Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Reprodução de plantas com flor

26,752 views

Published on

Published in: Technology

Reprodução de plantas com flor

  1. 1. Reproduçãonas Plantas comFlor<br />CN6<br />Prof. Tânia Reis<br />
  2. 2. Reproduçãoporsementes<br />
  3. 3. Flor Completa<br />
  4. 4. Faz a legenda da flor…<br />
  5. 5. Constituição da Flor<br />Estigma<br />Antera<br />Estilete<br />Estame<br />Carpelo<br />Filete<br />Ovário<br />Receptáculo<br />Pétala<br />Pedúnculo<br />Sépala<br />
  6. 6. Conceitos<br />Cálice – Conjunto das sépalas<br />Corola – Conjunto das pétalas<br />Androceu – Conjunto de Estames<br />Gineceu – Conjunto de carpelos<br />Estame – Antera + Filete<br />Carpelo – Estigma + Estilete + Ovário<br />
  7. 7. Constituição da Flor<br />Estigma<br />Estilete<br />Carpelo<br />Ovário<br />Órgãos de REPRODUÇÃO<br />Antera<br />Estame<br />Filete<br />Pétala<br />Órgãos de PROTECÇÃO<br />Sépala<br />Receptáculo<br />Órgãos de SUPORTE<br />Pedúnculo<br />
  8. 8.
  9. 9. Flor hermafrodita: possui órgãos sexuais masculinos e femininos<br />Ex: Coroas-de-rei<br />
  10. 10. Na antera do estame produz-se, em sacos polínicos, os grãos de pólen que dão origem às células reprodutoras masculinas.<br />No ovário do carpelo encontram-se os óvulos, onde se formam as células reprodutoras femininas<br />
  11. 11. Flores unissexuais: só possuem um dos órgãos sexuais – ou são femininas, ou são masculinas.<br />Ex: Azevinho<br />
  12. 12. Vê se sabes, página 189<br />Exercícios página 190<br />
  13. 13. Processo de reprodução nas plantas espermatófitas<br />Polinização<br />Fecundação<br />Frutificação<br />Disseminação<br />Germinação<br />Reprodução por sementes<br />
  14. 14. Polinização<br />Transporte dos grãos de pólen desde as antera até ao estigma.<br />
  15. 15. Polinização<br />
  16. 16. Polinização: passagem dos grãos de pólen das anteras para o estigma<br />
  17. 17.
  18. 18. Polinização pelo vento<br />
  19. 19. Polinização por animais<br />
  20. 20. Polinização cruzada<br />Tem o auxílio de agentes polinizadores:<br />Vento<br />Aves<br />Insectos<br />Mamíferos<br />
  21. 21. Fecundação<br />
  22. 22. Como se dá a fecundação?<br />Depois da polinização, os grãos de pólen que caíram no estigma, fixam-se devido à existência de uma substância pegajosa.<br />No estigma, os grãos de pólen começam a inchar, devido à absorção de água, e a formar um tubo polínico que contém a célula sexual masculina.<br />O tubo polínico cresce ao longo do estilete até atingir o ovário.<br />No ovário, a célula sexual masculina transportada na extremidade do tubo polínico une-se à célula sexual feminina que existe no óvulo, ocorrendo, desta forma, a fecundação.<br />
  23. 23. Frutificação<br />
  24. 24. Formação do fruto<br />Frutificação: processo de formação do fruto<br />Depois de polinização, algumas peças florais, como as pétalas e os estames tornam-se inúteis e, por isso, murcham e caem. <br />As paredes do ovário da flor engrossam, designando-se por pericarpo. <br />As sementes encontram-se no interior do pericarpo e originam-se a partir do ovo. <br />O fruto é, então, constituído pelo pericarpo e pela semente. <br />
  25. 25. Como é constituído o fruto?<br />
  26. 26. Pericarpo<br />Mesocarpo<br />Endocarpo<br />Semente<br />
  27. 27. Que tipos de fruto existem?<br />
  28. 28. Completa a tabela<br />Pericarpo<br />Semente<br />Termos:<br />Óvulo<br />Receptáculo<br />
  29. 29. Disseminação<br />
  30. 30. Disseminaçãoé o transporte e a dispersão dos frutos e das sementes no ambiente. <br />Pop-upseeds<br />Seeddispersal<br />
  31. 31.
  32. 32. Constituição das sementes<br />
  33. 33. Constituição da Semente<br />A semente é constituída pelo embrião (formado por radícula, caulículo e gémulas), pelos cotilédones, que contêm as reservas alimentares da planta, e pelo tegumento que os envolve e protege.<br />
  34. 34. Constituição da semente<br />Contêm reservas alimentares que vão iniciar o desenvolvimento do embrião<br />Envolve e protege o embrião e os cotilédones<br />
  35. 35. Germinação<br />Para a semente germinar, os cotilédones devem estar em bom estado num embrião completo e vivo, e a semente deve encontrar-se num local com humidade, oxigénio e temperatura adequada. <br />
  36. 36. Ordena por ordem cronológica<br />Polinização<br />Germinação<br />Frutificação<br />Fecundação<br />Disseminação<br />
  37. 37. Como se reproduzem as plantas sem flor?<br />As plantas sem flor reproduzem-se por esporos, que são pequenos grãos que têm a capacidade de germinar e de originar, de forma directa ou indirecta, uma nova planta.<br />
  38. 38. Onde se desenvolvem os esporos nos musgos e nos fetos?<br />Nos musgos, os esporos desenvolvem-se no interior da cápsula, e nos fetos, os esporos produzem-se dentro dos esporângios, que são estruturas especializadas que se formam na página inferior das folhas.<br />
  39. 39. Como se reproduzem os fetos?<br />Os fetos apresentam na página inferior das folhas pequenas estruturas arredondadas – os soros.<br />
  40. 40. Agrupados nos soros, encontram-se os esporângios, dentro dos quais são produzidos os esporos. Quando estão maduros, os esporângios libertam os esporos.<br />Como se reproduzem os fetos?<br />
  41. 41. Se os esporos caem em solo húmido, iniciam a sua germinação, formando uma estrutura verde em forma de coração – o protalo – que se fixa à terra através dos pêlos absorventes que possui na página inferior.<br />Como se reproduzem os fetos?<br />
  42. 42. É no protalo que se dá a produção e a união das células sexuais feminina e masculina, originando um novo feto.<br />O feto jovem desenvolve-se até formar uma planta adulta.<br />Como se reproduzem os fetos?<br />
  43. 43. Como se reproduzem os musgos?<br />Nos musgos, após a fecundação, forma-se um filamento alongado que tem na extremidade uma cápsula – o esporângio. <br />
  44. 44. Como se reproduzem os musgos?<br />Quando a cápsula abre, liberta os esporos que ao caírem em solo húmido germinam, dando origem a uma estrutura verde filamentosa – o protonema. <br />É a partir do protonema que nasce um novo musgo. <br />

×