá-la na sua forma geral ax = b1º Caso: Se a e b são diferentes de zero a equação será possível e determinada. Ao resolvermos a equação 9x - 8 = 28, chegaremos à raiz x = 4, que é única. Nesse caso diremos que aequação é possível edeterminada.2º Caso: Se a e b são iguais a zero a equação será possível e indeterminada. Ao resolvermos a equação 5x - 10 = 5( x - 2 ) 5x - 10 = 5x - 10 5x - 5x = 10 - 10 0x = 0Nesse caso chegaremos, na verdade, a uma infinidade de raízes, pois qualquer número multiplicado por zerodá zero. Nesse casodiremos que a equação é indeterminada.
  9. 9. E podemos afirmar que a igualdade é uma identidade e a representamos dessa forma: ( Sinal de Identidade )3º Caso: Se a é igual a zero e b é diferente de zero è a equação será impossível. Ao resolvermos a equação 4x - 8 = 4( x + 4 ) 4x - 8 = 4x + 16 4x - 4x = 16 + 8 0x = 24. Nãochegaremos a nenhuma raiz,já que não existe número que multiplicado por zero dê 24. Nesse caso diremos que a equação é impossível ouO conjunto verdade é vazio.Vamos resolver alguns exercícios de discussão das raízes de uma Equação do 1º GrauExemplo 1 : Discutir as raízes da equação :Reduzindo-a à sua forma geral, teremos :I - Se a equação será possível e determinada.II - Se a equação será impossível.III - Se a equação será possível e indeterminada.Exemplo 2 : Para que valores de m e p, a equação : será indeterminada ?Reduzindo-a à sua forma geral, teremos :A equação será indeterminada se : Resolução de alguns Problemas do 1º GrauPara resolvermos um problema do 1º grau precisamos transformar da linguagem escrita para a linguagemmatemática.Façamos alguns problemas :Exemplo 1 - Determine o número que adicionado a quatro dá 19.Chamando esse número de x , teremos : x + 4 = 19 x = 19 - 4 x = 15O número que adicionado a quatro dá 19 é quinze.Exemplo 2 - Determine o número cujo triplo quando diminuído de 6 dá 18.
  10. 10. Chamando esse número de x , teremos : Seu triplo será : 3x, e com isso : 3x - 6 = 18 3x = 18 + 6 3x = 24 x=8O número cujo triplo quando diminuído de 6 dá 18 é 8Exemplo 3 - A soma de dois números é 57. Determine cada um deles sabendo que um é 11 unidades maiorque o outro.Se chamarmos esse número de m , teremos : O menor dos números será m, e o maior será m + 11 Assim :m + ( m + 11) = 57 2m = 57 - 11 2m = 46 m = 23 e verificando:O menor dos números será m = 23 e o maior será 23 + 11 = 34 e realmente 23 + 34 = 57Exemplo 4 - Determine o número que diminuído da metade se seu antecedente é igual a 3.Se chamarmos esse número de p , teremos que seu antecedente será representado por p - 1 e passando paraa linguagemmatemática, teremos :O número será : p = 5 , seu antecedente será p - 1 = 5 - 1 = 4, cuja metade é 2 e a diferença entre eles será 5 -2=3 Exercícios Propostos - Equação do Primeiro Grau - Parte III
  11. 11. Resolver as Questões de Concursos - Equação do Primeiro Grau - Parte III

×