Content Marketing Brasil: Tribunal de Justiça de São Paulo

1,640 views

Published on

Apresentação realizada por Cecília Abbati em 29/11/2013. #CMBrasil

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,640
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,113
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Content Marketing Brasil: Tribunal de Justiça de São Paulo

  1. 1. Assessoria & Redes Sociais
  2. 2. Cenário  Um Tribunal com quase 140 anos de existência Com desembargadores gestores cuja média de idade é 68 anos  A sede administrativa é um Palácio estilo neoclássico, construído na década de 30 – falta de infraestrutura Área de Comunicação Social criada há pouco mais de 15 anos – e que andava parada no tempo
  3. 3. Cenário  Presidente; vice-presidente; corregedor-geral; presidentes seções de direito público, privado e criminal; decano (CSM)  25 desembargadores (Órgão Especial) = 12 mais antigos e 12 eleitos + presidente  360 desembargadores (2º grau) – 2.180 juízes (1º grau)  20 milhões de processos em andamento (720 mil 2ª instância)
  4. 4. Objetivos Potencializar o trabalho de Comunicação para:  Atingir o nosso cliente externo (operadores do direito e, principalmente, o jurisdicionado – população)  Valorização do nosso público interno – reconhecimento público do árduo trabalho dos servidores  Facilitar a comunicação com os veículos de imprensa
  5. 5. Como  Uso de novas ferramentas de comunicação – para o TJSP foram as redes sociais Processo de convencimento dos gestores sexagenários – conquistar o apoio dos mais moderninhos  Base legal – portaria publicada e fundamento no planejamento estratégico do TJSP (metas 9 e 11 que tratam do aprimoramento da comunicação) Custo baixo X bons resultados – parcerias, mini estrutura, treinamento
  6. 6. Uso  Criar conteúdo interessante para conquistar audiência (seguidores/ fãs). Formado o público, promover o trabalho do TJSP  Apesar disso, não perder o foco – a base do trabalho nas redes é a prestação de serviço  Transparência – O Judiciário passou a fazer parte da vida dos brasileiros
  7. 7. O que é o “conteúdo interessante” da sua empresa? (ou na área da sua empresa)
  8. 8. No Tribunal de Justiça de São Paulo é:
  9. 9. Notícias sobre decisões de interesse público, repercussão, inusitadas
  10. 10. Serviços de utilidade pública
  11. 11. Curiosidades jurídicas
  12. 12. Redes sociais  Facebook : 42.945 seguidores (publicação de, em média, 3 posts/dia)  Twitter: 13.018 seguidores (seis posts/dia)  Youtube: 37.533 exibições  Flickr: 15.924 fotos postadas
  13. 13. Evolução / Casos de Repercussão Casal Nardoni: março de 2010 – nenhuma imagem liberada (áudio leitura da sentença) – Twitter proibido Caso Eloah Pimentel: fevereiro de 2012 – algumas imagens permitidas – 1º julgamento com uso do Twitter em tempo real (oficial) Caso Mércia Nakashima: março de 2013 – 1º julgamento com transmissão em tempo real (pool) + Twitter + Facebook (oficial)
  14. 14. Nardoni – março/2010
  15. 15. - Nenhum procedimento do julgamento podia ser transmitido ou fotografado; - Jornalistas ocupariam as 20 primeiras cadeiras do plenário (para 70 inscritos); - Qualquer situação que colocasse em risco a continuidade do julgamento implicaria em proibição de entrada de jornalista no plenário; - AI tinha 30 minutos (após término dos trabalhos diários) para desocupar sala de imprensa.
  16. 16. Novidade: Transmissão (áudio) da leitura da sentença só foi possível graças à colaboração dos técnicos da Rádio Jovem Pan e da Rádio Bandeirantes que trouxeram cabos capazes de alcançar o plenário. Por causa desse trabalho, e da colaboração dos servidores do TJSP, (cerimonial, que emprestou aparelhagem) o Brasil soube do resultado em tempo real.
  17. 17. Eloah – fevereiro/2012
  18. 18. - Twitter em tempo real – fonte oficial do Tribunal de Justiça de São Paulo - Jornalistas que não podiam entrar no plenário acompanhavam andamento do júri pelo celular, da porta do fórum - Interesse da população, que acompanhou também pela rede social – crescimento de seguidores 10X acima da média - Como o trabalho da imprensa foi impecável, a juíza permitiu a transmissão da leitura da sentença
  19. 19. Mércia – março/2013
  20. 20. - Transmissão em tempo real para qualquer veículo de comunicação (determinação do juiz) - O TJSP não tem infraestrutura para a transmissão, razão do pool de empresas - Palavra de ordem – Transparência. O juiz queria mostrar para a população como é o julgamento do júri
  21. 21. E o TJSP? Não iria transmitir? Não tem canal de TV e nem estrutura para web - Solução - Facebook - Parceria com a empresa Gaia Creative - Criação de aba – acessada via computador - Crescimento – média 100 novos fãs – só no primeiro dia do júri 1.500 - 250 mil acessos
  22. 22. Mais utilidades - Consulta de processos via Facebook - Campanha Servidor em Foco – também Facebook - Primeira eleição do TJSP via Twitter - Fotos Flicker - Vídeos de serviços e discursos
  23. 23. Conclusões  Com tantas formas de comunicação disponíveis, é possível manter contato direto com o público-alvo  Reclamação dos sexagenários – nada é fácil!!!!
  24. 24. "O Gabinete de Comunicação Social do TJSP trabalhou nos últimos dias no julgamento do caso Eloá para dar suporte aos jornalistas e informar a população. E inovou. Comunicou, via Twitter, as atualizações do júri em tempo real. Sim, esse é um em 20 milhões de processos. Mas que, naturalmente, desperta a curiosidade das pessoas. Devemos (e assim fizemos) aproveitar a oportunidade para mostrar o trabalho intenso e difícil do Judiciário de São Paulo.”
  25. 25. Não adianta fazer mais do mesmo. Ousem!!!
  26. 26. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo Comunicação Social Contatos: www.tjsp.jus.br - imprensatj@tjsp.jus.br Fones: (11) 3241-4007 // 3105-9765 Sugestões e críticas? Sempre bem-vindas! Obrigada. Cecília Abbati ceciliaabbati@tjsp.jus.br (11) 9-7675-9097

×