Factores abióticos

26,076 views

Published on

Published in: Technology
1 Comment
18 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
26,076
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6,783
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
18
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Factores abióticos

  1. 1. Factores Abióticos<br />Influência dos factores físico-químicos nos seres vivos<br />
  2. 2. Vídeo Porto Editora – 3:23<br />
  3. 3. Factores relacionados com o clima<br />Página 19<br />
  4. 4. Factores Abióticos<br />
  5. 5. O que os distingue?<br />
  6. 6. Factor abiótico: Salinidade<br />Outros factores abióticos importantes nos ecossistemas aquáticos: Luz e temperatura<br />
  7. 7. Factor limitante<br />Factor abiótico cujos valores impedem o desenvolvimento de uma espécie.<br />
  8. 8. Distribuição de biomas<br />Biomas<br />
  9. 9. Temperatura<br />Página 20<br />Animais Poiquilotérmicos ou de Temperatura Variável<br />Ex: Peixes, répteis, anfíbios e insectos.<br /><ul><li>Animais Homeotérmicos ou de Temperatura Constante</li></ul> Ex: Aves e mamíferos.<br />
  10. 10. Animais de temperatura variável/ ectotérmicos/ poiquilotérmicos: a temperatura do organismo varia consoante a temperatura ambiente. Ex.: invertebrados, peixes, répteis e anfíbios.<br />Animais de temperatura constante/ endotérmicos/ homeotérmicos: conseguem manter a temperatura do corpo constante, independentemente de temperatura do meio. Ex.: aves e mamíferos<br /> Temperatura<br />Página 20<br />
  11. 11. Animais Estenotérmicos: não toleram grandes variações térmicas.<br />Animais Euritérmicos: toleram grandes variações térmicas. ex.: homem.<br /> Temperatura<br />Página 20<br />
  12. 12. Temperatura<br />Página 20 e 21<br />Adaptações Morfológicas dos Animais<br />Climas frios<br />Existência de pêlos nos mamíferos e de penas nas aves;<br />Espessas camadas de gordura por baixo da pele;<br />Extremidades do corpo (orelhas e focinho) reduzidas.<br />
  13. 13. Temperatura<br />Página 20 e 21<br />Adaptações Morfológicas dos Animais<br />Climas quentes<br />Pelagem reduzida;<br />Extremidades do corpo (orelhas e focinho) desenvolvidas.<br />
  14. 14. Temperatura<br />Página 20 e 21<br />Fenómenos de Adaptação dos animais às Temperaturas Desfavoráveis<br />Hibernação<br />Estivação<br />Migração<br />
  15. 15. Comportamentos Adoptados Pelos Animais Face Às Variações De Temperatura:<br />Hibernação: ocorre quando os organismos reduzem a actividade vital ao mínimo, entrando num estado de sonolência, devido às baixas temperaturas.<br />Ex.: ouriço-cacheiro, urso polar, etc<br />Estivação/ Sono estival: alguns organismos resguardam-se em esconderijos para resistirem às elevadas temperaturas, entrado em estado de sonolência. <br />Ex.: caracóis, rato-canguru.<br />
  16. 16. Comportamentos Adoptados Pelos Animais Face Às Variações De Temperatura:<br />Migração: deslocação de animais em determinadas alturas do ano devido à alteração de condições climatéricas como a temperatura ou o fotoperíodo.<br />Ex.: Andorinha, gaivota, cuco<br />
  17. 17. Exercícios página 21 e 22<br />
  18. 18. Temperatura<br />Página 24<br />Adaptações das Plantas às Baixas Temperaturas<br />As árvores de folha persistente apresentam forma cónica e, geralmente, folhas reduzidas;<br />As árvores de folha caduca perdem as folhas;<br />
  19. 19. Temperatura<br />Página 24<br />Adaptações das Plantas às Baixas Temperaturas<br />As Algumas plantas ficam reduzidas à parte subterrânea (tubérculos, bolbos, rizomas) ou produzem sementes em estado de dormência.<br />
  20. 20. Exercícios página 24<br />
  21. 21. Luz<br />Página 25<br />Plantas<br />Na ausência de luz, as plantas não se desenvolvem.<br />A luz é indispensável para a realização da fotossíntese.<br />Fotoperíodo –Número de horas de luz existentes num dia.<br />
  22. 22. Luz<br />Plantas de dia curto – florescem no Inverno, quando o fotoperíodo é menor.<br /> Ex: Crisântemos.<br />Plantas de dia longo – florescem na Primavera/Verão, quando o fotoperíodo é maior.<br /> Ex: Papoilas<br />
  23. 23. Luz<br />
  24. 24. Plantas de dia longo- Plantas que florescem quando o fotoperíodo é longo (superior a 12 horas – Primavera/Verão).<br />Plantas de dia curto- Plantas que florescem quando o fotoperíodo é curto (inferior a 8 horas - Inverno).<br />Plantas indiferentes- Plantas que florescem independentemente do fotoperíodo ser longo ou curto<br /> Luz<br />
  25. 25. Plantas de sol ouHeliófilas - Plantas que necessitam de muita luz (exemplo o girassol).<br />Plantas de sombraouUmbrófilasouEsquiáfilas - Plantas que vivem em locais sombrios (exemplo os musgos).<br /> Luz<br />
  26. 26. Luz<br />Outros fenómenos que ocorrem nas plantas devidos à Luz<br />Fototropismo – movimento das plantas em direcção à luz;<br />Maior desenvolvimento das folhas;<br /> Distribuição por estratos.<br />
  27. 27. Luz – animais Diurnos<br />
  28. 28. Luz – animais nocturnos<br />Página 27<br />
  29. 29. Luz - Fototaxia<br />A fototaxia traduz-se na direcção do movimento dos animais em reacção à luz.<br />Os insectos, de uma forma geral, apresentam fototaxia positiva, já que são atraídos para a luz.<br />A minhoca apresenta fototaxia negativa, já que foge da luz.<br />
  30. 30. Luz<br />Animaisdiurnos: desenvolvem as suasactividadesdurante o dia<br />Animaisnocturnos: desenvolvem as suasactividadesdurante a noite (morcego)<br />Fototaxia: Direcção do movimento dos animais em reacção à luz (pode ser positiva ou negativa).<br />Animais lucífugos: não suportam a luz (caracol e minhoca)<br />Animais lucífilos: são atraídos pela luz(insectos)<br />
  31. 31. Luz<br />Ciclos Reprodutivos<br />A desova da truta é influenciada pela duração do fotoperíodo: ocorre no mês de Novembro, quando o fotoperíodo é menor.<br />
  32. 32. Luz - Bioluminecência<br />Devido à escuridão existente nas profundidades dos oceanos, alguns seres vivos são capazes de emitir luz através de órgãos apropriados.<br />
  33. 33. Luz<br />A lebre do Árctico é branca durante o Outono/Inverno, passando despercebida na neve, evitando os predadores. Na Primavera/Verão, a cor do pêlo torna-se acastanhada, confundindo-se o animal com a cor do solo, passando despercebido aos predadores.<br />Outono/Inverno<br />Primavera/Verão<br />
  34. 34. Comportamentos Adoptados Pelos Animais Face Às Variações De Luz:<br />Hibernação e Migração: podem ser condicionadas pelo fotoperíodo<br />Ciclos reprodutivos de alguns animais são condicionados pelo fotoperíodo<br />Mudança de cor da pelagem do animal<br />Distribuição da biodiversidade num ecossistema aquático<br />Exercícios página 27<br />
  35. 35. Água<br />Classificação dos seres vivos quanto à necessidade de água<br />Hidrófilos – seres vivos que vivem permanentemente na água.<br />Higrófilos – seres vivos que vivem em locais muito húmidos.<br />Mesófilos – seres vivos que têm uma necessidade moderada de água.<br />Xerófilos – seres vivos que vivem em locais com pouca água<br />
  36. 36. Quanto à necessidade de água, os seres vivos classificam-se em:<br />Hidrófilos ou aquáticos: habitam permanentemente na água (peixes e nenúfares)<br />Higrófilos: vivem em locais muito húmidos (rã e arroz)<br />Mesofilos: têm uma necessidade moderada de água (cão e pinheiro)<br />Xerófilos: habitam em locais com pouca água e baixa humidade atmosférica (camelo e cacto)<br />
  37. 37. Água<br />Adaptações dos animais à falta de água<br />Revestimento impermeável;<br />Acumulação de gordura, de onde pode extrair água;<br /> Diminuição da transpiração e da produção de urina e refúgio na toca durante o dia.<br />
  38. 38. Água<br />Adaptações das plantasà falta de água<br />Raízes superficiais longas;<br />Caules carnudos;<br /> Folhas reduzidas a espinhos;<br />Cutícula espessa.<br />
  39. 39. Água<br />Adaptações das plantasque vivem em meios aquáticos<br />Raízes curtas;<br />Caules finos;<br /> Folhas muito desenvolvidas;<br />Cutícula praticamente inexistente.<br />
  40. 40. A ÁGUA COMO SUBSTRATO <br />Os factores abióticos que influenciam os seres vivos relacionam-se com a salinidade e a luminosidade que é o principal factor abiótico que influencia a distribuição de seres vivos.<br /> Água<br />
  41. 41. Solo<br />A sua composição influencia a distribuição de seres vivos, bem como a capacidade de retenção de água (permeabilidade) e o volume de ar (porosidade).<br />
  42. 42. Solo<br />
  43. 43. Solo<br />

×