Sistema circulatório

34,542 views

Published on

6 Comments
66 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
34,542
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
197
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
6
Likes
66
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sistema circulatório

  1. 1. CN9
  2. 2. • Líquido viscoso e opaco de cor vermelha.• Assegura o equilíbrio fundamental à nossa sobrevivência.• Constituído por: – Plasma (substância intercelular) – Células sanguíneas (em suspensão no plasma)
  3. 3. Hemácias ou Eritrócitos• Transporte de gases: O2 e algum CO2.Leucócitos• Defesa do organismo.Plaquetas ou Trombócitos• Coagulação do sangue, formando uma espécie de tampão que impede as hemorragias.Plasma• Transporte de elementos figurados do sangue, de nutrientes, de produtos de excreção, de hormonas e de anticorpos; tem também um papel importante na coagulação do sangue, devido à presença de proteínas, como o fibrinogénio.
  4. 4. Plasma HemáciaLeucócito Plaqueta
  5. 5. • Forma irregular• Capacidade de emitir pseudópodes (prolongamentos citoplasmáticos) e de fagocitar (envolver e destruir) partículas estranhas – fagocitose.• Capacidade de abandonar os capilares sanguíneos e de penetrar nos tecidos infetados – diapedese.
  6. 6. • Formação de elementos figurados do sangue• Ocorre ao longo de toda a vida na medula vermelha dos ossos.• Os leucócitos são também produzidos nos órgãos linfóides: baço, fígado e gânglios linfáticos.
  7. 7. • Transporte de O2;• Transporte de substâncias nutritivas;• Transporte de substâncias tóxicas eliminadas pelas células (como o CO2);• Transporte de hormonas e anticorpos;• Defesa do organismo;• Coagulação em caso de hemorragia.
  8. 8. CN9
  9. 9. Artérias Vasos Veias Sistema SanguíneosCirculatório Coração Capilares
  10. 10. Artérias• Conduzem o sangue, sob pressão, desde o coração a todos os órgãos do corpo;• Têm as paredes grossas, musculosas e elásticas;• Têm menor calibre do que as veias.Arteríolas• Vasos de pequenas dimensões que resultam da ramificações das artérias, através das quais o sangue é libertado para os capilares.
  11. 11. Capilares• Vasos microscópios que resultam das divisões sucessivas das arteríolas;• Irrigam todos os órgãos;• Fazem a comunicação entre as arteríolas e as vénulas;• Têm as paredes muito finas, pois é através delas que os gases e substâncias nutritivas passam para as células ou para o sangue.
  12. 12. Vénulas• Vasos de pequenas dimensões que resultam da junção dos capilares.Veias• Vasos de grande calibre e paredes delgadas, funcionando basicamente como reservatórios de sangue• Conduzem o sangue de todos os órgãos do corpo para o coração;• Apresentam válvulas venosas que permitem que a circulação do sangue se efetue num só sentido.
  13. 13. Coração ArtériasVeias Arteríolas Vénulas Capilares
  14. 14. • É um órgão musculoso. O miocárdio é o músculo que constitui o coração.• Encontra-se situado na caixa torácica, entre os pulmões, inclinado para o lado esquerdo.• É responsável por impulsionar o sangue para todo o corpo.
  15. 15. • É dividido por uma parede – o septo interventricular – em duas partes que não comunicam entre si (a parte esquerda onde só circula sangue arterial, rico em oxigénio e pobre em dióxido de carbono; e a parte direita onde só circula sangue venoso, rico em dióxido de carbono e pobre em oxigénio).
  16. 16. • Cada metade do coração está dividida em dois compartimentos: uma aurícula e um ventrículo.• Assim temos 4 compartimentos: →Aurícula Direita →Aurícula Esquerda →Ventrículo Direito →Ventrículo Esquerdo
  17. 17. • As aurículas comunicam com as veias: veias pulmonares e veias cavas superior e inferior.• Os ventrículos comunicam com as artérias: aorta e artéria pulmonar.
  18. 18. • No início das artérias localizam-se as válvulas sigmóides ou semilunares.• Impedem que o sangue retroceda ao coração.
  19. 19. • Impedem o refluxo de sangue.• Válvula do lado direito: Tricúspide (3 membranas)• Válvula do lado esquerdo: Bicúspide ou mitral (2 membranas)
  20. 20. • Músculo cardíaco.• Fornecimento de sangue assegurado pelas artérias coronárias.• Paredes das aurículas – delgadas• Paredes dos ventrículos - espessas (para impulsionarem o sangue)• Parede do ventrículo esquerdo é mais espessa, permitindo maior capacidade de contração (tem que impulsionar o sangue para todo o corpo)
  21. 21. 1. Veias pulmonares 2. Aurícula Esquerda 3. Válvulas sigmóides 4. Válvula mitral 5. Ventrículo Esquerdo 6. Pericárdio 7. Ventrículo Direito 8. Válvula tricúspide 9. Veia cava inferior 10. Aurícula Direita 11. Artéria pulmonar 12. Veia cava superior16 14 13. Artéria aorta 15 14. Miocárdio 15. Septo interventricular 16. Endocárdio
  22. 22. • Endocárdio: A membrana que reveste internamente o coração, forrando as aurículas e os ventrículos. Esta camada de tecido membranoso intervém ainda na formação das válvulas cardíacas, as quais são responsáveis pelo controlo do sentido de fluxo do sangue, no interior do coração.• Pericárdio: dupla membrana que envolve o coração externamente. No interior da dupla membrana existe um líquido.
  23. 23. • Ficha de trabalho
  24. 24. CN9
  25. 25. • Corresponde ao período compreendido entre o início de um batimento cardíaco até ao início do batimento seguinte.• Contração – sístole• Relaxamento - diástole
  26. 26. • Diástole: as cavidades do coração enchem-se de sangue.• Sístole: as cavidades do coração esvaziam.• 3 fases: – Diástole Geral – Sístole Auricular – Sístole Ventricular
  27. 27. • As válvulas tricúspide, bicúspide e semilunares encontram-se fechadas.• As aurículas estão relaxadas e enchem-se de sangue.• Aurícula direita recebe o sangue do corpo através das veias cavas.• Aurícula esquerda recebe o sangue dos pulmões através das veias pulmonares.
  28. 28. • As aurículas, quando estão cheias, contraem-se, aumentando a pressão arterial.• Nos ventrículos relaxados a pressão é menor.• A diferença de pressão provoca a abertura das válvulas bicúspide e tricúspide e o sangue preenche os ventrículos.• Pressão intraventricular aumenta rapidamente, o que provoca o fecho das válvulas bicúspide e tricúspide (1º ruído cardíaco), impedindo o refluxo de sangue para as aurículas.
  29. 29. • Ventrículos contraem-se lançando o sangue para fora do coração.• Ventrículo direito lança o sangue na artéria pulmonar.• Ventrículo esquerdo lança o sangue na artéria aorta.• A pressão nas artérias aumenta e quando se torna superior à dos ventrículos, as válvulas semilunares encerram (2º ruído cardíaco).
  30. 30. • Atinge-se novamente a situação de diástole geral e o ciclo recomeça.
  31. 31. Válvulas auriculoventricularesA abrem totalmente. O sangue passa para os ventrículos. Válvulas auriculoventricularesB fecham e válvulas semilunares abrem. O sangue passa para as artérias. Válvulas semilunares fecham-seC e válvulas auriculoventriculares continuam fechadas. O sangue entra nas aurículas.
  32. 32. • Sístole auricular – 0,1 s• Sístole ventricular – 0,3 s 0,8s• Diástole geral – 0,4 s• 70 ciclos cardíacos por minuto – este número pode ser alterado pela atividade física, idade, stress. – Criança – 90 batimentos por minuto – Bebé - 120 batimentos por minuto
  33. 33. • Ficha de trabalho
  34. 34. • Pressão sanguínea: Força de bombeamento cardíaco necessária para que o sangue chegue a todos os tecidos.• Pressão arterial: Pressão que o sangue exerce sobre a parede das artérias
  35. 35. • Pressão arterial máxima: quando ocorre a sístole ventricular – 120 mm Hg• Pressão arterial mínima: quando ocorre a diástole geral – 80 mm Hg
  36. 36. • 2 circuitos – Circulação pulmonar – Circulação sistémica
  37. 37. • É responsável pela reoxigenação do sangue.
  38. 38. Ventrículo Artéria Veias Aurícula Pulmões Direito pulmonar pulmonares Esquerda Sangue Venoso Rico em Sangue Arterial CO2 Rico em O2
  39. 39. • O sangue venoso sai do ventrículo direito pela artéria pulmonar que o leva aos pulmões onde se dá a hematose pulmonar no interior dos alvéolos pulmonares. Já como sangue arterial volta ao coração transportado pelas veias pulmonares que se abrem na aurícula esquerda.
  40. 40. Ventrículo Artéria Todo o Veias cavas AurículaEsquerdo Aorta organismo (sup e inf) Direita Sangue Arterial Sangue Venoso
  41. 41. • O sangue arterial sai do ventrículo esquerdo transportado pela artéria aorta que o leva às células. Nas células, passa a sangue venoso voltando ao coração transportado pelas veias cavas que se abrem na aurícula direita.
  42. 42. • Ficha de trabalho
  43. 43. • Para além dos vasos sanguíneos, o nosso corpo possui um outro conjunto de vasos, que constituem o sistema linfático, responsável pelo transporte da linfa.
  44. 44. • Fluido constituído por plasma e leucócitos que atravessam as paredes dos capilares para os espaços intersticiais.
  45. 45. • Permite a troca direta de produtos indispensáveis à atividade celular, pois está em contacto com as células.• Depois é recolhido por capilares linfáticos que devolvem a linfa à circulação sanguínea.
  46. 46. 1. Capilar sanguíneo2. Plaquetas3. Hemácias4. Leucócitos5. Plasma6. Células7. Espaços intercelulares/ Linfa intersticial1. Capilar linfático2. Linfa circulante
  47. 47. • Defesa do organismo a cargo dos leucócitos circulantes. Nos gânglios linfáticos produzem-se linfócitos que produzem anticorpos. A inflamação dos gânglios é sintoma de infeção.• Transporte das gorduras absorvidas no intestino evitando que o sangue chegue com demasiadas gorduras ao coração.• Devolver ao sangue grande parte do plasma que devido à pressão, saiu dos capilares sanguíneos.
  48. 48. • Aterosclerose: espessamento e endurecimento das parede das artérias. Deve-se à acumulação de “gordura” por baixo do revestimentos interno da parede das artérias, o que reduz o diâmetro do vaso, dificultando a circulação da sangue
  49. 49. • Aterosclerose: espessamento e endurecimento das parede das artérias. Deve-se à acumulação de “gordura” por baixo do revestimentos interno da parede das artérias, o que reduz o diâmetro do vaso, dificultando a circulação da sangue
  50. 50. • Enfarte do miocárdio: oclusão total e prolongada de uma artéria coronária, o que provoca a necrose (morte dos tecidos) de uma determinada área do miocárdio, devido à falta de irrigação sanguínea e de oxigenação.
  51. 51. • Valvulopatias: anomalias de uma ou mais válvulas cardíacas Som cardíaco normal Som cardíaco anormal
  52. 52. • O colesterol, o stresse e o tabaco são os 3 principais fatores responsáveis pelas doenças cardíacas.
  53. 53. • Especialidade médica que se ocupa do tratamento cirúrgico de doenças das artérias, veias e vasos linfáticos.
  54. 54. • Tratamento de oclusões arteriais: – Placas aterosclerosas – Trombos• Varizes (dilatações venosas)• Aneurismas (dilatações arteriais)• Tratamento de traumas vasculares.
  55. 55. • Marca-passo: dispositivo de aplicação médica que tem o objetivo de regular os batimentos cardíacos, através de um estímulo elétrico emitido pelo dispositivo quando o n.º de batimentos num determinado intervalo de tempo está abaixo do normal.• Os primeiros aparelhos marca- passo eram externos e de certa forma perigosos pois poderiam potencialmente eletrocutar seu portador. Atualmente o tamanho do aparelho foi reduzido e pode ser implantado no corpo do paciente.
  56. 56. 1. 1 – Artéria 2 – Arteríola 3 – Capilares 4 – Vénula 5 – Veia2.1. As artérias (1) têm paredes mais espessas e elásticas enquanto que as veias (5). O calibre das veias é superior ao das artérias.2.2. Os capilares (3) só têm uma camada de células e resultam da ramificação das arteríolas. As vénulas (4)resultam da união dos capilares.
  57. 57. 3. As válvulas venosas 5. 1 – Veias pulmonares 2 – Aurícula Esquerda impedem o refluxo de 3 – Válvula Bicúspide ou mitral sangue nas veias, 4 – Válvula sigmóide fazendo com que o 5 – Ventrículo Esquerdo sangue circule num só 6 – Miocárdio sentido. 7 – Ventrículo Direito 8 – Válvula Tricúspide4. O sistema circulatório é 9 – Aurícula Direita um sistema fechado 10 – Veia cava inferior pois o sangue circula 11 – Veia cava superior dentro de vasos 12 – Aorta sanguíneos. 13 – Artéria Pulmonar
  58. 58. 6. As válvulas auriculoventriculares impedem o refluxo de sangue dos ventrículos para as aurículas.7. Miocárdio8. Nas aurículas as paredes são delgadas pois só têm de impulsionar o sangue para os ventrículos. No ventrículo esquerdo a espessura do miocárdio é superior à do ventrículo direito pois ele tem que impulsionar o sangue para todo o organismo, enquanto que o direito apenas impulsiona o sangue para os pulmões.
  59. 59. 9.1. Artérias9.2. Veias10. É um exame dinâmico que permite analisar o estado e o tamanho das cavidades do coração, a espessura do miocárdio, das válvulas e do pericárdio.11. O pericárdio envolve e protege todo o coração.
  60. 60. 1. D–A–C–B2. O 1º ruído corresponde ao encerramento das válvulas auriculoventriculares e o 2º ruído corresponde ao encerramento das válvulas sigmóides.3. A sístole auricular dura apenas 0,1 segundos enquanto que a sístole ventricular dura 0,4s.4.1. Durante a sístole auricular, as válvulas auriculoventriculares (bicúspide e tricúspide) estão abertas.4.2. Durante a sístole auricular, as válvulas sigmóides estão fechadas.5.1. Durante a sístole ventricular, as válvulas sigmóides estão abertas.5.2. Durante a sístole ventricular, as válvulas auriculoventriculares (bicúspide e tricúspide) estão fechadas.
  61. 61. Válvulas Auriculoventriculares abertas Sístole Válvulas Sigmóides Auricular fechadas O sangue entra nos ventrículosO sangue entra nas Válvulas aurículas Auriculoventriculares fechadas Diástole Sístole Válvulas Sigmóides Geral Ventricular abertas O sangue passa para as artérias
  62. 62. 7. O eletrocardiograma permite avaliar a atividade elétrica do coração.8. O eletrocardiograma permite diagnosticar doenças como a taquicardia, a angina de peito e o enfarte do miocárdio.
  63. 63. 1. Aurícula Direita2. Aurícula Esquerda3. Ventrículo Direito4. Ventrículo esquerdo5. Artéria Pulmonar6. Artéria Aorta7. Veia cava inferior8. Veia cava superior9. Capilares sanguíneos a nível pulmonar10. Veias Pulmonares11. Capilares sanguíneos a nível tecidular
  64. 64. 2.1. Circulação pulmonar: 3, 5, 9, 10, 22.2. Circulação sistémica: 4, 6, 11, 7, 13.1. A circulação sistémica tem a função de levar oxigénio e nutrientes a todas as células do organismo.3.2. A circulação pulmonar tem a função de reoxigenar o sangue (a nível pulmonar).4.1. A circulação sistémica inicia-se com sangue arterial.4.2. A circulação pulmonar inicia-se com sangue venoso.5.1. A circulação sistémica termina com sangue venoso.5.2. A circulação pulmonar termina com sangue arterial.
  65. 65. 6. Na circulação sistémica, o sangue fornece às células oxigénio, bem como nutrientes, e em troca recebe dióxido de carbono e produtos resultantes do metabolismo celular.7. Na circulação pulmonar, o sangue venoso que chega aos pulmões onde recebe oxigénio e “deixa” o dióxido de carbono, transformando-se em sangue arterial.8. A circulação sistémica inicia-se no ventrículo esquerdo, pelo que o sangue tem de ser impulsionado para todo o organismo, daí o ventrículo esquerdo ser a cavidade com o miocárdio mais espesso – o sangue tem de ser enviado para uma maior distância.
  66. 66. 9. A circulação coronária tem a função de oxigenar e fornecer nutrientes às células do miocárdio, de modo a que estas possam produzir energia e contrair.10. As artérias coronárias são os vasos sanguíneos que garantem o fornecimento de sangue arterial ao coração.

×